Maré negra e vergonha, por Gustavo Gollo

Vergonhosamente, o desastre ambiental sem precedentes foi escamoteado pelos criminosos, com a cumplicidade do governo brasileiro e dos meios de comunicação

Maré negra e vergonha, por Gustavo Gollo

No final de agosto de 2019, manchas de óleo oriundas de um mega vazamento de petróleo ocorrido em plataforma marinha começaram a se espalhar pelo litoral, provocando a gigantesca maré negra que assolou mais de metade do país, se estendendo do Pará ao Rio de Janeiro, perfazendo tanto uma extensão, quanto um prazo de contaminação, inauditos – estima-se que o óleo que continua a chegar às praias até hoje permanecerá a emporcalhá-las pelo menos até março.

Vergonhosamente, o desastre ambiental sem precedentes – provavelmente o maior do gênero no mundo, seguramente o maior em águas tropicais – foi escamoteado pelos criminosos, com a cumplicidade do governo brasileiro e dos meios de comunicação que descaradamente fingem advir o desastre monstro de um simples vazamento de navio.

Tendo sido criada uma CPI para averiguar o desastre, bastaria aos parlamentares descobrir o poço originário do vazamento monstro – informação tornada sigilosa em outubro pelo presidente da república –, para expor toda a farsa e desvendar as proporções gigantescas do crime descomunal.

Tendo retornado do recesso parlamentar, no entanto, a CPI dá mostras claras de ter sido comprada – o desvendamento do crime ocasionaria a imputação de multas bilhonárias aos infratores. Dezenas de bilhões de dólares, pelo menos, seriam cobradas dos poderosos transgressores, cifra muito além do preço de compra de nossos parlamentares. A vergonha se renova.

Leia também:

Manchas de óleo: o crime, por Gustavo Gollo

Manchas de óleo e negacionismo, por Gustavo Gollo

Manchas de petróleo: encobrindo o crime ambiental, por Gustavo Gollo

Manchas de óleo: a mancha bomba, por Gustavo Gollo

Manchas de óleo: o tamanho do monstro, por Gustavo Gollo

 Avacalhando o país 2

Avacalhando o país, por Gustavo Gollo


Manchas de óleo: por que estão ocultando o gigantesco crime ambiental?, por Gustavo Gollo

Manchas de óleo: o que está sendo ocultado?

Manchas de petróleo: mapeando o crime

 Mais sobre a farsa do petróleo venezuelano

A farsa venezuelana

A catástrofe oceânica e a farsa em andamento, por Gustavo Gollo

 Desastre monstro no Atlântico Sul

Especulação sobre a catástrofe que assola o litoral brasileiro


Crime ambiental em andamento no Atlântico Sul, por Gustavo Gollo

Catástrofe ambiental no Atlântico Sul

Um elefante embaixo do tapete


https://jornalggn.com.br/blog/gustavo-