Janja reage ao post de Michelle Bolsonaro que demoniza religiões afro para atacar Lula

Para atacar Lula, Michelle Bolsonaro compartilha vídeo que associa religiões de matriz africana às trevas

Michelle Bolsonaro à esquerda e Janja, esposa de Lula, à direita. Fotos: Agência Brasil e Ricardo Suckert
Michelle Bolsonaro à esquerda e Janja, esposa de Lula, à direita. Fotos: Agência Brasil e Ricardo Suckert

A socióloga Rosangela Silva, mais conhecida como Janja, esposa de Lula, reagiu na tarde desta terça-feira (9) ao ataque que a mulher de Jair Bolsonaro, Michelle, proferiu contra as religiões de matriz africana, na tentativa de atingir a candidatura presidencial de Lula.

No Instagram, Michelle Bolsonaro compartilhou um vídeo produzido por apoiadores do atual presidente. O vídeo mostra Lula sendo recebido por lideranças de religiões de matriz africana. A legenda diz que Lula já entregou sua alma “às trevas” para “vencer a eleição”.

Michelle compartilhou o vídeo que demoniza as religiões afros com o seguinte comentário: “Isso pode né! Eu falar de Deus, não! (sic)

Em resposta ao ataque que envolve Lula, Janja escreveu:

“Eu aprendi que Deus é sinônimo de amor, compaixão e, sobretudo, de paz e de respeito. Não importa qual a religião e qual o credo. A minha vida e a do meu marido sempre foram e sempre serão pautadas por esses princípios“.

A postura de Michelle foi muito criticada nas redes sociais ao longo desta terça. Seu nome foi parar nos assuntos mais comentados no Twitter por causa da manifestação de intolerância religiosa.

Cintia Alves

Cintia Alves é jornalista especializada em Gestão de Mídias Digitais. Ingressou como repórter no Jornal GGN em 2014, participando da cobertura e produção de documentários sobre a Operação Lava Jato. Atualmente é editora e coordena a produção do canal TV GGN, no Youtube, entre outros projetos.

5 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Fé verdadeira é mais uma espécie de sentimento do que uma crença determinada. O sentimento de pertença a algo maior que o mundo de que temos consciência.

  2. Janja é culta, educada e ecumênica. Michele é linda, ignorante e fanática. Michele é tão linda que a gente não cansa de olhar pra cara dela e é dessa magnitude também a sua estupidez. Ela é tão ” ignoranta ” e fanática quanto um jihadista islâmico ou um ortodoxo judeu. É gente que nasce na seita. São pessoas alienadas, educadas dentro de rígidos ensinamentos que não lhes permite sequer conhecer alguma coisa que não seja de sua religião. É blindada. Dá dó, porque a pessoa nem percebe que é gado. Ela têm o coração cheio de medo e tudo o que seja “do mundo” é visto como obra de satanás. Com gente como ela não tem acordo. Em compensação tudo o que se fizer de errado contra os não crentes é da vontade do senhor.

  3. A Michelle quando demonstra a sua intolerância, justifica ser a esposa do Jair. Deveria perguntar como ser Cristão incentivando o uso de armas?

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador