Temer demite secretária nacional de Direitos Humanos

Foto: Agência Brasil

Jornal GGN – Flávia Piovesan, titular do Ministério dos Direitos Humanos, foi exonerada do cargo nesta quarta-feira (1º), segundo publicação do Diário Oficial da União (DOU). Primeira mulher a aceitar fazer parte do governo Michel Temer, Flávia já sabia que deixaria o governo antes do final do ano, porque a partir de 2018 ela assumirá uma vaga na Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) da Organização dos Estados Americanos (OEA).

A saída do cargo, no entanto, foi oficializada num momento em que Flávia vinha disparando críticas às políticas do governo Michel Temer na área de Direitos Humanos.

Na semana passada, ela disse a uma rádio que Temer errou ao reduziu o rigor na fiscalização do trabalho escravo no País. Ela também disparou contra as mudanças na Lei Maria da Penha, que dificultam o acesso das mulheres vítimas de violência ao Judiciário.

10 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Antonio C.

- 2017-11-01 19:01:11

Precisa da pasta?

Militares julgados pela Justiça Militar, trabalho escravo, dentre outros decalabros.

Mas o pior mesmo, no fim das contas, foi a grita de que não tinha mulher em ministério de um governo... CRIADO A PARTIR DE UM GOLPE PARLAMENTAR!

Um delírio, um delírio!

É pra rir ou pra chorar?

vera lucia venturini

- 2017-11-01 16:17:32

Exatamente o que eu penso.

Exatamente o que eu penso. E faltou dizer que ela usou avião da FAB para cabular os votos em outros países. Desonesta e aproveitadora também. 

vera lucia venturini

- 2017-11-01 16:15:45

E usou avião da FAB para

E usou avião da FAB para cabular os votos para ser indicada ao cargo internacional. Desonesta também.

AMORAIZA

- 2017-11-01 13:34:17

Direitos humanos

Secretaria ou Ministério, a pasta de "direitos humanos" no Brasil tem suas funções:

Jogo de Cabides para Roupas em Geral Madeira Marrom Spaceo

Casadei

- 2017-11-01 13:24:49

Concordo

Concordo com Marcos.

Henrique Nunes

- 2017-11-01 12:56:29

Caiu pra cima
Se tivesse pedido pra sair, seria menos ruim.

Marcos Videira

- 2017-11-01 12:52:39

Piovezan: oportunista e hipócrita

É uma oportunista, foi o que eu disse sobre Flávia Piovezan quando ela apoiou o golpe em troca do cargo de Secretária de Direitos Humanos.

Agora que será membro da comissão CIDH da OEA ela faz críticas ao governo golpista que ela ajudou a constituir. Uma pessoa inteligente como ela é, somente agora teria percebido as qualidades da quadrilha do Temer  ?

Portanto, reafirmo: Flávia Piovezan é uma oportunista. E acrescento: uma hipócrita, também.

Ivan de Union

- 2017-11-01 12:46:24

De novo...  nao eram

De novo...  nao eram "criticas"!  Eram pontos tecnicos!

Ou ela faz o trabalho tecnico ou nao faz!

Andre Araujo

- 2017-11-01 12:41:07

Nada mais natural, fazendo

Nada mais natural, fazendo parte do Governo criticou esse mesmo Governo, não seria normal ficar.

 

Mas há outra autoridade da mesmissima area , a Ministra de Direitos Humanos, Luislinda Valois, que tambem criticou o Governo e continua Ministra porque foi indicação partidaria e ai fica mais complicado demitir.

Aliás é SURREAL haver duas autoridades com as mesmissimas funções em um só Governo.

Essa pasta em nivel Ministerial já é uma excrescencia, será dificil encontrar em outro Pais.

Brnca

- 2017-11-01 12:37:54

Mais uma

 'Notável' oportunista. Foi para um governo ilegítimo dando apoio com sua ´notável´ biografia e agora que o empreguinho numa organização internacional foi confirmado fez umas criticazinhas para justificar sua ida para um órgão de direitos humanos. Até então não se manifestara contra nenhuma das agressivas medidas do governo temerário contra os direitos dos cidadãos brasileiros.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador