Indústria brasileira prepara documento com propostas de otimização de recursos naturais

Documento será apresentado em um encontro internacional com 70 países, no próximo dia 18 de janeiro

Reprodução

Jornal GGN – A Confederação Nacional da Indústria (CNI) está elaborando uma proposta de otimização de recursos naturais para ser apresentada em um encontro internacional com 70 países, no próximo dia 18 de janeiro, informou Mônica Bergamo, em sua coluna na Folha de S. Paulo.

A regulamentação sugere que práticas, como a recuperação energética de resíduos e a eliminação de desperdícios nos processos produtivos, se tornem obrigatórias na norma de economia circular da Organização Internacional de Normalização (ISO, na sigla em inglês), prevista para entrar em vigor em 2023.

O gerente-executivo de Meio Ambiente e Sustentabilidade da CNI, Davi Bomtempo, explicou que a proposta se faz necessária no cenário global. “Temos de considerar os diferentes estágios de maturidade de países nos critérios estabelecidos na norma internacional de economia circular”, disse.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora