Decisão de Toffoli sobre Coaf leva juiz a suspender processo da Operação Sinal Fechado no RN

Constam nos autos informações detalhadas acerca da movimentação financeira e fiscal dos acusados, além de outras pessoas que com eles mantiveram relações, sem qualquer autorização judicial a respeito.

da Agência Saiba Mais

Decisão de Toffoli sobre Coaf leva juiz a suspender processo da Operação Sinal Fechado no RN

Por Rafael Duarte

A decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal Dias Toffoli de considerar ilegal o compartilhamento de informações do Coaf sem autorização judicial prévia está levando à suspensão, em instâncias inferiores, de vários processos que investigam suspeita de corrupção.

Um deles é a ação originada a partir da operação Sinal Fechado, que apura um esquema fraudulento ocorrido em 2010 no Detran do Rio Grande do Norte. Entre os políticos denunciados pelo Ministério Público na época estão o ex-senador

José Agripino Maia, o ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado e o atual presidente da Assembleia Legislativa Ezequiel Ferreira de Souza.

Como Agripino Maia tinha foro privilegiado à época da ação, o processo contra ele subiu para o STF, mas é referente ao mesmo esquema.

Constam nos autos informações detalhadas acerca da movimentação financeira e fiscal dos acusados, além de outras pessoas que com eles mantiveram relações, sem qualquer autorização judicial a respeito.

Leia matéria completa aqui

O GGN prepara uma série de vídeos que explica a influência dos EUA na Lava Jato. Quer apoiar o projeto? Clique aqui.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  ONGs pedem fim de sigilo sobre ações contra óleo no Nordeste