Washington Post propõe boicote a produtos de desmatamento no governo Bolsonaro

Foto: Agência Brasil
 
Jornal GGN – O jornal The Washington Post publicou na sexta (4) um editorial defendendo boicote a produtos com o selo de desmatamento eventualmente autorizado pelo governo Bolsonaro.
 
“Consumidores, empresas e governos ocidentais deveriam evitar produtos provenientes de setores desmatados e pressionar os parceiros comerciais brasileiros a fazer o mesmo.”
 
No texto, a equipe do WP questiona se o recém empossado presidente do Brasil será tão eficaz quanto Donald Trump em “arrancar importantes proteções ambientais”. “Será o mesmo com Jair Bolsonaro, inaugurado esta semana como presidente do Brasil? O mundo deveria esperar que não.”
 
Para o WP, apesar de falar contra acordos climáticos internacionais, contra a demarcação de terras indígenas e antecipar intenção em reduzir a vigilância sobre o desmatamento e esvaziar a influência de ONGs, “Bolsonaro não tem liberdade” total para implantar retrocessos.
 
“Ele não pode alterar o código florestal, eliminar as proteções indígenas ou retirar-se do acordo de Paris sem a cooperação da legislatura, na qual seu partido não tem maioria.” Enquanto isso, o jornal defende que a sociedade civil faça pressão e boicote os produtos de setores que desmatam.
 
 
Leia o artigo completo aqui.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora