Bolsonaro propõe usar dinheiro do contribuinte para socorrer bancos privados

Medida é proibida pela Lei de Responsabilidade Fiscal, mas é proposta em caso de "risco de crise sistêmica"

Jornal GGN – Jair Bolsonaro enviou ao Congresso uma resolução que propõe o uso de verba pública, dos contribuintes, para socorrer bancos privados. A medida é proibida pela Lei de Responsabilidade Fiscal e considerada um “tabu” desde os anos 1990.

Segundo a proposta, os recursos do Tesouro Nacional só seriam utilizados quando outras opções fossem superadas, como recolher valores entre os acionistas ou o uso de ações ou cotas de capital de dívidas que a instituição financeira tenha para receber.

O “regime de estabilização” visa socorrer os bancos para evitar o chamado “risco de crise sistêmica”.

O artigo 45 do projeto prevê que o Banco Central ou outra autoridade da resolução vai avalizar o empréstimo da União.

Ficará a cargo do Conselho Monetário Nacional, formado por integrantes do BC e do Ministério da Economia de Paulo Guedes, aprovar o empréstimo.

“Na prática, o projeto prevê a capitalização, pela União, do fundo de resolução que, por sua vez, poderá conceder recursos a um banco em dificuldades”. As condições de reembolso também serão definidas pelo CMN.

O projeto ainda prevê que a União, caso necessário, poderá se financiar emitindo títulos da Dívida Pública Mobiliária Federal, para ter fundos para salvar os bancos.

A Lei de Responsabilidade Fiscal, de 2000, proíbe a atuação do Tesouro dessa forma. Nos anos 1990, o governo teve de lançar um “programa de estímulo à reestruturação e ao fornecimento do sistema financeiro nacional”, o Proer, para injetar bilhões de reais no para salvar bancos. Desde então, a medida é considerada um tabu, diz o Estadão.

27 comentários

  1. Se os bancos apresentam lucros recordes, quais seriam os bancos em estado de falência?
    Seria isso manobra de Guedes para gerar corrida bancária e permitir que algum amigo dele venha a comprar algum banco em dificuldade com dinheiro pú?

  2. Salvar que bancos? Alguém sabe quantos bancos (ainda) operam no Brasil?
    Ouço falar dos bancões Brasil, CEF, Itaú, Bradesco, etc.
    Mas via internet a gente vê que há SICOOB, NUBANK, SICREDI, e sei lá mais quais. Estes são bancos salváveis pelo BC (por você, por nós) também?

  3. Deixa quebrar! O mercado auto-regula! Não é isso que dizem os tais neoliberais?então, o Deus mercado vai agir, não precisamos de governo se metendo na economia! O estado tá se metendo demais na economia,…

    17
    • É a contradição neoliberal……não mexam no meu lucro, mas suportem meu prejuízo….. olhando por esse prisma, esse tal neoliberalismo não existe….. é uma teoria que espertalhões, larápios, bandidos inventaram para espoliar o Estado e a sociedade……. neoliberalismo no fiofó dis outros é refresco…..para o povo, aposentados trabalhadores o desgoverno miliciano chora que não tem dinheiro…..mas para salvar bancos, aliás, assunto que bem estava sendo discutido, sobra dinheiro……

  4. Será que a recriação da CPMF teria algo a ver com essa questão dos bancos? Que bancos cobrando os spreads que cobram, tendo o lucro que têm, poderá falir? Vão forçar a volta da concorrência, agora com bancos internacionais, para exatamente forçar a redução do spread. Forçará? É mexer em quase R$ 100 bilhões ou mais. Por isso os bancos entram e tudo continua na mesma: pessoas e empresas, estas com dificuldade de capital de giro e para investir, e aqueles só recorrendo quando a situação pareça insustentável, sendo espoliados por agiotas com alvará. Paulo Guedes é banqueiro de origem, não vai entrar nessa.

    2
    1
    • Hildermes,
      desculpe o mal jeito, mas poderá ser justamente um banco do guedes e de seus “acepipes” os primeiros a quebrar.
      Pensa no lucrão.
      Ele some com uns trocados, pede liquidação, o governo ampara, e com o dinheiro sumido ele ainda compra uns títulos da dívida pública mobiliária, bota a remuneração de médio e longo prazo lá em cima e ganha dos dois lados.
      Investimento mais seguro do que o colo da mamãe.
      Nós, pobre mortais, não sabemos fazer dinheiro do nada porque não fomos educados pra isso.
      Temos “pruridos”, responsabilidade e sensibilidade social, empatia, credulidade, essas coisas de pobre, por isso não podemos alçar ao poder e nem às grossas finanças públicas.
      Esses poderes são hereditários.

    • Hildermes,
      desculpe o mal jeito, mas poderá ser justamente um banco do guedes e de seus “acepipes” os primeiros a quebrar.
      Pensa no lucrão.
      Ele some com uns trocados, pede liquidação, o governo ampara, e com o dinheiro sumido ele ainda compra uns títulos da dívida pública mobiliária, bota a remuneração de médio e longo prazo lá em cima e ganha dos dois lados.
      Investimento mais seguro do que o colo da mamãe.
      Nós, pobre mortais, não sabemos fazer dinheiro do nada porque não fomos educados pra isso.
      Temos “pruridos”, responsabilidade e sensibilidade social, empatia, credulidade, essas coisas de pobre, por isso não podemos alçar ao poder e nem às grossas finanças públicas.
      Esses poderes são hereditários.

  5. Quantos bilhões de reais do PROER o setor financeiro ainda nos devem, pois se a dívida é com a União é nossa, é a nós que eles devem. Li semana passada que essa dívida de muitos bancos que foram absorvidos pelos 3 grandes ultrapassa os 400 bi.

    Já que talvez não se possa fujir de mais este golpe, que pelo menos se estabeleça que quem tem dívida com o PROER não pode ter acesso ao nosso dinheiro.

    Bancos emprestam a inadimplentes, por que nós devemos emprestar?

    Governinho de FDPs, com a devida vênia as putas.
    Para saúde e educação falta verba pública, agora para bancos que lucram bilhões e nada divide com o povo sobra.

    11
  6. A razão provável é o FIES. O jornalista deve investigar melhor antes de falar nesse estranho “socorro aos bancos”. Isso foi bandalheira, no governo Lula/Dilma, para benefício de um grupo. Vale investigar a irmã do ministro também…

  7. Quando eles lucram, e é muito… é deles! Quando o vento muda e eles perdem, é o nosso dinheiro que os salva?
    Por favor: chama o ladrão, chama o ladrão…

  8. Temos somente 5 bancos no Brasil qual está em dificuldade pois eles apresentaram lucros enormes em 2019.
    Itaú
    Bradesco
    Santander
    Caixa
    Brasil

  9. Só pode ser para salvar bancos de fachada, os que são usados para lavar dinheiro…
    nos moldes do banco Cruzeiro do Sul, da família Índio da Costa, com depósitos, empréstimos e aplicações fictícias, conforme foi divulgado e provado pela PF e BC

    única grana de verdade será a que vamos perder novamente, a União

  10. kkk kkk isso sim é exemplo de comunismo invertido, tira a aposentadoria do pobre para salvar banqueiro. Sou contra o impedimento dessa turma, o pobre de direita precisa rastejar por um governo progressista, precisa aprender na dor.
    Faz arminha com a mão que passa!!!

  11. MAS FORAM EXATAMENTE ELES QUE DERAM GOLPE NA DEMOCRACIA DO PAÍS.
    ESTÃO SENDO APOIADOS FORAZMENTE POR TODA MÍDIA.
    E POR GRANDE PARTE DA CLASSE MÉDIA.
    E POR PARTE DA POBREZA IGNARA.
    NÃO MOVEM-SE PARA FRENTE, DESTRUIRAM A ECONOMIA NACIONAL.
    A DÍVIDA PÚBLICA DOBROU! E A MISÉRIA E POBREZA VOLTOU.
    ESTÃO NO DOMÍNIO, NO PODER, E O OBJETIVO É DESTRUIR O BRASIL.
    TODOS ELES: MÍDIA, LAVA A JATO JUDICIÁRIO DE CURITIBA, CLASSE MÉDIA IGNARA (MAÇONARIA,
    ROTARYCLUB, LIONS CLUB).
    ELES OFERECEM O PAÍS AO SAQUE E DESTRUIÇÃO, POR ÓDIO AO PT.
    O ÓDIO AO PT TEM EXPLICAÇÃO: SÃO MUITO MELHORES E MUITO MAIS BRASILEIROS QUE ELES.
    E PROVARAM.
    E ELES SÃO MAIS NORTE-AMERICANOS QUE BRASILEIROS.

  12. Talvez o motivo seja o vento que anda soprando de terras araucárias às demais regiões do Brasil !

    Por lá se alardeou que conseguiram reaver alguns bilhões de dólares para a Petrobrás, parcialmente devolvidos e uma outra parte que se desejava aplicar em um partido daquelas bandas.

    O custo de devolução destes bilhões foi debitado a várias empresas, né mêrmo?!

    Ora algumas dessa empresas debitadas pediram pinico, ops, concordata, outras simplesmente faliram, pois seus donos as colocaram para devolver essa bufunfa. Afinal, não acham bonito perderem seu patrimônio pessoal.

    Ocorre que boa parte dessas empresas propino-devolventes estavam anteriormente muito bem penduradas em bancos.

    Vai daí, que, quer dizer, quem sabe, talvez, ou não, ops, só pensando em voz alta, sem provas, sem muita convicção, que alguns banqueiros possam detestar em cobrir seus erros de concessão destes empréstimos (coisa ruim) com o dinheiro do lucro (coisa boa – deles).

    Assim estariam (ó, em tese!) buscando alguém para cobrir esse rombo. Estariam! Estariam !
    (Só especulação, desconheço detalhes, posso estar enganado … )

  13. Quando se fala em “risco sistêmico”, lembro das “salvações” feias por FHC e sua quadrilha, e a maior de todas, a trilionária (em dólares) feita pelo santo Obama para os bancos e financeiras quebradas, que distribuíram o dinheiro como bônus como se fosse lucro, enquanto milhões de pobres coitados perdiam suas casas e economias, sem auxílio… Lembrando que a especialidade de Guedes é a manipulação de fundos, já sabemos o que esperar.

  14. Deveria socorrer as estatais e não as empresas privadas. Segundo o próprio governo, as empresas privadas são muito eficientes.

  15. Tenha vergonha na cara, socorra as estatais com dificudade. Vocês mesmos dizem que as empresas privadas são muito eficientes.

  16. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome