Juiz do TRF chama Lava Jato de “grandiosa” e nega pedido de Lula sobre triplex

Foto: Lula Marques

Jornal GGN – O juiz federal Nivaldo Brunoni, do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, negou, na tarde desta terça (9), o pedido da defesa de Lula para que o caso triplex seja suspenso, por até 90 dias, para que 100 mil páginas disponibilizadas pela Petrobras na última semana sejam analisadas no âmbito do caso triplex. O advogado Cristiano Zanin recorreu ao TRF após o juiz Sergio Moro negar o prazo.

Na decisão, Brunoni criticou o uso de Habeas Corpus por Zanin, dizendo que esse recurso só cabe quando ocorre flagrante ilegalidade durante um processo ou quando a liberdade do réu está ameaçada. O magistrado disse que não era o caso de acatar o HC conta a “grandiosa” operação Lava Jato. “A intervenção do juízo recursal de modo prematuro deve ser evitada, de modo a resguardar o curso natural das ações penais relacionadas à tão complexa e grandiosa Operação Lava-Jato.”

Além disso, Brunoni apontou que o depoimento de Lula em Curitiba, agendado para quarta-feira (10), às 14h, já causou comoção na opinião pública e mobilizou as forças de segurança do Estado. O juiz sinalizou que não seria “conveniente”, agora, suspender o caso triplex e adiar esse encontro, só porque a defesa alega que não teve tempo de analisar o volume de documentos entregue pela Petrobras às vésperas da audiência.

“(…) não pode passar despercebido que o interrogatório do réu, ato comum a qualquer ação penal, ganhou repercussão que extrapolou a rotina da Justiça Federal de Curitiba/PR e da própria municipalidade. Medidas excepcionais foram tomadas para evitar tumulto e garantir a segurança nas proximidades do fórum federal; prazos foram suspensos, o acesso ao prédio-sede da Subseção Judiciária será restrito a pessoas previamente identificadas e o trânsito nas imediações será afetado, medidas que vem mobilizando vários órgãos da capital paranaense”, observou.

Leia também:  Reforma eleitoral minou frente anti-Bolsonaro nas eleições 2020

O juiz também negou o pedido da defesa de Lula para ir à sede da Petrobras, como já havia permitido Moro, para selecionar os documentos que interessam ao julgamento do caso triplex. A estatal, que funciona como assistente da acusação contra Lula, se antecipou à banca de advogados e entregou uma supermídia com centenas de milhares de documentos, que totalizam as 100 mil páginas, sem classificação nenhuma. Isso ocorreu nos últimos dias, após sete meses de batalha por parte da defesa para ter acesso à documentação.

O juiz do TRF entendeu, contudo, que “é válida a juntada de documentação em meio digital, apesar de a parte interessada insistir em recebê-la ou acessá-la de forma diversa.” Além disso, escreveu que “ampla defesa não pode ser confundida com a possibilidade de a defesa escolher a forma que entender mais adequada para a prova, mesmo que sem qualquer utilidade prática. Ampla defesa não é o que a defesa quer, mas o que pode fazer à luz da concretização de todos os princípios constitucionais no processo penal.”

“A documentação juntada em meio digital é inédita para todas os atores processuais (defesa, acusação e juízo)”, admitiu Brunoni, que não “desconsidera que a existência de milhares de páginas para exame demanda longo tempo”. Porém, ele disse que “foge do razoável a defesa pretender o sobrestamento da ação penal até a aferição da integralidade da documentação por ela própria solicitada, quando a inicial acusatória está suficientemente instruída.”

Leia também:  Fachin e o exercício da dubiedade: a favor da Lava Jato e contra o punitivismo

Assine

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

21 comentários

  1. O magistrado disse que não

    O magistrado disse que não era o caso de acatar o HC conta a “grandiosa” operação Lava Jato. “A intervenção do juízo recursal de modo prematuro deve ser evitada, de modo a resguardar o curso natural das ações penais relacionadas à tão complexa e grandiosa Operação Lava-Jato.”

    O juiz Brunoni acabou de deixar bastante claro que ele está em uma cruzada religiosa contra Lula.

    O que diabos vocês estão esperando para dar um fim nessa palhaçada? Vão esperar até os escravocratas colocarem colares de ferro nos seus pescoços e grilhões nos seus pés? Ou vocês já se conformaram em serem escravos?

    • O que você sugere? que nos

      O que você sugere? que nos armemos com fuzis e partamos para Curitiba para matar Moro, os procuradores da Lava Jato  e depois para Porto Alegre para matar todo o 4º  TRF?

       

      Como nós, o povo, vamos “dar um fim a esta palhaçada”?

      • Desarmamento

        Foi a nossa ingênuidade de “esquerda” que nos colocou na campanha a favor do desarmamento. E agora????

        Será que  os 35% da população ,que é cativa de esquerda, estivesse em parte armada, teríamos o golpe? Seríamos vitimas de balas de borracha e pauladas. Defender desarmamento a partir de hoje para mim é irresponsabilidade da esquerda.

        Como já falado aqui, os coxinhas têm muito a perder, não vão enfrentar e correr o risco de morrer, o povo pobre já perdeu ou nunca teve. 

      • Vocês são por baixo 250
        Vocês são por baixo 250 milhões, os escravocratas não passam de um milhão. E a alternativa é viverem sobre outra ditadura ou até mesmo regredirem para um feudalismo moderno. Esperava uma decisão fácil? E os seus inimigos não são apenas o juiz farsante e a gangue dele.

        • Conta a verdade “somebody”:

          Conta a verdade “somebody”: tu és dono de fábrica de armas e estás querendo armar nossos bravos e inconformados cidadãos? Mandando ordem do império, pra ver o circo pegar fogo e tu saíres “de boa” e no lucro? Hummmm… sei.

    • sambarilovi

      Acho bisonhas as intervenções desse personagem, a nos dar ordens lá do alto, do norte, como se habitassem o paraíso na terra, como se os cidadão de sua amada terra estadunidense fossem o suprassumo da inteligencia na hora de escolherem seus governantes.

      Afinal, Trump ta aí para não me deixar mentir.

      E o Patriot act, em que entregaram ao Bush filho todos oos poderes para invadir a privacidade de todos os seus cidadão?

      Vem ca´, conta prá mim em que vocês são melhores do que nós?

      Só para te lembra: A Nação mais culta do mundo na década de 30/40, era a Alemnha e todos nós sabemos quem a governou e o que aconteceu com ea.

      Se mais alguma lição precisas aprender, procure o filme “A onda”, o primeiro, baseado em fatos reais ocorridos em uma universidade americana na década de 60 e filmado em preto e branco.

      Agora a pergunta que não quer calar: Quando é que vocês vão pegar no trabuco e abrir fogo contra Trump e sua gangue?

       

      Quer saber Sambar & Love, vai chupar prego.

      • É o seu pescoço que está em
        É o seu pescoço que está em jogo, não o meu. Eu devo me calar diante desses absurdos por não ser brasileiro? Bem, você é livre para fazer o que você quiser como sempre foi, apenas não diga depois que eu não avisei.

  2. Macon de merda!  Note se essa

    Macon de merda!  Note se essa “sobriedade” pos verdadeira aqui, por exemplo:

    “”foge do razoável a defesa pretender o sobrestamento da ação penal até a aferição da integralidade da documentação por ela própria solicitada, quando a inicial acusatória está suficientemente instruída.”:

    Isso eh, nao eh razoavel a defesa ler os documentos ja que a ta tudo bem pra acusacao.

  3. Brunoni TRF

    Contra argumentou com uma quantidade de detalhes menores, e não destruiu o argumento central de defesa. 100 mil paginas para serem analisadas em 2 dias é impossivel. Só não percebe quem não quer. 

  4. Acontece que semana passada

    Acontece que semana passada esse mesmo juizeco dispensou o Lula da oitiva de 87 testemunhas. Como é juiz-convocado e não desembarga titular, mudou ligeirinho pra não perder a boquinha e o acesso aos “padrinhos”. Bando é muito pouco. O arrazoado, então, mais português de Portugal, impossível: amontoado de mesmas coisas em favor da acusação. Muito suspeito. Mas, muito suspeito, mesmo. Pobre país de merrecas. Por exemplo: como juntar o pedido da defesa pela documentação e o fato de ela ter sido entregue apenas agora, de forma desconexa e escumlhambada? O que ele quer dizer com a inicial contemplar o todo e não ser necessário mais nada? Outro inquisitorial pré-julgador? Baita picareta, lamentavelmente. Espero que dê tempo de levar o caso ao stj (bah e argh).

  5. É, infelizmente ele adjetivou

    É, infelizmente ele adjetivou a operação e, juiz, juiz mesmo, julga o HC sem emitir qualquer tipo de opinião, deveria basear-se somente no que reza o cpp, cpc ou a constituição e, infelizmente, hoje em dia, tenho que digitá-las em minúscula mesmo. Prá mim, totalmente Parcial. Tá difícil encontrar um “Juiz” neste país.

  6. Força e firmeza Juiz Sergio
    Força e firmeza Juiz Sergio Moro as pessoas de Bem e que Amam esta Patria estao contigo

    Que DEUS lhe Ilumine No dia de amanha
    abs.
    Hugo Tarrago
    Lajeado – RS

  7. Indignado

    Então para que judiciário se o “direito” de defesa está no âmbito do “poder” discricionário do juiz? Gilmar mendes entendeu diferente quando a questão bateu no Aécio, mas a ninguenzada de piso “acha” que com Lula vale tudo. Ou reformamos o judiciário e o MP ou o Brasil acabará em uma ditadura judicial parquetiana, e aí, só guilhotina.

  8. “Grandiosa”?
    Não, já passou

    “Grandiosa”?

    Não, já passou disso há muito tempo. Já virou “enormosa”.

    E é essa coisa híbrida, monstruosa, inadmissível: operação policial e julgamento ao mesmo tempo.

  9. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome