O pai do marketing de Serra

Muitas vezes se pensa que a tragédia do marketing eleitoral de José Serra se deve à cabeça do candidato. A Sonia Racy mostra que Luiz Gonzales é o homem do marketing, que faz a cabeça do Serra. O curioso é que se está perto das eleições e Gonzales pede tempo para maturação do processo.

Do Estadão

Direto da fonte

Sonia Racy – O Estado de S.Paulo

Balanço
A campanha televisiva de Serra está subindo de tom. “Conforme programado”, contou ontem Luiz Gonzalez, da GW. Pressões para mudar os rumos? “Elas não chegaram a mim até hoje”, afirma o marqueteiro do candidato. “Traçamos uma linha e estamos nos mantendo nela. Mesmo porque há um tempo para que se atinja uma maturação do processo”, pondera.

Balanço 2
Gonzalez vem monitorando os programas diariamente por meio de 700 entrevistas e pesquisas de mídia móvel: em qualidade, a campanha estaria à frente da veiculada por Dilma. “Mas Lula, entrando com o peso da sua popularidade na campanha de Dilma, é injeção na veia. Já os sucessos administrativos de Serra funcionam como comprimidos. E demoram mais tempo para fazer efeito”.

Balanço 3
A presença de Lula no programa de Serra teve o intuito, segundo o marqueteiro, de dimensionar o tucano. “Serra é do tamanho de Lula e não de Dilma”, justifica. A polêmica, no entanto, sinalizou que talvez não valha a pena continuar nesta tecla.

Direto do ninho
Na reunião do domingo, segundo fontes do ninho tucano, reproduziram-se críticas a Gonzalez e a José Henrique Reis Lobo. O último, por não querer investir de maneira pesada na mobilização de rua e impressos.”O que estamos fazendo está de acordo com que estava planejado e orçado. Não faltam recursos mas eles devem ser gastos racionalmente e não com base em voluntarismos”, defende Lobo. 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome