Grampo é ápice da aliança entre mídia e Judiciário, por Jorge Rebolla

Por Jorge Rebolla

Golpe de Estado midiático-judicial

O Brasil vive um momento histórico. Hoje, 16 de março de 2016, presenciamos o ápice de uma aliança espúria entre setores do Estado e concessionários de serviços públicos. Um juiz determina a quebra do sigilo judicial de uma investigação e a entrega de imediato para as Organizações Globo, deixando claro que para o investigado não é necessária sequer a denúncia formal para se reduzido à condição de réu, basta o ato de vontade do magistrado terceirizando a função jurisdicional, da qual não possui sequer a competência para os feitos. A denúncia, o julgamento, a prolação da sentença e a execução da pena foram enviados à instância superior composta pelos contratados da família Marinho. Repórteres, comentaristas, apresentadores e âncoras assumiram as funções reservadas ao poder judiciário. Tudo sob o aplauso de ignorantes, a conivência de quem tem a obrigação de zelar pelo fiel cumprimento das leis e a leniência de acovardados que deveriam impedir os excessos. O Brasil mostrou ao mundo que as leis só devem ser cumpridas se forem ao encontro da vontade do aplicador. Caso contrário às favas com elas.

Um diálogo que não apresenta a prática de nenhum crime, sequer uma intenção criminosa, como declara o próprio responsável pela sua divulgação, tornou-se através de falácias a principal prova do libelo acusatório brandido pelos sicários da mídia. Para que uma operação destinada a impedir a prisão de quem sequer foi denunciado numa ação penal? Além do agravante da evidência ser absolutamente ilegal, ainda pior, a mesma havia sido juntada aos autos pelo próprio juiz Sérgio Moro, consciente do ato que cometia, tendo em vista que os seus próprios despachos assim a caracterizam. A sequência dos fatos e horas que constam no inquérito por ele presidido demonstra que a gravação telefônica com a conversa entre o Lula e a presidente Dilma foi obtida sem autorização judicial. O próprio magistrado havia determinado horas antes o fim da escuta telefônica. Nem mesmo o foro privilegiando da governante precisa ser invocado. O horror de um Estado totalitário comandado pela mídia mostrou-se em maligno esplendor.

Um cidadão comum não possui direitos nesta sociedade na qual os agentes policiais, procuradores do ministério públicos e juízes agem ao bel prazer. Blindados pelo espírito de corpo, o acobertamento e a cobertura manipulada da imprensa os papéis destinados a cada um deles podem deixar de existir conforme as conveniências do momento. A separação entre quem investiga, quem denuncia e quem julga, fundamental para impedir abusos, podem ser apagadas quando entre eles forma-se uma associação para atingir um fim comum. Torna-se uma máquina que esmaga os Direitos e as Garantias Individuais de qualquer um a quem queira atingir. Pode ser o Lula, mas também o seu Zé, eu ou você. O golpe não se restringe à Dilma, atinge com maior força a Constituição. Impedir o sucesso do golpismo concretizado nesta data é fundamental para que a democracia brasileira não se torne página virada.

33 comentários

  1. Chamem o Rupert Murdoch , o

    Chamem o Rupert Murdoch , o Carlos Slim e outros. Este é o momento de abrir a concorrência.. Corte total no patrocínio dos meios de comunicação. Em 6 meses esta emissora vai à falência.

  2. A indignação e a dor que hoje

    A indignação e a dor que hoje me tomam são mil vezes maior do que aquelas que durante os longos anos da ditadura me fizeram sofrer e repudiar a truculância, a barbárie e a ignorância da tirania.

  3. O complô

    No outro golpe, havia os militares , que por serem de linha dura, usaram e abusaram do prendo e arrebento. Hoje, por mais que tenham vontade, ocupantes da Magistratura , do Ministério Público e Polícia federal não podem usar dos mesmos artifícios, primeiro, porque não têm o mesmo espírito e segundo por ser anacrônico. A fofoca, as intrigas, os embustes se tornaram a máquina do braço logistico e propandista do golpe. O vale tudo que abraçado por quem vai as ruas é justificado pelo ódio que sempre existiu contra o PT. Então os fins passam a justificar os meios e as favas com o ordenamento jurídico que deveria nortear os pedidos e decisões dos processos judiciais.

  4. Concordo e digo mais.
    Agora,

    Concordo e digo mais.

    Agora, Sérgio Moro começará a cair.

    E a mídia cortará os cordões que a ligam a ele.

    Um juiz sem cargo, sem carreira e sem futuro é inútil para a mídia.

    E a mídia sabe quando deve ser manipuladora e sabe melhor ainda quando ser ingrata.

    Moro vai cair sozinho.

    Em breve estará fazendo companhia para Rocha Mattos, outro juiz federal que foi temporariamente herói da mídia.

  5. Onde a embaixadora americana, Liliana Ayalde, põe o pé, é golpe

    Onde a embaixadora americana, Liliana Ayalde, põe o pé, é golpe na certa. Quando os EUA a destacaram prá cá, o golpe já vinha sendo tramado. Quando a direita fascista que hoje está nas ruas tomou para si o movimento do MPL (Passe Livre), o golpe já estava sendo gestado. O que vemos ai é apenas a continuação de mais uma Primavera Árabe 

    Deu no Terra, em setembro de 2013

    Obama nomeia Liliana Ayalde como nova embaixadora dos EUA no Brasil

    http://noticias.terra.com.br/mundo/obama-nomeia-liliana-ayalde-como-nova-embaixadora-dos-eua-no-brasil,b6cde81e2424f310VgnCLD2000000ec6eb0aRCRD.html

  6. Todo cidadão democrata,

    Todo cidadão democrata, politicamente consciente, mesmo que tenha ideias não propriamente esquerdistas, deveria estar com muito medo do futuro nesta hora. Mesmo que para muitos seja imperceptível, a segurança jurídica foi quebrada com implicações terríveis sobre qualquer brasileiro. As leis da Nação, não são mais capazes de protegê-lo integralmente. Assim como se forçava os judeus para entrarem na câmara de gás, existe no ar um clima de ingresso forçado em algum mundo misterioso onde não há leis, ou onde elas são novas regras desconhecidas e arbitrárias, convencionadas por parte mínima e privilegiada da população, em completo desprezo pelo pacto universal firmado por todos os brasileiros no texto de sua Constituição.

    Mas essa situação de ante-ditadura, ou de ante-guerra civil, não começou agora. Começou quando a inteligência da Nação se mostrou “compreensiva” e leniente com as primeiras violações de direitos básicos cometidas pelo juiz Moro e sua equipe, em coordenação com uma mídia sem escrúpulos e nitidamente partidária. Contudo, ainda é tempo de salvar o país do desatre maior de sua história. Todos devem, simplesmente, assumir suas responsabilidades institucionais e desprezar os gritos bélicos de uma imprensa que foi empoderada demais da conta.

  7. Moro Investigado

    Pelo meu entendimento Moro será processado pelo STF, e instâncias “cabíveis”  como está na própria declaração da Presidente Dilma. Caso seja ele (Moro) objeto de investigação, não seria o caso ter seu sigilo telefônico e telemático quebrado pela justiça? Acredito que vamos descobrir coisas “inconfessáveis” a respeito desse juiz de 1ª instância. Pago pra ver!

  8. POST

    Nassif obrigada pela sua leitura clara dos fatos, as vezes me acho um E.T ! Mas o golpe esta tão perverso e instalado que venho aqui para encontrar um respiro! Vejo o mesmo que você!

  9. e todos se encontram e revelam-se…

    na derradeira tentativa de tornar toda a trama oficial e autorizada

    reparem que a primeira providência foi colocar a operadora no tabuleiro

    assim misturam tudo e o que era de um grupo passa por ser de uma instituição e legal

    • há tempos vinham beirando a ilegalidade…

      e até descobertos em certas passagens ou manobras, também diminuídas pela Globo

      todas sem nenhum significado democrático ou garantidas pela nossa Constituição

      foi por isso que, ao final, em derradeiro desespero, tentaram envolver, atacar e sujar o STF

  10. Muito esquisito.

    Afinal o aúdio é de um grampo entregue à Globo foi no fone da Presidenta Dilma, em que dia ocorreu, e a que horas?

    O Dr. Moro baseado no relatório da PF diz que foi ontem, após a nomeação já notoriamente noticiada no dia anterior. Essa tal conversa de termo de posse ocorreu ontem a tarde, após o vencimento do prazo do grampo autorizado. Mas, por outro lado, aparenta ser no fone da Presidenta, que possa ter sido gravado anteriormente, no dia da condução coercitiva de Lula..Logo o relatório da PF ao Dr. Moro a respeito do ex-Presidente Lula seria falso, é isso? Caso o relatório seja verdadeiro, a gravação não significa nada. Só uma praxe. O relatório das escutas da PF reside o mistério.

    E se foi Teori e o PGR que grampearam a Presidenta Dilma investigando a ação de conduzir o ex-Presidente Lula a Ministro, baseada no fato de haver uma delação premiada do ex-Senador Delcídio?

    E se o relatório for falso, com gravação da presidenta Dilma de uma investigação conduzida pelo STF plantada na investigação do Dr. Moro, hein?

    Ora, quem materializa a escuta é a autoridade policial, a PF. Ela tem as degravações dos grampos, tanto da Presidenta – se for o caso -, quanto do ex-Presidente. O canal da liberação do grampo contra a Presidenta Dilma foi via Dr. Moro, isso é fato, mas ele pode não estar só no decuido, como todos sabemos. Já houve descuido dele em tornar público telefones de defensores do ex-Presidente Lula, os quais foram ofendidos.

    Enquanto isso, Dr. Janot viaja. Esquisito, muito esquisito.

  11. De quem foi a ideia?

    A Globo está querendo livrar a cara do juiz publicando um novo suposto grampo do LULA aqui:

    http://globoesporte.globo.com/pr/futebol/noticia/2016/03/grampo-da-pf-revela-conversa-de-lula-sobre-tecnico-e-parceria-do-atletico-pr.html

    Para dizer que ele não grampeou a presidente!

    Não prova que não grampeou a presidente…

    Fica a pergunta:

    Quem DEDUZIU que a conversa era uma ação politica e não uma ação meramente administrativa?

    Quem chegou a essa conclusão apressada?

    Quem induziu o povo a sair nas ruas acreditando que era uma intervenção politica?

    Foi a globo ou foi o juiz?

    Ai tem um delito…

    Quem pagará por isso?

  12. Dilma deve e deve, mais do

    Dilma deve e deve, mais do que nunca, requsitar – quantas vezes for necessário mesmo ao dia – a formação de Cadeia Nacional e responder à grande mídia golpista que está insuflando o país ao ódio, ao confronto.

    É mesmo uma obrigação sua como chefe de Estado

  13. É o golpe em andamento
    É preciso denunciar a exaustão essa frente golpista mídia/judiciário. Estão tentando dar ares de legalidade a algo claramente criminoso.
    Estão tentando inverter valores com objetivo de convulcionar a população e justificar o golpe.
    É gravíssimo o quadro quando a população não consegue refletir e concluir por ela mesma dada a avalanche de notícias falsas e dados manipulados.
    Esse processo de “mexer” na cabeça das pessoas teve início há algum tempo e demonstra eficácia quando se constata características fascistas nas práticas das pessoas aparentemente sãs.
    Portanto, passou o momento do diagnóstico, faz-se necessário reagir dentro das regras democráticas.

  14. E a Globo ?

    Há algum tempo, em uma entrevista no SBT, o Silvio Santos comentou que se o governo não avalizasse mais a concessão da emissora, ele simplesmente mudaria de vida. Simples assim !

     

    Qual a dificulade em cortar a concessão da Globo ou criar novos regulamentos que obriguem a concedida respeitar a Constituição sob pena de atos contrários terem ritos sumários de avaliação ?

  15. Quebrar o Estado de Direito é um risco muito maior do que muitos

    Quebrar o Estado de Direito é um risco muito maior do que muitos avaliam, no seio da sociedade existem indivíduos realmente perigosos, muito perigosos, que se não estiverem submetidos a uma Lei Maior, geral e impessoal que tenha validade real, se sentirão confontáveis para impor suas própias Leis.

    Mas que é uma hipótese científica interessante ver estes indivíduos agindo livres, leves e soltos, isto é

    Quem pode mais, chora menos, diz a sabedoria popular.

  16. Nao foi so a globo a Record

    Nao foi so a globo a Record entrou de cabeca no golpe, nao sei se foi so pela baixa qualidade do jornalismo mas um “comentarista politico” falou que ontem era dia de derrubada do governo.

  17. Juiz apartidário
    Um juiz que se diz “apartidário”, que frequenta reuniões partidárias, recebe prêmios em eventos partidários, a família trabalha em local partidário, é investido de uma vaidade partidária, divulga informação sigilosa partidária, grampeia escuta partidária, infringe leis de forma partidária… e vem dizer que ainda que é imparcial?

  18. Estado aparelhado ao petê!! Pfff
    Dizem que o estado é aparelhado ao petê !! Onde? Juiz tendencioso, já foi várias vezes representado no CNJ por arbitrariedades cometidas na função, sem contar nas investigações feitas por ele que o nosso ordenamento jurídico não permite pois ele deveria ser imparcial no julgamento. Se fosse honrado na função, não usuaria o poder tb para cometer improbidade contra os direitos do advogados, e em nome da lei.

  19. Juizinho
    O juiz, o rei, o guardião da moral e dos bons costumes combatendo a corrupção com mais corrupção. “Tá serto”
    Ontem foi um ATO POLÍTICO, um atentado à ordem constitucional, à soberania nacional e ao Estado Democrático de Direito promovido por esse juiz. E a imprensa incitando cada vez mais ódio entre os brasileiros.

  20. Cegueira generalizada
    Por mais que seja obrigado a concordar com os argumentos da matéria, não posso me fazer de cego e perceber que o jogo midiático oferecido aos ávidos por um entendimento maior do que de fato está por trás de tudo que vemos, percebo claramente a conduta tendenciosa dos nossos jornalistas. Alimentados pela vontade de extravasar suas ideologias, cada um que nos escreve, no fim, apenas nos oferece seu ponto de vista. Mas contra fatos não há argumentos, não é assim que dizem? Então o que dizer sobre o fato de que segundo dados divulgados pelo UOL, a Rede Globo e as cinco emissoras de sua propriedade teriam recebido R$ 6,2 bilhões em publicidade federal durante os últimos doze anos de governo petista. A segunda maior verba foi destinada à Record: R$ 2 bilhões. De 2003 a 2014, o SBT recebeu R$ 1,6 bi, a Band, R$ 1 bi e a Rede TV! ficou com R$ 408 milhões? Ou ainda, como argumentar contra o fato de que Lula e Dilma investiram um total de R$ 13,9 bilhões para fazer propaganda em todas as TVs do país,e que a parte destinada somente às emissoras da Rede Globo representa quase metade desse total?
    Meus caros, enquanto vocês se digladiam por personagens que governam em favor próprio, muitas famílias estão lá fora perdendo seus empregos e suas casas por não conseguirem honrarem com seus compromissos. Na minha modesta opinião, só salvaremos este país quando aprendermos a direcionar nossas ações a um bem coletivo. Chega de jeitinho, chega de malandragem. E claro, viva a democracia!

  21. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome