Trump racha republicanos, mas seu populismo segue fortalecido

Embora tumultos no Capitólio afetem imagem do ainda presidente norte-americano, nacionalismo de direita impulsionado por Trump permanece

Foto: Reprodução

Jornal GGN – O ataque de apoiadores de Donald Trump ao Capitólio na última semana gerou muitas manifestações de repúdio, e ajudou a evidenciar as fragilidades do trumpismo no período em que o ainda presidente norte-americano tentava reverter a derrota sofrida nas últimas eleições.

Contudo, tudo indica que o movimento em torno de Trump ainda terá algum poder e se recuperar no futuro, mesmo que se reorganize em torno de outra referência quando se tem em vista que o trumpismo é um movimento nacionalista de direita. Além disso, políticos vistos como presidenciáveis dentro do partido, como os senadores Ted Cruz e Josh Hawley, não deixaram de apoiar Trump mesmo após toda a confusão vista no Congresso norte-americano.

Segundo o jornal O Globo, muitos republicanos endossaram as alegações de fraude citadas por Trump: oito senadores e 139 deputados (mais sensíveis ao trumpismo por serem eleitos por distrito) foram contra a certificação dos resultados no Arizona e na Pensilvânia. Esses políticos apostam que a tendência nacional-populista incitada por Trump é o futuro dos republicanos, enquanto os presidenciáveis dentro do partido podem ser favorecidos pela queda da aprovação presidencial sem ataca-lo.

E o racha dentro do Partido Republicano entre os trumpistas e aqueles que se recusam a endossar as alegações de fraudes (chamados de “traidores” por Trump e seus aliados) faz com que as críticas fiquem cada vez mais abertas – após Mitt Romney, na última sexta-feira a senadora republicana Lisa Murkowski defendeu publicamente a renúncia de Trump por considerar que ele “já causou danos o suficiente”.

 

 

Leia Também
Trump também pressionou fiscal para encontrar votos na Geórgia, diz jornal
Proibição de Trump é fácil. Consertar Facebook e Twitter será difícil
Expulso do Twitter, Trump estuda criar a sua própria plataforma
Banimento de Trump sinaliza mudança na mídia social em relação à censura?
57% dos americanos querem Trump fora do cargo imediatamente, aponta pesquisa

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora