Ouvidor da Polícia Civil defende a democracia e promete apurar os incidentes da avenida Paulista

Lopes se colocou à disposição para apurar abusos, já que, segundo ele, as policias estão a serviço da defesa do estado de direito.

Eliseu Lopes, ouvidor das polícias do estado de São Paulo, informou que entrou em contato com o comandante geral da Polícia Militar, que prometeu apurar as circunstâncias em que ocorreram os confrontos de hoje, na avenida Paulista.

Segundo Lopes, havia dois grupos na Paulista, um defendendo a democracia, outro atacando o estado democrático de direito.

Lopes se colocou à disposição para apurar abusos, já que, segundo ele, as policias estão a serviço da defesa do estado de direito.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  O que se sabe sobre a conta na Suíça atribuída à filha de José Serra

8 comentários

  1. Polícia fala grosso com a população da periferia mas fala fino com a população de Alphaville:

    “Você é um bosta. É um merda de um PM que ganha mil reais por mês, eu ganho 300 mil reais por mês. Quero que você se foda, seu lixo do caralho. Você não me conhece. Você pode ser macho na periferia, mas aqui você é um bosta. Aqui é Alphaville, Mano”.

    https://www.youtube.com/watch?v=RDoRybSIJa0

    • Esse é o dia a dia de muitos servidores públicos ( “os parasitas” do guedes)
      Esse soldado, como bom militar deveria comunicar o desacato e enquadrar o cabra. Não se desrespeita uma pessoa desse modo.
      Ele que não se iluda com a passividade do policial diante dos insulto não.
      Numa ronda qualquer o milico arranja uma treta pro cara.
      O curioso é que o valentão novo rico estava com medo e pedindo socorro.
      Parece que tudo o que ele tem deve ser roubado, já que está com tanto medo. Gente rica de verdade tem educação, conversa com as autoridades e não tem medo da justiça.
      Aposto como ele se julga “um cidadão de bem”

      • No entanto, o que o empresário disse é verdade:

        Os policiais são machos na periferias mas são uns bostas com os ricaços. Se aquela cena fosse na periferia….

        Claro que há exceções.

  2. Não adianta só spurar, precisa punir exemplarmente os policiais e seus comandantes que dão todas as mostras de terem um lado: o fascista.
    Mais um item para col9car na lista de assuntos importantes e urgentes para se fazer num próximo governo minimamente racional: acabar com a Polícia Militar.

  3. Nassif: o Dr. Eliseu que me perdoe, mas, quando muito, será simples figuração nesse caso. O cargo de “ombusdman” (ouvidor) é para ouvir e dizer. E só. Não tem força nenhuma. Seu relatório vem pro fim da fila e lá repousará, “deitado eternamente em berço esplêndido”. Se corregedor não consegue corrigir a situação, imagine ele. Quando muito vão pegar esse ou aquele soldado, que estava sob ordens superiores, e arrumar um perrengue pra eles. Os cabeças continuarão imunes. A grande mídia, regiamente abonada, fará seu habitual alarde. As hordas de vangelicos-avivados gritarão “aleluia”, os Políticos, com suas alas corruptas, agora que o Centrão voltou ao comando, com Jefferson X-9 e Valdemarzinho, terão motivos de continuar a rapinagem. A Assembleia local beliscará algum e aos que apanharam ou foram presos, as coisas ficarão as mesmas. Pois as instigações e incentivos (moral e financeiro) para o ato policial (para proteger seus milicianos, que estavam em menor número) vieram de um Palácio há mais de mil quilômetros de distância…

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome