Um lado do Mundo Imaginário do Futebol sai das sombras e se revela em sua face mais cruel

Há muito sabemos que o mundo do jogador de futebol,  se ele o desejar,  é rodeado de muito dinheiro, noitadas regadas a whisky, drogas e mulheres bonitas. Sou da época em que quando se chegava o carnaval as Revistas Manchete, Fatos e Fotos, estampavam em suas capas as panteras que penduradas nos ombros dos grandes ídolos do futebol galgavam seus primeiros degraus rumo ao estrelato. As sementes do que muitos hoje chulamente chamam de “Maria Chuteira”.  

Uns podem até dizer, Oh uma época que se foi, mas já ali não existia mais romance e gestava-se o que vemos hoje: o jogador como uma figuração do mundo irreal do futebol, um instrumento de poder de personas formais, institucionais, informais e marginais, a ponta da cadeia…nada mais, portanto descartável.

Em uma semana passamos da euforia do orgulho nacional à indignação

A indignação de estar escancarada a existência de um lado Sombra da cadeia produtiva do futebol com um setor de serviços e assessoria para o inferno, com orgias, violência e assassinato e sermos impotentes. Quantos ídolos decaíram nesta roda da fortuna que se mantém graças ao seu talento, mas que também para eles é só uma parcela. Quanto de dinheiro gira em torno do futebol para um ícone dourado ganhar 40, 50, 60 milhões anuais e ser potencialmente descartável?

É Surreal este poder que chega aos meus olhos como a sugestão do Presidente Vitalício da CBF em dividir o país em 4 para atender ao Grande Problema Nacional: o tráfego aéreo.

Presidente Lula hoje se comprometeu com a transparência para 2014.

Penso nos meninos e meninas que sentem a magia quando fazem a bola rolar a caminho de um gol com um Maracanã lotado e um país de mais de 180 milhões parado no tempo e no espaço a gritar o seu nome.

Por eles eu peço transparência Já no futebol. Que venha a Luz e com ela se revele e torne pó estes vampiros da alegria e da esperança de um povo.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora