Bolsonaro quer subsidiar conta de luz de igrejas e transferir custo para consumidores

Jornal GGN – Contrariando a autoproclamada agenda neoliberal de Paulo Guedes, Jair Bolsonaro quer bancar parte da conta de luz das grandes igrejas evangélicas com recursos públicos. Segundo Estadão, o presidente já encomendou ao Ministério de Minas e Energia um decreto para o subsídio.

A iniciativa ocorre semanas depois que lideranças evangélicas e deputados da bancada da bíblia afirmaram que estão dispostos a ajudar Bolsonaro a recolher as centenas de milhares de assinaturas necessárias para fundar o partido Aliança pelo Brasil.

Não é sequer a primeira vez que Bolsonaro usa a caneta de presidente para agradar os evangélicos. No ano passado, ele aprovou um projeto garantindo incentivos fiscais às igrejas até 2032. Além disso, desobrigou a adequação dos ambientes a pessoas com deficiência.

A PROPOSTA

Pelo decreto, as grandes igrejas, tempos e basílicas, ligadas às redes de alta tensão, deixariam de pagar uma tarifa mais cara nos horários de pico das concessionárias, geralmente entre 17h30 e 20h30 – justamente os horários de cultos evangélicos.

O valor excedente, que deixaria de ser pago pelas igrejas, seria subsidiado pelo Ministério de Minas e Energia. Para equalizar a despesa, a Pasta estuda cobrar a diferença dos demais consumidores (“tanto residenciais quanto livres, via encargo chamado Conta de Desenvolvimento Energético, CDE”).

A Aneel não calculou quanto custaria o benefício às grandes igrejas, mas disse que a conta seria baixa. O Ministério da Economia já se posicionou contra.

Desde 2015, o Tesouro não paga qualquer subsídio no setor elétrico.

12 comentários

  1. a transcrição do sobrenome deste muar foi erroneamente grafado como bolsonaro, o correto é bolsoMaro, e lido assim: bol+Somaro.
    Somaro = Burro (it), e que os laboriosos muares me perdoem a comparação.

    2
    1
  2. Na verdade a chamada dessa matéria é gentil. O lide da matéria poderia ser:

    UMA VEZ MAIS JAIR BOLSONARO DEMONSTRA QUERER RASGAR A CONSTITUIÇÃO FEDERAL

    Desta vez o presidente fez arminha para o disposto no art. 19, I, da CF/88.

    Não só isso. Esse fanático religioso pode sofrer um Impeachment. Bolsonaro quer obrigar não evanjegues a subsidiar cultos evanjegues, algo que malfere a liberdade de consciência religiosa (art. 5º, VI, da CF/88) possibilitando a aplicação do art. 85, III, da CF/88.

  3. Pode isso TSE?
    Ou não vem ao caso?
    Uma coisa não tem relação causal com a outra?
    Sério…?
    kkkkkkkk

  4. O regime miliciano teocratico abecedariano nos obrigara a pagarmos contas de Luz de notórios picaretas bilionrios charlataes como Edir Macedo, Waldomiro, RR Soares, Malafaia….como se ja nao fosse pouco arcarmos com o IR dos quais sao isentos…..vem logo meteorito

  5. Faça-se… quero dizer, paga-se a luz!
    Na Espanha, durante a Guerra Civil Espanhola, queimavam-se igrejas. Também pudera, num país assolado historicamente pela miséria e pelo conluio entre as elites, a igreja e o governo…

  6. E cada vez mais grana enfiada no rabo desses pastores milionários que vivem a vida na riqueza as custas de pobres idiotas que trabalham até doentes pra dar vida boa pra essa raça maldita…

  7. Cadê o liberalismo econômico? Devia tirar todo e qualquer subsídio à igrejas e deixar que elas possam competir no mercado-livre das igrejas. As melhores igrejas continuam.

  8. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome