Avião de acidente de Campos revela esquema milionário com governo de Pernambuco

 
Jornal GGN – Investigações da Operação Vórtex, deflagrada hoje (31) pela Polícia Federal, revelaram que uma das empresas proprietárias do avião Cessna Citation, que transportava o ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), recebeu R$ 75 milhões durante a gestão de Campos no Estado (2010-2014).
 
A empresa é a construtora Lidermac, do segmento de equipamentos e construção. Seguiu obtendo contratos com o governo de Pernambuco inclusive após a morte do ex-governador, até 2016.
 
O desmembramento da Operação Turbulência, que investiga a propriedade do avião que transportava o então candidato à Presidência da República e que caiu em agosto de 2014, deixando sete pessoas mortas, entre elas o ex-governador, também revelou que um dos proprietários da empresa tinha como sócio Rodrigo Leicht Leão, genro do ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) José Múcio.
 
Além de Leicht, também foram levados coercitivamente para depor os outros três sócios da empresa que conseguiu, até 2016, um montante de R$ 87 milhões com o governo de Pernambuco.
 
 
A mesma empresa, Lidermac, doou R$ 3,8 milhões em 2014 a campanhas eleitorais, segundo informações da Polícia Federal. O Diretório Nacional do PSB, partido de Campos, recebeu R$ 500 mil, segundo registro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
 
A propriedade da aeronave foi questionada após os investigadores verificarem que a Lidermac transferiu R$ 159,9 mil para a empresa Câmara e Vasconcelos. Dois depois, essa empresa adquiriu a aeronave por R$ 1,7 milhão.
 
A Operação Turbulência já tinha encontrado indícios de que a Câmara e Vasconcelos foi uma das empresas que lavou R$ 600 milhões em esquema para abastecer as campanhas de Eduardo Campos ao governo de Pernambuco, em 2010, e inclusive de Marina Silva à presidência pelo PSB, após a morte do ex-governador.
 
Além de Campos, os delegados da PF não mencionaram quais foram os outros políticos e partidos que receberam doações da Lidermac, mas mencionaram que foram deputados federais, estaduais e diretórios de partidos políticos. 
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Arrependidos: ex-bolsonaristas que agora protestam contra o governo

12 comentários

  1. avião….

    Para a Lava Jato ter alguma credibilidade não pode ficar ninguém de fora (falando nisto e o resto do Judiciário? Um juiz mostra serviço e o resto dos outros 50 mil juízes, continuam nesta privada que é o Judiciário brasileiro?). Ou alguém acredita que desde o menor dos municipios até as maiores figuras politicas de todos os partidos, principalmente o sujo e traidor PSDB, tem alguém fora deste lamaçal qie é a Politica Nacional?  

  2. Condução coercitiva virou

    Condução coercitiva virou normal em nossa Proto-facista nação.

    O mal causado por Sujo Moro vai muito além da destruição da industria de ponta nacional, ainda que, sem dúvida, este seja o efeito mais nocivo de sua atuação frente a Farsa-Jato.

    Sujo Moro e Janota Baby Jhonson são criminosos, jamais deveriam estar onde estão. 

    Triste Brasil.

  3. Uxorilocais

    “um dos proprietários da empresa tinha como sócio Rodrigo Leicht Leão, genro do ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) José Múcio.”

    As tribos que habitavam a costa brasílica eram “uxorilocais”, isto é, os genros passavam à autoridade dos sogros depois de casados.

    • uxo….

      Jura: “a verdade vos libertará”. E esquerdopadas tupiniquins a dizer que elite são os outros? Basta cair o avião de autoridades para descobrirmos que neste país uma mão lava a outra. 

      • Se o Eduardo Campos era socialista, um pastor pedófilo é cristão

        O Eduardo Campos era tão socialista quanto um Pastor Evangélico pedófilo é cristão.

        O critério da verdade é a prática. Ou não, Sr. Zé Sérgio?

        Você tem cara de Dallagno-Morete. Posso até estar enganado.

  4. Bem lembrado o comentário

    Bem lembrado o comentário sobre, afinal, que estariam fazendo os demais 50.000 juízes. Boa pergunta. Talvez possamos dizer que estão trabalhando normalmente, “morrendo” de inveja da “fama” do desmoronado. Um, no riodejaneiro já embarcou na mesma canoa…

  5. PPs e PRs

        Lavagem de grana através de aeronaves, principalmente as “caras”, através de leasing ou financiamento, é mais velho que andar para frente, quanto mais “cara” melhor, pois “sobra” mais, tanto para desvios como para mostrar “prejuizo”, depende do que for mais interessante no momento.

  6. Escandaloso

    O que realmente impressiona é a lentidão que andam as investigações quando se trata de parceiros do GOLPE, os agentes institucionais parecem tartarugas, mas quando se trata dos adversários do mercado agem com a rapidez de lebres turbinadas.

  7. A corrupção no capitalismo independe do governo de plantão

    A corrupção é inerente ao sistema capitalista. Os países que têm uma corrupção mais controlada são aqueles que invadem países, escravizam e matam suas populações e pilham seus recursos naturais. Portanto, como o Brasil não é um desses países, ao contrário, é um país invadido, com a conivência da sua elite covarde, que tem sua população assassinada e escravizada e tem suas riquezas naturais pilhadas, fatos como esses não me surpreendem.

  8. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome