Brasileirão: a disputa continua, por Percival Maricato

América e Coritiba fazem a contraparte do Botafogo, ou seja, correm distantes dos demais mas do lado de baixo, praticamente já caíram

ESPORTE BRETÃO

por Percival Maricato

BRASILEIRÃO: A DISPUTA CONTINUA POR VAGA NA LIBERTADORES E PARA NÃO CAIR PARA A SÉRIE B

Dois clássicos  estaduais , Flamengo 1 x 0  Vasco e Atlético MG  0   x 1 Cruzeiro, foram os pontos altos da rodada. No Maracanã tivemos o recorde de público, mais de 69 mil pagantes.  Com esse resultado. o Mengo chegou ao terceiro lugar, superado pelo interiorano Bragantino que venceu  o Fluminense, 1 x 0 . O Braga paga a seus jogadores menos de  1/30 do que paga o Flamengo. O Botafogo, que empatou com o Atlético PR e segue em primeiro.  

QUEM CAI?

Na parte de baixo, América e Coritiba fazem a contraparte do Botafogo, ou seja, correm distantes dos demais mas do lado de baixo, praticamente já caíram. O Santos e o Vasco da Gama  são os outros dois que dormem na zona do agrião.

SANTOS TOMA DE SETE

O Peixe conseguiu um recorde no campeonato:  perdeu de  7 x 1 do Internacional, em Porto Alegre, um placar desmoralizante e que deverá contribuir para afundar o time ainda mais em direção a possível queda para a serie B. O Internacional poderia ganhar de muito mais, mas perdeu o interesse de marcar mais gols já inicio do segundo tempo. É visível a falta de moral e de uma liderança no time santista. A torcida tem razões de sobra para estar preocupada, mas contribuiu para a desmoralização fazendo arruaças e provocando a proibição de seu comparecimento a diversos jogos no Alçapão da Vila. A diretoria tem que se explicar.

CORINTHIANS EMPATA NO ÚLTIMO SEGUNDO DO ÚLTIMO MINUTO DA PRORROGAÇÃO

O Timão recebeu um dos lanternas, o América MG no Itaquerão e perdia até o ultimo segundo, quando conseguiu empatar. Está  3 pontos  acima da zona do rebaixamento e tem que se cuidar. Já o Palmeiras enfrentou  o outro lanterna em Coritiba e venceu por magros 1 x 0  .

DERROTA DA SELECINHA BRASILEIRA AINDA REPERCUTE 

O técnico Fernando Diniz ainda terá novas oportunidades de acertar a seleção brasileira, mas se mantê-la  jogando burocrática e lentamente, ou melhor, sem jogar futebol,  por mais uns dois ou três jogos , deverá perder seu lugar antes da chegada do Ancelotti. Os jogadores podem não ser tão expressivos como no  caso das selelções anteriores, mas são craques, jogam e se destacam todos em grande times do Brasil e  do exterior.

Contra o Uruguai o que vimos foi um time tímido, covarde, errando passes até para o lado, jogando um futebol inexpressivo e previsível, contra craques igualmente consagrados mas bem distribuídos em campo, usando as laterais para se infiltrar, soltando as bolas com segurança, aplicados taticamente, chegando junto e com vontade de  ganhar. Venceram com méritos de sobra, dois gols onde habilidade e raça foram essenciais na condução da bola e nos toques para a rede.  Neymar nada fez enquanto esteve em campo e pela contusão sofrida ficará meses afastado. Oportunidade para a seleção conseguir desenvolver jogo de conjunto, forjar uma equipe.

COMO FICA O BRASILEIRÃO

28ª rodada

Classificação

Percival Maricato

Percival Maricato é advogado

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador