Excesso de ignorância e carência de inteligência: Heleno cometeu crime de responsabilidade

Agora, com seu comunicado, Heleno ameaça diretamente as instituições. Não pode ficar sem resposta. Sua ameaça ao STF exige que se pague para ver. Até agora, Bolsonaro e seus assessores diretos têm abusado das ameaças veladas e abertas.

O Ministro do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, deve explicações ao país. Nem se fale de sua rotunda ignorância, de considerar o encaminhamento de um pedido de terceiros, pelo Supremo Tribunal Federal, foi interpretado como intimação ao Presidente da República. Essa ignorância apenas comprova os riscos sanitários, institucionais e diplomáticos do país, nas mãos de pessoas tão sem noção.

Concretamente hoje, vizinho à sala de Heleno, há um grupo de pessoas – chamada genericamente de Gabinete do Ódio – atacando instituições, Ministros do próprio governo, cometendo crimes virtuais. Heleno sabe disso. Portanto, incorre em crime de responsabilidade ao fechar os olhos a esse movimento.

Tem mais. Até hoje não foram esclarecidas as circunstâncias do transporte de drogas no avião oficial.

Mais ainda, ao lado de outros auxiliares pessoais de Bolsonaro, é responsável pelas políticas públicas que transformaram o país em um cemitério a céu aberto, no principal foco do coronavirus no mundo.

Agora, com seu comunicado, Heleno ameaça diretamente as instituições. Não pode ficar sem resposta. Sua ameaça ao STF exige que se pague para ver. Até agora, Bolsonaro e seus assessores diretos têm abusado das ameaças veladas e abertas.

 

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Guedes defende economia para evitar impeachment de Bolsonaro

19 comentários

  1. A dignidade da Nação e o patrimônio democrático construído por minha geração nos fazem a todos repelir a manifestação abjeta desse senhor saudoso dos porões da ditadura militar e sua prática criminosa de tortura, sevícias, aniquilamento dos direitos humanos e anarquia constitucional, enfim, de uma terra sem lei. O general Heleno, incapaz de viver nos quadros de um estado de direito e sob as normas que a civilização nos impõe a todos, envergonha o País e insulta o Brasil! Está na hora de essas bestas-feras provarem do remédio amargo que por 21 anos impuseram ao Brasil e à sua juventude. Humilhação e cadeia para eles!
    João Carlos Bezerra de Melo Rio de Janeiro

    14
  2. Eu, com minha enorme ignorância – aumenta dia após dia – acredito que há um ministro da justiça e um advogado geral da união com os quais ele poderia se consultar antes de emitir tal nota. Se é que não consultou.

  3. A RESPOSTA TEM QUE SER” VAI,BOTA OS TANQUES NA RUA ,VAI!!”
    O comportamento de marginais de favela,sempre ameaçando e nós recuando tem QUE TER FIM.
    CHEGA !!!
    ISTO ACONTECE PORQUE NÃO PUNIMOS OS—–CRIMINOSOS DE FARDA DE 64—-
    AINDA MAIS !!ATÉ HOJE ESTE GENOCIDA DE CITÉ SOLEIL NO HAITÍ,NÃO ENFRENTOU JULGAMENTO,EIS O RESULTADO.
    Lembrando,quando aconteceu o genocídio no Haití,o presidente era o “republicano e conciliador”,Lula.

  4. Quem votou nesse amontoado de malucos deve estar orgulhoso…….vendo a tal reunião, verdadeiro hospício, o mais tosco é o tchutchuka….. só fala de reformas, não tem mais nada dentro daquela cabeça ….o Brasil é o novo Titanic……. iceberg tá lá na frente, a vista, enquanto a mídia-genocida bate palmas para os loucos, também genocidas, dançarem…

  5. A grande questão não é o STF, mas decisões monocráticas de seus membros.

    STF deveria sempre deliberar em conjunto, não monocraticamente a bem da estabilidade.

    2
    7
    • A bem da estabilidade, não deveria ter ocorrido impeachment da Dilma. Mas é isso: a política de conciliação de classes fracassou. A burguesia brasileira é esta coisa que ora observamos, genocida, ignorante, escravocrata, egoísta ao extremo, vende-pátria, fascista.

      Agora, há os aprendizes de feiticeiro que querem a “conciliação 2.0” (também conhecida como “Frente Ampla”), sem nunca dizer exatamente quando e como o programa dessa corja direitista será benéfico ao interesse nacional. Os “frenteamplistas” propõem uma aderência automática à direita, sem nenhuma condição programática nem nada, como se isso resolvesse o problema nacional. Na verdade, isso só resolve o problema da burguesia de estabilizar o regime golpista. Como costuma acontecer nas histórias de aprendiz de feiticeiro, uma catástrofe nos aguarda caso percorramos esse caminho.

      Polarizar já! Fora Bolsonaro! Pela autonomia política e intelectual da esquerda! Abaixo o golpe de 2016!

  6. boçalnaro tem de renunciar. mas há a ressalva de que existe o pedido, existe o pedido de parecer do pgr, se favorável ou não, e existe a possibilidade de decisão, já que parecer não vincula decisão. isso tudo movimentado por um vogal. da mesma forma que foi cassada, vogalmente, a nomeação de um Ministro de Estado, pela Presidenta da República, à época. tudo isso foi pedido. e feito. antes as buscas e apreensões não era sequer movimentadas no processo. não se pedia parecer ao ministério pudico, se decretava na calada da noite, para às seis se verem cumpridos. estamos fodidos! (sem ficar apreensivo, “chicotinho queimado tá ficando quente…”)

    2
    1
  7. Essa figura decrépita que não tem força para andar com as próprias pernas, se apóia no seu passado de general para falar o que não tem condições morais para cumprir. É lamentável usar as FA, que deveriam garantir a segurança do país, contra um poder institucional. Mais lamentável ainda, ameaçar a sociedade civil com possíveis medidas de força.

  8. “A un general”

    Región de manos sucias de pinceles sin pelo
    de niños boca abajo de cepillos de dientes
    Zona donde la rata se ennoblece
    y hay banderas inhumanas y cantan himnos
    y alguien te prende, hijo de puta,
    una medalla sobre el pecho

    Y te pudres lo mismo.

    Julio Cortázar

  9. É inacreditável que uma pessoa com essa limitação intelectual chegue à patente de General de Exército. Muito deprimente uma pessoa chegar a essa idade com o cérebro de um adolescente mimado. Pensem na possibilidade de uma criatura dessas comandar nossas tropas numa hipotética guerra contra a “Irrelevândia”! Seríamos derrotados em 24 horas…

  10. portal.stf.jhttp://portal.stf.jus.br/noticias/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=443982&ori=1us.br/noticias/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=443982&ori=1

  11. Quando as FFAA e o POVO brasileiro (parte fica “alvoroçada”) vão entender que elas não são SEQUER um PODER institucional?!
    Os poderes são TRÊS e os militares estão SUBORDINADOS ao poder CIVIL por eles (3) representados, hierarquicamente, em tempos normais, ao Executivo, que no entanto não tem poder sequer para colocá-lo em guerra sem a autorização do Parlamento.
    Não existe “poder” moderador ou tutelador, a menos de golpe bananeiro pelas armas.
    O bozismo sempre desvia o foco, que é:
    O (des)presidente da república COMETEU CRIME(s)? (se sim, é GRAVÍSSIMO!)
    O povo brasileiro está tão acostumado a golpes e autoritarismo que acha que o poder “maior”, o que está “por cima de tudo”, o “último recurso” é o poder militar, que (SEMPRE SUBORDINADO ao poder CIVIL) é armado eminentemente para defesa externa do país e não para o papel SECUNDÁRIO de “GLO” (interna), SE (e somente se) as instituições de segurança (polícias) não surtirem seus efeitos institucionais.
    Onde ficam os que dizem que “NINGUÉM ESTÁ ACIMA DA LEI!”.
    Ou os que celebraram não só o grampo ilegal e, pior, divulgado em rede nacional no mesmo dia?
    Sabemos que estes estão apoiando o memorando “augusto”, este sim, ameaçando as instituições.
    A reação a tal atitude é:
    1) O STF solicitar judicialmente, de imediato, esclarecimento e/ou retratação do Gal. Heleno.
    2) Caso se negue, definir e executar a pena legal apropriada.
    O STF É a instituição legal para julgar os membros dos demais poderes e o LEGISLATIVO tem poderes para impugnar o mandato do EXECUTIVO.
    Portanto, não há nenhuma interferência ilegal entre os poderes a ser sequer criticada, quanto mais gerar ameaças.
    Enquadre-se sem demora o general pelo devido PODER CIVIL.

  12. No momento em que os nervos e as emoções estão mais exacerbadas do que nunca, eu penso que chegou a hora dos verdadeiros patriotas das FA pelo menos enviar um comunicado para a nação brasileira informando, que a nota oficial emitida pelo general Augusto Heleno Ribeiro Pereira é de sua inteira responsabilidade e que não representa nenhum pensamento e/ou opinião das FA sobre a decisão do ministro do STF José Celso de Mello Filho, para a apreensão dos aparelhos celulares do Presidente da República Jair Messias Bolsonaro e do seu filho Carlos Nantes Bolsonaro.

  13. Correto. Celso de Mello NÃO pediu ao PGR a apreensão dos celulares do Presidente. Primeiro porque ele não pede, ele ORDENA. Em segundo, como bem esclarecido pelo Nassif (coisa que a mídia afoita não informou claramente), Celso de Mello encaminhou pedido formulado por terceiro para a MANIFESTAÇÃO do PGR para, ao depois, proferir uma decisão…

  14. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome