TV GGN: O protagonismo da diplomacia brasileira na era Lula

Em entrevista especial a Luis Nassif, Lula relembrou o que era o Brasil para o mundo e os esforços por elevar a diplomacia brasileira durante sua gestão. Assista

Jornal GGN – “O Brasil não poderia se contentar com o funcionamento da geopolítica internacional e não poderia continuar sendo tratado de forma secundária…”, declarou o ex-presidente Lula destacou sobre seus esforços para elevar a imagem do Brasil no mundo e incluir a nação na lista de países estratégicos para o desenvolvimento global. Confira trecho da entrevista especial concedida ao jornalista Luis Nassif, na TV GGN, nesta sexta-feira, 26 de fevereiro.

“Era preciso transformar o Brasil em um protagonista internacional, que fosse reconhecido na América do Sul, respeitado na África, na União Europeia, Rússia e China e nós trabalhamos (…) Criamos instituições multilaterais com o intuito de transformar o Brasil em um país grande. (…) Quando nós lançamos o Fome Zero e depois o Bolsa Família, tivemos apoios de figuras políticas mundiais importantes. Essa gente passou a me apoiar e o Brasil foi referência”, lembrou o petista.

“Eu tive o prazer de fazer um discurso nas ruas da Palestina e tive o prazer de, no mesmo dia, fazer um discurso no Parlamento em Israel, e ser respeitado. O Brasil passou a ser respeitado e nós começamos a fazer as coisas dentro do país, como a acabar com a pobreza”, continuo sobre o tema

“Foi um momento de exaltação do povo brasileiro e tudo isso que aconteceu eu devo à paciência e à generosidade do povo que compreendeu o que estava acontecendo no país e que o Brasil poderia ser respeitado. (…) Nós conseguimos ter uma política que teve a compreensão de muita gente (…) Nós éramos protagonistas, falávamos em nome de muitos países, em nome de um continente e isso acabou”, disparou.

Assista:

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora