Para onde foram os votos de Dilma?

Por Sérgio Saraiva
 
As boas e as más notícias sobre as eleições presidenciais
 
 
Os resultados recém-divulgados – 05/04/2014, da pesquisa da Folha sobre intenção de votos, ainda que faltem muitos dados para comparação, nos permite pelo menos duas conclusões.
 
A primeira é que nada mudou. Dilma ganha no primeiro turno com 38% das intenções de voto. Aécio e Campos estacionaram em 16% e 10%, respectivamente.
 
A segunda, é claro que a poderosa campanha negativa a que Dilma está sujeita acaba por apresentar algum efeito.
 
Lembremos o que já foi notícia, que a pesquisa Folha apresentava algumas questões para “esquentar” a memória do pesquisado. No caso, uma série questões negativas ao governo Dilma aplicadas em um questionário preliminar.
 
Perguntar no Brasil se o público acha que a inflação vai subir ou perguntar se esse público está satisfeito com o governo é simplesmente estimular o niilismo presente no nosso ainda forte “complexo de vira-latas”.
 
Isso pode explicar a queda de Dilma dos 44% de intenções de votos na pesquisa da Folha de fevereiro para os, agora, 38% de abril.
 
Mas para onde foram os votos de Dilma nessa queda de seis pontos percentuais?
 
Foram para nulos e brancos / não sabe (+3%) e para os candidatos nanicos (+2%). Somam agora 34% do eleitorado. Nulos e branco / não sabe – 29%; nanicos 6%.
 
Pronto, acabaram as notícias boas para os adversários de Dilma.
 
Vamos agora às más.
 
Nada mudou –  A queda de Dilma, como vimos, não levou votos para eles, só criou um número maior de indecisos. Mas, pelo menos pelos dados atuais, esses indecisos não devem tomar o rumo nem de Aécio nem de Campos.
 
Grau de conhecimento dos candidatos – Dilma é conhecida por 87% dos entrevistados, Aécio por 40% e Campos por 24%. Poderia se dizer que isso é um resultado normal, dado Dilma ser a presidente. Ocorre que estamos a seis meses da eleição e ambos, Aécio e Campos, já tiveram grande exposição na mídia, o que pode demonstrar que, apesar de toda essa exposição, eles não despertaram interesse. Não será durante a campanha, com os tempos definidos para cada partido e com Dilma com o maior tempo que devem alterar esse quadro de desinteresse.
 
Grau de rejeição – apesar de toda a campanha negativa a que está exposta, Dilma tem 33% de rejeição e Aécio e Campos também os mesmo 33%. Menos conhecidos e não expostos a uma campanha deprediativa e, mesmo assim, com igual grau de rejeição. 
 
Os mais ricos – Aécio tem seu melhor resultado entre os eleitores com renda acima de 10 salários mínimos, 34%, nenhuma novidade. Ocorre que Dilma não se dá mal nessa faixa de renda, possui 20% de intenção de voto. Não temos o resultado de Campos nessa faixa, mas não é improvável que mais de 30% dos eleitores dessa faixa de renda ainda não tenham se decidido. Era esperado que votassem em massa com Aécio.
 
Lula – continua imbatível, 52% das intenções de voto. Caiu em relação a fevereiro, mas isso está dentro do erro estatístico – menos 2%. Como Lula fará a campanha de Dilma, notícia boa para os adversários não é.
 
A terceira via – aquela que atrai os votos dos que não votam no PT, mas que não se encantam com Aécio, é Marina Silva. Ela, no entanto, não transfere votos para Campos. Logo, até agora, é uma vice que mais atrapalha que ajuda. Na prática, faz sombra para Eduardo Campos. Marina, tampouco encarna o “desejo de mudança” do eleitorado, tem apenas 27% de inteções de voto e, embora tenha sido a única que se beneficiou da campanha negativa – passou de 23% para 27%, nem assim mudaria o resultado da eleição, mesmo que fosse a candidata cabeça de chapa. 
 
Nordeste – para Campos há ainda um dado negativo a mais. Seu melhor resultado não é no nordeste. Lá é Dilma com 54% dos votos.
 
A campanha negativa da mídia contra Dilma deve se intensificar, principalmente tomando carona na CPI da Petrobras, caso ela venha a ser instalada. Há ainda as incógnitas trazidas pelo que ocorrerá na Copa. Mas, se a grande mídia quer realmente derrubar Dilma, terá que acrescentar algo a sua estratégia, um candidato.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

61 comentários

  1. Essa leitura se fez no que a

    Essa leitura se fez no que a Folha tenta nos empurrar. A versão da Folha sobre a pesquisa.

    Mas números são números.

    Se formos ao que interessa, e o que interessa são os votos válidos, os que são digitados na Urna e contabilizam para cada candidato, os resultados seriam esses:

    Dilma 54, Aécio 23, Campos 14, Outros 9

    EVIDENTE que esse tipo de constatação NÃO INTERESSA à Folha.

    Melhor é criar uma suposta “queda de popularidade” da Dilma “sumindo” com 6% dos votos….

    Temos no Brasil a pesquisa usada como propaganda para influenciar pesquisas futuras.

     

  2. Se a Dilma tem 43% de

    Se a Dilma tem 43% de preferência para as mudanças que o povo quer e o Lula tem 52%, significa que a maioria quer o PT e não a oposição no governo. Para o povo, até agora a oposição não encarnou mudança nenhuma.

  3. 1º TURNO

    Sérgio Saraiva,

    Resposta fáci, o gato comeu os 6%, e os dois netos incompetentes ficaram a ver navios.

    A cinco meses das urnas, a soma dos dois notáveis oposicionistas não alcança DRousseff, no grau de conhecimento é a mesma coisa, 87% x 64%, logo…

    Para a tucanada, além da grande mídia e Tio Sam ( o idoso FHC  não se manca, acaba de defender a privatização, conforma artigo publicado na Gazeta do Povo) podem buscar ajuda com pais de santo, nas cartas do tarot, tem muita gente que pode vir a ajudar os dois candidatos. 

     

  4. Pergunta

    É pergunta mesmo, não é insinuação em forma de.

    “Aécio e Campos, já tiveram grande exposição na mídia, o que pode demonstrar que, apesar de toda essa exposição, eles não despertaram interesse”.

    Mas, além disso, será que essa hiperexposição sem sucesso não significa também que a mídia perdeu o crédito, a capacidade de influenciar a população? Qual a repercussão que ela tem na massa do eleitorado?

  5. Evolução da especie

     Se Darwin estivesse fazendo estudos modernos sobre a Evolução da Especie agora no Brasil ia ter um problema para resolver: como o povo evolui, mas os institutos de pesquisa não!?. 

  6. Reprisando 2006, 2010, 2012:

    Reprisando 2006, 2010, 2012: não levo fé nas pesquisas do Datafolha. Isso está registrado em comentários anteriores. 

    Nem quando ela diz que o meu lado está com 100% ou quando está com 0%. Isso é indiferente. 

    Não dou crédito porque ele, o instituto, replica a malandragem, a malemolência, o gingado, a esperteza do jornalismo praticado pela co-irmãFolha de São Paulo. 

  7. Incompetência do PT/Dilma/Lula em lidar com a crise

    Não vejo o PT/Dilma com facilidade para vencer as eleições presidencais. A campanha ainda nem começou e a Dilma/PT só faz cair nas pesquisas. Mensalão e Petrobas serão o calcanhar de Aquiles. Ademais, o PT/Dilma tem sido incompetente para lidar com a crise de credibilidade. Além de faltar criatividade para lidar com a economia – é recorrente, e irritante, que não haja uma outra  solução melhor do que aumentar os juros para “baixar” a inflação. e como sempre quem ganha com isso é mercado financeiro e bancos. Quanto ao país, em função de juros altos, empaca e patina no crescimento. Burrice ou conviniência? 

    Depois de votar, em bloco, no PT/Lula e Dilma, do municipal ao federal desde  1989, esse ano, pela primeira vez eu, e minha mulher,  votaremos nulo.

    Infelizmente, oposição, e situação, tem sido/são incompetentes para gerir o Brasil. Acho que teremos mais um século perdido.

      • Ulissses S
        1. Péssimas

        Ulissses S

        1. Péssimas estradas. Herança do século passado;

        2. Descontrução de toda a malha ferroviária;

        3. Educação na UTI;

        4. Saúde, infelizmente, só para ricos e/ou politicos. Para o restante da população todos os problemas do SUS;

        5. Transporte público raro e caro. Ademais, é de péssima qualidade;

        6. Sérios problemas de energia elétrica a serem resolvidos. Apagões;

        7. Subserviência ao mercado financeiro e bancos;. 

        8. Uma das piores distribuição de renda do mundo;

        9. Guetos de miseráveis – embaixo da ponte, em favelas ou morros;

        10; Corrupção;

        11. Violência e insegurança do cidadão;

        12. Ainda se tenta “resolver” inflação com aumento de juros.

        • Esse tal de Orlando precisa

          Esse tal de Orlando precisa pedir uma cartilha melhor para copiar e trollar aqui no blog. Essa tá muito fraquinha. Simplesmente TODOS os pontos que ele colocou são generalidades, quando não mentiras toscas como é o caso de dizer que existem “apagões” (apagão onde, troll incompetente? Onde está faltando luz?) e que são facilmente desmontadas com dados concretos.

          A lista que ele pegou no call-center para trollar é tão ruim que já começa com as estradas, herança maldita de FHC que já foi totalmente alterada nos Governos Lula e Dilma. Hoje as condições das estradas federais estão completamente diferentes do descalabro encontrado pelo Lula quando assumiu em 2003.

          O mais bizaro é a questão da educação que o troll diz “estar na UTI”. Os avanços dos governos petistas na educação superior e nas escolas técnicas federais é inegável e avassalador. O número de universidades federais e escolas técnicas inauguradas e o aumento das vagas para o ensino superior é acachapante para TODOS os governos anteriores, principalmente o governo de FHC, que Aécio admite ser o seu modelo e ideal. Eles não criaram uma única universidade nem uma única escola técnica federal e não fizeram NADA para aumentar o número de vagas no ensino superior.

          O que está na UTI é o ensino fundamental que é de responsabilidade dos governadores. E nesse ponto o troll mostrou de novo sua incompetência porque o governo federal, mesmo não sendo o responsável por esse nível de ensino, tem o FUNDEB, o piso nacional dos professores, o FNDE, o programa de escolas de tempo integral e muito mais ações feitas para a melhoria do ensino fundamental.

          Entre os piores estados na questão do ensino fundamental encontram-se São PAulo, governado pelo PSDB há 20 anos), o estado de Minas Gerais (governado pelo Aécio e depois pelo seu preposto) e o estado de Pernambuco, até outro dia governado pelo Eduardo Campos que nesse ponto só tem fracassos a apresentar.

          Eu poderia discorrer ponto a ponto da trollagem do sujeito, mas nem precisa, as mentiras são tão obtusas que nem merecem atenção.

          Simplesmente o troll mais incompetente que já apareceu neste blog.

          • Não acredito na esquerda ou direita. Eu ando é para a frente!!!

            Ruy

             

            Com o devido respeito, eu também já fui jovem e sonhador e, sobretudo, acreditava no Brasil “do futuro”. Brasil, “do futuro” que eu ouço falar há mais de 50 anos. Prezado, não tomo partidos, por que não acredito em nenhum deles. No Brasil, são todos iguais. Ademais, não acredito em esquerda ou direita.

            Todos os seus argumentos são refutáveis por qualquer pessoa semi analfabeta que mora na periferia, ou favelas, das grandes cidades do Brasil. Essas pessoas vivem, no dia a dia, as filas do SUS para atendimento ou cirurgias. Não raro, essas pessoas morrem nas filas a esperar tratamento do SUS. Sobretudo, essas pessoas não tem jatinho a disposição para levá-los ao Albert Einstein em São Paulo.

            Quantas às estradas federais a Dilma/PT usou o mesmo expediente, tão condenado por ela  e o PT, privatização – exatamente como o sr FHC fazia e o PT protestava do lado de fora dos leilões. O PT/Dilma, infelizmente, privatiza depois de, nas eleições presidencias passadas a Dilma/PT/Lula jurar que não iria privatizar nada. Continue sendo um homem de fé. Em politica, no Brasil, eu já perdi a minha.

            Abs   

          • Deixe de ser ridículo, eu

            Deixe de ser ridículo, eu tenho 52 anos, jovem uma pinóia.

            Impressionante o número de chavões e frases feitas que você amontoa à guisa de comentário.

            As estradas federais estavam em condições normais muito antes das concessões.

            Semi-analfabeto é o que você está demonstrando ser.

            Sua mediocridade me espanta. Por não ter o que falar em termos de educação (que eu já vi não ser o seu forte), pula para a saúde com uma conversinha mole ridícula.

            Que jatinho o cacete… O governo federal está levando milhares de médicos ṕara regiões afastadas onde a população estava sem ninguém para atendê-las. fez o SAMU, primeirio sistema de atendimento gratuito de emergência que este país já teve, contruiu hostipais e centros de saúde por todo o País e implantou o primeiro programa de saúde bucal voltado para a população. Na saúde você também não pode fazer seu proselitismo.

            Eu sei bem qyue você é daqueles que fingem estar em cima do muro para meter o pau só no PT evitando comparações porque se comparar com aquilo que qualquer outro partido já fez pelo país vai passar vergonha,

            Também sei ser mentira sua essa historinha ridícula de que votava no PT. É só mais má-fé e mentira da sua parte. A direita está tão desmoralizada que tem que dizer que não é o que é pois as pessoas já não acreditam neles. Daí esse manjadissimo golpe do “petista arrependido”.

            Sua má-fé está muito na cara. Você é incompetente até para esconder as suas próprias mentiras.

        • E a sonegação?

          Engraçado é que você, como todo direitista, “esqueceu” de listar a sonegação, que é cinco (5) vezes pior que a corrupção. Todos os problemas que você citou, típicos de países pobres como o Brasil, que arrecada 4 mil dólares per capita, seriam 25% melhorados se os empresários não sonegassem mais de 400 bilhões de reais por a no.

      • CAro Ulisses, isso que o tal

        CAro Ulisses, isso que o tal de Orlando está fazendo chama-se trollagem.

        Nem ele acredita no que está dizendo, mas aproveita o comentário para escrever aquilo que ELE ACHA que vai queimar o filme da Dilma e do PT.

        Ou seja, ele mente para ver se engana algum incauto.

        É uma atitude ineficiente para tirar votos do PT (que é o que ele quer), mas diz muito a respeito do desespero da oposizinha…

        • para o amigo Ruy aqui

          para o amigo Ruy aqui criticar o PT e declarar voto nulo é sinônimo de trollagem. É a democracia do “finjo que te escuto”.

          • Você está mentindo.
            Para mim

            Você está mentindo.

            Para mim sinônimo de trollagem é má-fé.

            Trollagem é um comportamento bem definido na Internet, de onde surgiu e onde é usado esse jargão.

            De vez em quando vem um  medíocre aqui querer me acusar de usar esse termo indiscriminadamente, mas basta buscar a definição de troll e comparar com o meu uso do termo que se pode ver claramente que eu aplico corretamente a definição.

            E sim, eu denuncio muito esse tipo de comportamento, isso porque eu tenho nojo de quem fala coisa embuído de má-fé.

            Porém, parfa dizer que eu aplico o termo em exagero, diga-me anter por que acha que o comentário em questão não é uma trollagem. Em que ele se diferencia da conhecida definição de troll. Não o fez e nem vai conseguir fazer porque trata-se claramente de uma trollagem.

            Seu incômodo com inhas denúncias só é explicado pelo desejo de agir de má-fé sem ninigém denunciando sua atitude, senão o que lhe afetaria o que eu estou ou não falando?

            E antes que você venha aqui mentir que não existe trollagem profissional, apresento fatos concretos que corroboram minha posição.

            Julgamento do mensalão mobilizou ‘robôs’ em 2013

            Mais de 20 mil perfis de usuários falsos foram utilizados para espalhar pelo Twitter mensagem contra recursos no STF

            http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,julgamento-do-mensalao-mobilizou-robos-em-2013,1146769,0.htm

            Aécio Neves e seus fakes na internet

            O vídeo abaixo mostra como o PSDB vem usando spam e perfis falsos para alterar o ranking de vídeos críticos a Aécio Neves em ferramentas de busca na internet.

            [video:https://www.youtube.com/watch?v=Cc3F4c5cZzg#t=487%5D

             

          • esse rapaz cujo codinome é

            esse rapaz cujo codinome é ruy sofre de sérios problemas mentais, deve ter sido lobotomizado sim, com militantes assim vai ficar fácil pro aecio ou eduardo. valew!

        • Não acredito na esquerda ou direita. Eu ando é para a frente!!!!

          Ruyacquaviva

          Estou tranquilo.  

          Nesses 25 anos , se o PT ganhou alguma coisa, ganhou com a ajuda do meu voto, minha mulher e amigos. Os amigos de minha mulher e meus já não votam mais no PT – agora somos nós. Já discuti e quase briguei em defesa do PT. Ademais, já fiz boca de urna, duas ou três vezes, em eleições na década de 1990. Inclusive para o David Capistranoem, em Santos. Não ganhei cargo ou similares, posto que eu já era funcionário municipal concursado. Simplesmente acreditei na proposta. Nunca me filiei a partido nenhum, pois, paradoxalmente, não acredito neles. No entanto, nos primórdios comprei e vendi o ideário petista.

          Não acho que se ganhar o PT ou PSDB ou PSB.irá mudar, fundalmentalmente, alguma coisa para melhor, no Brasil. Não há diferença ideológica, efetiva, entre esses partidos. São iguais. E, no governo, continuarão com a mesma ladainha de juros altos, subserviência ao mercado financeiro e enchimento da máquina pública com gente do partido, não raro, mais incompetente do que os funcionários de carreira.  

          Quando eu vejo, pela enésima vez, mais um incêndio de sem teto embaixo de viaduto ou mais uma “ocupação”, pelo exército ou polícia, dos morros cariocas fica dificil acreditar que alguma coisa, no Brasil, mudou para melhor nos últimso anos.

          A continuar assim, sim, será mais um século perdido!

           

          Abs.

    • Incompetência…

      Vê-se a sua falta de seriedade, Orlando, a partir das falsas premissas em que se baseia, a exemplo da assertiva: 

      “Ademais, o PT/Dilma tem (sic) sido incompetente para lidar com a crise de credibilidade”

      Qual crise sujeito?

      Você se refere a esse bombardeio de “opiniões desejosas”, como dizia um velho amigo jornalista, aqui da terra dos comedores de camarões, ou Potiguaras, para quem a opinião desejosa, seria aquela que certos jornalistas, mercenários, divulgam como se verdadeira fosse, entretanto, apenas, reflete aquilo que o mesmo, ou seus patrões, desejariam que se tornasse realidade.

      Aliás, estamos vivenciando, também, já há, algum tempo, ao que se pode denominar de pesquisas eleitorais, desejosas.

      Para esses paus mandados o Brasil atual, é uma merda, e martelam isso exaustiva e diariamente, com o fito de convencerem os incautos de que isso seja uma verdade absoluta e incontestável.

      Pobres diabos! 

  8. Votos de Marina triplicam em duas semanas: de 9% para 27%!

    O Marco St. alertou ontem!

    Da estranha mudança de votos para Marina entre a pesquisa do Ibope de duas semanas atrás para a pesquisa Datafolha de hoje, o que podemos pensar?

    Ela tinha 9% das intenções de votos em 20 de março em cenário que aparece no lugar de Eduardo, em 5 de abril tem 27% de votos em cenário que aparece no lugar de Eduardo.

    É possível um avanço de 18% nas intenções de voto em duas semanas e longe do período de decisão do eleitor?

    Existe algum financiador desta pesquisa atual do Datafolha que não sabemos? Ou do Ibope que não quis dar um percentual de votos maior para Marina, tendo outro financiador com outro candidato desejado?

    Querem tirar o Eduardo do páreo?

    Marina Silva é mais aconselhável para tentarem derrotar DILMA ou tem apoios financeiros fortes para ratificar seus votos no Datafolha, como o apoio do banco Itaú?

    É interessante, de repente, Marina torna-se a única candidata que pode levar a eleição ao segundo turno. E a informação não é destacada, por quê? 

    Existe alguma estratégia por detrás? Não dar na vista mas acenar para o campo econômico e político: – eu estou aqui! 

    Só sei que é muito estranho subir 18% em 15 dias. 18% é + ou – 25 milhões de votos. 

    Quem está falando com a verdade: Ibope, Datafolha ou nenhum dos dois?

     

  9.  
    Essa eleição é do Aécio

     

    Essa eleição é do Aécio Neves!!! Quando esse cara obter mais espaço na mídia televisiva, ninguém segura. Os votos da Dilma irão migrar para ele!!!

    • Faz mais de um ano que o

      Faz mais de um ano que o Aécio não sai da mídia, que a todo momento procura levantar a bola para ele. Não vai ser a campanha eleitoral que vai mudar essa situação.

      Já no caso da Dilma a imprensa só mete o pau nela, escondendo todas as suas realizações. Quando ela começar a usar a camapnha eleitoral para dizer o que ela fez pelo Brasil, o Aécio vai ficar ainda menor do que a minúscula figura que ele já é.

      •  
        A Dilma tem um trunfo de

         

        A Dilma tem um trunfo de fato, 10 minutos diários a mais que o Aécio. O grande problema é que vai ter que inventar muita mentira para preencher esse espaço. Esse governo não tem nada para apresentar de bom!!! No segundo turno, é 10 minutos pra cada.

        Dizer que a campanha não adianta nada, é ser muito inocente!!! Sabe de nada!!!

    • Se nem com o trambique do questionário ele se moveu…

       

      Se nem com o trambique do questionário prelliminar dessa pesquisa, que claramente tentava induzir o pesquisado para uma resposta negativa a Dilma, o Aécio se moveu um pontinho sequer, nem que fosse na margem de erro e sendo ele COLUNISTA da folha. É complicado dele decolar, ainda mais quando puder ser rebatido durante a campanha. Aécio está CONCRETADO na sua posição e houver mudança é bem provável que seja para baixo.

      •  
        Eduardo,
         
         
         Se vc não

         

        Eduardo,

         

         

         Se vc não sabe, as tais perguntas que vocês dizem que comprometeriam  a Dilma foram feitas após a pergunta: “EM QUEM VC VOTARIA?”. Então não tem desculpa!!!

        • Bar Cervantes!

          Por  acaso não viu o vídeo do seu predileto no Bar Cervantes?  Deu pena! Esse moço está na política influenciado pela família. O que ele gosta mesmo  é das noites cariocas. Tem bom gosto, sem dúvida, pois o meu Rio é maravilhoso até mesmo para mineiros. E como ele gosta!  E que tal se negar ao bafômetro? Toma tenência!!!

  10. repetir o erro de 89 com

    repetir o erro de 89 com aercio, é suicidio tucano

    em 1976/78 oposicao mdb teve mais votos que candidatos, polarizava com arena da ditadura

    em 1986, pmdb teve hegemonia eleitoral para constituinte gracas ao plano cruzado, fim eleicao, fim do plano, fim apoio eleitoral

    em 89, numa eleicao solteira, tentativa era polirizacao covas x lula/brizola, incapacidade de convencer do candidato, obrigou direita produzir a toque de caixa uma regra 3 collor, sem experiencia em liderar frente, foii derrubado para entrada do PSDB, agora com FHC, plano real garante polarizacao com pt ate 88, fim eleicao fim do plano real, fim apoio, como unica alternativa viavel, psdb aglutina estrutura da direita herdada da ditadura, o que garante partido em alguns estados importantes, principalmente sao paulo, mantendo polarizacao pt x psdb ate hoje.

    aercio, filho e neto por parte de pai da direitta mineira, e por parte de mae, neto da direita alternativa mais conciliadora de tancredo neves, trabalhou mais com heranca da mae, lider capaz de organizar e penetrar em diversos setores, sem grandes resistencia por nao ter posicaos fortes, otimo candidato de consenso, otimo para momentos de crise, mas de embate, de polarizacao, so tem teria chance se crise de 2008 tivesse transformado o brasil em uma espanha ou eua, náo é o caso, sem caracteristica principal para disputa polarizada, nao vinga como nao vingou covas em 1989.

    essa crise de identidade da candidatura aercio pode sim contaminar as eleicoes para governadores, principalmente nos estado do sudeste, rio nem candidato tem,  minas pimentel tem chaces reais, parana no minimo pt polarizando,  sao paulo com fragmentacao da direita, tradicional na frente liderado pelo psdb como pv com eduardo jorge, kassab com psd e principalmente diretor tradicional fiesp, paulo skaf pelo pmdb, grosso dos eleitores destes candidatos era da frente que elegeu alckmin e serra nesses ultimos anos, é meio que obvio que tera segundo turno, disputa mais provaveis hoje seria alckmin, padilha e paulo skaf, nao é apenas ja tradicional gov paulista que esta em risco para tucanos, ate ida para segundo turno esta em aberto.

    o pingo d’agua do fim da polarizacao com psdb seria eduardo campos ultrapassar aercio, quadro que colaria em risco nao so candidatura do mineiro, mas referencia de oposicao ou fragmentacao, tudo que direita nao quer e nem pode deixar acontecer.

    nao creio que repetirram o erro de 89 com covas(4%), pelas ultimas posturas da imprensa com aercio, parece que sua pre-candidatura tem vencimento, um novo arranjo eleitoral parece ficar cada dia mais claro, resta saber num partido marcado por caciques, onde arranjaram um cacique capaz de alterar quadro.

     

  11. FILHO DO BRASIL
    FILHO DO BRASIL   Parabéns estrela nordestina brasileira Quando nascestes o cruzeiro do sul inteiro brilhou Surgiu um novo líder filho do povo Penas de aluguel te odeiam, mas o povo de adora Levastes comida, luz, água e mais cidadania, para que mais precisava Virastes doutor com sua sabedoria popular Virastes um guerreiro protetor do povo brasileiro  Libertastes milhões da escravidão do desemprego Libertastes milhões da escuridão da falta de educação Libertastes milhões dos coronéis da escravidão Luiz Inácio Lula da Silva, o amado presidente do Brasil Parabéns muitos anos e muitas vitórias nessa vida. 

      • Messianismo ?

        Fácil explicar tudo em uma só palavra, inda mais quando pouco nos importamos com os sentidos dela, mas sim com seus efeitos propagandísticos. É messianismo, bolivarismo, socialismo, comunismo, populismo etc; atribuindo a todas essas palavras 1 valor só, negativo, e enunciando-as com cara feia, vociferar alto e com ódio _ esses são os argumentos da oposição de Lula/Dilma/PT, muito convincentes para os que já estão convencidos por seus preconceitos inabaláveis. O que é messianismo para você ?

  12. O eleitor do PT esta em

    O eleitor do PT esta em dúvida se é melhor a Dilma continuar ou voltar o Lula. Isso esta claro. Não quer dizer que os votos de quem quer que o Lula voltem vão para a oposição só não estão indo para a Dilma agora.

    A Dilma não é o Lula, pior, o seu governo esta sendo comparado com o do Lula e não com do FHC. Aí as cobranças são maiores, o nível de comparação é outro patamar.

    Na eleição passada Dilma tinha o mesmo problema, claro a base de votos era infinitamente menor, em vez de 30 a 40 % era 1 a 5% dos votos. Até que ela foi ao congresso e teve a que episódio do senador que perguntou se dava para confiar numa pessoa que mentiu na tortura para proteger seus companheiros. Ali a sua candidatura se legitimo dentro do PT. E o resto da história foi só esperar as eleições.

    Quanto a volta do Lula tem dois lados. Se Lula voltar fara um mandato melhor que Dilma. Mas daí o Brasil vai ficar muito dependente da figura do Lula, por isso é melhor hoje o Brasil reeleger a Dilma e ter um governo bom, mas dar as pessoas a possibilidade de acreditar que a política pode ser feitas por pessoas que não são apenas políticos profissionais que tem que disputar eleição após eleição para não perder o poder. 

    Nesse sentido, que é também a maior fraqueza desse governo, a de que Dilma não é uma política tradicional que vai fazer a Dilma ganhar com certa tranquilidade as eleições. Porque o povo quer mudanças. E depois de Lula, um trabalhador como presidente, Dilma é uma presidente sem ser uma política. Quer mudança maior que essas.

    Não é que o eleitor não sabe escolher, a decisão não é fácil. Não é uma escolha só com prós, também a escolha vem com os contras, assim no final o saldo positivo deve prevalecer.

  13. Falsidade 100% segura

    Ficha falsa, bolinha falsa, pesquisa falsa.

    O golpe millitar não cola mais, o do Barbosa falhou, só sobrou a boa e velha caquética grande imprensa, cada vez menor.

    Eles vão fazer cada vez mais barulho para compensar a perda de importância.

    A última alternativa serão as urnas falsas. As pesquisas falsas podem justificar qualquer resultado, já que não há nenhuma forma de comprovar resultados, apertados ou não.

    O pior resultado de uma eleição no Brasil é o empate, por que não há como desempatar.

    Isso já aconteceu até nos EUA e nem eles acreditam que nossas urnas sejam 100% seguras.

    Existe alguma coisa 100% segura…?

    PS – Esse Sérgio Saraiva é muito bom!

    • Me explica, por favor…

      Se as urnas eletrônicas não são confiáveis, como explicar que o Lula ganhou em 2002, 2006, e a Dilma em 2010? Você está insinuado que nós do PT estamos fraudando as eleições?

  14. Dilma não caiu um ponto. Pesquisas com métodos diferentes.

     

    A realidade factual e a realidade produzida. Ninguém pode dizer que Dilma realmente tenha caído um ponto sequer, o resultado de uma pesquisa só pode ser comparado a outra se a metodológia for a mesma. Como a atual pesquisa tem metodologia diferente seus resultados não podem ser comparados com a anterior.

     

    Com a novidade do imenso questionário preliminar que foi introduzido nessa pesquisa e com claro viés de induzir  e influenciar o questionário final sobre intenção de votos, o resultado dessa pesquisa não tem coerência metodologica com a mesma pesquisa anterior do próprio Datafolha, sendo portanto, um sofisma comparar as duas pesquisas para dizer que houve uma queda. Houve um resultado diferente para uma pesquisa com metodologia diferente.

    A pesquisa não mente, mas é falaciosa. Basta fazer outra pesquisa do mesmo instituto e incluindo perguntas do tipo, “Você sabia que os indices de criminalidade Pernambuco é o maior do Brasil?”, “Você acha que casos como o do helicóptero dos parrelas será devidamente investigado sendo eles amigos íntimos de um presidênciável?” e outras do tipo. Aí o resultado mostra uma “subida” da Dilma ou “queda” da Dilma. Daria para comparar o resultado de uma pesquisa assim com outra? Claro que não.

     

    O problema não é se saber que a pesquisa tem como primeiro fator a indução as respostas pretendidas para o segundo questionário de intenção de votos, isso salta aos olhos de qualquer pessoa. O problema é a realidade que se pretende divulgar após ela. De que Dilma “caiu”. Não, não caiu, o que houve foi mudança de metodologia, mas usaram O RESULTADO, porque sabem que a imensa massa dos eleitores não vão questionar os meios pelos quais se chegaram ao resultado e assim tentar criar uma tendência.

    A solução? Pagar uma pesquisa, que também não será mentirosa, mas incluíndo perguntas como as que citei. E o que irão dizer. A pesquisado foi induzido, aí basta responder que foi usada a mesma metodologia que o Datafolha usou nesta pesquisa.

  15. para onde foram votos do

    para onde foram votos do PSDB,,,

    com todo respeito saraiva, a pergunta mais correta seria esta,,,,,

    vamos para mesmo periodo de 2010 com mesmo data folha

    observem que pesquisa com 3 candidatos de 2010, marina a tinha 12% ( ou 14.3% dos votos validos)

    que soma de serra e marina = 42+12= 54% ou 64% validos

     

     

     

    Serra mantém vantagem sobre Dilma

        

    ELEIÇÕES – 

     

    19/04/2010

    00H00

    Vantagem de José Serra, candidato do PSDB à presidência, sobre Dilma Rousseff (PT) manteve-se estável em pesquisa de intenção de voto realizada pelo Datafolha. A vantagem do tucano sobre a petista, que era de nove pontos percentuais na sondagem do mês passado, agora é de dez pontos. Enquanto Serra oscilou positivamente dois pontos e chegou a 38% das intenções de voto, Dilma varia um ponto, e agora tem 28%.

    Os desempenhos dos outros candidatos mantiveram-se praticamente inalterados. Ciro Gomes (PSB), que tinha 11% no mês passado, agora tem 9%, e foi ultrapassado numericamente por Marina Silva (PV), que oscilou de 8% para 10%. Neste último mês, Marina tornou-se mais conhecida dos eleitores brasileiros. Passaram de 52% para 63% os entrevistados que disseram conhecer a ex-ministra do Meio Ambiente. A porcentagem da população que disse conhecer os outros candidatos não variou significativamente.

    Pretendem anular ou voto ou votar em branco 7% dos entrevistados. Já os indecisos caíram de 11% para 8%.

    Um outro cenário, sem o nome de Ciro Gomes, também foi testado. Neste, a diferença entre os dois principais candidatos é de 12 pontos. Serra, que tinha 40% de intenção de voto da pesquisa anterior, hoje tem 42%. Dilma manteve 30% das intenções de voto, e Marina Silva variou de 10% para 12%.

    DE SÃO PAULO

     

  16. Naõ vou cair no bordão “

    Naõ vou cair no bordão ” ..não acredito em pesquisa!

    Mas até onde se sabe nem Dilma nem Lula nem ninguem

    começou  de fato a campanha.Inércia e mídia contra ou

    seja os mesmos de sempre.

     

    Dilma 2014

    Aécio 6012

    Marina Campos WWF

    1996

     

     

  17. É bem isto, embora eu não creia que falte alguém na oposição

     

    Sérgio Saraiva,

    Não creio que o problema para a oposição seja encontrar um candidato. Eu venho insistindo há um bom tempo que a situação da presidenta Dilma Rousseff para ganhar a eleição em 2014 é a melhor possível, porque eu imagino que o governo possui um conhecimento muito bom da economia para jogar de modo favorável à reeleição com a dinâmica econômica nos meses de julho, agosto e setembro e eventualmente de outubro de 2014.

    Em minha avaliação quanto mais forte se bater no governo no momento atual, mais tranquila se torna a perspectiva da presidenta Dilma Rousseff se reeleger, se, como eu imagino, o governo contar com trunfos na área econômica durante os meses de julho, agosto e setembro de 214. E o trunfo significa inflação baixa e geração de emprego razoável. Inflação baixa para a população não é a inflação acumulada nos últimos 12 meses, mas a inflação mensal anualizada.

    A campanha contra a presidenta Dilma Rousseff deve ficar centrada na acusação de que ela não é essa gerente competente que diziam dela. Ocorre que esta acusação é subjetiva. A não ser que haja uma prova objetiva da incompetência de um governante, as pessoas avaliama a competência pelos resultados da realidade. Inflação baixa e geração de emprego são dois resultados que atestam a competência de um governo, ainda que, em minha avaliação, pelo menos em relação a inflação, eu avalio um governo como incompetente quanto mais baixa for a inflação.

    Quanto mais a mídia bater no governo da presidenta Dilma Rousseff melhor fica a situação dela se, como eu imagino, o governo tiver um bom controle de inflação e desemprego na eleição de 2014. Eu sempre considerei que a mídia é subserviente ao seu maior proprietário (os bancos que emprestam para a mídia) e ao governo, seu maior anunciante. Gosto de mencionar a grande propaganda que a Veja fez sobre o governo de Lula logo depois que Lula foi a televisão alertar contra as acusações a Antonio Palocci sob o argumento de que a economia brasileira era frágil. A Veja fez uma grande propaganda para o governo no ano de eleição dizendo que a economia ia muito bem, mostrando na capa a economia como se fosse um tanque de guerra.

    E há um problema para a mídia que deseja ficar contra o governo. Na época da eleição, a mídia não pode ficar com um viés único porque há a Justiça Eleitoral, e há o tempo de propaganda eleitoral onde se pode desmentir o noticiário e a mídia precisa se mostrar neutra e assim faz notícia que possa ser usado tanto pelo governo como pela oposição. Então eu desconfio da forma como ela toma partido em um período tão anterior a eleição. Pode até não ser que a imprensa fique com um viés anti governo a pedido do próprio governo. Pode ser que esse viés é para que a mídia mostre que tem força e em decorrência disso o governo passe a gastar mais com propaganda.

    De todo modo tudo isso que eu disse é um tanto de teoria conspiratória que eu só trago como argumento para que as pessoas possam mais bem avaliar a influência da grande mídia em uma campanha eleitoral e também mais bem compreender o que dizem as pesquisas.

    Um ponto importante nas pesquisas eleitorais realizadas em momentos bem anteriores a data da eleição é a perspectiva da população em relação à economia. Quando a população fala que a perspectiva é ruim significa que ela acredita que a inflação vai subir e vai haver mais desemprego. Se isto não acontece, a população passa a ficar com raiva de quem tentou passar a idéia de que a perspectiva era ruim.

    Eu menciono a eleição de 1998 como uma demonstração bem forte dos meus argumentos de que a queda de popularidade de um governante em um período bem anterior a eleição só deve ser preocupante se a economia quando da realização das eleições estiver pior do que o momento presente. E pior significa inflação mais alta e maior desemprego. Na eleição de 1998, a crise na fora criava uma perspectiva ruim para a economia brasileira. Só que, com o controle que G. Henrique de Barroso F. tinha do câmbio e do juro, a inflação foi só diminuindo.

    Clever Mendes de Oliveira

    BH, 06/04/2014

  18. Ruy, Analu e Saraiva, não

    Ruy, Analu e Saraiva, não adianta… não adianta, eleitores das direitas (os do PSDB incluídos) jamais se assumem como tais.

    Falta de argumentos sócio-políticos pra justificar a escolha?

    Vergonha de se assumir a favor do atraso, do retrocesso? Sim tudo que a direita preconisa e prega é a volta aos tempos “de primavera” de antes de Janeiro de 2003, acabem com esse papo torto de “queremos mudanças”.

    Sinceramente não sei, e nunca o saberei… desconfio… pois nunca, nunquinha, nenhum eleitor ou eleitora de direita teve a coragem de se abrir pra mim, dizer os reais motivos de sua escolha… no máximo dizem: Áhhhh… o corrupção aumentou muito com o PT!… ou veja a comparação… Aécio é mais gato que Lula, Marina é mais inteligente que Dilma!

    Num resumão: repetem em coro tudo que o PIG vomita (mesmo em linguagem sublimar) cotidianamente.

    Prestem atenção nas peças publicitárias da TIM e da Natura atualmente e de como a diagramação do JN e da Globo News são todas feitinhas pra detonar a “guerrilheira que está afundando a BR” e turbinar Campos e Aé Cim.

    Prestem atenção na publicidade que Fátima Bernardes faz nas manhãs globais para a Seara… a linha é mais ou menos essa: “Mesmo que uma coisa esteja boa pra nós, por que não mudar, por que não experimentar outra possibilidade, outro sabor” diz ela… e tudo isso após o Bom Dia Brasil com todo aquele banho canalha de pessimismo e dados pra lá de deturpados sobre o Brasil.

    é por aí.

    Abração em todos.

  19. Se o enunciado da pergunta constrange a escolha …

    Se o enunciado da pergunta constrange a resposta, o eleitor-entrevistado-constrangido opta por dizer-se ainda indeciso. Se me perguntam: Você AINDA teria coragem de votar nos MENSALEIROS presos porque roubaram dinheiro público ? Bem provavelmente até eu, convicta de meu voto, poderia me dizer neutra para evitar confronto ou expressões de censura: perguntas capciosas remetem a respostas idem. Creio que os votos perdidos de Dilma/PT, se é que existem mesmo, estão nos indecisos e branco, e que nunca aparecerão somados aos dos adversários, porque os que tinham que migrar já migraram para Marina/Rede, e alguns desses já deve ter se arrependido com as performances desta. Talvez os adversários de Dilma contassem com os votos de JB, ai sim, Aécio e Eduardo Campos disputariam entre si.

  20. “Mas, se a grande mídia quer

    “Mas, se a grande mídia quer realmente derrubar Dilma, terá que acrescentar algo a sua estratégia, um candidato.”

    QUE a mídia tratou de solenemente fragilizá-los (quando não destruir-lhes por completo) com a tal da “democracia sem políticos”. Para manter o controle político nas mãos dos donos de jornais, rádios, revistas e TVs, estes tem procurando fragilizar ao extremo os políticos criando uma esdrúxula DEMOCRACIA SEM POLÍTICOS. Tá aí o resultado: a oposição não consegue ter a menor condição de peitar o governo.

  21. “Mas, se a grande mídia quer

    “Mas, se a grande mídia quer realmente derrubar Dilma, terá que acrescentar algo a sua estratégia, um candidato.”

    QUE a mídia tratou de solenemente fragilizá-los (quando não destruir-lhes por completo) com a tal da “democracia sem políticos”. Para manter o controle político nas mãos dos donos de jornais, rádios, revistas e TVs, estes tem procurando fragilizar ao extremo os políticos criando uma esdrúxula DEMOCRACIA SEM POLÍTICOS. Tá aí o resultado: a oposição não consegue ter a menor condição de peitar o governo.

  22. Esse votos que sumiram e que

    Esse votos que sumiram e que foram parar em lugar algum, correspondem àqueles da Dilma “não consolidados”. Evidente que após essas tais 47 perguntas tiradas da compilação “The bost of  Dilma, segundo o pig”, a parcela não convicta mudou a resposta, que sem pergunta alguma seria a de votar em Dila, mesmo que sem convicção.

    Os outros candidatos também tem votos consolidados e circunstanciais. Se houvessem perguntas referentes a problemas enfrentados por eles, também perderiam os não consolidados. Que iriam engrossar o “não sei”, ou Marina. que é a mesma coisa que “não sei”.

    Acontece que na eleição propriamente dita, não tem o pig fazendo pergunta na cabine eleitoral. Alias o TSE é muito rigoroso para quem não haja ninguém influenciando ninguém no dia. Por isso essa pesquisa é fajuta. Acho que o TSe deveria regular as pesquisas que não poderia ter outra pergunta senão, “vota em quem?” e “rejeita quem?”.

    A investigação deveria incluir a CVM, pois tem gente ganhando muito dinheiro com isso. O que é essa tal Infomoney? Cadê a PF? 

     

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome