Os sistemas de inteligência nos governos Lula e Dilma

Por Rchiavennato

Comentário ao post “Xadrez da volta da comunidade de informações

Desculpe, mas o autor está misturando “alhos com bugalhos”, especialmente no caso do GSI/SISBIN/ABIN. A lei que organiza o SISBIN é de dezembro de 1999, e sempre este “sistema” esteve sob “comando” desse “híbrido militar/civil” . O PT – Seu Lula e Dona Dilma, leia-se – nada fizeram  em mais de 13 anos à frente do governo.

Houve uma “tímida e tardia” tentativa de mudança em outubro de 2015, mas o Berzoini não se interessou de verdade na “reestruturação” da inteligência no Brasil. Um amigo meu ligado à área disse que mesmo com o PT no poder, a inteligência sempre se voltou para o “inimigo interno”, tendo o Gilberto Carvalho utilizado muito a Abin em questões indígenas e fundiárias, assuntos estes que “matam e desagradam” os profissionais de informações. Ou seja, sempre foi assim, e nem Lula e nem Dilma, quiseram de verdade mudar nada, vide a nomeação pela Presidenta do “poste” do general Elito.

A sugestão do meu amigo seria dividir a Abin em duas agências, como na maioria dos serviços europeus, com uma dedicada à área internacional e outra interna, dedicada ao contraterrorismo e ao crime organizado. Simples assim, acabando com o envolvimento de profissionais de carreira (concursados) em casos tipicamente fora de suas atribuições.

Apesar do momento atual, a culpa pelo mau emprego da área de informações nessa questão (meu amigo disse que a imprensa exagera e “fantasia”) “vem de longe”.

Leia também:  Consultoria que contratou Moro fez prova de que Lula nunca foi dono do triplex

Para o meu contato, a Abin não é um leão todo poderoso; no máximo uma “jaguatirica desdentada”.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

14 comentários

  1. Pior

    Muito pior que a comunidade de informações e também contra quem nada foi feito

    é a comunidade de desinformações, o PIG, criado por um tal de Roberto Marinho.

    É como profetizou Auguste de Saint-Hilaire: 

    Ou o Brasil acaba com a Globobo, ou a globobo acaba com o Brasil

     

     

    • Respondo ao comentario de

      Respondo ao comentario de emerson 57,10/09/2016 – 15:40.Penso exatamente como voce.Outros nao pensam como nosoutros,pensam que o melhor controle para a midia e controle remoto.De tanto pensar assim,se distraiu e caiu do cavalo.

  2. Mais um motivo que cai no meu

    Mais um motivo que cai no meu colo e ajudou a destronar Dilma .Como uma Presidencia da Republica da sexta economia do planeta,nao dispoe de servicos de inteligencia,aparatos eletronicos,computadores guardiao ou guardia que qualquer republiqueta de banana possui,de tao avacalhada,foi incapaz de detectar o grampo de Sergio Moro.Voces cadastrados vao arrancar os cabelos comigo,enquanto vida tiver,vou continuar afirmando,politica meus senhores e minhas senhoras, e um exercico para profissionais nunca para amadores.Vou deixar voces ainda mais retados comigo.Va hoje ate o gabinete da Presidencia da Republica,tente falar com o  Padrinho.Se for do sexo masculino,vao  querer ver a cor de sua cueca,do sexo femenino,a cor das unhas.Dificil,muito dificil,dificilimo se contrapor a mim.Caimos por pura incompetencia.E quem provar que estou mentindo,tiro meu chapeu.

  3. Sistema de Inteligência nos governos do PT

    É impressionante o desconhecimento e o despreparo da esquerda para lidar com a questão da chamada área de inteligência e segurança. Apanharam tanto da repressão nessa área e não aprenderam nada! É de dar raiva!

  4. arapongas

    Vamos chamar essas coisas de serviços de informação, inteligencia passa longe.

    Inteligencia é análise inteligente de informação, pra isso precisa de gente muito especial com uma formação muito abrangente e estensa.

  5. Sistema de Informações e Espionagem do “inimigo interno”

    O sistema de informações nos governos Lula e Dilma como bem disse o R Chiavennato em nada fez para mudar a natureza das ações do SISBIN, e mais, direcionou para a luta e resistência dos movimentos indígenas e dos movimentos sociais campesinos e de comunidades tradicionais no espaço rural e no espaço urbano (MTST), que lutam contra a estrutura latifundiária concentrada nas mãos de poucos e sob a gerência dos institutos de terras dos governos estaduais (ITERMAT, INTERAIMA, INTERBA, e congeneres nos Estados), atuando em rede com os interesses do agronegócio, da exploração ilegal de recursos naturais (madeireiras, mineração, etc), grilagem corporativa de terras, dentre outros.

     

    Sim o Sr. Gilberto Carvalho se valeu dos serviços de espionagem do SISBIN e dos instituos federais de terra (IBAMA, FUNAI, INCRA) para reprimir os movimentos sociais do campo e os movimentos indígenas garantindo o pacto de conciliação com as bancadas ruralistas, da mineração, da especulação imobiliária, contendo e adiando uma verdadeira reforma agrária e demarcação de terras indígenas. O SISBIN teve lado, o das eleites coloniais associados com o poder econômico, considerando os indígenas, camponeses, comunidades tradicionais e os sem-teto como inimigos internos!!

     

    De resto, a espionagem paralela, para-oficial, monitorando lideranças dos movimentos, articulando golpes jurídicos contra os direitos sociais de acesso a terra no campo e na cidade através das AGU (estamento dos procuradores federais), através de perseguição policial e criminalização de lideranças indígenas (Cacique Babau Tupinambá, na Bahia, etc), e outraslideranças dos movimentos sociais dos sem-teto, dos sem-terra, etc. junto com a polícia federal e polícias civis que ilegalmente rastream telefones, granpeiam sem limites comunicações telefônicas, caixa de emails. Ou será que foi preciso grampearem a Dilma e a o Lula para perceberem as comunidades de inteligência dentro do Estado com viés de direita e autoritário desde a ditadura civil-militar nunca paralisaram seus serviços e demandas.

     

    Apenas uma novidade nessa situação, é o Ministério Público que seus altos recursos adquiriram também equipamentos de escuta e tb passaram a atuar no campo policial repressor de obtenção de informações de forma ilegal para perseguir os movimentos sociais. 

     

    Afora a contratação paralela e caríssima de hackers que atuam como free lancers no mercado para servir toda a canalha golpista de ontem e de hoje!!]

     

     

    !!Resistir e Lutar!!

  6. Sistema de Informações e Espionagem do “inimigo interno”

    O sistema de informações nos governos Lula e Dilma como bem disse o R Chiavennato em nada fez para mudar a natureza das ações do SISBIN, e mais, direcionou para a luta e resistência dos movimentos indígenas e dos movimentos sociais campesinos e de comunidades tradicionais no espaço rural e no espaço urbano (MTST), que lutam contra a estrutura latifundiária concentrada nas mãos de poucos e sob a gerência dos institutos de terras dos governos estaduais (ITERMAT, INTERAIMA, INTERBA, e congeneres nos Estados), atuando em rede com os interesses do agronegócio, da exploração ilegal de recursos naturais (madeireiras, mineração, etc), grilagem corporativa de terras, dentre outros.

     

    Sim o Sr. Gilberto Carvalho se valeu dos serviços de espionagem do SISBIN e dos instituos federais de terra (IBAMA, FUNAI, INCRA) para reprimir os movimentos sociais do campo e os movimentos indígenas garantindo o pacto de conciliação com as bancadas ruralistas, da mineração, da especulação imobiliária, contendo e adiando uma verdadeira reforma agrária e demarcação de terras indígenas. O SISBIN teve lado, o das eleites coloniais associados com o poder econômico, considerando os indígenas, camponeses, comunidades tradicionais e os sem-teto como inimigos internos!!

     

    De resto, a espionagem paralela, para-oficial, monitorando lideranças dos movimentos, articulando golpes jurídicos contra os direitos sociais de acesso a terra no campo e na cidade através das AGU (estamento dos procuradores federais), através de perseguição policial e criminalização de lideranças indígenas (Cacique Babau Tupinambá, na Bahia, etc), e outraslideranças dos movimentos sociais dos sem-teto, dos sem-terra, etc. junto com a polícia federal e polícias civis que ilegalmente rastream telefones, granpeiam sem limites comunicações telefônicas, caixa de emails. Ou será que foi preciso grampearem a Dilma e a o Lula para perceberem as comunidades de inteligência dentro do Estado com viés de direita e autoritário desde a ditadura civil-militar nunca paralisaram seus serviços e demandas.

     

    Apenas uma novidade nessa situação, é o Ministério Público que seus altos recursos adquiriram também equipamentos de escuta e tb passaram a atuar no campo policial repressor de obtenção de informações de forma ilegal para perseguir os movimentos sociais. 

     

    Afora a contratação paralela e caríssima de hackers que atuam como free lancers no mercado para servir toda a canalha golpista de ontem e de hoje!!]

     

     

    !!Resistir e Lutar!!

  7. Sistema de Informações e Espionagem do “inimigo interno”

    O sistema de informações nos governos Lula e Dilma como bem disse o R Chiavennato em nada fez para mudar a natureza das ações do SISBIN, e mais, direcionou para a luta e resistência dos movimentos indígenas e dos movimentos sociais campesinos e de comunidades tradicionais no espaço rural e no espaço urbano (MTST), que lutam contra a estrutura latifundiária concentrada nas mãos de poucos e sob a gerência dos institutos de terras dos governos estaduais (ITERMAT, INTERAIMA, INTERBA, e congeneres nos Estados), atuando em rede com os interesses do agronegócio, da exploração ilegal de recursos naturais (madeireiras, mineração, etc), da especulação imobiliária, da grilagem corporativa de terras, dentre outros.

     

    Sim o Sr. Gilberto Carvalho se valeu dos serviços de espionagem do SISBIN e dos instituos federais de terra (IBAMA, FUNAI, INCRA) para reprimir os movimentos sociais do campo e os movimentos indígenas garantindo o pacto de conciliação com as bancadas ruralistas, da mineração, da especulação imobiliária, contendo e adiando uma verdadeira reforma agrária e demarcação de terras indígenas. O SISBIN teve lado, o das eleites coloniais associados com o poder econômico, considerando os indígenas, camponeses, comunidades tradicionais e os sem-teto como inimigos internos!!

     

    De resto, a espionagem paralela, para-oficial, monitorando lideranças dos movimentos, articulando golpes jurídicos contra os direitos sociais de acesso a terra no campo e na cidade através das AGU (estamento dos procuradores federais), através de perseguição policial e criminalização de lideranças indígenas (Cacique Babau Tupinambá, na Bahia, etc), e outraslideranças dos movimentos sociais dos sem-teto, dos sem-terra, etc. junto com a polícia federal e polícias civis que ilegalmente rastream telefones, granpeiam sem limites comunicações telefônicas, caixa de emails. Ou será que foi preciso grampearem a Dilma e a o Lula para perceberem as comunidades de inteligência dentro do Estado com viés de direita e autoritário desde a ditadura civil-militar nunca paralisaram seus serviços e demandas.

     

    Apenas uma novidade nessa situação, é o Ministério Público que seus altos recursos adquiriram também equipamentos de escuta e tb passaram a atuar no campo policial repressor de obtenção de informações de forma ilegal para perseguir os movimentos sociais. 

     

    Afora a contratação paralela e caríssima de hackers que atuam como free lancers no mercado para servir toda a canalha golpista de ontem e de hoje!!

     

    Os meninos de são paulo, a geração what’s app, o mito de que todo mundo que está na redes sociais nos grupos de luta são insuspeitos, é resultado da ruptura entre as gerações da ditadura, da geração da abertura, e das novas gerações que assimilou a ideologia da democracia burguesa que se apoia no mito da “liberdade” e que cre ser paranóia de grupelhos a preocupação com a segurança dos movimentos e com a possibilidade de infiltração de espiões. Está aí a prova com esse capitão do Exercito que se passou como ativista contra o golpe e as mobilizações Fora Temer.

     

    Apenas um resultado do passado que insiste no presente: prenderam o Dirceu, o Genoíno, o Guchiken como continuação da persguição implacável que sofreram na ditadura civil-militar. Pensaram que coma democracia seriam poupados , que nada tudo segue como antes e agora necessitam prender a mair liderança popular, o Presidente Lula, Precisa desenhar….

     

     

    !!Resistir e Lutar!!

  8. É, o PT “perdeu muito tempo” lutando contra a fome
    É muita falta do que fazer, ficar agora analisando estas questões de inteligência, neste país onde o STF rasga a constituição. Se Dilma não teve coragem de reagir a um GRAMPO ilegal divulgado em jornal, o que vocês acham que ela faria de posse de informações sigilosas colhidas pela inteligência ? Este país é uma República de Bananas por vocação, as panelas mostraram isto. Não vamos agora ficar atirando sobre o PT culpas que ele não tem.

    • discordo

      antonio

      a questão da segurança interna é tão importante quanto os programas de erradicação da fome, pois veja: todos eles foram suspensos porque esse usurpador medíocre, apoiado nas estruturas do estado que foram negligenciadas pelo governo social democrata de lula e dilma, assaltou o poder.

      a auto-crítica é muito importante, sim.

      o sr lula deveria começar uma campanha internacional de condicionamento do reconhecimento do governo do usurpador pela comunidade internacional ao julgamento do impeachment pela o.e.a.

      ele tem prestígio suficiente para isso.

      por que não o faz?

    • Falta do que fazer

      Uai, quantas mais análise sobre tudo que aconteceu e está acontecendo, mais aumenta mais nossa consciência sobre os fatos e as possibilidades de atrair soluções. Mas Passos, essa história da tal da república das bananas já encheu pois não permite avançar a discussão ( como se a Tea Party nos EUA e a ignorância política na  UE não fossem demonstrações de bananices midiáticas lá no suposto primeiro mundo, talvez mais nocivas, porque dependentes de bombas atômicas e guerras mundiais).  Realmente o PT fez o que pode, mas agora o negócio mesmo é derrubar o governo ilegal, custe o que custar e a estrutura de mídia deste país. E lembrando a marchinha, yes, nós temos bananas. E o poder e o congresso logo verão o poder dessas bananas!!!

  9. Agora falando como um brasileiro de qualquer posição política.

    Retirando as nossas convicções políticas deste debate o que se vê é que JAMAIS um governo de tendência esquerdista ou direitista tratou este assunto com seriedade.

    Os serviços de informação brasileiro JAMAIS na nossa história dos últimos 50 anos poderiam ser chamados Sistemas de Inteligência como era usual nas grandes potências durante a guerra fria. E digo mais, os Sistemas de Inteligência internacionais estão também regredindo em termos de Inteligência.

    Se olharmos os USA, a antiga CIA que possuía analistas com vários títulos acadêmicos e formação política mais sólida, pela ausência da guerra fria perdeu a sua capacidade de recrutamento.

    Todo o aparato de Inteligência foi substituído pela informação em massa que a redes digitais fornecem (a Internet é uma delas), porém a capacidade de trabalhar com estas informações está sendo perdida, são bilhões de informações todos os dias e estas informações são processadas por máquinas, ou seja, detectando determinada palavras chave eles começam a acompanhar o processo, porém este método, que prescinde de agentes treinados e realmente infiltrados são completamente inócuos a inovações.

    Mas voltando a nossa realidade, os sistemas de informações brasileiros são uma verdadeira piada, ao ler neste ano as informações que o SNI enviava ao governo se verifica que não havia o mínimo de Inteligência na elaboração destas informações, era mais uma coluna social da política do que um artigo bem escrito sobre ela.

    Os governos do PT, que viram a inutilidade destes sistemas de informação simplesmente não procuraram criar um sistema que atuasse principalmente no exterior, deixando de lado as informações domésticas que na maioria das vezes tem a mesma característica de “coluna social” dos movimentos políticos do que qualquer outra coisa.

    Um país que queira assumir o seu papel proporcional a sua influência estratégica, tem que ter necessariamente ter um sistema de informações internacional real e não colunistas sociais de eventos políticos locais.

  10. A cegueira da “mídia

    A cegueira da “mídia alternativa” sobre a agudíssima incompetência do Sr. Luis Inácio (aqui chamado várias vezes de ESTADISTA) e da Sra. Dilma Roussef (aqui chamada várias vezes de MAIOR GESTORA do país) chega a dar pena.

    Aí – lá pelas tantas num lampejo de lucidez – escrevem exatamente assim: “nesse ponto o Lula e a Dilma erraram”

    O nesse ponto significa assumir UM ÚNICO ERRO em meio a claros e evidentes sinais de múltiplas e váriadas cagadas gigantescas, TRÁGICAS, COVARDES, ESTÚPIDAS.

    Uma dedicação mínima de cinco minutos para elencar as cagadas e vai sair uma lista daquelas assim de pura vergonhosa.

    .

    Aí daqui a pouco aparecem os gênios ufanistas dizendo que AGORA com o Temer é para nos prepararmos para a tragédia.

    KKKKKK

    Espere só um pouquinho, caro amigo: Quem foi que no governo fez de TUDO justamente PARA o golpe acontecer senão a incompetência dos acima citados?

    .

    Gente, que dia vocês ufanistas vão fazer um breve, porém honesto, exame de consciência para – ao menos num único ponto – levantar aquele papo furadíssimo da GOVERNABILIDADE?

    Que dia, pessoal?

    Vocês estiveram altamente enganados a respeito do modo petista, lulista e dilmista de governar. 

    Lamento muito dizer isso, mas o REI está totalmento pelado em plena Copacabana sábado à tarde.

    .

    Me ajuda aí, pelo amor de Deus!

    .

    P.s: Esse Gilberto Carvalho é o maior adulador de chefe que essa republiqueta de banana nanica um dia pariu.

  11. Saida: estado de emergencia

    Já analisei esta questão em outros posts. A saida, ainda em 2013 quando os ventos do golpismo ficaram fortes, a saida seria o estado de emergencia. Mas a presidente sabia que esta saida seria insana, pois nos precipitaria em uma guerra civil antes da hora. Era necessário jogar o jogo, seguir com a republica até a concretização do golpe em 31 de agosto. 

    Sim, o golpe foi tornado golpe com a deposição da presidente, antes disso foi o jogo republicano. Caso ela tivesse adotado o estado de emergencia (como Endorgan tomou na Turquia) o golpista teria sido ela. 

    Em suma, a promessa que foi feita nos anos 70, de que a revolução viria pelo voto, foi cumprida. A luta de classes esta legitimada e esta  data, 31 de a agosto será muito estudado, e tenho certeza, Nassif, que seus artigos sobre o xadrez do golpe será uma fonte precisosa de pesquisa.

  12. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome