PF usou argumento frágil para tentar prender Lulinha e fracassou

Ministério Público Federal se posicionou contra a prisão temporária, e a juíza Hardt seguiu os procuradores

O delegado Dante Pegoraro Lemos

Jornal GGN – A Polícia Federal tentou convencer o juízo da 13ª Vara Federal de Curitiba a prender em caráter temporário o filho mais velho do ex-presidente Lula, Fábio Luis Lula da Silva, o Lulinha. Mas o argumento usado pelo delegado Dante Pegoraro Lemos foi tão frágil que nem os procuradores da Lava Jato defenderam a medida.

Na representação enviada à juíza Gabriela Hardt, que tem despachado no lugar de Luiz Antonio Bonat, Dante afirmou que a prisão era necessária para impedir que os alvos da busca e apreensão pudessem arquitetar a ocultação ou destruição prévia de provas.

De acordo com o jornal O Globo, o Ministério Público Federal se posicionou contra a prisão temporária, e a juíza Hardt seguiu os procuradores.

A juíza salientou que Lulinha e seus sócios no grupo Gamecorp já foram alvos de buscas e apreensão há mais de 3 anos e já possuem ciência de que são alvo de investigações.

11 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Ivan Carmo

- 2019-12-11 15:23:13

O contribuinte paga os altos salários desses procuradores, juízes e agentes federais para trabalharem, exclusivamente, na perseguição de Lula e familiares?

Franco Sued

- 2019-12-11 06:22:50

A quem a Polícia Federal está subordinada? Ao Ministro da inJustiça. Quem é o Ministro da inJustiça? O marreco de Maringá. Tá na cara que é mais uma lambança do Moro.

Marlene

- 2019-12-11 03:38:16

Ora pois!! Já se esgotaram as delações do rastejante Palocci??!!! Quem diria!!! A OI é da Petrobras???!!!! Robozinhos sujos e malvados esses mauricinhos recém "aceitos" na Casa Grande por sua contribuição na expansão do "status quo". NOJO!!!

- 2019-12-11 00:45:26

A lei contra o abuso de autoridade só entra em vigor em janeiro, mas já faz efeito. Prisões e conduções coercitivas ilegais agora são crimes tipificados em lei e dá cana.

Schell

- 2019-12-10 21:06:58

O Bonat assumiu mas não pratica na 13a. vara? É isso? E o tal corregedor da quarta foge do assunto como o diabo (epa) foge da cruz (credo)? Esse tribunal de 4a. categoria é o reduto mais esculhambado do mundo. O titular se esquiva, a substituta se arvora e o tribunal, ó, nem te ligo. Isso sim é balbúrdia! Haja paciência.

Sonia

- 2019-12-10 20:49:41

PF, olha a compostura!

Edson J

- 2019-12-10 19:57:40

Faltou competência ao delegado para agradar aos superiores?

Eduardo

- 2019-12-10 18:51:54

Exma. Juiza, se continuar nesse tom conosco não vamos ter problemas.

Olyrio

- 2019-12-10 18:09:58

Esse grupo não desiste, quer um Cristo como bode expiatório nas fracassadas tentativas de incriminar Lula. Parece até a fábula do lobo e do cordeiro.

Abner

- 2019-12-10 17:48:51

Ela não acatou,não tinha o que copiar e colar

Edivaldo Dias de Oliveira

- 2019-12-10 17:34:31

Delegado deve tá atrás de uma bonecão por parte do ministério do justiçamento.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador