Supremo abre inquérito para investigar quatro senadores do PMDB

 
Jornal GGN – Edson Fachin, ministro do Supremo Tribunal Federal, determinou a abertura de inquérito para investigar os senadores Renan Calheiros (AL), presidente da Casa, Romero Jucá (RR), Valdir Raupp (RO) e Jader Barbalho (PA), todos do PMDB. O inquérito foi aberto seguindo solicitação de Rodrigo Janot, procurador-geral da República, baseado em depoimentos de delação premiada do ex-senador Delcídio do Amaral, preso pela Operação Lava Jato.
 
Tramitando em segredo de justiça, o inquérito apura se houve pagamento de propina na construção da usina hidrelétrica de Belo Monte. Edison Lobão, senador pelo PMDB do Maranhão, já é investigado no STF pela mesma razão.

Segundo o PGR, Delcídio disse que houve o pagamento de ao menos R$ 30 milhões em propina pela construção de Belo Monte, pagos para o PT e para o PMDB. O valor para o PT teria sido destinado para a campanha da presidente afastada Dilma Roussef.
 
Através de sua assessoria, Renan Calheiros voltou a dizer que não recebeu nenhum tipo de vantagem indevida, afirmando que as afirmações de Delcídio “não passam de delírio”. Jader Barbalho também disse que não recebeu dinheiro de Belo Monte, declarando: “aliás, nunca estive por lá”. Já Romero Jucá sustenta que as declarações do ex-senador não tem nenhum dado concreto. “É uma citação genérica e sem qualquer base fática”, afirmou.
 
Com informações da Agência Brasil

6 comentários

  1. Supremo abre inquérito para investigar quatro senadores do PMDB

    Dizendo melhor… Supremo finge que abre inquérito para investigar quatro senadores do PMDB. Como perdemos tempo com esse supremo cheio de irresponsáveis, artitas, hipócritas, pobres em todos os sentidos. Por que continuam a viver no Brasil, se não gostam do seu país?

  2. Porque só nesta bananeria

    Porque só nesta bananeria eles conseguem a boa vida que tem, num país sério nenhum deles estaria ali. Vivem aqui,mas desfrutam o exterior.

  3. Humm… Coisa do Facchin, o

    Humm… Coisa do Facchin, o que coonestou com Cunha no rito do impechmeant. Então é pra limpar ficha de golpista e mandar prender petista. Questão de carater.

  4. Pelo visto, tudo foi

    Pelo visto, tudo foi devidamente programadao para a consecução do impeachment, com a devida participação de Janot e dos ministros do STF.

    Em razão dos vazamentos terem perido o controle, ficaram sem muita opção os citados ministros, que ora tentam nos manipular com controvérsias em relação ao que ora diz a PGR, também embrulhada no samba do crioulo doido que se tornou a nova circunstância brasileira. 

    No fundo, quem deu asas a esse samba foi primeiramente Sérgio Moro. Aplaudido pela mídia-judicialista, agiu de forma razoavelmente justa em princípio, até mostrar-se, como tantos, um adversário doente por Lula e o PT. 

    Foi preciso agir de forma cruel, e desarrazoada contra Lula, com aquela prisão coercitiva, que Marco Aurélio disse não ter visto motivos para tanto, considerando o caso esdrúxulo, para que moro desse uma pausa na sua perseguição ao ex-presidente. Durou pouco essa pausa, pois logo aconteceu um vazamento mais esdrúxulo, com sinais concretos de crime, quando em conversa com Dilma, Lula voltou à cena mundial. 

    Aí, Lula é impedido de ser ministro de Dilma, e o processo dele vai para as mãos de Teori sem que repostas concretas sejam dadas, até que surge o impeachment, e tudo perde o sentido. 

    Quando etá em jogo uma delação de Machado, esta sim, com claras evidências de tramóias contra a Lava Jato, enquanto o fato se deu ao tempo em que, se divulgado na data das gravações, provavelmente impeachment não sairia do papel, conforme desejava Cunha e seus comparsas. 

    Após pedido de prisão dos caciques do PMDB, isto divulgado como uma bomba a explodir no colo de Temer, Teori se volta conta Janot, desdiz tudo, e coloca os caciques em situação distante daquela, confundindo um pouco mais a mente de quem acompanha essa esculhambação toda.

    O fato de Teori mandar, justo agora, o processo de investigação de Lula para Moro tem seu peso, enquanto, de certa forma, abranda a situação dos que teriam que estar na berlinda, e não Lula.

    Vemos, então, que Temer prossegue mandando e desmandando, cheio das autoridades, sem medo de ser feliz.

    E se Lula chorou ao discursar no final de semana dizendo-se agastado com o fato de todos os dias ler que a qualquer momento seria preso, tem-se agora, mais que nunca, a razão das suas lágrimas, afinal não se trata de um imbecil, mas de um homem que comot tantos o adjetivam, um animal político. Um animal que sabe ver além, e de entender o que se passa nos bastidores das política imoral que se implantou nos últimos tempos nesta Pátria.

    Tudo caminha para o desfecho fenomenal e vitorioso do golpe, enquanto se tem a certeza de que por questão de dias Lula estará preso na masmorra de Moro pra felicidade da Globo e de todos que trabalham duramente para o destino triste de um idoso lutador, único que conseguiu distribuir renda, e nos sentir orgulhos de ser brasileiros.

    Estou cada dia mais decepcionada e revoltada com tudo isso.

  5. É Mentira

    É mentira.

    Essas coisas no Brasil tornaram-se tão sem graça. Corrupto nenhum no Brasil é investigado, a não ser que cometa o erro de defender os pobres e favelados. Num país de bandidos, bandido não julga bandido. Copta esse para fazer o serviço ainda mais sujo.

  6. Triste realidade a do povo
    Triste realidade a do povo Brasileiro. Só existe bandido, corruptos safados, começando pelo supremo. Uma vergonha!!!

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome