O peso das redes sociais nas eleições municipais

Disputa eleitoral começa oficialmente neste domingo, e candidatos terão de inovar busca pelo voto em um cenário de pandemia

Foto: Reprodução

Jornal GGN – A campanha eleitoral de candidatos a prefeito e a vereador tem inicio oficial neste domingo (27/09), e o engajamento nas redes sociais será uma das chaves para a disputa.

Por conta das restrições impostas pela pandemia do coronavírus, como a necessidade de distanciamento social e as regras sanitárias, a mobilização corpo a corpo deve dar lugar ao engajamento dos candidatos nas redes sociais.

Em entrevista ao jornal Agora, o advogado Renato Ribeiro de Almeida explica que as redes sociais serão o diferencial: a primeira experiência com elas na disputa eleitoral foi em 2018, e em 2016 apenas os eleitores podiam divulgar mensagens sobre os candidatos.

Pelas regras, candidatos, partidos e coligações poderão usar seus perfis para a divulgação de propostas e pedidos de votos. Empresas contratadas poderão disparar mensagens, mas os partidos não poderão comprar cadastros de números de telefones para o envio de mensagens via WhatsApp. Todos esses gastos deverão ser pagos e constar na prestação de contas dos partidos.

 

Leia Também
Aliados de Bolsonaro são os cotados para assumir o posto de Celso de Mello
Paulistas se sentem inseguros para votar em meio a pandemia, aponta Datafolha
Wal do Açaí registra candidatura a vereadora como Wal Bolsonaro

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora