Em Natal, comunidades ameaçadas de remoção cobram solidariedade do governo Fátima Bezerra

Por Ion de Andrade
Entidades constatam que se o governo do Estado consentir com a demolição do Hotel Reis Magos, estará apoiando a Verticalização da Orla e fechando os olhos para a remoção de comunidades centenárias. Segue o documento completo.
Carta aberta:
Governadora Fátima Bezerra, lute pelo Hotel Reis Magos!
 
Quando o Partido dos Trabalhadores disputou as eleições para o Governo do Estado em 2018 , a totalidade dos movimentos populares de Natal cerrou fileiras em apoio a uma plataforma que considerava amplamente voltada para os anseios de segmentos que sofrem há décadas os ataques opressores do capital.
Governadora Fátima Bezerra, a vitória da senhora significa muito para os desassistidos, através da ascensão de uma governante de origem popular, símbolo da esperança, da defesa da cidadania, das liberdades, da solidariedade, da democracia, do bem social, do patrimônio público, da história.
A senhora representa a confiança de que o “poder emana do povo e em seu nome deve ser exercido”!
Após um ano no poder, entretanto, a senhora está agora diante de um dilema cujo desfecho pode macular sua história de luta popular. Sua e do seu partido!
A senhora deverá, imposta pela Justiça e pelas manobras nebulosas da Prefeitura de Natal decidir ou não pelo tombamento do histórico Hotel Reis Magos.
Se a senhora julgar acertadamente pela preservação do Hotel, permitindo que este importante patrimônio cultural possa  ser  recuperado , estará agindo em total consonância com o trajeto esperado por uma agremiação politica que sempre se colocou como guardiã dos movimentos populares, dos trabalhadores, dos sem terra, dos sem teto, dos bens culturais, dos monumentos históricos e das lutas cidadãs e democráticas da nação brasileira nos últimos 4O anos.
Estará, fundamentalmente, defendendo o direito à moradia e a luta daquelas bravas comunidades do entorno do Hotel –  Santos Reis, Brasília Teimosa e Rocas- de continuarem a habitar dignamente no local e de enfrentarem a maléfica revisão do Plano Diretor de natal  já em curso e que  coloca estas populações em risco de expulsão futura da área pela inevitável força do capital econômico. 
Todavia, se a senhora imitar o gesto bíblico de Pôncio Pilatos, lavando suas mãos em hora tão crucial e decidir contra o tombamento do imóvel, permitindo sua demolição, estará bem mais do que compactuando com o jogo pesado perpetrado pela Prefeitura de Natal. 
Estará dando as costas e colocando as nossas comunidades em perigo real e imediato. Estará destruindo um patrimônio cultural pertencente à coletividade. Estará se ombreando à política perversa de Jair Bolsonaro, cujas ações públicas tanto atacam os direitos do povo brasileiro em todas as áreas. Estará se aliando ao plano nefasto da prefeitura de Natal de construir monstruosos espigões que irão destruir em definitivo a orla urbana da capital potiguar. Logo a senhora que tem um histórico em prol da valorização e proteção da orla e das suas comunidades. 
A senhora sempre andou conosco! Não se ponha , portanto,  ao lado de lá, desse sistema que nos quer manter oprimidos! Com nossa divisão eles se farão mais fortes!
Com sua  aquiescência , a ordem será dada e os tratores virão para colocar ao chão um dos últimos representantes da magnífica arquitetura modernista brasileira, reconhecida mundialmente ,  que tanto representa a História que a senhora  se empenha em defender.
Serão escombros que irão sujar sua biografia e que a marcará como a governadora que ajudou a demolir o Hotel Reis Magos. 
Governadora, esteja atenta!  Haverá ainda os inevitáveis estragos políticos, já que política é o que parece contar mais do que qualquer coisa na aritmética de um projeto de poder: A eleição municipal de 2020 está às portas e será o primeiro ajuste de contas para os movimentos sociais que não esquecerão sua decisão nesse episódio.
Tudo que pedimos nesse instante decisivo é: reflita, honre uma história eivada de ética e coerência nas trincheiras da luta pelo povo,  levada a cabo pelo Partido dos Trabalhadores que necessita se aproximar novamente dos movimentos sociais. A decisão em prol do tombamento será uma oportunidade preciosa de reconstruir a firme aliança com os anseios dos movimentos de base que sempre abraçaram as lutas memoráveis do PT.
Governadora, não desfralde a bandeira histórica que sempre nos fez crer na esperança de uma sociedade justa e igualitária!                     
Subscrevem esta carta as seguintes entidades:
 
IAPHACC – Instituto dos Amigos do Patrimônio Histórico e Artístico Cultural e da Cidadania
 FECAP/RN – Federação dos Conselhos Comunitários do RN
CCBR – Conselho Comunitário do Bairro da Ribeira
CCBT – Conselho Comunitário de Brasília Teimosa
CSBT – Centro Social de Brasília Teimosa
AMA/PM – Associação Cristã dos Moradores e Amigos da Praia do Meio
Organização Mutirão.                     
Forum Direito a Cidade / UFRN”

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  A pandemia de coronavírus pode causar uma onda de danos cerebrais, alertam os cientistas