Morre ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no Supremo

Jornal GGN – O ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, faleceu nesta quinta (19) vítima de um acidente aéreo no Rio de Janeiro. Teori estava a bordo de uma nave de pequeno porte que caiu em Paraty com mais três pessoas a bordo, todas vítimas fatais. As identidades ainda não foram reveladas pelo corpo de bombeiros.

No Facebook, minutos antes da confirmação da morte, o filho de Teori, Francisco Zavascki, confirmou que o magistrado estava a bordo e pediu um “milagre” pela vida do pai. Também pela rede social, foi Francisco quem confirmou que a morte de Teori Zavascki foi informada oficialmente à família.

Relatos de moradores da região ouvidos pela equipe da Rede Globo indicam que estava chovendo no momento da tragédia e que uma das pessoas a bordo, que seria uma mulher, teria pedido ajuda, mas não sobreviveu.

Teori teria interrompido as férias para despachar nos autos da Lava Jato nesta semana. O portal Agência Brasil informou que o magistrado pediu diligências em pelo menos 10 das 77 delações premiadas da Odebrecht, que estão aguardando homologação no Supremo.

A imprensa, agora, especula qual será o destino da Lava Jato no Supremo. Um novo ministro deverá ser nomeado pelo presidente Michel Temer, mas a relatoria da operação deve ocorrer por sorteio.

Teori integrava a Suprema Corte desde novembro de 2012 e foi indicado pela ex-presidente Dilma Rousseff.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Desembargador que votou a favor de interesses de Flávio Bolsonaro está na mira do CNJ

94 comentários

  1. Fato concreto

    É oficial, tragédia à parte, vamos ao fato concreto e real: abriu-se uma vaga no STF. Se o PT, em 13 anos, produziu um verdadeiro desastre ferroviário que foram as indicações de nomes ao STF, o que virá com esse governo de amontoado de bandidos? As apostas: 

    1.  Alexandre de Moraes – um exílio dourado, a vaga aberta vem a calhar, precisa demitir o cara, nada melhor do que uma cadeira no STF;

    2. Janaína pombagira Paschoal. Acerto de contas, por relevantes serviços prestados

    3. Sergio Moro. Dispensa explicações. 

    4. Completem 

    • Janot, Moro não

      Moro nào tem cacife para tanto. Se o MPF mostrar força, talvez Janot.

      Do PMDB eu não apostaria em Moraes.

      • Nem eu, mas principalmente

        Nem eu, mas principalmente por que ele (ainda) não é do PMDB, é tucano. Mas a “alquimia” dessa nomeação talvez seja óbvia demais.

        Tem que ser alguém de mais peso, acho. Tipo o Reale.

        Mas o grande problema é que alguém de peso pode não querer manchar sua biografia com uma nomeação ilegítima. Teremos uma repetição do fiasco da Cultura, quando só foi possível emplacar o sexto nome, assim mesmo mediante uma capitulação – a recriação do Ministério – e, para completar, só para sair meses depois, arrastando consigo um peso pesado como o Geddel?

    • Para quebrar aquele clima

      Para quebrar aquele clima pesadão, que tal uma jovem, bela, simples e de bons predicados, que tal?

    • Pior que deve ter um novo

      Pior que deve ter um novo sorteio da relatoria da lava jato,e ja até imagino com quem vai ficar.

    • opinando

      -Janota

      -FORA TEMER com a sua renuncia à presidência usurpada

      -Marcolla

      -Fernandinho beira mar

      -Fechar definitivamente o valhacouto stf?

    • Para a vaga de Teori

      o premiado é, alexandre “sinistro”moraes, o cambono de cientista louco que, finalmente,  vai gozar de inamovilidade, irredutibilidade de vencimentos e vitaliciedade. Quem duvidará de seu notável saber jurídico e reputação ilibada?

       

  2. A estilista Glorinha Kalil bem que avisou

    Por volta do final de novembro, Glorinha Kalil bem que avisou que a cor mais quente do verão 2017 no Brasil seria o verde-oliva. 

    • Resposta no paragrafo “IV –

      Resposta no paragrafo “IV – Em caso de … Ou morte  a) pelo ministro nomeado para sua vaga.”

      A gandaia vai continuar sem incômodos.

      Ou alguém acredita que o Temer vai nomear um inimigo? 😀 😀 😀

  3. Mais uma tragédia

    E agora, qual ministro no Supremo vai comandar as investigações da Lava Jato ? Na verdade, a pergunta é, quem tem condição moral e credibilidade no STF hoje para comandar essa operação com todas as pressões que dela decorrem.

    • A pergunta não é “quem tem

      A pergunta não é “quem tem condição moral e credibilidade no STF”. A pergunta é: Quem tem coragem, depois dessa intimidação. Só se o moro acertar com a Suprema Corte nos EUA…. para continuar  essas investigações.

  4. Redistribuição aleatória da relatoria

    Com certeza irá cair “aleatoriamente” no colo de Gilmar Dantas, segundo Noblat.

  5. Exatamente a pessoa que iria

    Exatamente a pessoa que iria decidir quais delações iriam “valer” e quais “não iriam valer”, logo decidindo que políticos seriam atacados e quais seriam poupados… Que conveniente.

  6. Aposto que novo relator será

    Aposto que novo relator será o sortudo de sempre quando o processo é de interesse do PSDB.

     

  7. Relatoria

    Pelo RISTF

    Art. 38: “O Relator é substituído: IV – em caso de aposentadoria, renúncia ou morte: a) pelo Ministro nomeado para a sua vaga”.

  8. De tragédia em tragédia a

    De tragédia em tragédia a direita alça vôo.

    Teoria da conspiração? É somente analisar as circunstâncias, os beneficiários (ou possíveis) e os acidentes aéreos ocorridos nos últimos tempos. Desde menino, interferências em equipamentos eletrônicos de aeronaves já era possível com equipamentos de oficinas caseiras.

    Quem seriam os próximos alvos da lava jato?

    Salvo engano, quem herdará os processos de Teori, será o novato indicado por TemerPMDBPSDB.

    Atualmente, nada é mais vulnerável a interferências no Brasil que urnas eletrônicas e equipamentos de aeronaves.

  9. e o relator da lava a jato…

    morre em um, assim chamado, acidente aeronáutico, …. é pra se pensar, …. e nem precisa pensar muito …

    lembram-se das eleições presidenciais ? … outro acidente aeronáutico com o Eduardo Campos… é, …. coincidência ?

    se você não é amiguinhos dos tucanos, … viajar de avião , hoje em dia, ….tá ficando muito perigoso!

    • … Sim claro, Campos que era terceira ou quarto na corrida eleitoral e um ministro do STF, STF que demora 10 anos para julgar uma ação, essas pessoas eram tão importantes que alguém daria-se ao trabalho para matar.!!?!?!?!!?!?!?

    • Vamos rememorar quantos já

      Vamos rememorar quantos já morrerram de acidentes aéros por lá?

       

      John-John? E uma que nunca engoli, John Denver, que tinha uma instituição que criticava o consumismo estadunidense, por texto de um de seus cds soube que os estadunidenses eram 5% da população mas consumiam mais da metade dos recursos produzidos no mundo……….

  10. Oportunidade para conciliação PT PMDB?
    Nao esta mais quem ia estragar a pizzada. Agora me parece que o caminho está aberto para reconciliação.

  11. Em condições normais de

    Em condições normais de temperatura e pressão eu consideraria uma tragédia. Bem, não deixa de ser uma tragédia, só que estamos vivendo uma época tão insana que, em sendo Teori Zavascki quem foi e o que estava em suas mãos, eu me permito suspeitar que não foi uma tragédia acidental, mas uma tragédia provocada. 

    Também diziam por ai que a Lava Jato não tinha o dedo dos EUA, mas os fatos estão mostrando outra coisa, portanto…

  12. A quadrilha chegou ao STF!

    Adeus Brasil!!! Quando as esperanças já eram pequenas, vem esse ataque nuclear!!!

    O blocão PSDB/PMDB/Mídia/Multinacionais tomou todos os poderes!!! 

    Na mesma planilha de propina está o Presidente e o governador do maior Estado do país… na Mídia o controle é total… agora o judiciário, que estava no bolso, vai ganhar mais um defensor para rivalizar com Gilmar Mendes.

    O PT e a esquerda completamente acabados… a classe-média lobotomizada… os pobres oprimidos nos guetos… uma crise econômica sem fim… o cenário é péssimo e piora a cada dia…

    Qual a única oposição a esse monstro??? Meia dúzia de blogs progressistas sem financiamento! Se Ministro, presidenciáveis desaparecem em plena luz do dia, ex-presidentes são perseguidos… imagina cidadãos comuns???

    O Anti-Cristo vai nascer no Brasil… as tronbetas do inferno já estão tocando no bananal! Salve-se quem puder!!!

    • Coincidência, hein?!

      Pois é esse deputado que disse a jornalistas que estava com Temer no momento em que este recebeu a noticia do acidente e de que o mesmo teria “mudado de semblante” e piriri e pororo.

  13. Que momento estranho para

    Que momento estranho para Zavascky sofrer um acidente. Um dia depois de Temer dizer que nenhum ministro denunciado na lava jato será afastado. Se não é estranho, que sina é essa que está condenando o Brasil em vez de condenar quadrilhas que estão no poder? Estranho, estranho, estranho…

  14. Depois dessa, alguém ainda acha que o Moro está calmo?

    Não sou adepto de teorias da conspiração, ontem participei com alguns comentários lá no post do Wilson sobre a descidfa dos americanos na Lua. Só que este caso é muito diferente. Pode ser coincidência? Claro, o acaso é para isso mesmo. Mas é muito difícil ser uma obra do acaso. Nessa altura, acho que um certo juiz federal de Curitiba já fez algumas ligações para a Universidade procurando saber se aquela estada dele numa universidade americana pode ser antecipada. O quanto antes. 

  15. Antes de tudo, o meu lamento

    Antes de tudo, o meu lamento pelo ocorrido no qual seres humanos abreviaram suas já breves passagens pelo que chamamos Vida. O ministro Teori é o mais destacado em função do alto cargo que exercia de ministro do STF e, mais singularmente ainda, era o responsável pela homologação de uma mega delação premiada que certamente iria balançar os alicerces dessa já claudicante República. Entretanto, a morte nivela tudo. 

    Emergem, como já era de se esperar, as sempre presentes teorias da conspiração. “Claro” que sem desconhecer que mau tempo(condições presentes no momento do acidente), erros humanos e falhas mecânicas também derrubam aviões. 

     

     

    • Também lastimo.
      Mas gostaria

      Também lastimo.

      Mas gostaria de entender porque se permite voos com mau tempo e ainda por cima com tão importante figura da Repúiblica Acidentes áereos são proporcionalmente poucos, então  porque  voar com mau tempo em aeronaves pequenas?

       E por falar nisto em que pé ficaram as investigações sobre o acidente do Eduardo Campos. Não me lembro se terminaram ou não e se terminaram quais  as conclusões. Você sabe?

       

  16. Notório saber jurídicp e reputação ilibada no mundo do crime

    Acho que o Temer vai indicar o Ives Gandra Caduco, pois o critério dos golpistas para indicar alguém ao $TF não é notório saber jurídico, mas babação de ovo e reputação ilibada entre os criminosos. Qualquer idiota pode ocupar o posto do Teori.

    Não gostava dele, mas já que morreu, que Deus o tenha sob sua proteção. Se é que Deus existe de fato. Se não existir, que a terra lhe seja leve.

    Arriverderci, Teori

  17. Mortes cujas suspeitas são de assassinato

    Prezados,

    Nesta república bananeira o assassinato de políticos importantes, ex-presidentes da república, juízes, etc., é relativamente comum. Cito alguns casos até hoje não esclarecidos oficialmente, mas cujas suspeitas indicam atentados e assassinatos

    1) Getúlio Vargas;

    2) João Goulart;

    3) Juscelino Kubtscheck;

    4) Carlos Lacerda (o corvo);

    5) Tancredo Neves;

    6) Ulysses Guimarães;

    7) Eduardo Campos;

    8) Teori Zavascki

     

    As desconfianças de que se trata de um atentado ou mesmo algo pactuado são grandes. Notem a imprudência que é um ministro do STF, relator de processos dessa midiática operação Fraude a Jato, envolvendo políticos graúdos de vários partidos, viajar num avião de pequeno porte, com pouca autonomia, que voa baixo. Se considerarmos o período em que a viagem ocorria, ás vesperas de homologação de acordos de delação premiada, que poderiam derrubar o governo golpista, por estarem envolvidos nas denúncias toda a quadrilha chefiada por michel temer, constatamos não só uma TREMENDA IMPRUDÊNCIA E IRRESPONSABILIDADE, mas algo que sugere até mesmo um pacto de morte.

    Pela reação fria de michel temer, infere-se que o usurpador pode estar por trás da trama que resultou no possível atentado.

    A classe média e analfabeta política, os que tiveram o cérebro lavado pelo ódio nazifascista, os coxinhas, os reacionários, toda essa turma que chegou a acusar o PT, a presidenta Dilma, quando o avião em que viajava Eduardo Campos caiu, matando todos os ocupantes, em 13 de agosto de 2014, deve agora calar a boca, parar de dizer e escrever besteiras, colocar os dois neurônios  para funcionar e perceber o que as quadrilhas golpistas (da política e da burocracia estatal – PF, MP e PJ) e o alto comando internaconal e nacional do golpe de Estado são capazes de fazer. 

    Definitivamente, o Brasil não é para amadores.

     

    • O Brasil tem mais de 8 milhões de km² mas o três ultimos

      da sua lista foram todos em acidentes aereos no ESTADO DE SÃO PAULO?? Todos os três beneficiando ao PMDB e PSDB ???? Não é coincidência, eles estão dispostos a qualquer coisa.

  18. Como pode um réu indicar seu próprio julgador? O Supremo, que…

    Como pode um réu indicar seu próprio julgador? O Supremo, que tem inovado constantemente para prender presidente da Câmara e impedir a sucessão presidencial do presidente do Senado, poderia inovar e impedir que um presidente da república nomeie seu próprio julgador. Vamos ver se a presidenta da corte Carmem Lúcia vai permitir o escárnio vencer o cinismo?

  19. Quem será o próximo ministro relator?

    O novo ministro nomeado pelo Presidente Michel Temer não será o relator da Lava Jato! O caso será redistribuído pela Presidente aos demais membros da 2a. Turma do STF. Portanto, poderão ser o novo relator os seguintes ministros:

    Gilmar Mendes

    Ricardo Lewandowski

    Dias Toffoli

    Celso de Mello

    Ou seja, a delação da odebrecht está com a faca no pescoço. 

    • todos os fdp foram usados.

      todos os fdp foram usados. desde os caipiras deslumbrados de Curitiba aos empertigados togados de Brasília. desde os iludidos com os falsos milagres do Lulismo aos batedores de panela da “cruzada contra a corrupção”.

      mas “A Lava Jato é maior do que nós”. maior do que todos os marionetes deste pérfido teatro de sombras. pouco a pouco, já não havia mais ninguém manipulando os cordéis, a não ser as próprias trevas. e uma voz ainda ecoa pela escuridão: “Que Deus tenha misericórdia desta nação”.

      agora todos estão passando pelo moedor de carne… inclusive nós, os que nunca se deslumbraram, se empertigaram, se iludiram ou aderiram a nenhuma cruzada moralista.

      o poder que dá o golpe, não é o poder que consolida o golpe. mas desta vez, ao se descascar camada por camada, nada há no centro da cebola. um vácuo que só pode ser preenchido de fora, por um outsider.

      não há retorno. não há saídas. apenas fuga para a frente. 2018, um ano definitivamente longe demais. nenhum futuro, apenas um karma instantâneo. stay alive.

      contagem regressiva final para a tentativa de posse de Trump…

      vídeo: “INSTANT KARMA” John Lennon

      [video:https://www.youtube.com/watch?v=BXF9A3oWnho%5D

      .

       

      • O circo e o vilarejo

        Quem chorava já não chora, quem cantava desafina
        Porque a dança só termina quando a noite for embora

        Vai, vai, vai terminar a brincadeira
        Que a charanga tocou a noite inteira
        Morre o circo, renasce na lembrança
        Foi-se embora e eu ainda era criança

        [video:https://www.youtube.com/watch?v=huPhWmvZvUM%5D

        Vontade de sair por aí e ir ser maluca beleza. Esquecer tudo e viver num vilarejo bem distante, sem comunicação, de preferência entre o rio e o mar.

        [video:https://www.youtube.com/watch?v=WibtVWwW-EA%5D

        Há um vilarejo ali
        Onde areja um vento bom
        Na varanda, quem descansa
        Vê o horizonte deitar no chão

        Pra acalmar o coração
        Lá o mundo tem razão
        Terra de heróis, lares de mãe
        Paraíso se mudou para lá
        Por cima das casas, cal
        Frutas em qualquer quintal
        Peitos fartos, filhos fortes
        Sonhos semeando o mundo real

        Toda gente cabe lá
        Palestina, Xangri-Lá
        Vem andar e voa
        Vem andar e voa
        Vem andar e voa

        Lá o tempo espera
        Lá é primavera
        Portas e janelas ficam sempre abertas
        Pra sorte entrar

        Em todas as mesas, pão
        Flores enfeitando
        Os caminhos, os vestidos, os destinos
        E essa canção
        Tem um verdadeiro amor
        Para quando você for

         

        • Morre ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no Supremo

          vc está boiando, com a cara metida dentro d’água, olhando prá baixo, respirando por um tubo e completamente sem noção do que acontece acima e ao seu redor…

          .

          • Faço o que gosto

            Mergulho para estudar e fotografar a fauna aquática e marinha e voo para divertir! Não perco meu tempo fazendo papel de intelectual de merda e escrevendo estrume reacionário e incompetente! Prefiro ler e estudar a história para comentar as imbecilidades escritas por alguns dejetos flutuantes.

      • Arkx,você é do bem,gosto do
        Arkx,você é do bem,gosto do escreve na maioria das vezes.Mas receba como um conselho.Quanto mais escrevermos maiores se tornam as possibilidades de erros e falarmos de bobagens.Esqueceu-se rapidamente do Chora Dilma,chora.

  20. Ninguém com um pingo de

    Ninguém com um pingo de humanidade pode gostar da morte de outro ser humano, e como tal acho lamentável a morte desse juiz do supremo. Mas como muitos que lêem este blog, qcho que o teori pode ter sido vítima desse  grupo de bandidos que tomou de assalto do poder com a colaboração, via omissão, do próprio teori. Desculpe  a sinceridade mas é isso que penso.

  21. Esse  “acidente”, não estaria

    Esse  “acidente”, não estaria na conta da “pavorosa matança”, hein????? E cadê o vidente carlinhos vidente (cachoeira)(??), que não previu nem as rebeliões nos presidios e nem esse “acidente”???

  22. Recado claro: os golpistas não estão para brincadeira

    Quer recado mais claro do que este “acidente” para os eventuais “rebeldes”  ou “independentes” do STF,  PGR, PF e  Vara de Curitiba?

    O recado é: Investiguem e punam apenas no PT. Se as investigações chegarem até nós (centrão, PMDB, PSDB) você pode sofrer um “acidente”.

    Aposto com quem quiser que a relatoria da Lava-jato vai Gilmar ou alguém de seu grupelho.

  23. é a audácia dos inimputáveis.

    Quando uma quadrilha de bandidos corruptos toma de assalto o poder e é blindada pelo esquema jurídico-midiático do país começam a acontecer fatalidades extremamente convenientes.

  24. Prestou o seu seu papel

    Prestou o seu seu papel …

    Tal como Eduardo Cunha foi descartado  após prestar o seu papel, o Tutor do Golpe foi descartado. Não tinha mais utilidade aos golpistas e até poderia representar perigo para o golpe engendrado pela quadrilha que assaltou o poder, com apoio da elite e da midia brasileira e dos tucanos.

    Foi o preço.

    Um momento fugaz em seu curriculum.

     

  25. Teori Za foi-se. Era pouco político e muito técnico

    Gilmar, Fux, Celso de Mello e Carmem Lúcia são pouco técnicos e muito políticos, Marco Aurélio tá na média.

    Quem será o próximo?

    A vida não vale nada para esse governo golpista. O Secretário Nacional da Juventude afirmou que deveria haver uma chacina toda a semana, enquanto o Ministro da Jusbosta afirmou que está tudo sob controle pois ainda há muitos presidiários vivos.

    • Eu ia te dar 1 étoile, mas fica frio, ela vai pro Teori Ilitch
      a morte de um burocrata é mero deslocamento de uma peça no mórbido xadrez da burocracia… ). A reação dos colegas à morte de Ivan Ilitch Zavascki revela total ausência de afetividade e define muito bem sua consciência coletiva: em vez do sentimento natural de perda de um ser humano, e ainda mais colega de quem, segundo o narrador, “todos gostavam”, todos, porém, e sem exceção, começam a pensar em como a subida de um deles ao posto antes oculpado pelo morto provocará promoções em cascata que beneficiarão cada um e trarão como consequente melhoria dos vencimentos. Nenhum apego à vida do outro, a morte de um burocrata é mero deslocamento de uma peça no mórbido xadrez da burocracia. Um dos burocratas chega até a pensar em transferir do interior para a capital um cunhado, irmão de sua mulher, para deixá-la contente e evitar que continue a acusá-lo de nunca ter feito nada pelos familiares dela. A essa banalização das relações humanas no ambiente de trabalho somam-se, como diz o narrador, um sentimento de alegria em cadaum dos colegas, “porque morreu ele, e não eu”, e a queixa dos conhecidos mais íntimos por terem de cumprir a chatíssima obrigação de assistir às cerimônias fúnebres e fazer uma visita de condolências à viúva, que, para o desânimo e o aborrecimento deles, mora muito longe. Em pleno velório, os colegas de Ivan Ilitch, inclusive Piotr Ivánovitch, seu ex-colega de curso de direito, se fazem presentes mas não estão ali, seus pensamentos os deslocam para a mesa de jogo, eles piscam uns para os outros para lembrar o jogo, decidem que esse “incidente” não pode impedir que eles passem uma noitada agradável à mesa do carteado. Piotr Ivánovitch acha que o ocorrido com Ivan Ilitch foi uma aventura exclusiva deste, portanto, totalmente estranha a ele. Por isso, os colegas não têm razão para cair em desânimo. Que se dane o morto! E realmente terminam a noite à mesa do carteado, exceto Piotr Ivánovitch, que a viúva retém com a finalidade de que ele, como “amigo” do morto e conhecedor profundo da burocracia, indique-lhe a maneira apropriada de arrancar o máximo de dinheiro do erário. Como ele lhe diz que além daquilo a que ela tem direito é impossível, ela o dispensa. O corpo do marido está sendo velado, e na sala contígua a mulher trata de extorquir o erário, e assim o autor põe a família de Ivan Ilitch no mesmo sistema de consciência coletiva de seus colegas burocratas. Família e burocracia, juntas, fazem parte de um mesmo sistema de valores, do mesmo ciclo da morte no qual Ivan Ilitch imolou-se em vida, o que nos lembra a opinião de Phillipe espécie de padrão, de indicador do caráter de uma civilização” (Apud Guriêvitch, ibidem.).Ivan Ilitch é objeto e também sujeito desse tipo de civilização, namedida em que lhe dá continuidade e reduplica em sua práticapráticaforense a ideologia que a sedimenta. Herda-a do pai, burocrata de carreira,“membro inútil de instituições inúteis”, que, não obstante, terminaa carreira em posto elevado e de altos vencimentos como peça deuma engrenagem burocrática que mantém e promove gente inútil, porém dócil a todos os mandos e desmandos que vêm de cima e principalmente dotado de um faro de cão para sondar ossos que cheirema vantagem no quintal da burocracia. Graças a isso e apesar de sua inutilidade, o pai consegue cavar para Ivan Ilitch o posto de funcionário especial do governador de uma província, de onde começará sua carreira. Isto faz dele um continuador do mesmo sistema burocrático herdado do pai e imune às vicissitudes do tempo que parece estagna-do, pois a história de vida do pai está organicamente ligada em um continuum do filho, que não sofre nenhuma evolução no sentido humano e termina a carreira com vencimentos e posição no estamento burocrático idênticos aos do pai, reduplicando os mesmos valores e omesmo caráter de civilização referido por Ariès e Chaunu. Ao contrário do pai, descrito pelo narrador como um burocrata cinzento, Ivan Ilitch é homem de talento. Já no início de sua trajetória revela ricos pendores para as diversas funções e o convívio no ambiente de sua futura carreira, uma postura simpática e digna perante superiores e inferiores, firmeza e honestidade no cumprimento de suas atribuições… https://periodicos.ufsc.br/index.php/fragmentos/article/viewFile/30465/25288

       

  26. Está cheirando mal, muito mal…

    Morrer significa parar de respirar, de comer e de usufruir das benesses que o dinheiro e as facilidades costumam proporcionar enquanto existe vida. Viver independe se o exercício se dá no seu país ou em terras estranhas ao próprio nascimento.. Eu só acredito na morte do Teoria se o corpo aparecer, estiver identificado e houver testemunha idônea de que era ele mesmo dentro do caixão. 

    Obs: numa outra época não muito distante durante uma fase de grande turbulência política no país, também houve uma declaração oficial de morte tendo como causa a queda de uma aeronave. Devido a natureza do acidente não houve corpo capaz de possibilitar o reconhecimento, mas o exame de dna, diga-se, concluído em prazo mais do que record, satisfez a formalidade para todos os fins inclusive a da opinião pública já que era de pessoa conhecida.. As fotos e o comportamentos observados no velório do “morto”, chamado de veloriomício por muitos, falam por si só; Foi chocante e constrangefor saber das piadas e das poses para selfies sobre a urna do falecido.. Depois da tragédia,, o gosto da viúva pelas viagens internacionais frequantes e demoradas,, que antes eram raras, chamaram ateção até dos empregados e das pessoas mais próximas apesar de não tão íntimas. Nesse caso específico o evento morte não conseguiu liquidar a fatura. Morte? 

    Golpes de Estado usam e abusam do evento morte [morte nos 2 sentidos, o real-oficial ou o do sumiço estratégico de falsa bandeira prá ingles nenhum botar defeito] por causa da sua repercussão a contento quanto aos resultados  Pena que getúlio levou a sério e se foi dessa vida. Podia ele fazer como muitos outros e todo ano comer peru de natal gringo… 

     

     

  27. Como dizem os espanhóis: “No creo em brujas. . .

    Como dizem os espanhóis: “No creo em brujas, pero que las hay, las hay”. Muito estranho e conveniente esse acidente, quando a esquerda apostava todas suas fichas que entre as delações a serem relatadas pelo ministro recém falecido Teori Zavascki haveria nomes envolvidos de alto escalão da direita golpista, como o derrotado Aécio Neves e o próprio presidente golpista Michel Temer.

  28. Eu e Mino Carta continuamos
    Eu e Mino Carta continuamos esperando até hoje que uma alma Santa nos informe qual o local dos cemitérios se enterram os fariseus,somos novamente ignorados.Não estamos falando do Ministro Teori.A propósito vocês cadastrados e cadastradas que aqui aportam,de inteligência diferenciada dos demais participantes de outros blogs,não acham que essas duas passageiras não estão demorando muito de serem identificadas.Se fossem a Irmã Dulce e Da.Zilda Arns,saberíamos primeiro que o Ministro Teori e o outro mangano.Vocês não acham?

  29. Em primeiro lugar, qualquer

    Em primeiro lugar, qualquer que seja o indicado para substituir Teori Zavaski, ele será ilegítimo. O governo é ilegítimo, e essa ilegitimidade contamina todas as suas nomeações. É inimaginável que um ministro ilegítim, nomeado por um governo sob suspeição, o venha a se assenhorear dos autos dos processos que estavam sob a tutela de Zavaski.

    Em segundo lugar, não tenho a menor ideia de se essa morte foi um assassinato premeditado ou só uma infeliz coincidência. Até por que não tive acesso a nenhuma perícia, investigação, ou o que seja. Mas, a morte do Zavaski – a morte do “cara fechado”, do “burocrata”, do ministro “nomeado pela Dilma”, com quem “ninguém tem ligação”, nas imortais palavras do ex-ministro ilegítimo Romero Jucá, em sua memorável conversa com Sérgio Machado, só pode interessar a quem quer “estancar a sangria”.

    Em terceiro lugar, lembro o assassinato de João Pessoa, então ex-candidato a vice-presidente da República na chapa de Getúlio Vargas nas eleições de 1930. Hoje sabemos que não foi um crime político contra um opositor à política do “café-com-leite”, mas o resultado das intrigas internas da oligarquia paraibana. Mas nem por isso o assassinato de Pessoa deixou de ser o estopim da derrubada do governo de Washington Luiz.

    É preciso investigar o fato, é evidente. Mas nem a mais escorreita investigação, se apontar para um simples acidente, evitará que a opinião pública desconfie, para a eternidade, que a remoção do “burocrata fechado com quem ninguém tem ligação” foi conveniente demais para ser acidental. Principalmente se o Supremo, daqui para a frente, se acovardar diante da tarefa de levantar a tampa que ainda cobre a corrupção tucana neste país.

    Ainda mais por que é o segundo acidente de avião, em três anos, que sacode a história política do Brasil.

    Há horas em que à mulher de César não basta ser honesta – é preciso parecer honesta. Para este desgoverno, já não basta ser inocente – é preciso parecer inocente. E isso ele não parece.

  30. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome