Coordenador do programa de Lula, Haddad não disputará eleição em 2018

Foto: Divulgação/Eduardo Suplicy
 
 
Jornal GGN – O ex-prefeito Fernando Haddad confirmou ao Estadão que não deve disputar nenhum cargo público em 2018. Ele era cotado para concorrer ao Senado, mas deu preferência ao vereador Eduardo Suplicy, que está de olho na vaga do partido em São Paulo. “Eu deixei claríssimo ao PT que não disputaria com Suplicy”, disse Haddad. “Não faz sentido que sejam lançados dois nomes. Quando aconteceu de o mesmo partido eleger dois senadores? Só em 1994, no Plano Real”, comentou.
 
Haddad negou os boatos de que o conflito com Suplicy tenha gerado mal-estar entre ambos. “Qual mal-estar? Se há mal-estar, não é comigo”, disse Haddad. “Eu estou muito confortável como coordenador do programa de governo do Lula.”
 
Uma ala do PT avalia que Suplicy deveria ceder a vaga ao Senado a Haddad e concorrer à Câmara, puxando votos para a bancada. Na eleição de 2016, ele foi o mais votado entre todos os vereadores eleitos. 
 
 
Mas Suplicy disse ao jornal que tem feito pesquisas junto a seu eleitorado para definir o destino, e a maioria tem dito que ele deve voltar ao Senado, onde atuou ao longo de 24 anos. Ele se pergunta, contudo, se não deveria terminar o mandato de vereador. 
 
Por outro lado, Suplicy também não descarta entrar numa disputa interna para a chapa que concorrerá ao governo de São Paulo. Por enquanto, o pré-candidato do partido é o ex-prefeito de São Bernardo do Campo, Luiz Marinho.
 
“Se o partido e o próprio Marinho avaliarem que é conveniente ter uma prévia entre todos nós para definir o candidato ao governo, eu aceito disputar”, afirmou Suplicy.
 
Ainda de acordo com o jornal, Haddad é cotado para assumir o lugar de Lula na corrida presidencial, caso o ex-presidente seja condenado em segunda instância por causa do processo do triplex, na Lava Jato. Mas como sofre “resistência”, é capaz que Haddad dê lugar ao ex-governador da Bahia Jaques Wagner, hoje secretário estadual.
 
 
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora