Embaixada dos EUA nega asilo político a Sara Winter

Quem fez a petição informal foi o advogado de Sara, Bertoni Barbosa de Oliveira, e disse que não poderia dar detalhes do encaminhamento do pedido

Jornal GGN – Sara Winter, ou Sara Fernanda Giromini, pediu asilo à Embaixada dos Estados Unidos, o pedido foi negado. Quem fez a petição informal foi o advogado de Sara, Bertoni Barbosa de Oliveira, e disse que não poderia dar detalhes do encaminhamento do pedido, mas afirmou que foi um pedido informal, em uma ‘articulação’ junto à embaixada. As informações são do Correio Braziliense.

Segundo ele, a negativa veio fundamentada no cenário de pandemia do país, já que brasileiros estão proibidos de entrarem nos EUA. Segundo o advogado, a moça teria que ficar na embaixada, sem dar declarações, até poder ir para o país em questão. Diz ele que existem regras, e ‘ela não poderia fazer o que faz hoje’, ou seja, ‘teria que ficar quietinha até a abertura, que ninguém sabe quando’, completou.

O advogado ainda acredita que o assassinato de George Floyd também contribuiu para a suposta negativa. De acordo com ele ‘Trump não está com cabeça para conceder asilo político nessas circunstâncias’.

O pedido foi feito após o ministro Alexandre de Morais enviar à PGR pedido de investigação da moça por declarações em que o ameaça.

No dia do cumprimento do mandado de busca e apreensão pela Polícia Federal, Sara destemperou chamando o ministro de ‘covarde’ e chamando pra briga, e mais algumas ameaças.

O pedido foi motivado por suspeitas de que a moça poderia ser presa preventivamente.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora