Procon alerta para uso da covid-19 para roubo de dados

Criminosos estão utilizando a pandemia para veicular anúncios falsos de vacina e, assim, roubar os dados dos consumidores

Jornal GGN – Os consumidores precisam ficar atentos a veiculação de anúncios de vacinas contra a covid-19 em veiculação na Internet, segundo pronunciamento do Procon-SP a partir de denúncias efetuadas nas redes sociais.

A vacina contra a doença ainda não foi aprovada no Brasil e não está à disposição para uso nem pela rede médica particular e nem pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Segundo informações da Agência Brasil, o Procon-SP identificou um site que vendia um falso imunizante contra a covid-19, pelo valor de R$ 98 por uma caixa com dez doses. A compra só poderia ser efetuada com o preenchimento de um cadastro, o que leva a entender que se tratava de um plano para obter informações pessoais de consumidores, de números de documentos a cartões de crédito.

Uma equipe de fiscalização esteve no endereço informado no site, localizado no bairro da Vila Olímpia, em São Paulo, e constatou que a empresa não existe. O caso será encaminhado para a Divisão de Crimes contra o Consumidor da Polícia Civil para as providências no âmbito criminal.

 

Leia Também
Todos os trabalhadores perderam renda em novembro, segundo IPEA
ABI pede impeachment de Pazuello, por Paulo Jeronimo
Os detalhes do plano São Paulo de vacinação contra a Covid-19
Coronavírus: Manaus decreta estado de emergência por aumento de mortos e infectados

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Indonésia começa vacinação com a Coronavac e põe idosos no final da fila

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome