O mistério da capa da Veja com a delação de Palocci, por Luis Nassif

Há duas semanas uma fonte bem situada passou as seguintes informações ao GGN:

  1. Veja estaria preparando matéria de capa com a delação de Antônio Palocci. A previsão era para a última edição da Veja.

  2. A delação falava muito de Lula, mas era arrasadora em relação a André Esteves, do BTG-Pactual.

  3. Quem conviveu com Esteves, na sua curta estadia na prisão, garante que – ao contrário dos negócios – ele não tinha a menor estrutura psicológica para enfrentar a situação. Ao contrário de Marcelo Odebrecht, que tem uma têmpera de aço para esse tipo de situação.

Referia-se justamente à delação de Palocci aos procuradores da Lava Jato. Na delação, ele implicava empresas de mídia e do mercado financeiro. Não havia dúvidas de que referia-se ao BTG. A Lava Jato, que aceitou toda sorte de delações, mesmo desacompanhada de qualquer indício mais consistente, rejeitou a delação de Palocci.

Ainda Ministro, Palocci teve papel relevante para permitir ao então Banco Pactual limpar suas pendências no CARF para poder adquirir a Goldman Sachs do Brasil. A operação acabou não dando certo. Mas, na época, o Pactual investiu pelo menos R$ 300 milhões para abafar a cobertura da mídia.

A prisão de Esteves, motivada pela delação de Deicídio do Amaral, derrubou o valor do banco em vários bilhões. Uma nova denúncia, dependendo do seu teor, poderia ser fatal.

Agora, apareceu a delação de Palocci em O Globo. Nada saiu na Veja. No Globo, não se fala de Pactual. Em algum ponto da história, o BTG Pactual desapareceu. A dúvida é se desapareceu da delação antes ou depois de chegar na mídia.

De qualquer modo, qualquer nova participação do BTG Pactual em capitalização de empresas jornalísticas, através de seus fundos, ou de fundos de terceiros, será acompanhada por lupa pelo mercado.

 

4 comentários

  1. Follow the Money.
    Estive
    Follow the Money.
    Estive assistindo um desse canais a cabo da emissora golpista.
    Chamou-me a atenção anúncio deste Banco.
    De imediato ocorreu-me ser um cala-boca,só não sabia por que.
    O post,agora,indica o porquê.

  2. “derrubou o valor do banco em

    “derrubou o valor do banco em vários bilhões. Uma nova denúncia, dependendo do seu teor, poderia ser fatal”:

    Que bom saber que tem tanto dinheiro tucano nessa mutreta, neh?

  3. A delação de Palocci

    De qualquer forma a delação de Palocci que sair tanto do MPF quanto da imprensa sera editada para aparecer apenas o que pode atingir a Lula e ao PT. Eh o samba de uma nota soh. E diz Raquel Dodge “as instituições estão funcionando plenamente”. Como se uma mentira contada mil vezes pudesse tornar-se verdade.

    A foto de Lula com a mão no rosto de Palocci, muitas vezes usada aqui, parece premonitoria da parte de Lula. Cristo e Judas.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome