Vazamento de PEC da reforma favoreceu bancos, consultorias e corretoras, diz jornal

Empresas do setor financeiro puderam montar estratégias e análises sobre as propostas do governo; ministério da Economia não se manifestou

Foto: Reprodução

Jornal GGN – A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que aborda a reforma administrativa foi oficialmente entregue ao Congresso Nacional nesta quinta-feira, dia 03 de setembro, mas corretoras, bancos e consultorias já tinham cópias do documento na noite anterior.

A revelação foi feita pelo jornal Correio Braziliense. Questionado por jornalistas sobre um possível vazamento da proposta, o Ministério da Economia não se manifestou sobre o assunto – nem a assessoria, nem o ministro Paulo Guedes.

Por terem recebido cópias com antecedência, consultorias puderam traçar análises sobre as propostas apresentadas pelo governo, enquanto bancos  e corretoras puderam montar operações de mercado, com possíveis ganhos.

 

 

Leia Também
“Bolsonaro Tira Guedes e valoriza o banco do brasil”, por Albertino Ribeiro
As mentiras por trás da reforma administrativa, por Gilberto Maringoni
Maia diz à Globo que “encerrou a interlocução” com Paulo Guedes

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora