Analisando as pesquisas

Do Portal Luís Nassif

Do Blog de Michel Arbache 

2006

A partir do resultado oficial das eleições presidenciais no primeiro turno, em 2006, fiz um levantamento comparativo entre três institutos de pesquisa: Datafolha, Ibope e Vox na reta final daquela campanha. Na ocasião, a divergência era mínima entre os institutos.

Resultado oficial 2006 (primeiro turno)

Total de votos: 101.998.221
Votos válidos:  95.838.220 (93,96%)
Brancos e nulos: 6.160.001 (6,03%)

Lula – PT: 46.662.365 votos (48,61% dos votos válidos)
Alckmin – PSDB: 39.968.369 votos (41,64 dos votos válidos)
H. Helena – PSOL: 6.575.393 votos (6,85% dos votos válidos)
Crisovam – PDT: 2.538.844 votos (2,64% dos votos válidos)

AporA porcentagem OFICIAL de 2006 alcançada por cada candidato levando em conta o universo total de votos ficou assim:

Lula: 45,74%
Alckmin: 39,18%
H. Helena: 6,44%
Cristovam: 2,48%
Demais candidatos: abaixo de 1%

Pesquisa divulgada pelo IBOPE em 27/09/06 (quarta-feira)

Lula: 48%
Alckmin: 32%
H. Helena: 8%
Cristovam: 2%
Demais candidatos: 1%

Pesquisa divulgada pelo Datafolha em 27/09/06 (quarta-feira)

Lula: 49%
Alckmin: 33%
H. Helena: 8%
Cristovam: 2%
Demais candidatos: 1%

Pesquisa divulgada pelo IBOPE em 30/09/06 (sábado, véspera da eleição)

Lula: 45%
Alckmin: 34%
H. Helena: 8%
Cristovam: 2%
Demais candidatos: 1%

Pesquisa divulgada pelo Datafolha em 30/09/06 (sábado, véspera da eleição)

Lula: 46%
Alckmin: 35%
H. Helena: 8%
Cristovam: 2%
Demais candidatos: 1%

————————————————–
2010

Últimos resultados de 2010:

Leia também:  Paulo Guedes insiste em imposto sobre transações eletrônicas

IBOPE (divulgado em 29/09/10)
Dilma: 50%
Serra: 27%
Marina: 13%
Plínio: 1%
Demais candidatos: 1%

Datafolha (divulgado em 29/09/10)
Dilma: 47%
Serra: 28%
Marina: 14%
Plínio: 1%
Demais candidatos: 1%

Voxpopuli (tracking até 30/09/10)
Dilma: 49%
Serra: 26%
Marina: 12%
Plínio: 1%
Demais candidatos: 1%

Comentário: a divulgação das pesquisas no próximo sábado (02/10/10), véspera da eleição, dará um panorama mais claro do que poderá acontecer nas urnas. Meu palpite é que, pela média das pesquisas, a diferença entre a candidata Dilma Rousseff e a soma dos demais candidatos ficará, como em 2006, na margem de erro em favor da candidata do PT – mas com um pouco mais de folga que Lula teve naquela ocasião. Em 2006, as pesquisas indicaram o estrito empate entre Lula e seus concorrentes. Depois, pelo resultado oficial do TSE, Lula ficou cerca de 3 pontos aquém da soma dos seus concorrentes, forçando pois o segundo turno. 

Vale lembrar que, naquelas eleições de 2006, a chamada “dança dos números” estava mais instável – ainda mais com o furacão das denúncias do chamado “escândalo do dossiê dos aloprados” na reta final da campanha. E pelo que apontam as últimas pesquisas neste ano, as oscilações dos números estão mais tênues.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome