BP e Total desistem do megaleilão do pré-sal

Processo está programado para o dia 07; ANP não vai divulgar empresas restantes

Jornal GGN – Duas das 14 empresas inscritas no megaleilão de áreas do pré-sal anunciaram sua retirada da disputa, programada para o próximo dia 07.

Segundo informações do jornal Folha de São Paulo, a empresa britânica BP anunciou em teleconferência com analistas que sua desistência já foi comunicada à Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP). A decisão segue ao anúncio feito pela francesa Total, que decidiu não participar do processo no começo deste mês.

A decisão da BP foi divulgada na terça-feira pelo diretor financeiro da empresa, Brian Gilvary, que não explicou as razões que levaram à desistência. Porém, o presidente da companhia, Bob Dudley, havia dito em julho que o leilão “parece muito caro”.

No caso da Total, a empresa divulgou uma nota no início do mês afirmando que o processo não lhe permite a oportunidade de ser operadora ou líder do consórcio responsável pelas áreas – embora a Petrobras tenha optado por liderar duas das quatro áreas oferecidas.

O governo brasileiro vai oferecer ao mercado quatro descobertas no pré-sal da bacia de Santos. A maior delas é da principal produtora de petróleo do país, a área de Búzios, cujo bônus mínimo é de R$ 68,2 bilhões. A ANP informou que não vai divulgar quantas empresas seguem no páreo.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora