#VazaJato: Fux diz que nunca trocou diálogos com Deltan para auxiliar Lava Jato

"Ministro do STF procurou outros magistrados da corte para esclarecer mensagens vazadas", escreve Mônica Bergamo

Ministro do STF, Luiz Fux. Foto: Jose Cruz /Agencia Brasil

Jornal GGN – Segundo informações da coluna de Mônica Bergamo, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, procurou colegas da corte para desmentir diálogo relatado por Deltan a Moro.

No dia 12, o jornalista Reinaldo Azevedo, em seu programa “O É da Coisa”, na Band, com participação do editor do The Intercept Brasil Leandro Demori, divulgou mensagens da #VazaJato entre Deltan Dallagnol, outros procuradores e o ex-juiz Sérgio Moro onde o coordenador da Lava Jato disse “para contarmos com ele para o que precisarmos, mais uma vez”. Ao enviar essa mensagem a Sergio Moro, o ex-juiz responde: “Excelente, in Fux we trust” (em Fux, nós confiamos).

“Segundo Fux afirmou a outros ministros, o diálogo, como relatado pelo procurador Deltan Dallagnol a Moro, não existiu”, escreveu Mônica Bergamo.

Veja a seguir o trecho do diálogo que coloca o ministro Fux sob suspeita de parcialidade:

Deltan Dallagnol envia a procuradores: Caros, conversei com Fux mais uma vez hoje.

Deltan Dallagnol: Reservada, é claro. O ministro Fux disse quase espontaneamente que Teori Zavascki fez queda de braço com o Moro e viu que se queimou e que o tom da resposta do Moro depois foi ótimo.

Deltan Dallagnol: Fux disse para contarmos com ele para o que precisarmos, mais uma vez, só faltou como bom carioca chamar-me para ir a casa dele. Rss. Mas os sinais foram ótimos, falei da importância de nos protegermos como instituições, em especial no novo governo.

Deltan envia essa conversa para o juiz Sérgio Moro, que responde:

Leia também:  Mais do que ninguém, eles vivem da corrupção, por Gilberto Maringoni

Moro: Excelente, in Fux we trust.

A mensagem foi lida por Reinaldo Azevedo. Clique aqui para conferir.

Fux no habeas corpus de Lula

Fux pode estar falando a verdade, mas uma decisão sua já colaborou com intenções políticas da Lava Jato, é o que mostrou a primeira série de reportagens divulgadas pelo The Intercept Brasil, no dia 9 de junho.

Nelas, o site mostra que uma das primeiras ações dos procuradores da Lava Jato após, prisão de Lula, foi o bloqueio ou enfraquecimento a entrevista pré-eleitoral com Lula, com fins de afetar o resultado da eleição.

As mensagens privadas e de grupos da força-tarefa no Telegram, mostram que os procuradores liderados por Deltan, discutiram maneiras de inviabilizar ume entrevista de Lula à Folha de S.Paulo, autorizada pelo ministro do STF Ricardo Lewandowski.

Segundo eles, tal entrevista poderia eleger o então candidato Fernando Haddad (PT-SP), ou permitir a ‘volta do PT’. Na avaliação dos procuradores da Lava Jato, tal entrevista poderia ajudar o candidato do PT. Com isso, articularam estratégias para derrubar a decisão que a liberou ou, caso fosse realizada, para garantir que fosse estruturada de forma a reduzir seu impacto político e, desta forma, os benefícios ao presidenciável petista.

Como alternativa à decisão de Lewandowski, um procurador propôs que fosse aberta a entrevista para todos os veículos ao mesmo tempo. “Vai ser uma zona, mas diminui a chance da entrevista ser direcionada”, disse.

Outro procurador sugeriu expressamente que a Polícia Federal manobrasse para que a entrevista fosse feita depois das eleições, já que a decisão não trazia data em que deveria ocorrer. Assim, segundo ele, seria possível evitar a entrevista sem descumprir a decisão.

Leia também:  Por fora, bela viola. Por dentro, pão bolorento, por Rita Almeida

Quando o Partido Novo recorreu ao STF contra entrevista de Lula, os procuradores comemoraram. Luiz Fux concedeu uma liminar contra a entrevista e, em sua decisão, disse: “se faz necessária a relativização excepcional da liberdade de imprensa”. Logo após essa decisão de Fux, os procuradores comemoraram.

Quando a entrevista foi autorizada, depois de tantos recursos, em abril deste ano, a Polícia Federal de Sergio Moro, agora ministro, tentou transformá-la em uma coletiva de imprensa. Lewandowski derrubou o plano a pedido do El País.

Veja a seguir as conversas publicadas pelo The Intercept sobre a liberação de entrevista de Lula:

Carol PGR – 11:22:08 Deltannn, meu amigo
Carol PGR – 11:22:33 toda solidariedade do mundo à você nesse episódio da Coger, estamos num trem desgovernado e não sei o que nos espera
Carol PGR – 11:22:44 a única certeza é que estaremos juntos
Carol PGR – 11:24:06 ando muito preocupada com uma possivel volta do PT, mas tenho rezado muito para Deus iluminar nossa população para que um milagre nos salve
Deltan Dallagnol – 13:34:22 Valeu Carol!
13:34:27 Reza sim
13:34:32 Precisamos como país

********************

Athayde Costa – 12:02:22 N tem data. So a pf agendar pra dps das eleicoes. Estara cumprindo a decisao
12:03:00 E se forcarem antes, desnuda ainda mais o carater eleitoreiro

********************

Julio Noronha – 17:43:37 Como o Lewa já autorizou, acho que só há dois cenários: a) A entrevista só para a FSP, possivelmente com o “circo armado e preparado”; b) tentar ampliar para outros, para o “ciro” ser menor armado e preparado, com a chance de, com a possível confusão, não acontecer.

Leia também:  Wilson Rocha Assis: Há fascismo na Lava Jato?

********************

Jerusa Viecilli – 15:54:27
[…]
Athayde Costa – 17:15:32 Ela ja ta pensando é na indicacao ao STF caso Hadadd ganhe
17:16:01 Absurdo
Laura Tessler – 17:16:03 que palhaçada…adora jogar pra platéia…quer ganhar o apoio da imprensa ao nome dela

********************

Paulo Galvão – 20:09:30 Passaram a petição da entrevista pro antagonista?
20:09:51 Vcs querem passar p globo?

********************

Às 22h49 do mesmo dia da troca dessas mensagens, o procurador Julio Noronha compartilhou mais uma reportagem do Antagonista, dessa vez com uma boa notícia: “Partido Novo Recorre ao STF Contra Entrevista de Lula”. Foi quando o grupo comemorou:

Januário Paludo – 23:41:02 Eu fiquei sabendo agora…
Deltan – 23:41:32 Rsrsrs
Athayde Costa – 23:42:02 O clima no stf deve ta otimo
Januário Paludo – 23:42:11 vai ser uma guerra de liminares…

********************

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

10 comentários

  1. Até agora, o único que falou a verdade foi Lula! Lula acertou em cheio quando dizia: “Moro é do mal!” “Moro é um criminoso!” “Moro é um mentiroso!” “Moro tem a mente doentia!” O ex-juiz Moro, em conluio com Deltan Dallagnol, e demais Procuradores da Lava Jato, que atuaram no caso Lula, são um bando de mentirosos, bandidos, criminosos, justiceiros e traidores da pátria, inclusive, utilizando-se de “lawfare”, que é a manipulação das leis e dos procedimentos jurídicos para fins de perseguição política. É o uso indevido do Direito contra inimigos, objetivando a condenação e a prisão de Lula, mesmo sem prova, com respaldo do Departamento de Justiça dos Estados Unidos que os orientou para tirar Lula da corrida presidencial para que ele não fosse eleito Presidente da República. Essa gente deveria ser exonerada de seus cargos a bem do Serviço Público. As máscaras de Moro, Deltan Dallagnol e sua trupe, caíram! Foi necessário chegar aqui, no país do carnaval, um renomado, corajoso e o maior jornalista do mundo, o norte-americano, Green Glennwald, para denunciar o escândalo da Lava Jato, desferindo golpes fulminantes nessa corja de bandidos, através do site The Intercept Brasil, do qual é cofundador; desbaratar e acabar com a farra, e a farsa dessa quadrilha que está à frente da Lava Jato, deixando-a de joelhos. Acabou! Caiu a máscara dos algozes e perseguidores de Lula! A vida é assim: “Aqui se faz, aqui se paga!” “Quem com grampo fere, com grampo, será ferido!” É a lei do retorno. Cadeia pra essa corja! Parabéns, Green Glennwald! “In Lula we trust” Poeta nordestino, de Sousa, no Sertão da Paraíba)😂😂🤣🤣✊✊

    • 100% corretas as tuas assertivas!
      Principalmente, como veremos nos próximos capítulos da Vaza Jato, Sergius Narcissus Mõro é uma mente doentia e patológica!
      Inúmeras fotografias de Serginho Narciso na oitiva do Senado mostram um fascies bem doentia!
      Serginho exposto terá pouca estabilidade e sua personalidade tende a se desintegrar!
      Agora mesmo fugiu para os EUA!
      Ter condenado Lula sem crime e provas vais destruir Serginho Narciso!
      Quem viver, verá!

  2. interessante esse juiz dizer que o Deltan é MENTIROSO. Ou seja, a SUJEIRA alcança todos os níveis dos processos da farsa jato.

  3. Segundo algumas más línguas, o fiatfux também não lembra de relativar excepcionalmente a liberdade de imprensa… Agora, quem mente mais, o dallanzóis ou o fuxquenãoacende? Iguais, pois, no excepcional que (des)norteia esses fascistas-golpistas. Mas, que faze, se o stfolóide e as magaspatológicas mandam e desmandam na liberdade neste país de merrecas.

  4. E daí, Glenn, por acaso vocês não teriam a gravação da conversa que o Dalagnol disse ter tido com Fux e que Fux nega? Afinal, um dos dois está mentindo e é preciso saber quem. Se o mentiroso foi Dalagnol, Fux teria obrigação de provar a mentira para livrar sua barra. Mas se o mentiroso foi Fux, Dalagnol só limpará sua barra se provar que o mentiroso é o ministro. No fundo, as duas bestas se merecem nesse arsenal de mentiras que envolve a quadrilha da Lava Jato e o STF acovardado. Fica difícil até saber para que lado torcer….mas eu adoraria que os dois se ferrassem……de preferência com um câncer cada um que os levasse mais cedo pro inferno (embora o coitado do capeta vá ter muita dor de cabeça com esses estrumes…….

  5. O nofume do cara é “fux”, daí por aí vc já vê que ele “fucks” everything 😂😂😂😂
    #InFUCKSweTrust 😂😂😂😂

  6. Se Rolando Lero desmente o capacho do marreco de Maringá tudo indica que a farsa começa a terminar. Em pouco tempo os canalhas entregarão uns aos outros para livrar a própria pele. O que fica provado é que formaram uma quadrilha de togados e procuradores para destruir o Brasil.
    CANALHAS, CANALHAS e CANALHAS!!!

  7. Fica bem claro aqui que é Deltan falando não se vê fala de Fux mais ta ai e da a entender :Que deltan mente até pra moro.

  8. por um Senador se teria enviado a Deltan Dallagnol a mensagem “In Fux we trust”, o $érgio Moro respondeu:

    “Posso ter mandado. Qual o problema?”

    O $érgio Moro não vê problema em um juiz empenhar, e ainda por cima a priori, seu apoio judicial a alguém que poderá vir a ser julgado por ele, mas o Fux vê problemas nesse tipo de conduta judicial. E o Moro poderia vir a ser julgado pelo Fux, pois a divulgação da conversa da família do Lula pelo $érgio Moro foi ilegal, tanto que o próprio Moro pediu respeitosas desculpas ao Teori Zavascki, nada obstante, por trás das cortinas, tenha dito não se arrepender da publicação, pois, segundo ele, aquela foi a coisa certa a fazer. Nada obstante o Fux veja problemas em magistrado empenhar seu apoio a alguém a quem ele poderá a vir julgar e negue a promessa de apoio, ele prometeu ao Cardozo que mataria o mensalão no peito.

    Não se sabe se o Fux prometeu ao Deltan Dallagnol apoiar o Moro na queda de braço entre este e o Teori Zavascki, em razão do $érgio Moro ter publicado conversas do Lula e de sua família obtidas ilegalmente. Mas olha aí a promessa que ele fez ao Cardozo:

    “Folha – Cardozo não perguntou sobre o mensalão?
    Não. Ele perguntou como era o meu perfil. Havia causas importantes no Supremo para desempatar: a Ficha Limpa, [a extradição de Cesare] Battisti. Aí eu disse: “Bom, eu sou juiz de carreira, eu mato no peito”. Em casos difíceis, juiz de carreira mata no peito porque tem experiência.”

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome