Ruy Fausto morre aos 85 anos em Paris

Considerado um dos principais pensadores brasileiros, filósofo sofreu infarto em casa; boa parte de sua obra foi dedicada ao estudo de Marx

Foto: Reprodução/Companhia das Letras

Jornal GGN – O filósofo Ruy Fausto morreu nesta sexta-feira (01/05) em Paris, ao sofrer um infarto em sua casa.

Irmão do historiador Boris Fausto, Ruy Fausto era professor emérito da Universidade de São Paulo (USP) e doutor em filosofia pela Universidade de Paris, e dedicou grande parte de sua obra ao estudo das ideias do filósofo alemão Karl Marx (1818-1883), com destaque para os três tomos de “Marx: Lógica e Política”.

Ruy Fausto foi autor de obras como A esquerda difícil: Em torno do paradigma e do destino das revoluções do século XX e alguns outros temas (2007), Outro dia: Intervenções, entrevistas, outros tempos (2009), e Sentido da dialética — Marx: Lógica e política (2015).

Seu trabalho mais recente foi Caminhos da esquerda: elementos para uma reconstrução (2017). Também participou da coletânea Democracia em risco? 22 ensaios sobre o Brasil hoje publicado em 2019.

(com informações do jornal Folha de São Paulo)

 

Leia Também
Nirlando Beirão, a morte de um grande jornalista, um lorde em terras de bárbaros
‘Meus começos e meu fim’, recortes de afeto de Nirlando Beirão

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora