Pagamento de emendas bate recordes no governo Bolsonaro

Foto: Pixabay.com

Jornal GGN – O presidente Jair Bolsonaro repassou R$ 25,1 bilhões em emendas parlamentares apenas no ano de 2021, o ano em que a entrada do Centrão no governo foi confirmada.

Mesmo com a correção da inflação, o valor dos recursos a serem aplicados em redutos eleitorais de deputados e senadores aliados foi R$ 1,4 bilhão acima do visto no ano anterior.

Reportagem do jornal O Estado de S.Paulo destaca o impacto das relações “toma lá, dá cá” em torno das cifras, por conta do pagamento de recursos em troca de apoio ao governo federal nas votações do Legislativo.

Os R$ 25,1 bilhões pagos em 2021 correspondem a três quartos dos R$ 33,4 bilhões que foram empenhados (quando o dinheiro é reservado no Orçamento).

O valor previsto para ser liberado em 2022 é ainda maior, de R$ 37 bilhões – o que interessa aos parlamentares por conta das eleições no final deste ano.

Para não represar tais recursos, Bolsonaro transferiu a última palavra da gestão orçamentária ao líder do Centrão, o ministro-chefe da Casa Civil Ciro Nogueira (Progressistas).

Leia Também

Bolsonaro aumenta aposta em redes sociais para se reeleger

TCU quer saber quanto Moro recebeu de consultoria

Pesquisadores brasileiros repudiam nota técnica da Saúde que exalta cloroquina

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador