Moro impede PF de expor combate à corrupção por Lula

Jornal GGN – A defesa do ex-presidente Lula emitiu uma nota à imprensa relatando o que chamou de mais um episódio de abuso praticado pelo juiz Sergio Moro em ação penal em que o petista é acusado de receber propina da Odebrecht. 

Segundo o advogado Cristiano Zanin, Moro “interrompeu o trabalho da defesa na oitiva do ex-diretor geral da Polícia Federal Luiz Fernando Correa, exatamente quando o depoente, na mesma linha dos ex-procuradores gerais da República Claudio Fontelles e Antonio Fernando Barros, também ouvidos hoje, discorria sobre o estímulo e condições materiais propiciados pelo então Presidente Lula no combate à corrupção e a lavagem de dinheiro.”

Zanin afirmou que os depoimentos são importantes para desmentir a tese da Lava Jato de que houve “corrupção sistêmica nos governos Lula. Moro, por outroa lado, “afirmou que indeferia o questionamento porque tais perguntas já haviam sido respondidas em outra ação e que sua continuidade resultaria em perda de tempo’.”

O juiz já havia iniciado uma polêmica em torno das testemunhas de Lula, ao tentar obrigar o ex-presidente a participar de todas as oitivas, sob o argumento de que o volume de convocados era abusivo. Moro chegou a sugerir que a defesa emprestasse depoimentos já colhidos no caso triplex.

Abaixo, a nota completa da defesa de Lula.

O cerceamento ao direito de defesa e o desrespeito à atuação dos
advogados mais uma vez se fez presente hoje (14/06) em audiência na
13ª Vara Federal Criminal de Curitiba, relativa à Ação Penal
5063130-17.2016.4.04.7000.

O juiz Sérgio Moro interrompeu o trabalho da defesa de Lula na oitiva
do ex-diretor geral da Polícia Federal Luiz Fernando Correa, exatamente
quando o depoente, na mesma linha dos ex-procuradores gerais da
República Claudio Fontelles e Antonio Fernando Barros, também ouvidos
hoje, discorria sobre o estímulo e condições materiais propiciados
pelo então Presidente Lula no combate à corrupção e a lavagem de
dinheiro.

É preciso registrar que o Juízo tem permitido, nas demais
audiências, que o Ministério Público Federal (MPF) formule perguntas
na mesma linha de outras já feitas anteriormente às testemunhas de
acusação – em audiências referentes à Ação Penal
5046512-94.2016.4.04.7000/PR – notadamente em relação aos delatores.
Moro afirmou que indeferia o questionamento porque tais perguntas já
haviam sido respondidas em outra ação e que sua continuidade
resultaria em “perda de tempo”.

A realidade é que o Juízo impediu a defesa de reforçar aspectos
relevantes, que desmentem o cenário de “corrupção sistêmica”
afirmado pelo MPF.

Diante da falta de provas que se verifica na acusação à Lula, é
lamentável que o Juízo recorra a tais expedientes e, junto com a
representante do MPF manifeste comportamento tão desrespeitoso à
defesa. Mais uma vez se atenta contra as prerrogativas profissionais, à
participação do advogado na administração da Justiça, como assegura
a Constituição Federal (art. 133) e as regras internacionais da
magistratura, dos procuradores e dos advogados. Tal conduta fere
igualmente as garantias fundamentais do ex-Presidente Lula.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Eleições 2020: Ministério registra 254 ocorrências e 53 prisões

18 comentários

  1. Perda de tempo
    O inquisidor acha perda de tempo com a defesa porque a sentença já esta pronta, Lula já foi condenado na convicção dele.

    Esse mesmo que disse que não investigava propina antes de 2003 “porque não havia nada a investigar”, tese que já se provou falsa. Se errou antes, por que nao erraria agora?

  2. Onde?

    Mui interessante . Corrupção? Sistêmica? Nunca, jamais!!! Somos um país sério.

    “A realidade é que o Juízo impediu a defesa de reforçar aspectos

    relevantes, que desmentem o cenário de “corrupção sistêmica”
    afirmado pelo MPF.”

  3. No Pais do faz de conta

    Em tempos em que tudo se fabrica, até ações penais, quem quer a verdade? A peça de acusação do MPF é tão pifia, que é inacreditavel que essa pantomima continue.

  4. Mas a cada vez que ele 

    Mas a cada vez que ele  afronta o direito de defesa de Lula ele dá mais um passo no caminho que conduz ao fim que terá. E acho que não será tão glamuroso…

  5. Até que ponto nossa

    Até que ponto nossa legislação não é a responsável pelo poder discricionário de que gozam diversas autoridades entre nós? Esse poder discricionário sempre carregado de autoritarismo, presunção, ausência de espírito público tão presente no nosso dia a dia pode ser visto da base ao topo da nossa pirâmide.

  6. O Dallagnol tem prova e convicção do combate à corrupção pelo PT

    “Até o governo Dilma avançou propostas contra a corrupção muito melhores que as que foram aprovadas”. – Deltan Dallagnol

  7. Este moro confirma aquilo que

    Este moro confirma aquilo que venho dizendo desde 2014: A lava rato JAMAIS teve QUALQUER intenção de combate a corrupção.

    Exatamente por causa do respaldo dado lava rato, a presidenta que não permitia a corrupção(fato escancarado pelos próprios delatores da lava rato) foi derrubada pelos maiores ladrões que já pisaram estas terras e NUNCA foram sequer incomodados pela república de curitiba.

    Este Moro é bandido togado que blinda o psdb = partido dos safados deletérios do brasil.

  8. Vamos combinar uma coisa

    Vamos combinar uma coisa ?

    Lula não é honesto.

    Se a desonestidade dele merece condenação, é outra história.

    Mas honesto ele não é.

    • Honestidade

      Vamos combinar uma coisa?

      Só se pode alegar que alguém é desonesto se houver prova de sua desonestidade.

      Desde o tempo do “três em um” se tenta achar desvios na conduta de Lula.

      E o que é que se tem?

      Aponte-nos uma prova, um indício de prova, um resquício de prova.

      Percebe-se facilmente sua linha de pensamento: se o réu não prova sua inocência ele é culpado.

      Tu não és anarquista e muito menos sério…

    • Sua opinião não é prova judicial

      Sua opinião ou palpite sobre Lua ser ou não honesto não têm o menor valor, pos não constitui prova judicial. Para condenar alguém é preciso provar que cometeu crimes. E contra Lula, caçado há 40 anos, não foi encontrada nehuma prova capaz de embasar uma condenção judicial.

      Se você não confia em Lula ou não o considera honesto, mesmo assim não tem o direito de acusá-lo sem provas. O que você pode fazer é negar-lhe o voto.

    • Vamos combinar também que Lula assassinou Kennedy

      Ao permitir que u meteoro atingisse a Terra violentamente, o Lula é o culpado pela extinção dos dinossauros. Um dia combinaram que Jesus Cristo era culpado. O resultado todo mundo sabe

      Não existe presunção de inocencia para preto, pobre, puta e petista. Com a elite nojenta e seus lambe-botas é assim.

  9. O tempo

    para o amigo do traficante e esposo da ladra, cumprir suas obrigações no contrato que fez, está acabando, por isso corre para entregar e logo depois ir para os eua desfrutar da comissão que recebeu no caso Banestado

  10. Moro comete esses abusos e crimes porque tem costas quentes

    Sérgio Moro comete crimes continuados, de maneira contumaz, porque tem costas quentes, guarida do TRF4 – que já admitiu o Estado Fascista de Exceção. Como agente e representante da CIA-NSA-DoJ-FBI e outras agências e departamentos de investigação e espionagem dos EEUU, Sérgio Moro está liberado para essas ações criminosas, sempre incensado pelo PIG/PPV. A burocracia estatal (PF, MP e PJ) foi cooptada pelo alto comando internacional do golpe e a ele serve; o PIG/PPV  sempre esteve a serviço desse alto comando. E as FFAA e a cúpula do Judiciário estiveram e estão omissas, cúmplices e coniventes com a trama golpista.

    A brava e competente defesa do Ex-Presidente Lula deixou sérgio moro, nu, exposto, com a brocha na mão. A ONU está de olho em sérgio moro; se condenar Lula sem provas, o prestígio internacional do torquemada ficará  na lama. Os chefes de sérgio moro pressionam e cobram a entrega da “encomenda”, que torna-se cada dia mais difícil. 

    As fotos aos cochichos e gragalhadas como senador afastado e quase denunciado por diversos crimes e quase cassado, Aécio Cunha, além de outras ao lado de João Dória Jr., a quem o PIG/PPV já colocou em fritura branda, de Pedro Taques, governador de MT, também acusado de corrupção, além daquelas em que o juiz de piso recebe homenagens e rapapés dos irmãos Marinho  deixam o torquemada das araucárias mais do exposto: ele está irremediavelmente desmascarado e enfraquecido. Se contra Lula e Dona Marisa Letícia sérgio moro ruge como um leão, contra Eduardo Cunha e contra ‘MT’ ele mia como um gato de armazém.

    sérgio moro e seu partido, o PSDB, estão na lama e na fossa, de onde dificilmente conseguirão sair.

  11. DILMA JÁ!…

    Alguns algozes do Lula já estão pagando… uns até já estão na cadeia, outros a caminho… parece que é mesmo uma verdade! tarda mas não falha!

  12. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome