Coronavírus: Arquiteto Michael Sorkin morre aos 71 anos

Intelectual ficou conhecido por inspirar o público e seus alunos a usar a arquitetura como instrumento para mudança de vidas

Michael Sorkin morreu nos Estados Unidos aos 71 anos, vítima do coronavírus. Foto: Reprodução

Jornal GGN – O arquiteto norte-americano Michael Sorkin morreu aos 71 anos na última quinta-feira (26/03) em Manhattan, Nova York. Segundo sua esposa, Joan Copjec, Sorkin foi vítima do coronavírus.

Sorkin foi reconhecido como um dos intelectuais mais populares dentro da arquitetura, ao inspirar seus alunos e o público a ver a arquitetura sob uma ótica de justiça social, usando-a para mudar vidas, resistir ao status quo e ajudar a alcançar a equidade social.

O arquiteto norte-americano começou sua carreira identificando abusos de poder, em meio ao governo Reagan. Na ocasião, Sorkin disse que “a política programa nossa arquitetura”.

De acordo com o jornal The New York Times, Sorkin sempre teve a justiça social como foco em seus projetos, ensaios e palestras e, em suas propostas urbanas, procurava unir zonas verdes com propostas urbanas. Ele também defendia a habitação e a energia verde, ao invés de prisões e shoppings, e a participação dos cidadãos no design de seus próprios destinos urbanos.

A cidade é vista como a maior expressão da arquitetura, e Sorkin via o design como um instrumento de engenharia social, justiça política e compartilhamento de poder. Ele também investiu contra a privatização do espaço público.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

1 comentário

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome