Miruna, a filha de Genoino, por Paulo Nogueira

Sugerido por Emiliammm

Da Carta Maior

 
O drama de Genoino tem extremos de caráter. De um lado, Joaquim Barbosa. A ele se contrapõe Miruna, que representa o que há de melhor no caráter humano.
 
Paulo Nogueira
 
Miruna. Poucas pessoas me impressionaram tanto, em 2013, quanto Miruna, a filha de Genoino.

As circunstâncias revelam a pessoa, sabemos todos. E no drama de seu pai, perseguido implacavelmente por Joaquim Barbosa e defendido tibiamente pelo PT, Miruna se mostrou um colosso.

Quem haveria de supor que por trás de uma jovem mulher tão doce e tão delicada estava uma leoa? Sua ira santa passará para a história como um testemunho do suplício ignominioso imposto a um homem que dedicou sua vida à luta por um país socialmente justo.O drama de Genoino tem extremos de caráter. De um lado, você tem Joaquim Barbosa, impiedoso, vingativo, um homem que parece se comprazer no sofrimento alheio.

Joaquim Barbosa é o antibrasileiro, a negação da índole generosa e cordial dos filhos do Brasil. É também, para lembrar um grande morto destes dias, o anti-Mandela. Joaquim Barbosa promove a discórdia, e Mandela personificou a concórdia. Barbosa é um deslumbrado, um alpinista social. Mandela conservou a simplicidade sempre, mesmo quando já era claro que fora um dos maiores homens de seu tempo.

A Joaquim Barbosa, no caso de Genoino, se contrapõe Miruna. Se ele é um exemplo negativo para os brasileiros, ela é o oposto. Miruna representa o que há de melhor no caráter humano: a paixão pela justiça, a perseverança na defesa de seus ideais, a devoção filial, a capacidade de se indignar diante de absurdos.

Num plano maior, o que estamos vendo nas ações de Joaquim Barbosa e de Miruna em torno de Genoino é o enfrentamento entre duas forças antagônicas.

Barbosa tem o poder. Miruna tem a verdade. Barbosa é o ódio. Miruna é o amor. Neste tipo de luta, o veredito costuma ser dado pelo tempo. Ainda que o poder prevaleça momentaneamente, a verdade se impõe com o correr dos longos dias.

Miruna é, também, uma lembrança doída da falta de combatividade do PT. É um embaraço para o partido que a voz que se ergueu valentemente contra a perseguição cruel a Genoino seja a de Miruna, e não a de seus líderes.

A prioridade um, dois e três do PT é a reeleição de Dilma, e com isso Genoino foi posto de lado. Talvez só seja efetivamente lembrado em caso de morte.

Miruna tem razão em dizer que sente vergonha do seu país. Os inimigos massacram seu pai. Os amigos se calam, ou emitem balbucios irrelevantes.

Numa perspectiva histórica, falta ao PT o que sobrou em Hugo Chávez e sobra em Cristina Kirchner: a coragem de quebrar muros e, com eles, resistências ao avanço social.

Chávez retirou a concessão de uma emissora que patrocinou uma tentativa de golpe contra ele. Kirchner não descansou enquanto não colocou de joelhos o grupo Clarín, obrigado enfim, depois de anos, a abrir mão de seu monopólio.

No Brasil do PT, a Globo segue impávida – recebeu 6 bilhões de reais em verbas publicitárias estatais nos últimos dez anos —  e com ela os três ou quatro grupos que controlam a mídia brasileira.

É nesse universo que Miruna combate seu combate – numa solidão desesperadora que a história registrará como um dos mais lindos momentos de um tempo sob tantos aspectos frustrante.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

33 comentários

  1. Paulão, aguarde mais um

    Paulão, aguarde mais um pouquinho, outubro de 2014…O Genoíno sabe os motivos e aceita com orgulho e resignação a sua parte no jogo. Depois da reeleição de Dilma a coisa vai mudar.

  2. Pobre Paulo.

    Prezados, 

    As intenções nem sempre se revelam em gestos.

    São melhores as intenções do Paulo Nogueira, e boa parte do que disse é algo bem próximo da verdade, não porque ele minta, mais porque a verdae sempre é mais complexa do que parece, à primeira vista.

    Se há uma homenagem verdadeira a Genoíno, e uma dedicação ao que ele acredita, é justamente não colocar o homem, por maior que seja o personagem e seu drama, qualquer que seja ele, acima dos interesses do coletivo e da nação.

    Zé Dirceu, João Paulo, Genoíno e tantos outros que tombaram no caminho sabem disto, e a não ser que o Sr Paulo seja um porta-voz autorizado deles, nunca reivindicaram, nem sequer ameaçaram retaliações por exigirem uma devoção partidária ou do governo às suas JUSTÍSSIMAS CAUSAS, diga-se antes de tudo.

    Sabem o Zé, o Genoíno e João Paulo que por mais injustiçados que sejam (E SÃO), não vão constranger o partido que ajudaram a construir, ou o governo pelo qual lutaram para existir, colocando-se como reféns da armadilha conservadora da luta anti-corrupção.

    Esta é a grandeza destes senhores que o Sr Paulo não é capaz de enxergar, porque lhe falte, talvez, vivência político-partidária.

    Zé, Genoíno e um pouco o João Paulo, são legatários de um modo de dedicação política estranha aos que se acostumaram tanto da Democracia, como se ela sempre estivesse ali.

    Não estava, e foi o sacrifício pessoal destes homens que nos possibilitou isto. Esta é a diferença entre a visão do senhor Paulo e o que representam.

    São estes homens que não se entregam, ainda que sob tortura, física ou simbólica, e nem dizem: “olha, me ajudem, senão eu não vou aguentar”.

    Eles não precisam da comiseração do Senhor Paulo, nem de ninguém.

    O texto do Senhor Paulo tem outras particularidades infantis, e tenta antagonizar o homem mau com a menina boa, a brasileira heroína, e o antibrasileiro raivoso e egoísta.

    Não senhor Paulo, o JB é o brasileiro acabadíssimo, como ensinou Buarque de Hollanda, capaz de gestos altruístas como da Miruna, e gestos draconianos como os do JB, dependendo da particularidade (anti-institucional) da situção. O gesto barbosiano é o sinal trocado do cordialismo.

    Por outro lado, o senhor Paulo reivindica gestos como Chavez e Kirchner, mesmo sabendo que conjunturas específicas não se misturam, e que arranjos nacionais são, per si, diferentes.

    Poderíamos ceder a provocação e dizer que Lula e Dilma preferiram parecer subservientes a mídia, mas seguuirem incluindo, ampliando e mudando o país, ganhando o jogo no campo deles, diminuindo a influência da mídia a um ponto de não elegerem um vereador em SP, enquanto Argentina e Venezuela patinam institucionalmente, oferecendo o risco de retrocesso permanente ao muito que tem sido feito.

    Mas não! Respeitemos as escolhas do povo argentino e venezuelano. Porém, exigimos respeito as escolhas feitas por nós, e por quem nós elegemos para nos representar.

    É o que deve desejar Genoíno. Que a vida siga, porque o seu maior desagravo é o sucesso da causa pelo qual ele lutou. 

    E é isto que está em jogo.

    É preciso humildade para entender os limites impostos pela realidade e pela sociedade, até quando estes nos perecem cruéis com quem amamos ou nos devotamos: Lula, Dilma, Dirceu, Genoíno, João Paulo, Miruna, etc, sabem disto.

    Paulo Nogueira não.

    • Obelix,
      Até aquí, entre os

      Obelix,

      Até aquí, entre os comentários que lí, o seu está

      entre os melhores. A meu entendimento uma

      análise correta e que interpreta fatos e situações

      muito além das aparências que nos colocam.

    • Desagravo ao Paulo Moreira Leite.

      Caro Obelix, a confissão de fé do jornalista, contraría totalmente a rotina que domina as redações dos jornais e revistas brasileiras, que teve a coragem de desabafar e mostrar as desigualdades entre quem construiu o futuro, com sangue sur e lágrimas, e hoje sequer tem a gratidão da presente geração.

      O exaustivo elogío do Paulinho, à coragem e determinação de “peitar” o sistema e as arbitrariedades deste, para com seu enfêrmo pai, e a sua determinação, de levar em frente seu legado, lutando com as mesmas armas que levaram o Genoiíno a aonde levou-o, foi apenas a colocação no “papel” da revista aonde ele milita, do pensamento vivo, de todos os petistas e simpatizantes das lutas democráticas.

      O tempo é o senhor da razão, e as próximas eleições darão o recado do povo, e a resposta democrática, contra quem desrespeitou a Constituição, num julgamento tão excepcional, cujo contraste na avaliação, começa a ser mostrada, como acaba de ocorrer com a decisão judicial, que absolve o ex-governador de Brasília, pelos crimes políticos e financeiros contra o erário público, sobejamente conhecidos, e cujo teor, efetivamente sera os crimes cometidos pelo Genoíno.

      Repito: Assino em baixo, de tudo o que o Paulinho escreveu.

      Raí Araujo.

      • Prezado Raí,
        Eu entendo sua

        Prezado Raí,

        Eu entendo sua abordagem, mais “emotiva”, digamos assim, e dentro de sua perspectiva ela talvez faça sentido (e no caso, a do Paulo, com a qual você se solidariza por inteiro).

        Mas eu temo aceditar que o mundo, principalmente o mundo que colocou atrás das grades Zé Dirceu, Genoíno e João Paulo não pelo que eles fizeram, mas pelo que eles representam, não é um lugar onde podemos nos dar ao luxo de sentimentalismos.

        Que este sentimento esteja com as filhas e familiares, eu entendo, mas que isto seja combustível de luta política parece coisa de ana maria braga.

        O PT, nem o governo, podem ser colocados como reféns desta “chantagem emotiva”, porque, inclusive, esta não é a postura histórcia dos companheiros, inclusive quando tiveram que sacrificar suas posições pesssoais e sentimentais para dar andamento na luta pelo aquilo que acreditavam (e ainda acreditam).

        Para jogar este jogo é preciso entendê-lo. E a emoção sentimentalista não é uma boa conselheira. Nunca foi.

        Porém, como eu disse, respeito sua abordagem.

        Cordialmente.

    • Eu concordo com o

      Eu concordo com o Obelix!

      Parece que tem um turma que descobriu no próprio PT uma forma de combater o PT. Não vai funcionar pq as filhas e as mulheres dos réus estão nos Atos, nas listas, na Trincheira… Ou seja, ninguém vai  fazer ou deixar de fazer alguma coisa que não esteja, de alguma forma ” autorizada” pelos companheiros que estão presos.

      Edson Santos, no Ato de ontem, no Sindicato dos Bancários/RJ, que lançou o Movimento Solidariedade e Justiça, disse que eles mandaram avisar que ninguém se preocupe com o Natal  pq eles já estão organizando o Natal deles …. Os caras estão presos mas preocupados com o projeto e com eventual, desvio da militância. Nesse sentido, a intervenção que pareceu correta foi a da liderança da CUT que lembrou que, em todos os momentos complicados para o Brasil, José Dirceu e José Genoíno estiveram a frente da luta. Portanto, o que quer que tenha sido armado para cima do Brasil, já foi projetado com essas lideranças fora do combate…. O que o STF fez foi promover a queda do comando, antes da batalha para enfraquecer o exército adversário. Pq fez isso, eu não sei e nem quero saber mas ao fazer, colocou-se como soldado ( pq no comando, não estão ) do exército ” inimigo”.  Vamos combinar que é um papel ” feio” ( não vou escrever o que eu quero pq o Nassif não vai deixar ), que lembra aquela passagem do Gladiador em que  Commodus dá uma estocada no Maximus e depois coloca a proteção, antes de entrar na arena… Desafiam mas, como não tem condições de vencer, lançam mão dessas ” estratégias” estranhas ao bom combate.

      Miruna, assim como Joana, filha de JD, Mônica, esposa de Delúbio e Andrea, esposa de Pizzolato tem lutado, bravamente. A questão é que, no caso do Genoíno, a luta fica mais evidenciada pelo fato dele estar doente e a crueldade da Corte não ter limites. Precisam que essas lideranças estejam FORA do combate a qq custo. E aí, vamos entender tb, as condenações dos líderes da base aliada, como forma de enfraquecer, tb o Congresso Nacional. Podemos gostar ou não das lideranças de outros partidos ou mesmo criticar as alianças mas o que não podemos negar é que são figuras expressivas em seus partidos e necessárias as composições no Legislativo. JG, JD e JPC, não só são figuras destacadas do PT como tb fundamentais em qq articulação partidária. 

      O comando desses grupos de mídia, no Brasil, cooptou o STF, o MPF já é deles, desde sempre… Daí pra quebrar o Congresso Nacional foi um passo. Aí o pessoal grita, ah mas o Congresso não faz nada. Ora o congresso é a cara de seus representados que tb não fazem nada. Tudo se justifica em nome da moral e bons costumes… o pessoal entrega então a golpistas o comando do país pq acha muito feio fazer caixa 2… ah fala sério. Mais um pouco e estão pedindo pena de morte para quem for ” flagrado” ( denunciado pela mídia ) operando caixa 2 e exigindo a volta das aulas de Moral e Cívica e OSPB nas escolas.

  3. A Miruna tem que sair

    A Miruna tem que sair candidata a deputada para que a gente possa vingar o Genoino.

    E não é o PT que foi convarde, foi a presidente Dilma Roussef, que se acovardou deixando de defender  pessoas que fizeram o partido pelo qual ela ocupa o poder, até mesmo quando vítimas de abusos por parte do Estado brasileiro. Neste caso ela se ausentou do poder que ocupa para agradar a imprensa brasileira.

    O Lula também está se mostrando um covarde.

    • Não é covardia.

      Cara Vera, não confunda respeito às regras do jôgo, e à Constitucional, com covardia.

      Não ficaria bem a um Estadista, como o Lula, sair por aí, “rasgando o verbo” tão comum, quando ele era apenas, um sindicalista em busca de resultados,contra as decisões(injustas, concordo)do Poder Judiciário. Decisões judiciais, não se discutem, cumpre-se, e não é legal nem institucional, para a Presidente de todos os brasileiros, e o maior cargo Executivo da nação, entrar em conflito, com um dos outros Poderes da República. é uma questão de respeito à liturgia do cargo.

      Tudo tem a sua hora, e Joaquimzão, a sua hora vai chegar !

      • Correto.
        Acreditar que basta

        Correto.

        Acreditar que basta sair vociferando contra os desmandos do STF para ganhar apreço é um erro que muitos aqui cometem.

        Dilma não é presidente de apenas seus eleitores. Os eleitores dos demais partidos também são presididos por ela, ainda que não queiram.

        Tudo que a mídia mais deseja com estas tantas provocações é justamente criar um conflito entre os poderes. Basta Dilma contestar o julgamento do STF.

        E Lula, ainda que ex-presidente, tem suas falas ampliadas pela mídia, sempre que critica alguma decisão jurídica. Não esquecendo que Lula é o ex-presidente que tentam derrubar.

        Não há nenhuma covardia nas atitudes de Dilma e Lula. 

    • Tolice. Tanto Dirceu, como

      Tolice. Tanto Dirceu, como Genoíno e mesmo Delúbio são soldados do partido e mostraram, desde o início, disposição para o sacrificio. Não entro no mérito de se havia provas para condená-los pelos crimes dos quais foram acusados ou não (não sou do ramo e não sou exatamente um apreciador dessa “ciência”, o Direito), mas é preciso ser inocente ou fanático para acreditar que Marcos Valério se envolveu nisso tudo por “amizade”, que não ganhou nada operando o esquema. Porque, francamente, algum esquema havia, não era um esquema legal e beneficiava o Valério de alguma maneira para que o empresário dele participasse. E se foi beneficiado, quem o beneficiou? Portanto, inocentes os personsagens envolvidos não são. Suas motivações e o grau de envolvimento no esquema, isso não sei e tenho coisa melhor pra fazer do que apurar, já que me pus desde o início à margem dessa discussão.

      O que PN e alguns militantes virtuais petistas parecem querer é que não apenas o partido se manifeste contra a decisão de um poder independente (e, justiça seja feita, já manifestou inúmeras vezes seu repúdio à decisão do STF; o que mais um partido político poderia fazer?), mas que o próprio governo, na pessoa da presidente, o faça. Para não ser “covarde”, que seja irresponsável então e jogue o país numa crise institucional para, hahahaha, “derrubar muros e promover o avanço social”. Mas pra quem acha que a Venezuela, onde as pessoas têm que limpar a bunda com folha de bananeira porque falta papel higiênico, é exemplo de alguma coisa, isso não me surpreende.

    • Voto nela!

      Em 2010 votei no Protógenes para dep. federal, ele não fez nada na luta contra os grandes bandidos (cacheira e cia), não votarei mais nele. Que vá obter a proteção do mandato com outros otários.

      • Falou e disse, Protógenes é

        Falou e disse, Protógenes é bom pra falar do Daniel Dantas, mas se cala sobre trensalão, privataria, máfia do ISS, pedagiômetro, sonegômetro, mensalão tucano e cocainocóptero.

    • Exatamente o contrário

      Vera Lucia, considero tudo exatamente ao contrário do que você disse.

      A Dilma é a presidenta da República, tem uma função institucional de governo, de toda a nação brasileira. Ela deve estar tão indignada quanto nós com esse julgamento de exceção. Mas não cabe a ela fazer pronunciamentos sobre isso. Ela é a chefe de um dos poderes da República, e o julgamento foi conduzido por um outro poder da República.

      Quem deve fazer esse enfrentamento é o PT. E de forma muito bem avaliada, firme mas sem precipitações.

      Afinal, grupos golpistas estão esperando passos em falso para dar o bote.

    • Não acho que um poder da

      Não acho que um poder da República tem que se submeter ao outro. Os poderes se equivalem e quando os presos do PT foram levados para Brasília como componentes de um circo no dia da Proclamação da República, a mando de um juiz que nem havia definido a forma de detenção ou quando os presos são algemados no avião e a notícia vaza para humilha-los ainda mais, os desmandos tem que ser apontados sim. Inclusive pela presidente que tem o dever de exercer o poder que cabe ao Executivo. No julgamento do mensalão eu vi Joaquim Barbosa dizendo que caçaria o mandato da (o) presidente da República pois tinha poder para isso. Nesta falta de posição também do Executivo (pois o poder Legislativo tem se submetido ao Judiciário constantemente)  o Judiciário vai ocupando cada vez mais espaço, e de forma ditatorial, na República.

      Lula e Dilma só pensam nas respectivas biografias e se revelam pessoas egoístas e covardes. Enquanto Joaquim Barbosa usa os ombros dos petistas para fazer o seu alpinismo social, Lula e Dilma usam as mesmas costas para se mostrarem republicanos para a história.

  4. Paulinho, posso assinar embaixo ?

    Se tudo o que o Jose Genoíno fez, pela redemocratização brasileira não for o suficiente para que a atual geração, seja grata a ele, e a toda uma geração, ora sessentona, que espia seus pecados, nas pessoas dele, e do Dirceu, que faça desta brava guerreira, sua substituta no Congresso nacional, sufragando seu nome, nas próximas eleições, da qual participará pura e simplesmente, para continuar o legado e história deste meu antigo companheiro, e seu pai.

    A Miruna, é a “cara” e a mais nova cara da mulher altiva brasileira, que não cede à fôrça dos ímpios. 

  5. A frase

    A frase que mais doeu foi essa: Miruna é, também, uma lembrança doída da falta de combatividade do PT.

    Estamos aqui dia após dia debatendo exatamente isso. Não somente no caso de Genoíno. Nas manifestações de junho quando a grande imprensa tentou subverter valores deturpando as solicitações das multidões dizendo que era tudo culpa do governo o PT também se calou. e quando abriu a boca não foi para defender a Dilma. Foi para dizer que se a candidatura ficasse inviabilizada que voltasse o Lula.

    O partido não pode cometer os mesmos erros que os demais. Como diria o próprio Lula, O PT não pode errar porque tudo é visto com lupa. Com uma lente de aumento que transforma mosquito em monstro.

    A militancia está adormecida mas não morreu. Precisamos sim de algo novo, de algo que faça o partido se mexer e sair desta zona de conforto que se chama governo. temos muito ainda para conquistar e temos muito ainda patra mostrar para este nosso país!!

  6. Miruna

    Sem nenhuma dúvida Miruna nos orgulha, mas a crucificação do Lula e do PT me parece um pouco precipitada.

    Não seria a reação do PT o sinal para o entulho autoritário da ditadura tentar assumir o poder com uma nova “ditabranda”?

    O que sabe o Lula, que nós não sabemos?

    O Joaquim aprontou tudo isto só por ignorância ou ascensão social?

    Toda a organização para invenção de notícias e sua repercussão concatenada, demostrando um objetivo já antecipado, é um simples caso de coincidências?

    Quem tiver respostas para todas as perguntas que condene, mas é bom lembrar que o inimigo é outro. É o que provoca.

  7. O PT não vê.

    O PT está cego pela questão eleitoral, é um partido político brasileiro pós-Prestes. Não vê a mudança que aconteceu no Brasil, com a transferência da arena política para o Judiciário e a mídia. Uma ameaça muito maior à democracia. Antes, o PT já tinha fraquejado na defesa do projeto Franklin Martins e na ex-quase CPI da Veja. Já deu mostras que não será o partido que vai combater essa mídia mesquinha, não se sente chamado a combater essa questão. Limitou-se aos discursos de Ruy Falcão, que não dão nem coceira. Genoíno, Dirceu e Delúbio e outros são um caríssimo (para a cidadania) aperitivo, o que querem é o peru Lula, e vão atrás dele. A mídia tradicional perde público, mas nunca se sentiu tão próxima de seu público decrescente, portanto legitimada para pisotear a democracia e para a militância udenista. Assistir pessoas sendo presas por suposição, sem e menor prova, num tribunal altamente político, é sim humilhante, e ainda mais angustiante é ver as pessoas interpeladas ideologicamente aceitando e até apoiando isso. A trincheira está na mídia. Não vê quem não quer. O PT não vê.

  8. “…um homem que dedicou sua

    “…um homem que dedicou sua vida à luta por um país socialmente justo.”

    Justiça Federal de Minas Gerais condena ex-presidente do PT José Genoino, o ex-tesoureiro petista Delúbio Soares, o publicitário Marcos Valério e mais três pessoas por falsidade ideológica em razão de empréstimos fraudulentos tomados pelo partido no Banco BMG

    http://hoje-em-dia.jusbrasil.com.br/politica/103638042/condenacao-em-minas-nao-influenciara-penas-do-mensalao

     

  9. Miruna deputada!

    Paulo tem razão ao afirmar que o PT tem se mostrado, acho até que, indigno de Genoino, Dirceu, Delubio… O medo que demonstra da imprensa da o que pensar… O que ha, de fato, nessa historia de mensalão, que eles sabem e nos não sabemos ?

    Lula disse certa vez que escreveria um livro sobre como tudo ocorreu naqueles dias da denuncia do tal mensalão. Ele deve fazer isso e o mais breve possivel. Sem uma “carta aberta aos brasileiros” muito clara, em cima desse assunto, o PT vivera ainda durante muitos anos à sombra desse fantasma.  

  10. Concordo. Tudo o que o PT

    Concordo. Tudo o que o PT disser ou fizer neste momento, será usado contra pela aposição e tanto Jenoino quanto o  Dirceu, sabe disso. É preciso dar tempo ao tempo.

  11. Incrível, Tamanho Absurdo Político

    O maior absurdo político cometido foi deixar a coisa chegar onde chegou, com Dirceu, Genoíno, Delúbio e daqui a pouco João Paulo, condenados e presos, pelo mais comum e consagrado dos usos e costumes políticos de campanha, de todos os partidos, sem exceção, o caixa dois.

    Observem o que estão a fazer com o Trensalão e justifique, quem tiver capacidade para tanto, que o “mensalão” deveria ter chegado onde chegou.

    Mas agora Inês é morta, Dirceu, Genoíno e Delúbio estão presos e resta começar fazer a coisa certa e, o governo, as instâncias orgânicas do partido, organizações da sociedade e todos os cidadãos que tem olhos de ver e cérebro de compreender, denunciarem escancaradamente o pastelão que estão a tecer, mídia de oposição e justiça amiga, com o Trensalão, para descarrilá-lo antes que leve gente amiga da Casa Grande à Papuda. Por que será que a suprema rosa “sartou de banda” e entregou para o supremo marcomello o caso, mais que rapidinho? Por que? Afinal de contas, o “mensalão” não é apenas o começo da festejada “nova suprema justiça” do “doa a quem doer”, do STF do joaquim?

    Chega de marasmo, inércia e acomodação, chegou a hora de dar-se o famoso golpe de mestre e ferir mortalmente esse julgamento de fancaria e domínio do fato, a AP 470, dando a resposta mais contundente, candidatando e  fazendo campanha para consagrar nas urnas, como deputadas federais por São Paulo, as filhas de Genoíno e Dirceu: Miruna Genoíno e Joana “Dirceu” Saragoça.   

  12. e o bv dessa propaganda toda??

    “No Brasil do PT, a Globo segue impávida – recebeu 6 bilhões de reais em verbas publicitárias estatais nos últimos dez anos —  e com ela os três ou quatro grupos que controlam a mídia brasileira.”

    com base na ideia de 10% anunciados no contrato, da uns R$ 600.000.000,00 retornando para o anunciante. já tem dinheiro para muita campanha eleitoral.

  13. MIRUNA CANDIDATA
     MIRUNA, querida: não sei de LEIS. Mas me revolto como cidadã que ama seu país e a JUSTIÇA. Tomei ódio da cara do barbozão pq sempre pensei que um juiz tinha que ser, em primeiro lugar sábio, altruísta, inteligente; nada a ver com barbozão. Mas, querida, apesar dele ESTAR supremo e mandar no cnj, um dia,  será como qqer. outro pois nunca se elegerá para qqer. cargo, seu caráter manchado pelas injustiças cometidas e aí vai começar o calvário dele: não terá lugar no BRASIL e nem em maiami, pois todos saberão de suas maldades.. Sugiro que VC se candidate no lugar de seu PAI.  Sua candidatura é UM desagravo ao seu PAI e assim, poderá lutar melhor e com mais meios pelos INJUSTIÇADOS DESSE PAÍS. Já imaginou VC votar pelo impedimento do barbozão, COMO SENADORA? EU QUERO VOTAR EM VOCÊ, MIRUNA!

     

  14. Caixa 2

    Tenho certeza que todos os que criticam os “mensaleiros” e pertencem a mídia do PIG sabem que todo o dinheiro foi pra CAIXA 2 dos partidos políticos! Foi um erro, mas vai continuar enquanto não acontecer o financiamento  público de campanha que poderia minimizar isto. Fico triste por toda a hipocrisia que existe e começo a não mais acreditar em melhora do País ( com distribuição de rendas, educação, etc….), pois os neoliberais com o apoio do PIG, parte do Judiciário/STF/MP são muito fortes – ( vide o que aconteceu com o IPTU de São Paulo )! Tenho medo de não ver este País  tornar-se grande e cada vez mais dígno; começo a perceber a asquerosidade da ELITE que perdura desde da década de 50 até os dias de hoje! Que tristeza, acho que não consiguirei ver o País com o desenvolvimento ético e crescente! A nossa ELITE não deixa acontecer! Que pena! Viva o Brasil, o Lula e a Dilma!!!

  15. Uma menina contra o gigante Golias

    Eh Miruna contra o poder colossal da Globo que tem em Barbosa um extremista frio e impiedoso que, para uma elite sedenta de sangue e vingança contra quem ousou alterar o status quo, caiu do céu

  16. Miruna…

    Belo texto, Nogueira. Parabéns. Disse tudo e muito mais nas entrelinhas. Joaquim Barbosa perdeu os limites entre o exerício do cargo e a vaidade exacerbada depois de tanta exposição na mídia. Tristes Trópicos…

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome