A insatisfação de jornais e PF com o novo ministro da Justiça

 
Jornal GGN – A entrada do novo ministro da Justiça, Wellington Cesar Lima e Silva, ex-procurador de Justiça do Ministério Público da Bahia, com comprovada experiência na intermediação com polícias, provocou insatisfação entre editoriais desta terça-feira (01) e representantes da própria Polícia Federal. 
 
Diante do contexto da saída de José Eduardo Cardozo, duramente criticado por setores do PT por não intervir em abusos da PF nas investigações da Operação Lava Jato, e com a notícia de que Wellington, apesar de ter boa passagem entre procuradores e o próprio PGR Rodrigo Janot, foi uma indicação do ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, para conter os desmandos, a PF mostrou-se “preocupada” com a decisão, por meio da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal.
 
Em nota oficial, os delegados disseram que recebiam “com extrema preocupação a notícia da iminente saída do Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, em razões de pressões políticas para que controle os trabalhos da Polícia Federal”. “Os Delegados Federais reiteram que defenderão a independência funcional para a livre condução da investigação criminal e adotarão todas as medidas para preservar a pouca, mas importante, autonomia que a instituição Polícia Federal conquistou”, completaram.
 
Na manifestação, pediram “o apoio do povo brasileiro para defender a Polícia Federal”, alegando que “nesse cenário de grandes incertezas, se torna urgente a inserção da autonomia funcional e financeira da PF no texto constitucional”.
 
Além da nota oficial, o presidente da ADPF, Carlos Eduardo Miguel Sobral, concedeu entrevista afirmando que a saída de Cardozo “disparou o alarme” na organização. “Eu não tenho nenhuma dúvida de que qualquer tentativa do novo ministro de intervir na Polícia Federal vai gerar uma crise institucional sem precedentes no Brasil. A instituição não vai aceitar isso. O Ministério Público Federal não vai aceitar. Mas, sobretudo, a sociedade brasileira não aceitará”, disse ao Financista.
 
Na entrevista, o delegado disse que a Associação enxerga a mudança “com muita preocupação” e cobrou do novo ministro “garantias claras, logo em seus primeiros dias, de que vai preservar a autonomia da PF e apoiá-la”.
 
Mas não foi apenas a Polícia Federal que “ficou em alerta”. Editoriais de O Globo, reportagens do Estadão e da Folha de S. Paulo também criticaram a entrada de Wellington Cesar Lima e Silva, como escolha da presidente Dilma Rousseff para tratar da tensão nas autoridades com as investigações da Lava Jato.
 
O colunista Merval Pereira, de O Globo, protestou contra a saída de Cardozo, que “por clara pressão do PT, arma-se uma crise institucional”. Interpretando que a mudança de ministro afetará a independência da PF, Merval disse que, politicamente, vai ser difícil tentar manipular a organização, apesar de temer um corte de recursos que inviabilize as principais operações, sobretudo a Lava Jato – fomentando a principal alegação dos delegados para não cortar os custos da Instituição.
 
Além do blogueiro, o próprio editorial do jornal dá um aviso a Wellington Cesar: “São nítidos os limites do ministro da Justiça”, adianta no título. “Saída de Cardozo do ministério, por pressão lulopetista, alerta para o risco da tentativa de intervenção em operações da PF, com objetivos espúrios”, completa o primeiro parágrafo.
 
O editorial vai além. Afirma que se o novo ministro da Justiça “for leniente, será centro de novo escândalo, também com repercussões internacionais. Porque não seria notícia trivial que o PT conseguiu induzir o novo ministro da Justiça de Dilma a manietar a PF, num caso acompanhado de perto pela grande imprensa estrangeira”, diz o jornal.
 
Também alfineta o ponto frágil da presidente Dilma Rousseff, de tentar em sua gestão mostrar mudanças em relação ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, sem, contudo, afastar-se das bases do partido. O Globo ameaça: “a última palavra terá de ser de Dilma, sobre se ela aceita correr o risco de ser considerada um fantoche de Lula para abafar investigações da PF”.
 
Mais discretas, as reportagens do Estadão passam o recado em terceira pessoa: “‘Não seja marionete’, sugere delegado da PF a novo ministro da Justiça”. “Edson Garutti, diretor regional da Associação dos Delegados em São Paulo, avalia que sucessor de José Eduardo Cardozo não deve chegar pensando em controlar as investigações: ‘o ministro tem que saber seu papel, fortalecer as instituições'”, completa o jornal.
 
Ainda em outra matéria, o Estado de S. Paulo publicou que o substituto de José Eduardo Cardozo poderia nomear um novo diretor da PF, entrando na linha de que Wellington faria uma reforma estrutural. Ao mesmo tempo, relacionou a mudança de ministro com uma publicação de Jaques Wagner, quem indicou Wellington, no Facebook: “O ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, usou as redes sociais nesta segunda-feira, 29, para fazer uma defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e ressaltar que as denúncias envolvendo o nome de Lula são ‘injustas'”, publicou o jornal, indicando uma suposta indireta ao ministro.
 
Apesar de a presidente Dilma Rousseff afirmar que o diretor-geral da Polícia Federal, Leandro Daiello, permanecerá em seu cargo e que não mudará com a entrada do novo ministro, a Folha de S. Paulo preferiu mencionar um “por ora” na notícia: “Leandro Daiello, diretor-geral da Polícia Federal, deve continuar por ora à frente da corporação, apesar da troca do ministro da Justiça, chefe administrativo da polícia. A saída de José Eduardo Cardozo colocou em risco a permanência de Daiello em seu cargo”, descreveu o jornal.
 
Já o Painel da Folha encontrou na ruptura entre a presidente Dilma Rousseff e o PT o meio-fio para interpretar o cenário de mudanças dos ministros. Mas garantiu a previsão: “Ninguém tem hoje poder de segurar a Operação Lava Jato”.
 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

86 comentários

  1. Péssima notícia

    Pra quem vive pulando a cerca da legalidade e da ética.

    Aliás, como pode, um policial, CONDENADO POR CORRUPÇÃO, ser a cara da operação mãos limpas no Brasil. O melhor do Brasil é o brasileiro. Só pode.

    • O Japonês é o símbolo dessa turma
      Condenado por corrupção a perda do cargo público conseguiu revrrter momentaneamente a pena de demissao.

      A irmã da ex amante do FHC ganha seu salario sem trabalhar mas vai para a passeata anti corrupção.

      A lava jato tem que seguir seu trabalho mas os vazamentos seletivos, a investigação dirigida (se investiga uma pesso e tenta encontrar um crime, e não o contrário) isso não pode continuar. Espero que o nomo ministro da justiça coloque os delegados enviezados no no rhumo correuto.

  2. A insatisfação da PF
    É realmente preocupante um órgão público se insurgir contra decisão legítima do poder executivo em trocar um ministro, cargo da estrutura di executivo, de livre nomeação. Está atitude é também ilegal pois vai contra as normas constitucionais do país. Por aí fica claro o quanto está instituição está agindo contra a Presidência da República.
    Clara Bahia

  3. Não estamnos há meses

    Não estamnos há meses assistindo, aterrecidos, os abusos da PF? São não viu quem não quis. Povo brasileiro: ajude a por ordem nessa PF do Brasil, não dos tucanos!

  4. Se inimiga a mídia é, amigo deve ser…

    A mídia canalha cumpre seu papel de pressionar o governo para que seus aparelhos de segurança continuem atentando… contra a segurança do próprio governo. Imaginam que o novo ministro agirá de forma assim ou assada… A suposição é livre, mas o que se impõe como necessário, imprescindível, é que o Ministro da Justiça use de seu poder e suas prerrogativas para chamar às falas seus subordinados e acabar com esse delírio persecutório que transformou Curitiba em uma sucursal de Guantánamo, onde pessoas seguem aprisionadas e coagidas a realizar delações para cumpri um único objetivo: depor a presidente, prender Lula e eliminar o PT do espectro político.

    Tudo isso é cristalino e inquestionável, restando o cinismo dos apologistas do golpe para defender o indefensável, mas que lhes proporciona a possibilidade do poder e do lucro, uma vez que um novo governo de direita promete abrir os cofres para que tais subordinados enchem suas contas secretas em paraísos fiscais.

    A princípio, não sei o que pensar desse novo ministro. Aguardo pelas suas decisões. Mas agora chego a confiar nele, tal a fúria dispensada contra ele pela mídia.

    • Este mesmo presidente de

      Este mesmo presidente de sindicato no ano passado estava dando entrevistas pedindo o imediato impedimento da presidente, ele e outro delegado “deputado federaL pelo PSDB. Desde quando um delegado pode continuar sendo “delegado” do povo e ao mesmo tempo fazendo politica e, pior, colocando-se contra um presidente eleito sendo ele a oposiçãp que acabou de perder. Este mundo, este Brazil ?!?!

  5. Mas, foram eles que derrubaram o Ministro Cardoso
    O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, caiu porque foi desmoralizado pela força-tarefa da Operação Lava Jato.

    A máscara de ministro fantoche foi apresentada de bandeja entre os dias 27/01 e 28/02.

    No dia 27/01, o ministro Cardoso se dirige à imprensa para afirmar que o ex-presidente Lula, mesmo bombardeado por todos os lados com informações vazadas da justiça, não estava sendo investigado.

    “O ex-presidente Lula não está sendo investigado, nem me parece que, na operação de hoje, tenha sido determinada qualquer medida investigativa com relação à figura do ex-presidente Lula. Portanto, quaisquer outras situações que possam estar sendo colocadas ou veiculadas são especulações absolutamente indevidas”, afirmou o ministro.

    Neste dia 27, em entrevista na sede do Ministério da Educação durante lançamento de “força-tarefa” de combate a desvios de recursos na área, Cardozo disse que não poderia fazer nenhum comentário sobre a Operação, pois ela está sob sigilo, mas lembrou que o próprio juiz federal Sérgio Moro, que conduz as investigações na primeira instância, já afirmou que o ex-presidente Lula não está sendo investigado.

    Não esperava o ministro Cardoso, que o ex – presidente Lula iria requerer ao STF a informação se ele estaria sendo investigado na “Lava -Jato”, alegando haver duas investigações relacionadas aos mesmos fatos, uma conduzida pelo MPF e outra pelo MP/SP.
    O pedido de Lula foi distribuído para a Ministra do STF, Rosa Weber que notificou a Operação Lava à Jato para que esclarecesse se Lula estava ou não sendo investigado. A resposta veio em ofício encaminhado pelo procurador da República Deltan Dallagnol que confirmou que Lula está sendo investigado pela Lava-Jato.

    O ministro José Eduardo Cardoso demonstrou estar completamente alheio ao que ocorre na área de sua responsabilidade, em um procedimento da justiça que:

    1) paralisou o país;
    2) envolve as maiores empresas brasileiras;
    3) mantém em prisão empresários de alto calibre;
    4) investiga um ex-presidente da República;
    5) coloca o país em risco de impeachment.

    E com toda essa gravidade, mesmo saindo desmoralizado, ao ministro fantoche ainda é prometido um grande cargo executivo; como Ministro Chefe da AGU.

    • Pois é…

      Pois é, é inacreditável o estrago que a omissão “republicana” deste homem causou ao país.

      Isso me faz lembrar o caso da TelexFree, quando mesmo após o Nassif denunciar aos quatro ventos, um dos maiores estelionatos de “pirâmide” já cometidos no mundo, o MJ permanecia inerte…

      Mas o que me fez ver, desde o início, qual era o “estilo” da fera, foi quando Dilma se elegeu em 2010.

      Durante as filmagens feitas logo após Dilma ter sido proclamada vencedora do pleito,  quem que mais se esforçava a todo tempo para APARECER como papagaio de pirata ? José Eduardo Cardozo!

      https://www.youtube.com/watch?v=J_9Cq79RMBU

    • Na mosca

      Análise absolutamente correta.

      Ele foi clara e berrantemente desmoralizado pelo MP e pelo Moro.

      Não tinha mais condições morais de permanecer no cargo sob pena de atestar publicamente sua incompetência.

      E foi moralmente fraco ao sair atirando no PT.

      Um medíocre.

       

  6. Ontem comentei aqui no blog

    Ontem comentei aqui no blog que a Dilma deveria nomear o ínclito Doutor Cláudio Fonteles como titular do MJ, e recomendá-lo para que nomeace um oficial militar LEGALISTA, com prestígio entre as forças armadas, e que tivesse atuado como assessor direto do grande cientista Othon no Programa Nuclear brasileiro como novo Diretor Geral da Polícia Federal .

    Este novo diretor teria carta branca para depurar a P.F afastando delinquentes e os que utilizam a corporação para fazerem politicagem e escancarar publicamente os que estão sabotando a democracia e a economia brasileira  .

    Posto isto, seria impossível a máfia midiática e os degenerados paneleiros baterem de frente contra estas nomeações .

  7. Chegamos ao ponto da extrema

    Chegamos ao ponto da extrema anarquia institucional onde uma corporação subordinada quer ter poder sobre a indicação

    do Ministro que  a jurisdiciona, culpa de Lula e seu desconhecimento elementar de regras de governança de um Estado,

    permitindo a instauração desse caos “”republicanista” que é uma agressão aos principios basicos da formação do Poder.

    Essa anomia instaurada pelos seus conselheiros agora se volta contra o proprio Lula, numa fina ironia da Historia.

    • Mas tem consêrto…

      Basta uma simples “canetada” do novo Ministro da Justiça, mostrando quem “manda” para que  a “Casa da Mãe Joana” na qual se transformou o Min. da Justiça, com medíocres policiais federais e inexpressivos Procuradores públicos, caiam na real, e se não estiverem satisfeitos, peçam prá sair.

  8. Não se trata de polícia

    Não se trata de polícia federal. É bom separar comportamentos de alguns delegados com a instituição que é séria. Quanto as investigações tem que continuar, mas com muita imparcialidade e sem ceder as pressões da grande mídia. Deve-se investigar e colher provas concretas para pedir prisões. Esse alarde da mídia e de alguns delegados não tem sentido. A sociedade tem que apoiar a PF desde que aja com imparcialidade. A lava jato não está acima da lei e nem da constituição brasileira. A mídia tem como papel informar as coisas concretas. Fatos concretos e não ilações sensacionalistas. Queria entender porque todo esse alarde da grande mídia? O novo ministro não tem que ceder as pressões e sim agir conforme a constituição e ser bastante imparcial. Que se investigue tudo e todos sem seletividade. É bom saber separar as coisas. A polícia federal é uma instituição que tem que honrar a confiança dos brasileiros e respeito a nossa constituição. Não confundir membros de instituição com a instituição. As instituições brasileiras são sérias. Caso aja algum deslize por parte de alguns não querer macular a instituição. 

  9. Engraçado, a mídiapediu a
    Engraçado, a mídia pediu a mudança de todo o ministério.

    Dilma vem trocando vários ministros.

    Quando chegou a vez do Zé….

    Esse Zé é um danadinho.

  10. A MÍDIA QUER MANDAR NO GOVERNO, NO BRASIL E NA CONSTITUIÇÃO.
    É de competência PRIVATIVA do Presidente da República nomear ou exonerar Ministros de Estado – Artigo 84 da Constituição Federal. A Mídia quer mandar no Brasil e se colocar acima da lei e da Constituição Federal.

    Art. 84. Compete privativamente ao Presidente da República:

    I – nomear e exonerar os Ministros de Estado;

    II – exercer, com o auxílio dos Ministros de Estado, a direção superior da administração federal; (…)

  11. os membros da pf que deram

    os membros da pf que deram entrevistas aí e os editoriais da grande mídia golpista

    presumem que foram todos eleitos pelo povo para orientar a política do governo….

    presunçosos seria um eufemismo elegante para depreciar esses infames que se acham…

  12. Oxente! a oposição defendendo

    Oxente! a oposição defendendo um ministro do partido dos trabalhadores …. é piada …. está tudo dominado …. kkkkk

  13. O ansioso blogueiro
    O ansioso blogueiro entrevistou o deputado Paulo Pimenta – que deu uma aula sobre as ligações da Globo com a lavagem de dinheiro no triplex ao lado do que NÃO é do Lula – sobre o luto que o twitter e o facebook oficiais da Polícia Federal passaram adotar depois que o Procurador Wellington Cesar foi nomeado para o lugar daquele que repousa no coração da Urubóloga e do Globo.

    Disse Pimenta:

    – É uma afronta ao novo Ministro. Isso exigirá uma medida enérgica para manter a hierarquia e a autoridade.

    – Esse gesto não é uma coisa qualquer, não é um fato isolado.

    – Delegado usou o rosto da Presidenta para treina tiro ao alvo.

    – Delegado colocou o rosto da Presidenta numa privada.

    – Botou o rosto do Ministro José Eduardo Cardozo na cara de um cachorro!

    – É uma indisciplina recorrente!

    – Isso não tem nada a ver com independência funcional.

    – Mas se trata de a burocracia do Estado agir à revelia da Lei!

    Paulo Henrique Amorim

  14. So pela nota já comecaria por

    So pela nota já comecaria por um amplo rodízio de delegados naPF e substituição do Diretor Geral. O preenchimento do cargo de Ministro é de exclusiva competência do Presidente da República. Desconheço qualquer Presidente que consultu os quadros da PF para nomear Ministros.  A arrogância dessa turma não tem tamanho. Aliás, seria saudável trocar todo mundo e aurar com rigor as ações deletérias praticadas por delegados durante as eleições, com desrespeito à figura da Presidenta, aos vazamebts seletivos praticados, escondendo sob tarja preta nomes da oposição e grampos ilegais. As punições deveriam ser imediatas e os afastamentos preventivos, coisa que essa turma adora praticar sob a forma de prisão deveriam ser impementados na primeira hora. Tragam de volta o Lacerda.

  15. Jornais !!!!!!!

    Os jornais já perderam completamente a noção do ridículo.

    Olhem só esse email de O Globo para o Instituto Lula, publicado pelo Conversa Afiada:

     

    Troca de mensagens com O Globo sobre pedalinhos

    A reportagem do jornal O Globo procurou a assessoria de imprensa do Instituto Lula a respeito de “reportagem” da Veja sobre pedalinhos no sítio que o ex-presidente frequenta em Atibaia. Conforme já foi informado à imprensa pelo instituto e pelo próprio ex-presidente, Lula e seus parentes frequentam de fato o sítio, que pertence a amigos da família. 

    Reproduzimos abaixo a troca de e-mails com a reportagem do jornal. 

    ***

    De: sp.oglobo.com.br
    Data: 1 de março de 2016 11:46
    Assunto: pedalinhos – sítio
    Para: institutolula.org

    Bom dia

    Conforme nos falamos por telefone, gostaria de saber se o ex-presidente Lula se posicionará sobre a informação divulgada pelo site da Veja, de que há dois pedalinhos no sítio de Atibaia, com os nomes dos netos Pedro e Arthur pintados nos mesmos.

    Vocês vão soltar alguma nota?

    ***

    De: institutolula.org
    Data: 1 de março de 2016 12:18
    Assunto: Re: pedalinhos – sítio
    Para: @sp.oglobo.com.br

    Não, não vamos soltar nota sobre pedalinhos com os nomes dos netos do ex-presidente. Já explicamos várias vezes que o ex-presidente e dona Marisa frequentam o sítio, que é de propriedade de amigos da família. Os proprietários do sítio constam na escritura e não são empresas offshore no Panamá.

    Aguardamos que a brava reportagem de O Globo que persegue pedalinhos de crianças investigue quem seria o real proprietário da mansão construída em área de proteção ambiental na praia Santa Rita, em Paraty. Haverá alguma nota ou reportagem do Globo sobre essa polêmica propriedade?

    Relembrando que consideramos a nossa troca de mensagens com repórteres material de interesse público e histórico, que podemos divulgar de acordo com nossos critérios.

    Atenciosamente,

  16.  
     
    Então apelamos aa PF que

     

     

    Então apelamos aa PF que investigue   Aécio/Alckmin/FHC – Lista de Furnas e caso Mirian que  estará de bom tamanho .

     

    Pedem ao povo apoio ao japona corrupto?

     

     

  17. Como é que é????????????????

    Como é que é???????????????? Uma categoria armada ameaçando o Ministro da Justiça? Querem impor um Ministro, é isso? Chamem o Putin!!!!!

    ” “Os Delegados Federais reiteram que defenderão a independência funcional para a livre condução da investigação criminal e adotarão todas as medidas para preservar a pouca, mas importante, autonomia que a instituição Polícia Federal conquistou”, completaram.”

      • Quem são mesmo, estes “representantes” ?

        Pelegos que vivem nababescamente com os subsídios que “mamam” do Estado, e retiram inescrupulosamente dos holerits dos sindicalizados, estes sindicalistas “de araque” agora querem “peitar” os seus superiores hierárquicos, e o papel constitucional da Presidente da República, de colocar e tirar dos cargos de confiança, sem ter que sujeitar-se a estas representações de pouca ou nenhuma importância.

  18. http://www.maiabotelho.com.br

    http://www.maiabotelho.com.br/noticias-e-artigos/tag/indeniza%C3%A7%C3%A3o.html

    MIRIAM LEITÃO NO REINO  REPUBLICANISTA – Hoje no seu horario na CBN a sabe-tudo Miriam Leitão sai da economia, 

    sua praia onde adora trocar miudezas de metas de inflação com o “tudo nos minimos detalhes” Prof.Luis Roberto Cunha, discutem milésimos de IGP15 versus centesimos de  IGPM descontando o expurgo do  IGPA , como se essas tertulias milimetricas tivessem alguma importancia diante da burtal recessão. Com bolas levantadas pelo inefavel Sardenberg, o melhor levantador do Brasil, treinado em Mervais e Miriams, Sardenberg dá a deixa e o tom e o entrevistado  pega o ritmo.

    Miriam hoje não perdeu tempo com os milesimos de inflação, pontificou sobre as maravilhas do “republicanismo” das instituições reportando-se a uma entrevista que lhe concedeu o então Ministro da Justiça Jose Martins Cardozo.

    Miriam deu total razão ao Ministro no sentido de que ninguem pode tocar na PF, que merece total autonomia, apesar de ser

    teoricamente subordinada ao Ministro da Justiça. Miriam e o Ministro, ambos, demonstram absoluto desconhecimento da Historia, da Teoria do Poder, da realidade real do mundo tal qual ele é e não como Poliana sonharia.

    O Estado é sustenatdo pelos cidadãos com os impostos que pagam. A partir dai ninguem tem autonomia no Estado.

    NÃO HÁ AUTONOMIA COM DINHEIRO PUBLICO. Como os cidadãos não podem diretamente fiscalizar o uso de seu dinheiro, delegam essa fiscalização aos REPRESENTANTES ELEITOS para que em nome fiscalizem como se gasta o dinheiro que pagam de impostos. Não há como falar em autonomia se quem paga a conta é o cidadão, não ha autonomia nem em um condominio de predio, há hierarquia em todo lugar, como uma instituição pode ser “solta e livre” sem comando externo?

    Ninguem, nem o Judiciario, nem o MP e muito menos organismos internos de Ministerior podem ter autonomia frente aos REPRESENTANTES ELEITOS pelos cidadãos, porque senão chegariamos ao absurdo de um organismo pago com o dinheiro propria fiscalizar-se a si proprio. Ninguem pode estar acima de controle e fiscalização não só de dinheiro mas tambem de funções enquanto pago pelo dinheiro dos cidadãos. Então esse “republicanismo” é uma fantasia inventada.

    Ministerios Publicos e Policias NÃO SÃO AUTONOMOS OU INDEPENDENTES nos demais paises, de onde o Brasil tirou a

    Doutrina manca do “”republicanismo” ? . Isso simplesmente não existe. A RESPONSABILIDADE POLITICA é do Ministro e acima disto é do PRESIDENTE , é este quem dá o aval a todas as investigações, não pode haver investigação autonoma,

    não há na França e nos EUA, quando esse investigação tem desdobramentos polliticos que o policial no nivel da investiação não percebe. Um exemplo: a policia descobre que um filho do Embaixador de um pais importante está envolvido

    com uma garota de programa que por sua vez tem ligações com um traficante de drogas. A Policia antes de agir consulta o Ministro porque uma ação policial pode ter desdobramentos que prejudicam as relações diplomaticas. N a França houve um caso em que a Policia queria deter o presidente de uma grande empresa de armamentos por corrupção, consultado o Ministro do Interior autorizou a investigação de forma sigilosa e sem escandalo porque a França estava em negociação para uma grande venda do armamento dessa empresa para um pais cliente e um escandalo queimaria a transação.

    Essa é a RESPONSABILIDADE POLITICA sobre as ações de policia que não podem correr soltas sempre, há casos e casos, há situações em que o interesse nacional atingido é muito mais importante do que a prisão de um culpado, à autoridade maior cabe o risco e a decisão de agir ou frear uma investigação, isso é da LOGICA DE GOVERNO e não tem nada a ver com republicanismo.

    A Lava Jato solta causou um dano ao Pais incomensuravelmente maior que qualquer ganho que possa haver ocorrido,

    empresas brasileiras importantes para o crescimento foram destroçadas, a imagem do Brasil no exterior foi para a lata do lixo, enquanto paises muito mais corruptos tem imagem limpa e tiram proveito disso, como o Mexico, a Africa do Sul, a India, a Russia, todos conseguiram manter seus “ratings” porque tem cuidado com a imgaem internacional, algo que o “republicanismo” não se importou em liquidar. O “rating” do Brasil hoje é absolutamente incompativel com a grandeza, categoria, potencial e qualificação do Brasil, estamos abaixo de paises insignificantes, na companhia de paises párias,

    nossa imagem foi liquidada por essa absurda exposição de mazelas que são reais mas que a boa politica recomenda

    deixar como segreso de familia e não roupa suja para vizinho ver.  È cinismo? Mas o mundo é assim, não se auto-flagela.

    Esse é o resultado catastrofico do “republicanismo” de Miriam, a Petrobras processada por todo lado, por vigaristas que compraram ações só para poder processar e extorquir a Petrobras, agora acionistas da Sete Brasil vão processar a Petrobras, vai ser um farra de processos porque IRRESPONSAVEIS QUEIMARAM O NOME DO BRASIL no mundo.

    O “republicanismo” deu nisso dona Miriam, é preciso enxergar mais alto do que o microfone.

     

     

  19. Dentro da Policia Federal há

    Dentro da Policia Federal há uma insatisfação como é conduzido hoje em dia, em especial no que acontece no paraná, a PF não é feita só de delegados, pelo contrário são os que menos trabalham, muitos defendem que se acabe com o cargo de Delegado e  transfira para MP suas atribuições. Tem muita irregularidade na PF hoje em dia basta ler o site do Marcelo Auler para se ter uma idéia do que acontece na PF hoje em dia.

  20. Os ratos estão em pânico

    Os ratos estão em pânico antecipado…

    Nem sabem se o novo gato é justiceiro, como deveria ser o gato anterior..

    Mas na dúvida.. os ratos estão esperneando.. “Quero ver o pau quebrar na casa de Noca..”..

    Vamos ver o novo Ministro ” tem garrafapara vender “

     

     

    • Eu tb. Aliás j´´a que ninguém

      Eu tb. Aliás j´´a que ninguém quer ser o dono do muquifo, o MTST ou o MST poderiam invadir!

      Esse triplex tá qu nem aquela grana do Maluf. Não é de ninguém. Assim que invadirem o dono aparece rapidinho e o judiciário  corre pra salvar o meliante.

  21. Autonomia financeira com o

    Autonomia financeira com o dinheiro de quem? Que eu saiba eles não comercializam nada. 

    Comandante é para comandar e o que está lá parece que não está comandando nada.

    Que “sociedade brasileira” que não aceitará? Aquela fatia que quer comer o fígado do Lula?

    Quem não quer que investigue? Engano, queremos que investiguem é muito mais, estão investigando só uma banda da história, é para alargar mais as investigações, precisa desenhar?

    E a oposição e a imprensa que parem de chorar o Cardozo derramado, já deu! 

     

    • é isso, malú
      pegou na

      é isso, malú

      pegou na veia…

      principalmetne quando voce questionou-os no terceiro parágrado do seu texto…. 

      que sociedade brasileira não aceitará a mudança de ministério, afinal?

      só se forem os perseguidores de petistas, que não são obviamente todos da pf nem todos do mpf…

      um governo é eleito e tem que dar trela para esses presunçosos

      que se acham os verdadeiros eleitos e representantes de todo o povo brasileiro…

      eles é que se candidatem, façam política partidária, mas não nos sindicatos….

  22. politica independente

    pede-se a isenção do ministro e da presidencia mas escreve-se que preferem tal e tal chefe. Perai, a presidente deve ser livre para escolher seus ministros e se estão acusando que o Sr Cardozo era independente, estão afirmando pela negativa que o ministro estava lhes dando “cobertura” politica. Tiro no pé.

  23. Que tal começar com o pé direito…

    E partir pra investigação dos laranjas  das offshores e seus triplex…..

    Dá prá usar a  desculpa  de que estava investigando Lula, mas  encontrou um bagre  mais graúdo !!

  24. A PF é orgão da Administração

    A PF é orgão da Administração direta, subordinada ao Ministério da Justiça, este último, subordinado ao chefe de governo. Qualquer coisa fora disso é inconstitucional. Ora bolas, ao nível que chegamos, delegado dando opinião sobre troca de ministro. 

    No tempo dos malditos militares, esses agentes públicos de opinião fácil, com sorte, seriam só exonerados.

  25. Adeus politicagem com distintivo

    O novo Ministro da Justiça foi quem na Bahia terminou com a politicagem nas polícias de lá. Os delegados da Vaza Rápido já estão com medo de terem suas atitudes pouco republicanas serem contestadas pelos superiores. Quem pode, pode, quem não pode obedece ou dança.

  26. Essas manifestações contra o

    Essas manifestações contra o novo MJ, só prova o quanto Cardozo era ineficiente.

    O DEM vai entrar na justiça contra a posse no novo MJ.

    Membros da oposição de vários partidos, criticaram a indicação do novo presidente.

    O Merval Pereira pede a volta do Cardozo.

    Nas redes sociais, entre os coxinha, há uma grita geral com a indicação do novo ministro.

    O PIG é radicalmente contra a saida do Cardozo

    Parece que estão prevendo o porvir

    Por tudo isso só podemos ter uma conclusão: O Cardozo era um tucano no governo petista.

     

  27. Que país é este ?

    Estamos mesmo no limiar de um golpe, quando sindicadecos de Delegados da Polícia Federal, e representantes desconhecidos de Procuradores Públicos, resolvem insubordinar-se, e vêm a público, criticar um ato democrático e de prerrogativa da Presidência da República, de trocar quando for conveniente, seu staff de Ministros e Diretores de órgãos públicos da alçada da Presidência, como se este ato comum num regime presidencialista, fosse incomum, e se uma Comandante em Chefe de uma nação, fosse obrigada, a prestar satisfação de seus atos a subordinados, e não o contrário.

    Quando funcionários públicos, deixam de reportar-se a seus superiores, e assumem “peitar” estes superiores, quando suas funções e postos são mudados ou remanejados, é hora de repensarmos se precisamos de verdade, termos e/ou permitirmos que estes sindicatos pelegos e inoperantes, em nossas instituições.

  28.  
    É  muito desaforo desse

     

    É  muito desaforo desse delegadozinho de merda da pf ameaçar o governo brasileiro. Este bosta desse chefete da corporação militar ameaçar com rebelião seu superior hierárquico é claro ato de sedição. Aliás, o novo Ministro da Justiça, já enfrentou um policial cafajeste, que liderando um ilegal movimento grevista na PM da Bahia, tentou por expedientes truculentos e ameaças e chantagens desse tipo amedrontar o governo Wagner e demais autoridades. Pois se deram mal, e o chantagista do tal PM soldado Prisco, acabou pagando uma boa cana. Depois o safado se filiou aos tucanos sendo agora deputado do Estado da Bahia. Vai que o tal do delegadozinho de merda tá buscando holofote pra arrumar um mandato. 

    Orlando

  29. É só cobrar.

    Se ministro fosse eu só cobraria: Vocês têm 15 dias para me informar quem são os bandidos que grampeiam ilegamente nas dependencias da pf; e quem são os bandidos que mancham a corporação vazando ilegalmente de dentro da pf.

    Lembrando que até um ministro do supremo já reclamou, e vocês nem deram bola, há mais de trê meses, é 15 dias e nada mais. Senão. rua…

    Simples.

  30. Eles criticam porque…

    Eles criticam porque eles sabem que alguns delegados e outros perderão os holofotes brevemente é só aparecer substitutos a altura.

  31. Ânimos muy exaltados…

    Gente, o pessoal parece estar tensomesmo, hein?

    Eu nunca havia visto tamanha “demonstração de força”.

    Talvez, no tempo dos milicos.

    O fato é que estas declarações atestam o estado de politização da PF.

    Mas o estado de politização não é de cunho “petista”.

    É justamente pelo lado “antipetista”.

    O MP e a PF parecem aparelhados contra o governo.

    As manifestações dos colunistas da Globo e as declarações dos policiais são absurdamente despropositadas, pela simples troca de um ministro.

    A troca não se deveu ao PT, mas ao fato de que José Cardozo foi desmoralizado de forma gritante ao afirmar, dias atrás, que Lula não estava sendo investigado, e ontem a investigação ser confirmada pelo procurador Dallagnol (?).

    O que é isto minha gente ?

    O que este pessoal quer ? Um estado fascista ? Um poder à parte, inauditável, fechado, sem transparência e “independente e autônomo” ?

    Mas nem o exército, a marinha e a aeronáutica demandam isto!

    Desculpas, mas existe isto em um estado democrático de direito ??

    Este pessoal quer governar sem voto e sem mandato.

    Precisamos falar sobre as 3 forças-tarefas em andamento.

    A força-tarefa pigal, força-tarefa golpista atuando no congresso e esta, do MP-PF, que azeita a roda.

     

  32. desesperados pelo conhecimento em erros…

    provam que sempre foram prontamente atendidos pelo ministro anterior

    mas o barato mesmo foi perceber com uma simples mudança o que a mídia sempre foi para eles

    e agora mais ainda, com ela atuando como advogada ou santa de última hora para as causas impossíveis

  33. Falta de comando

    Acho que a PF estava sem comando, sem cabresto, sem direção funcional.

    Esperamos que o novo MJ controle as rédeas, com a firmeza necessária e comando firme.

  34. A culpa não é do Cardozo, a

    A culpa não é do Cardozo, a responsabilidade de tudo que está acontecendo é da Dilma, como foi anteriormente do Lula.

     Na tentativa de parecerem “republicanos” acabaram nomeando para altos postos na burocracia do Estado as pessoas menos republicanas que se poderia imaginar.

    Não é republicano colocar como PGR o procurador eleito pelos seus pares. O Ministério Público Federal não é uma categoria a eleger o presidente de seu sindicato. O PGR tem o dever legal de proteger a ordem jurídica no país, não de agradar ou trabalhar para sua “categoria”. Tentando ser republicano, Lula apenas abdicou de uma função que a CF a ele atribuía especificamente. E Dilma, com sua nenhuma experiência política, seguiu o caminho. E chegamos a esse absurdo estado de coisas.

    Tanto Lula quanto Dilma poderiam ter nomeado PGRs e Diretores da PF que fossem decentes e que tivessem noção segura de suas funções. Não precisava, evidentemente, ser um Brindeiro engavetador, mas não precisavam ser inimigos flagrantes do país. Para ser republicano basta ser honesto, sério e o mais possível imune a pressões, seja de que lado for.

    Tudo deriva da ideía que Lula sempre teve a respeito de Procuradores e Juízes. Ele sempre acreditou que pelo fato de ocuparem tais postos, procuradores e juízes são, necessariamente, pessoas sérias, íntegras, conhecedoras e aplicadoras da lei. Só que essas pessoas são servidores públicos, no sentido lato, exatamente como outros quaisquer. Tem ideias políticas, preferências partidárias, do mesmo modo que nós todos. E  nada pode ser pior, para um país, do que depositar o poder em mãos erradas.

    Lula e Dilma fizeram isso, na ilusão de que estariam instaurando o reinado da lei e da ordem, do respeito às leis e à hierarquia do poder. E nos lançaram nesse poço sem fundo chamado Lava Jato. Fizeram muito pelo país, mas arriscaram tudo numa ideia errada que não souberam como reverter.

  35. O povo está se mobilizando

    O povo está se mobilizando mas é para defender o pão de cada dia, coisa com a qual nem a PF, nem a justiça, nem o executivo e nem o legislativo estão preocupados, pois o deles está garantido – e sobra até para o caviar.

  36. Gravíssima insubordinação da

    Gravíssima insubordinação da PF. 

    Toda a cúpula deve ser demitida. Simples assim.

    O MPF deveria se manifestar se apóia a declaração do delegadozinho da ADPF.

    Se o governo se calar diante de tal insubordinação, será seu fim.

     

  37. Um ministro da justiça fraco,

    Um ministro da justiça fraco, como Cardoso foi durante todo seu mandato, é tudo que a oposição e a mídia golpista precisam para continuar ditando as regras do jogo. 

  38. Gravíssima insubordinação da

    Gravíssima insubordinação da PF. 

    Toda a cúpula deve ser demitida. Simples assim.

    O MPF deveria se manifestar se apóia a declaração do delegadozinho da ADPF.

    Se o governo se calar diante de tal insubordinação, será seu fim.

     

  39. “Os Delegados Federais

    “Os Delegados Federais reiteram que defenderão a independência funcional para a livre condução da investigação criminal e adotarão todas as medidas para preservar a pouca, mas importante, autonomia que a instituição Polícia Federal conquistou”

    A expressão “adotarão todas as medidas” que claramente é uma afronta ao poder político da Presidência da República. Isso significa o que mesmo?

     

     

     

    • Isso é crime,

      claramente. Crime que, em uma democracia verdadeira, ou mesmo no Brasil em épocas normais, ensejaria a prisão dos “delegados” tucanos, com futura condenação e expulsão da corporação.

  40. E na mesma declaração a ADPF

    E na mesma declaração a ADPF diz que : “Na manifestação, pediram “o apoio do povo brasileiro para defender a Polícia Federal””

    A Polícia Federal concorda com a ADPF?

    O MPF concorda com isso? Foi citado.

    O MInistério da  Defesa concorda com isso?

     

  41. A PF junto com os abutres da

    A PF junto com os abutres da mídia encurralou o governo publicamente, protestando contra a saída do zero à esquerda do Ministério da Justiça. Prova de que realmente era um zero à esquerda preservado por Dilma em sua incapacidade de cumprir seu mandato popular.

    A minha pergunta é muito simples: o governo reagirá a esta insubordinação pública da PF apoiada pela mídia tresloucada?

    Ou Dilma só range os dentes para seus apoiadores sem armas?

  42. A MÍDIA QUER MANDAR NO GOVERNO, NO BRASIL E NA CONSTITUIÇÃO.

    Mas, sobretudo, a sociedade brasileira não aceitará”.

    Curioso dizer que a sociedade brasileira não aceita. 

    Quem pode falar em nome da sociedade brasileira????????????

    Só a própria sociedade, eu pelo menos estou totsalmente de acordo.

  43. Se estão preocupados…

    É porque este seria o calcanhar de aquiles para destruir toda a indisciplina da Lava Jato. Agora sabemos por que Cardozo foi mantido por tanto tempo no cargo. Provavelmente, Dilma como uma boa tucana, vai impedir o novo Ministro de agir contra a Policia Federal.

    Interessante, após o republicanismo da era Lula, é a Polícia Federal que manda no Ministro da Justiça, e não o contrário.

  44. Tentativa de intimidação do novo Ministro da Justiça

    A mudança de comando no Ministério da Justiça desencadeou forte processo de tentativa de intimidação do Novo Ministro.

    Da mesma forma que faz diuturnamente com Dilma Rousseff, a mídia dominante relaciona os possíveis comportamentos do novo titular e as possíveis reações do conglomerado formado por ela mesma e a parte conservadora das instituições envolvidas: Ministério Público Federal (MPF)  e Polícia Federal (PF). É uma tentativa de encurralar, emparedar, minar qualquer tipo de iniciativa do escolhido de Wagner.

    Esse amordaçamento tem funcionado contra a Presidenta em virtude de sua frágil assessoria jurídica, bem como por fracassos medidos por indicadores econômicos convencionais. Some-se a isso o bullying das agências de classificação de risco.

    A Presidente Dilma vive num cativeiro político, apavorada com panelaços que seguem seus discursos, assustada com a possibilidade real de um impeachment, de mãos atadas diante da incriminação e prisão de colaboradores próximos. E, talvez o estrago seja tal que um novo Ministro da Justiça não seja suficiente para reverter o quadro.

    Mas, se fôssemos pensar numa postura ideal do Ministro Wellington César, ou seja, que não caracterizasse interferência indevida nas investigações, não depreciasse sua biografia como bom negociador entre forças policiais e não aumentasse a rejeição popular ao Governo, sugeriríamos algo como:

    1) Exigir disciplina da PF: não é aceitável que delegados e agentes manifestem suas  preferências políticas, por qualquer meio, com críticas ao Governo ou mesmo com ataques pessoais contra Dilma Rousseff, Lula ou qualquer outro;

    2) Exigir isenção da PF: em vez de bloquear as investigações contra membros do PT, o Ministro pode exigir que denúncias/delações contra membros de outros partidos tenham o mesmo peso nas investigações e a mesma qualidade na colheita de provas e abertura de inquéritos;

    3) Exigir gestão por parte do Diretor Geral da PF: os devidos procedimentos administrativos, referentes às quebras de disciplina e falta de isenção, devem ser abertos pelo Diretor Geral – na forma da lei – e os resultados devem ser tornados públicos;

    4) Reforçar e dar mais autonomia à Corregedoria da PF;

    5) desenvolver gestão, junto ao Titular do Ministério Público Federal, de modo a garantir que os mesmos princípios de disciplina e isenção sejam observados pela respectiva classe jurídica.

     

    Os efeitos dessa atuação ideal do novo Ministro da Justiça devem ser, entre outras, investigação e prisão de membros de outros partidos e não somente do PT.

  45. A FOLHA EM EDITORIAL DIZ QUE

    há limites  para o Ministro da Justiça.

        Só não existem limintes para a canalhice dos barões da grande imprensa deste país.

  46. A saída de um defensor

    Deve ser mesmo um grande golpe para a tchurma. O choro deles demonstra claramente que o Zé Eduardo jamais deveria ter sido nomeado para a Justiça, num momento desses, ou melhor, ele não é confiável.

    • A insatisfação demonstrada é

      A insatisfação demonstrada é a prova cabal de que a oposição exercia influência sobre o Ministro da Justiça e PF. 

  47. Para bom entendedor meia

    Para bom entendedor meia palavra basta. Se o novo ministro disse que nada vai mudar e se o PIG reagiu assim é porque alguma coisa vai mudar. Aliás, quase tudo na PF tem que mudar; a começar pelo diretor geral, Leandro Daielo.

  48. Curiosidade

    Até poucos dias atrás o ex-Ministro não era conhecido pela alcunha de Rolando Lero pelos rambos tupiniquins? Porque então” um sinal de alerta”?

     

  49. A ESCOLHA DO MINISTRO NÃO É FACULTATIVO DA PF.

    A escolha de Ministro é facultaivo da Presidenta da República, a PF obedece o Ministro que obedece a presidenta, até parece que a PF foi eleita por voto e é a presidenta que lhes deve obedioencia. Não deviam nem ler a carta de associações de políciais nesse sentido, MANDA QUEM PODE E OBEDECE QUEM É COMANDADO, só isso, simples assim. A Policia FEDERAL OBEDECE a PRESIDENTA DILMA, ao não fazer isso comete crime de desobediencia, é a lei, é a constituição.

  50. Hehehe, e olha que a matéria
    Hehehe, e olha que a matéria nem chegou a analisar o comportamento do Brasil 247 con relação ao Zé soneca. Deixa estar. Acho que o novo ministro deveria criar uma lava jato pra pegar tucanos.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome