Adepto das redes sociais, Bolsonaro anuncia corte de 45% na verba da Comunicação

Foto: Agência Brasil
 
Jornal GGN – Adepto das redes sociais e com discurso que desqualifica grande parte da imprensa, Jair Bolsonaro usou o Twitter para anunciar demissões e corte de 45% no orçamento da Secretaria de Comunicação, a partir de 2019. Segundo o presidente eleito, a verba enxugada foi aprovada pelo Congresso e o futuro governo não pretende demandar a ampliação dos recursos.
 
“Informo que nosso governo não irá pleitear qualquer aumento no orçamento e trabalhará com o valor aprovado”, afirmou. “Revisaremos diversos contratos e reavaliaremos o quadro pessoal da SECOM a fim de reduzir ainda mais o orçamento para 2020. Vamos mostrar, nesta e em outras áreas, na prática os benefícios da correta aplicação de recursos públicos”, escreveu.
 
Pelo orçamento aprovado no Congresso, a Secretaria terá R$ 150 milhões no próximo ano. Segundo Bolsonaro, a reducação é de 45,8% em relação aos R$ 277 milhões solicitados pelo atual governo. No total, o Orçamento 2019 prevê despesas e receitas de R$ 3,38 trilhões. 
 
Entre outras funções, a Secom é responsável pela divulgação de ações do governo, formulação de políticas públicas de comunicação, relacionalmento com a imprensa e contratos de patrocínios.
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  PGR abre investigação preliminar sobre fala de Eduardo Bolsonaro sobre ruptura democrática

7 comentários

  1. vai assim até perceber que

    vai assim até perceber que precisará de bons artigos e editoriais pra lhe salvar o COURO

    …ou. como no golpe dos amigos de 64. quando alguns sócios precisarem comprar veículos com BAGAGEIROS mais amplos, que caiba ao menos um corpo, tipo como na Rolha de São Paulo

     

  2. A familia Bolso pensa que vai

    A familia Bolso pensa que vai govenar como fez a campanha? Fugindo de qualquer compromisso e de dar respostas à sociedade?  Tudo bem que ele e o Trump governam em época de twitter, mas sem uma maquina por tras… Ou ele vai governar com a Rede TV e mais alguns colegas da “comunicação”?

  3. Tá certo!

    Se  bolsonaro, além da globo, varrer para o lixo as milionárias e inúteis tv´s câmara, senado e justiça, vai ganhar muitos pontos com boa parte da esquerda. 

    • Nao há como Bolsonaro ganhar pontos com a esquerda

      Para isso, ele teria que fazer coisas como Reforma Agrária (a favor dos posseiros, nao do latifúncio), revogar a reforma trabalhista, etc. Mas aí nao seria Bolsonaro…

  4. Só daria certo se eles fossem honestos… mas não são!

    Nem começou o mandato e o presidente já está enrolado com filho e mulher envolvidos em escândalo difícil de varrer para debaixo do tapete.

    O governo totalemte frágil vai partir para o ataque??? 

    1-BOLSONARO E FAMÍLIA ENVOLVIDOS PESSOALEMTE EM ESCÂNDALOS DE CORRUPÇÃO

    2-MINISTROS QUE JÁ ASSUMEM RESPONDENDO A INQUÉRITOS

    3-OS CONSELHEIROS FILOSÓFICOS DO GOVERNO SÃO MOTIVO DE CHACOTA

     

    Como uma porcaria de governo desse vai sobreviver sem comprar a imprensa??? 

    A GLOBO VAI ESCONDER O QUEIROZ DE GRAÇA???

    A BAND VAI APLAUDIR OS FILHOS IMBECIS DE BOLSONARO DE GRAÇA???

    A VEJA VAI DEIXAR DE QUESTIONAR OLAVO DE CARVALHO E A AMEAÇA COMUNISTA DE GRAÇA???

    A JOVEM PAN VAI ENGOLIR “JESUS NA GOIABEIRA” DE GRAÇA???

     

  5. O conflito distributivo na mídia que aderiu a Bolsonaro

    SBT, Record, RedeTV! e Bandeirantes aderiram de alguma maneira a Bolsonaro acreditando e contando que conseguiriam mais recursos de publicidade do governo, afinal estão todas em algum nível de quebradeira.

    Com 48% de corte e sem perspectiva de recuperação, quero ver como Bolsonaro vai agradecer pelo apoio concedido por estas emissoras; afinal, mesmo que coloque ao mínimo a verba investida no Grupo Globo, ainda assim vai faltar pra expectativa dessa gente toda.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome