Defesa de Lula levará vazamentos do Intercept e ameaça de militares à ONU

Há expectativa de que a ONU debata a situação de Lula em setembro. Defesa terá de convencer a corte sobre o ex-presidente não ter condições de julgamento justo nos tribunais brasileiros

Jornal GGN – A defesa de Lula levará à Comissão de Direitos Humanos da ONU (Organização das Nações Unidas) as mensagens de Telegram trocadas entre Sergio Moro e procuradores da Lava Jato, e as ameaças de militares em momentos em que cortes superiores analisam recursos do ex-presidente em processos envolvendo a Lava Jato. É o que informa o Painel desta terça (25).

O GGN ESTÁ EM CAMPANHA NO SITE “CATARSE” PARA LANÇAR UMA SÉRIE DE REPORTAGENS E UM DOCUMENTÁRIO INÉDITO SOBRE PREVIDÊNCIA, TOMANDO AS CONSEQUÊNCIAS DA CAPITALIZAÇÃO NO CHILE COMO EXEMPLO DO QUE O GOVERNO BOLSONARO DESENHA PRO BRASIL. PARA SABER MAIS E APOIAR ESSE PROJETO, ACESSE: www.catarse.me/oexemplodochile

Segundo a coluna da Folha, “haverá sessão da ONU em setembro, e a expectativa dos defensores é a de que o caso do petista seja analisado nessa ocasião. O desafio dos advogados é convencer a entidade de que o pleito do ex-presidente se enquadra nos parâmetros dela.”

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Moro participava de planejamento da Lava Jato com MPF e PF

1 comentário

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome