PGR formaliza denúncia contra Daniel Silveira

Documento foi assinado pelo vice-procurador-geral da República, Humberto Jacques de Medeiro, depois que STF confirmou decisão sobre prisão de deputado

O Globo

Jornal GGN – O Ministério Público Federal (MPF) denunciou o deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) ao Supremo Tribunal Federal (STF) “sob a a acusação de agressões verbais e graves ameaças contra ministros da Corte para favorecer interesse próprio em três ocasiões”.

Segundo o jornal Correio Braziliense, o documento foi assinado pelo vice-procurador-geral da República, Humberto Jacques de Medeiro, que apontou “o emprego de violência e grave ameaça para tentar impedir o livre exercício dos Poderes Legislativo e Judiciário” feito por Silveira por duas vezes, e pelo menos uma incitação à animosidade entre as Forças Armadas e o STF.

Embora a decisão tenha sido tomada dentro do inquérito que apura organização e financiamento de atos antidemocráticos, Silveira foi preso nesta terça-feira (16/02) por ordem do ministro Alexandre de Moraes no âmbito do inquérito que apura informações falsas e ofensas contra integrantes da Suprema Corte, após a divulgação de vídeo com ataques aos magistrados e exaltação ao AI-5.

“Desde que passou a ser alvo da investigação, o deputado adotou como estratégia desferir agressões verbais e graves ameaças, nas redes sociais, contra os ministros que irão apreciar o inquérito que apura a organização de atos antidemocráticos, visando coagi-los pela intimidação e, com isso, desestimular, em seu favor, a aplicação da lei penal”, pontuou o MPF.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora