Delação de Dario Messer amplia as suspeitas sobre Lava Jato de Curitiba

A narrativa permite dúvidas: ou faziam por influência do amigo ou porque partilhavam do butim. Em qualquer hipótese há crime de responsabilidade. Na segunda, crime de corrupção

Tente explicar de forma a isentar a Lava Jato Curitiba de suspeitas graves:

1. O doleiro Dario Messer atravessa década sem ser incomodado pela Operação Banestado e pela Lava Jato, ambos conduzidas pelo mesmo time de procuradores e pelo juiz Sérgio Moro. Isso apesar de ser conhecido como o doleiro dos doleiros.

2. Ele entra no radar da Lava Jato Rio de Janeiro por outras investigações. Em pouco tempo é preso.

3. Ontem, noticia-se a delação premiada e a entrega de R$ 1 bilhão em patrimônio. Como é que pode um doleiro que acumulou R$ 1 bilhão de patrimônio ter saido ileso da Lava Jato Curitiba, “a maior operação anticorrupção da história”?

4. Antes, no celular de Messer a Lava Jato Rio de Janeiro identificou mensagens que falavam em pagamento de uma mesada de US$ 15 mil para o procurador mais experiente da Lava Jato Curitiba.

Questão: qual a explicação lógica que justifica o fato da Lava Jato Curitiba jamais ter alcançado Messer?

Recorro à Teoria do Domínio do Fato, a metodologia utilizada pelo Ministério Público Federal nas suas investigações. Consiste em desenvolver uma tese inicial para analisar os fatos e não se perder no labirinto das informações levantadas.

A teoria do fato óbvia é a seguinte:

1. Dario Messer pagava um mensalão para um procurador da Lava Jato  Curitiba, que garantia sua blindagem.

2. Como a operação era conduzida por vários procuradores, outros procuradores sabiam da blindagem e concordaram.

Leia também:  GGN Covid Brasil: prossegue a queda na curva de casos

3. Aqui a narrativa permite dúvidas: ou faziam por influência do amigo ou porque partilhavam do butim. Em qualquer hipótese há crime de responsabilidade. Na segunda hipótese, há crime de corrupção.

Como modificar essa Teoria do Domínio do Fato?

Simples, apresentando outra Teoria que explique o fato do maior doleiro do pais, o doleiro dos doleiros, intimamente ligado a todos os crimes de lavagem de dinheiro do país, ter saído incólume das operações Banestado e Lava Jato Curitiba.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

16 comentários

  1. Desculpa, mas o Brasil precisa de um paredão para fuzilar esses desgraçados que destruíram o Brasil e está matando brasileiros. Mais de 100 mil mortos pelo covid tem que ser jogados nas costas deles, a permissão para matar pobres e indígenas, a destruição da economia e suas sequelas, fim dos direitos trabalhistas, entrega da água e petróleo, destruição da Amazonia. CORRUPTOS E ASSASSINOS.
    Junto com esses bandidos e criminosos e com o mesmo grau de bandidagem estão a imprensa e a plutocracia que a conduz.

    60
    • Não só isso, D. Vera Venturini, esse país precisa de cidadãos conscientes e eticamente, comprometidos com uma justiça imparcial, que na hora de aplicar a lei que é prá todos e, todos são iguais perante a lei (segundo apregoa a CF do Brasil), e de agentes públicos imparciais que em uma investigação, processo, julgamento, etc, saiba discernir entre o cidadão inocente e o culpado, sem olhar a cor, posição social, cargo ou função pública mas, a verdade, o direito, a lei específica e a justiça imparcial.
      Solte-se o inocente é prenda-se o culpado, essa, é a essência da justiça.

  2. no caso banestado, fhc e sua gang potegiam o larapio, na rouba-jato (ops lavajato), um tal de januario deveria ser o “protetor” do mesmo larapio

    34
  3. Nassif: pela lógica, parece que os GogoboysCuritibanos (filhotes diletos dos VerdeSauvas) eram as raposas que vigiavam o galinheiro do Quintal onde moramos. Voltados (exclusivamente) para (e contra) Kummunistas e Esquerdopatas, especialmente visando o SapoBarbudo, pouco ou nada se importavam com, por exemplo, o bando dos Demoníacos e dos Tucanídios. Muito menos com BANESTADO. Desconfia-se o que deve ter de milico “obsequiado” (de Coronel pra cima?) num tá no gibi. E agora que os fardados “tomaram de assalto o Poder” a farra do boi deve ampliar-se, trazendo a bandapodre do Centrão (BaixoClero) pra arena. Valdemarzinho e JeffersonX-9 nem se cabem de contente. De quando em vez os sabujos do PríncipeParisiense “prendem” bagrinhos, pra distração da galera e a grandemídia faturar comerciais. Até o PalacioDaAlvarado muda de nome, pra se adequar aos novos tempos. Via passar se chamar CasernaDoPôrDoSol. Sim, porque à noite todos os gatos são pardos…

    25
  4. É patente o acobertamento da turma da Lava Jato (e desde o caso do Banestado) ao “doleiro dos doleiros” Dario Messa.

    A idéia que fica é de que bem mais valores e envolvidos podem existir.

    Não confio em delação levada a cabo infra muros, sem transparência: o que foi conversado ? o que foi negociado ?

    22
    • Nilo: o problema maior é que no Judiciário (por sua maioria) o que não é cumplice está conivente com a situação da corrupção. Não me assustaria se essa “delação” estiver mais que “combinada”. Nem que o valor (na verdade) seja umas cinco vezes maior. Dizem que na DemocraciaDaBaioneta é assim mesmo..

  5. irá confirmar sua tese se o BOMBADO do Bretas, o que posa com a lurdinha, for alçado pelo BOZO, ou ao menoa indicado, pra se tornar um morcegão Supremo ..aí sim, td se encaixaria

    14
  6. À propósito do caso BANESTO:

    VÍDEO – REQUIÃO RESGATA CC5 E COMPARA COM LISTA DA ODEBRECHT ABAFADA PELA LAVA JATO: ALI ESTÃO OS LADRÕES DO BRASIL

    – ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS DA PETROBRAS

    – Entrevista de ROBERTO REQUIÃO

    https://www.youtube.com/watch?time_continue=612&v=OcMdnT9QQNw&feature=emb_logo

    ***
    Ex-governador do Paraná, Roberto Requião, mostra como e porque o escândalo do Banestado vem sendo abafado abafado desde a década de 1990, “em um grande acordo nacional”, por envolver personalidades de todas as correntes políticas e autoridades da República, colaborando, mais recentemente, para que a Operação Lava Jato fosse manipulada no sentido de viabilizar privatizações, o fim da aposentadoria dos trabalhadores brasileiros e da CLT.

    – “São fatos que atentam contra a soberania brasileira. Uma jogada geopolítica comandada pelos interesses dos EUA”, resume Requião.

    18
    • EU AMAGINO QUE O BRASIL NUNCA SAI DO ATOLEIRO DEVE SER POR SER TRAIDO SEMPRE POR SEUS MAUS FILHOS.
      NUNCA OUVI FALAR QUE NENHUM OUTRO PAIS DO MUNDO FAÇA ISSO. TRAIA SUA PRÓPRIA PATRIA.
      …..AI CHEGA LULA E MOSTRA E PROVA PARA O MUNDO QUE O BRASIL TEM JEITO.
      AI VEM UM BANDO DE TRAIDOR E DESFAZ TUDO DE NOVO……ENTREGA AS RIQUEZAS, TRAI SEU POVO E ROUBAM TUDO QUE É POSSIVEL ENQUANTO A POPULAÇÃO MORRE NMISÉRIA.

      …….QUE PAIS É ESSE??????…..

      13
  7. Exatamente, caro Nassif. A quantia paga é exorbitante. Como é que um montante destes passa em brancas nuvens por quem se considera tão minucioso em uma investigação? Fosse o que fosse, há o fator tempo, que deixa, no mínimo, dúvidas sobre tamanha falta de visibilidade.
    E uma parte da imprensa noticia esse bilhão como uma vitória do Judiciário.

    10
  8. Será que agora encontramos uma explicação para a denominação do grupo de Whatsapp “Filhos de Januário”?

  9. Se é um bilhão (acho que este número inflacionado é especulativo e claramente para desviar a atenção), a propina foi muito maior do que 15 mil. 15 mil foi uma “rachadinha” de última hora. Algo como um lembrete dos bons tempos e do “que, felizes, fizemos juntos”.
    Vão dar um “jeito” nele, claro.
    Está entre os vários crimes (nenhum equívoco) que o delanhol agora confessa e tenta (e vai escapar, é claro, por conivência) se livrar.

  10. Esse bilhão em bens confiscados do Messer, quando leiloados não renderão mais de R$ 300 milhões. Onde é que está a justiça nesse acordo? Não confiscaram nada em US$ ou Euros nas contas dele no exterior? Acordo entre compadres, muito estranho!

    • E lembrando que é doleiro, esse bilhão é menos de $200 milhões na taxa de câmbio de hoje. Nunca na história um bilhão de reais foi tão “barato”.

  11. Existe uma quadrilha bem sintonizada com os poderes. Se não fosse isso, essa gangue já estaria atrás das grades há muito tempo. Só não podemos nos acomodar e achar que o Brasil não tem jeito. Os golpistas estão sendo protegidos por forças muito grande que participam do butim. A Justiça há de vencer, mesmo que tardiamente. Essa é minha bandeira, a ESPERANÇA.

  12. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome