Bolsonaro, Trump e OEA reconhecem Guaidó como presidente da Venezuela

Quatro mortos, 50 detidos e mais de 60 protestos em vários pontos de Caracas com enfrentamento entre grupos governistas e oposição 
 
Foto: Twitter/Via Fotos Públicas
 
Jornal GGN – O líder da oposição e presidente da Assembleia Nacional da Venezuela, Juan Guaidó, se declarou nesta quarta-feira (23) presidente interino do país. O governo Nicolás Maduro não reconhece a mudança e continua no Palácio de Miraflores.
 
O ato aconteceu durante uma manifestação organizada pelos opositores do governo Maduro, em Caracas. Desde a madrugada, há registros de vários protestos em mais de 60 pontos na capital venezuelana que resultaram na morte de, pelo menos, quatro pessoas e mais de 50 detidos, segundo informações dos jornais locais. 
 
No dia 10 de janeiro, Nicolás Maduro tomou posse do seu segundo mandato, após vencer com 67,7% dos votos válidos. A oposição não reconheceu o pleito, alegando que houve abstenção de 54% dos eleitores.
 
Dias após a posse oficial, a Assembleia Nacional declarou Maduro como “usurpador” do cargo. Em seguida, o Tribunal Superior de Justiça (TSJ), declarou “nulos” todos os atos aprovados pelo Parlamento. Ao anunciar a posse como presidente interino hoje, Guaidó declarou: 
 
“Na condição de presidente da Assembleia Nacional, ante Deus, a Venezuela, em respeito a meus colegas deputados, juro assumir formalmente as competências do executivo nacional como presidente interino da Venezuela. Para conseguir o fim da usurpação, um governo de transição e ter eleições livres”. 
 
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, usou sua conta pessoal no Twitter para anunciar o reconhecimento do líder da oposição como o novo presidente da Venezuela. 
 
O porta-voz da Organização dos Estados Americanos (OEA), Luiz Almagro, também usou sua rede social para felicitar o novo governo, completando que o parlamentar terá “reconhecimento para impulsionar o retorno do país à democracia”. 
 
O Ministério das Relações Exteriores do Brasil também divulgou uma nota informando que o governo Jair Bolsonaro reconhece Juan Guaidó como presidente do país.
 

11 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

João Bueno

- 2019-01-24 11:47:55

Enough + is + Enough

"The country’s gold holdings fell to 134 tonnes in November compared with 150 tonnes at the start of 2018, according to central bank statistics.

This is in part because Venezuela last year started carrying out gold barter operations with Turkey to import food following U.S. sanctions that have made international banks reluctant to handle Venezuelan transactions." (Venezuela gold holdings in Bank of England soar on Deutsche deal @ Reuters)

¬

Trump Grau 33

Fábio de Oliveira Ribeiro

- 2019-01-24 11:36:23

Coitado do clã Jair

Coitado do clã J... O Capo e seus filhotes venceram a eleição com base numa campanha massiva de Fake News. Agora eles declararam uma Fake War à para desviar a atenção do respeitável público do fracasso retumbante do presidente vagabundo em Davos.

O encontro do clã Bolsonaro com a realidade será muito doloroso. Melhor assim.

Vladimir

- 2019-01-23 23:06:33

Está mais do que na hora de
Está mais do que na hora de acabar com o terrorismo de Estado. Enquanto os EUA não levarem uma bela sapatada está situação perdurará. É hora da China começar a afiar suas espadas. Golpistas desgraçados!

Nabucodonosor

- 2019-01-23 22:58:28

A maioria dos países da

A maioria dos países da América Latina, e até o Canadá, já não reconhecem mais o Maduro.

AMORAIZA

- 2019-01-23 22:12:50

Usurpador

Em nome de "Deus" o cabra venezuelano ambicioso, que não foi eleito, declara USURPADOR aquele que foi o mais votado e toma, divinamente, o lugar do eleito,  se auto proclamando PRESIDENTO.

Onde eu já vi isso?

Não foi no SBT ?

 

ou seria nesse canal

 

O BRASIL SÓ DÁ MAU EXEMPLO!

 

Frederico Firmo

- 2019-01-23 22:10:05

O problema é que lá eles não tem o judiciário.

Um dos instrumentos mais poderosos dos golpes irradiados do hemisfério norte é que eles tem usado sempre o judiciário. Aqui , funcionou, mas na Venezuela, como diz a Globo indignada,  o Supremo é deles.

Frederico Firmo

- 2019-01-23 22:06:27

O curioso timing desta decisão.!!!!!

Durante esta desastrosa visita a Davos, Bolsonaro fora do ṕaís toma uma decisão importantíssima e com consequências muito graves para a América Latina, como se fosse apenas um ato midiático. Com certeza esta notícia tira um pouco o Flavinho do foco.

Não contente com isto o judiciário requenta a delação da OAS. E mais uma vez, seguem a máxima, deu ruim, coloca mais uma acusação contra o Lula.

A Globo continua no velho esquema de "morde e assopra"

Mas o pior de tudo isto é imaginar que Trump  e Bolsonaro tomam decisões em conjunto, ou será que nosso Ministério de Relações Exteriores é em Washington?

Edna Baker

- 2019-01-23 21:38:21

Põe podre aí e o pior é ter

Põe podre aí e o pior é ter que conviver com esse pessoal. Aliás existe uma aversão recíproca daí já mortes e provavelmente muitos feridos. A direita no mundo odeia largar o osso porque o osso sempre pertenceu a eles. Se consideram donos perpétuos dos ossos. SOCORRO!!!

Renato Lazzari

- 2019-01-23 20:52:11

Às vezes penso que nós não

Às vezes penso que nós não estamos preparados para regimes socialistas, que não conseguimos sair da etapa da barbárie, do "quem pode mais chora menos". E se depender da educação que recebemos tanto em casa quanto na rua, na escola e a através dos meios de comunicação em massa, ainda permaneceremos nessa etapa por bastante tempo. Uns poucos acumulando e outros muitos sendo espoliados.

E não adianta disputar com a "direita" no campo deles, a violência e a ignorância. Nesse campo - quem mata mais- a "direita" é imbatível.

A única forma, penso às vezes, para subirmos um degrau no processo civilizatório, na realização de mais uma conquista no ideal de humanidade, é a reflexão e a consequente alteração da cultura, dos hábitos, de forma paulatina e priorizando a educação dos que vêm depois de nós.

Bem... ninguém ensina o que não sabe. E o pior, sempre ensina o que sabe... Talvez seja a hora de aprendermos.

Naldo

- 2019-01-23 20:39:27

Reconhecer quem.nao foi
Reconhecer quem.nao foi eleito? Que p......de democratas são esses? Óbvio que os dois golpistas foram eleitos também em pleitos ultrasuspeitos....mas pra eles valem, afinal, estão do lado podre da sociedade......

Ale Nogueira

- 2019-01-23 20:16:45

#ForaGolpistas

#ForaGolpistas

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador