Globo suspende publicação, no Brasil, de livro que trata de propina à Fifa

 
Jornal GGN – A editora Globo Livros comprou os direitos de publicação, no Brasil, do livro “Cartão Vermelho”, que narra corrupção da Fifa e cita pagamento de propina por parte da emissora para transmitir jogos. Segundo o autor, o jornalista Ken Besinger, a obra foi lançada no exterior mas, no Brasil, foi embargada pela editora.
 
“Recentemente meu agente ligou para um responsável da Globo Livros, e eles disseram que meu livro menciona a Globo, mas não muito, só um pouco no final. Mas eles disseram que não querem publicar até o caso criminal ser encerrado”, diz Bensinger.
 
O livro foi lançado nos Estados Unidos em junho de 2018, e há também edição em Portugal. O título original é “Cartão Vermelho: Como os EUA Revelaram o maior Escândalo Esportivo Mundial”. Na produção, o jornalista relata com detalhes o escândalo de corrupção da Fifa, revelado em 2015.
 
Segundo a Folha desta quinta (10), a Globo aparece 4 vezes no livro. Numa delas, “Bensinger informa o quanto a Globo pagou à Fifa pelos direitos de TV das Copas do Mundo de 2010 e 2014. Segundo o autor, a emissora desembolsou 340 milhões de euros (aproximadamente R$ 1,4 bilhão).” 
 
O jornalista reproduz também o depoimento de Alejandro Buzarco, ex-homem forte da companhia de marketing argentina Torneos y Competencias, à Justiça dos Estados Unidos. Em novembro de 2017, ele afirmou que a Globo e a Televisa “pagaram propina a um dirigente da Fifa durante negociação para compra de direitos de transmissão da Copa do Mundo”, lembrou o diário.
 
Procurada, a Globo Livros ainda não se manifestou sobre o embargo.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora