Se financiamento empresarial não passar, “vamos ampliar o caixa 2”, diz tucano

Quem achou que Eduardo Cunha se daria por vencido na reforma política se surpreendeu com a fala do tucano Bruno Araújo

Jornal GGN – Quem achou que Eduardo Cunha (PMDB) se daria por vencido na discussão sobre o financiamento empresarial de campanha se surpreendeu com a fala do líder da minoria na Câmara, deputado Bruno Araújo, do PSDB de Pernambuco. Ele prometeu, nesta quarta-feira (27), que o plenário da Casa vai discutir novamente o tema. E, segundo o tucano, se não for aprovado o financiamento empresarial a partidos, o chamado caixa 2 de campanha será “ampliado”. A informação é da Agência Câmara.

Na madrugada desta quarta-feira, a Câmara rejeitou o distritão como sistema eleitoral e o financiamento de pessoas jurídicas (empresas) e físicas a candidatos e partidos. Há algumas horas, porém, Cunha decidiu fazer uma nova reunião de líderes para buscar um meio de contornar a derrota. A manobra consiste em demembrar o projeto rejeitado e colocar de novo em votação.

Segundo Bruno Araújo, os deputados devem apreciar o financiamento privado ainda nesta tarde, mas apenas para partidos políticos – o que, na prática, significa a mesma coisa que permitir a doação de pessoas jurídicas a candidatos, pois as agremiações fazem os repasses. 

São necessários 308 votos para aprovar a medida prevista no relatório do deputado Rodrigo Maia (DEM) para a PEC (Proposta de Emenda Constitucional) da reforma política, encomendada por Cunha. Ontem, o financiamento empresarial só teve 264 votos favoráveis.

A derrota, segundo o deputado tucano, não deve se repetir hoje. “Vários deputados disseram que votaram contra porque a emenda autorizava a doação de pessoa física”, disse. “As brigas [entre líderes e deputados] ficaram para trás. Todos estão se mobilizando para garantir os 308 votos para a aprovação do texto do relator. Porque, caso contrário, vamos ampliar o caixa 2”, disparou.

Leia também:  Bancários da Caixa estão mobilizados em campanha para ajudar Manaus a enfrentar covid-19

“Nós vamos seguir a ordem de votação, nosso acordo foi votar agora primeiro o financiamento privado por pessoas jurídicas, em segundo lugar o financiamento privado por pessoas físicas e em terceiro o financiamento público”, disse Cunha.

Ação no Supremo

O presidente da Câmara insiste em legislar sobre o financiamento empresarial de campanha para evitar que o Supremo Tribunal Federal conclua o julgamento da ação que a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) apresentou para tentar tornar ilegal as doações previstas atualmente em lei. A ação já teve voto favorável de seis ministros e só não continua em andamento por um pedido de vistas de Gilmar Mendes.

“A gente se reuniu para tomar pulso do que está acontecendo, para ver efetivamente com o curso das bancadas o que tem condições de continuar, e ver se faz algum esforço para alguma coisa ser salva, ou não”, comentou Cunha.

O presidente da Câmara culpou o PSDB de Bruno Araújo pela derrota de ontem. O partido havia prometido cerca de 40 votos para ajudar Cunha e o PMDB a aprovar a reforma política que agradam a eles. Mas o tucanato só entregou metade dos votos negociados.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

47 comentários

  1. Vale destacar a previsão do

    Vale destacar a previsão do art. 60, §5º da nossa CONSTITUIÇÃO FEDERAL:

    § 5º A matéria constante de proposta de emenda rejeitada ou havida por prejudicada não pode ser objeto de nova proposta na mesma sessão legislativa.

     

  2. Basicamente o sujeito ameaça que se não lhe

    permitirem ser subornado às claras pelas empresas, com o nosso dinheiro por que nós financiamos tudo no final, ele vai ser subornado por baixo do pano… Hahaha… Eles precisavam é de um “teje preso” geral em Brasilia.

    • Exatamente.
      É impressionante

      Exatamente.

      É impressionante o nível a que chegou a inimputabilidade desses tucanos. O cara simplesmente ameaça que vai recolher dinheiro de qualquer jeito; que o dinheiro vai entrar mas campanhas na Lei ou na marra.

      O pior é que de tanto falarem sozinhos, eles e a imprensa, não percebem quão pífio é o “argumento”. Ou seja, por essa “lógica” deve-se revogar todo o código penal, afinal as pessoas continuam cometendo roubo, furto, dano, etc. etc, não é verdade? “Legalize geral”, então, ora, ora!

      Crime é com a Polícia, Receita e MP. A Receita tem como ver, um por um, de onde veio o dinheiro “doado” a partidos e candidatos. Os gastos de cam,panha seao muito melhor estimados e auditados pela justiç eleitoral porque não vão mais ter que mergulhar num oceano de notas nem ter que analisar real por real qual é legal ou não…

      Só falta, para completar o cinismo dessa oposição reacionária e golpista, os mesmos que gritam contra o “laranjal” reclamarem da “quebra” do sigilo fiscal dos “doadores” de dinheiros pra campanha.

      É óbvio que sabem que o “argumento” é fraco, por isso gritam tanto. O que está por trás disso tudo é também óbvio: primeiro se acostumaram a fazer campanhas caríssimas; segundo que distribuir dinheiro em época de campanha, ver aquele montão de gente esperando sair a grana  dá a sensação de poder; terceiro, e mais importante, é que sem muita grana e posse da comunicação o projeto conservador não tem chance eleitoral.

      Por isso esse desespero todo. Por isso um Gilmar Mendes, por exemplo, não demonstra o menor escrúpulo ao fazer um papel tão mesquinho para um magistrado; inclusive ofendendo abertamente os demais ministros que já julgaram e que julgaram contra esse modo financiamento.

  3. E aí caem as máscaras…

    Mídia tucana acusa o PT de receber propina através de doações legais, no caso da Lava-Jato.

    As mesmas empresas doaram milhões também aos candidatos Tucanos.

    E aí com esse discurso furado do líder do PSDB, fica tudo claro. Mais uma vez os Tucanos batem a carteira e depois gritam pega-ladrão…

  4. Ampliar o caixa 2!!

    Interessante a afirmação: “…Porque, caso contrário, vamos ampliar o caixa 2”.

    Para ampliar alguma coisa ela tende existir! Por tanto podemos considerar uma confissão de caixa 2! Como não foi um deputado do PT a fazer essa afirmação, está tudo certo, tudo normal!

  5. Ampliar o caixa 2!!

    Interessante a afirmação: “…Porque, caso contrário, vamos ampliar o caixa 2”.

    Para ampliar alguma coisa ela tende existir! Por tanto podemos considerar uma confissão de caixa 2! Como não foi um deputado do PT a fazer essa afirmação, está tudo certo, tudo normal!

  6. O pior é que existe a chance

    O pior é que existe a chance do Cunha conseguir os outros 44 votos necessários para aprovar o financiamento privado.

    Por outro lado, se ele não conseguir, sua desmoralização vai ser ainda mais completa. É ficar na torcida agora.

  7. Eh isso:  ou voces liberam

    Eh isso:  ou voces liberam cocaina ou o dono do helicoptero vai recorrer ao trafic…

    Opa!

    Ja aconteceu.

    Falta minha.

  8. É verdade!

    Foi a CPI do PC Farias que legislou o fim da proibição de DOAÇÃO de empresas para campanhas (financiamento indicaria pagamento posterior….). A proibição vinha dos militares, e aquele impeachment provou que era prá inglês ver.

    Graças às doações eleitorais lavando dinheiro sujo, conseguimos SABER que ocorreram. Acabando estas doações, a lavagem de dinheiro volta ao leito da clandestinidade do caixa 2.

    Só lembrando: empreiteira não fabrica urna, propina rola com OBRAS.

  9. Votação da reforma política

    É muito descaramento desse Eduardo Cunha. Ser ditatorial e que não respeita seua pares. Não tem nunguém para freiar esse individuo?

  10. Além de chantagista, anuncia

    Além de chantagista, anuncia um crime. Tem puniçãopra isso ou as penas continuam blindadas?

  11. Isso deve ser

    Isso deve ser inconstitucional, afinal, se não pode ser votado novamente, desmembrar para votar novamente é sim inconstitucional, alguém tem de provocar o STF.

  12. Será…………………..

    Eu digo sinceramente. Se esta proposta derrotada voltar a ser discutida e for aprovada, eu repito:

    Estou fora de qualquer eleição neste País !!!!

    Jogo a toalha !!!!!!!!!!!!!!!

    Não irei praticar esta co-autoria de ação tão baixa e inescrupulosa por parte deste atual congresso.

    Molon e outros, que mostrem serviço, pois do contrário, será a pá de cal que muitos irão jogar neste congresso. Infelizmente!!!

    Cabe aos que lá estão, fazerem tudo para impedir este golpe do Sr. Cunha – bandido !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    • Voltando…..

      Respondendo a mim lmesmo e aos que me leram.

      Irei esperar a segunda votação na Câmara e a manifestação do Senado e da Presidente Dilma.

      Caso não haja possibilidade de reverter este estupro, farei o que disse – jogarei a toalha, pois não irei doravante compartilhar da traição e venda deste País com Corporações corruptas.

      Se antes havia alguma cumplicidade entre empresas e politicos, com a aprovaçãoe desta aberração, o que veremos é os interesses de multinacionais, principalmente no pré-sal, nadarem de lambuja com as benesses que irão, os crápulas, aprovarem daqui por diante !!!!

      Se houver que queira lutar, que faça bom proveito. Eu estou fora !!!

      Cabe ainda alguma possibilidade que a meu ver, lpode tb funcionar. Como estão os nomes dos traidores publicados em toda Rede Social, sugiro enviarmos E-mails a estes ladrões que votaram a fovor desta aberrração, para os pressionarmos a defender nossos interesses, não de Corporações!!!

      A esperar para ver no que vai dar !!!!!!!!!!!!!!!

  13. Os crápulas  podem dizer,

    Os crápulas  podem dizer, fazer tudo porque não temos justiça nesse país. Quando tivermos esse poder, seremos cidadãos.

  14. ” caso contrário, vamos

    ” caso contrário, vamos ampliar o caixa 2” – admitiu que o caixa dois deles existe, ninguém amplia o que não existe, porém… tucanos podem dizer o que bem quiserem neste País, são inimputáveis, o MP, a PF, a magistratura e qualquer mortal desta terra sabe disto.

  15. Passou este:

    Plenário aprova doações de empresas a partidos políticos

    Só discordo da doações de empresas a partidos politicos, no caso de pessoas físicas tanto para partidos como para candidatos acho bom, pois discordo do financimento público exclusivo.

    http://www2.camara.leg.br/camaranoticias/noticias/POLITICA/489061-PLENARIO-APROVA-DOACOES-DE-EMPRESAS-A-PARTIDOS-POLITICOS.html

     

    E rejeitou:

    Plenário rejeita financiamento exclusivamente público de campanhas

    http://www2.camara.leg.br/camaranoticias/noticias/POLITICA/489052-PLENARIO-REJEITA-FINANCIAMENTO-EXCLUSIVAMENTE-PUBLICO-DE-CAMPANHAS.html

    • Financiar individualmente e

      Financiar individualmente e financiar os partidos é a mesma coisa, o dinheiro vai ser repassado para cada um com um cartãozinho: foi a empresa tal que mandou, então já sabe, você deve fidelidade ao seu dono e não ao povo, viu?

      • Concordo!

        Mas, não considero exatamente igual, pois o PT disse que iria proibir o financiamento ao partido, e não aos candidatos, medida aplaudida por alguns, e como achei uma boa medida, acho da câmara melhor que atual( anterior), entretanto  por sua analogia seria uma medida inócua, totalmente ineficaz essa proposta do PT, assim como é essa da câmara.

        Como achei a medida boa, também acho essa que a câmara aprovou uns 10% melhor que a anterior, sendo assim não considero iguais, mas concordo com você em 90%.

        Acredito que o PSOL e talvez outros mais à esquerda não recebam doações de empresas para (partido e candidatos), agora resta saber se o PT vai manter sua promessa, pois por lei seus e nenhum candidatos não irá mais receber doações de empresase e por “palavra” o partido também não. Será que vai cumprir??

        • Weslei, tenho o feio hábito

          Weslei, tenho o feio hábito de resumir tudo o que digo e escrevo, portanto, explico: quando digo que ficou a mesma coisa é pensando no financiamento privado, vão doar do mesmo jeito. Mas pensando bem, não ficou a mesma coisa, ficou é muito pior pois assim é muito mais difícil de identificar quem recebeu de quem, sem contar que desta maneira o presidente de um partido vira imperador, ele é quem decide quem vai receber mais e se eleger, é o “dono” do dinheiro, tem também muitos outros efeitos colaterais. Acho o ideal como o PT queria, financiamento público, muito mais fácil de fiscalizar. Aos que dizem: “e nós é que vamos pagar para eles se elegerem?”, digo: fica muito mais barato pois com o privado sempre acabamos pagando a conta e uma conta muuuuito maior.

  16. O tucano ameaçou que ia

    O tucano ameaçou que ia ampliar o caixa 2, ampliar quer dizer, caixa 2 já tá no bolso há muito tempo. E ainda vai ampliar o crime. E o beabábú do juiz Moro ainda diz com toda  a vaidade imperial que está combatemndo a corrupção no Brasil  Aonde mesmo, cara pálida?

  17. Um cientista político disse

    Um cientista político disse que empresa não vota, portanto não tem sentido doar dinheiro para campanha de políitico a não ser que queira tirar vantagem e cometer os crimes e as propinas tão delatadas na Petrobrás, um simples exemplo.Não vi ainda uma visão mais clara do que essa. E tem juiz, como um outro de mesma índole imperial, que acha que corrupção  só existe no PT e nos partidos da base aliada. AH! doce, docissima ilusão! Ou uma cegueira e surdez conveniente no mínimo; Tá aí a CBF no noticiário para provar. As notícias de fora correm longe do Paraná. Pega qualquer um.  Enquanto aqui no Brasil, se a Suíça mira no PSDB  o Moro acerta no PT. E joga o jogo.

  18. “Os deputados devem apreciar

    “Os deputados devem apreciar o financiamento privado ainda nesta tarde, mas apenas para partidos políticos – o que, na prática, significa a mesma coisa que permitir a doação de pessoas jurídicas a candidatos, pois as agremiações fazem os repasses.”

     

    Não significa a mesma coisa. O financiamento para partidos, em vez de para os candidatos, fortalece os partidos em relação ao método atual. Afinal, os partidos podem privilegiar os candidatos com mais “densidade partidária” na hora de repartir os recursos. Em outras palavras, os candidatos que receberiam maior verba tendem a ser aqueles que encabeçariam a lista caso a eleição fosse em lista fechada, como era a proposta do PT.

    Sem contar que esse método impede um lobby forte de financiar diretamente os candidatos que defendem esse lobby. Digamos que o deputado X seja da chamada “bancada da bala”, as empresas de armas não poderiam doar para ele diretamente, teriam que doar para os partidos. Como essas bancadas são suprapartidárias, não adiantaria nem mesmo concentrar as doações em um único partido. Ou seja, a empresa de armas acabaria financiando deputados da “bancada da bala” e deputados contrários a essas mesmas teses.

    Enfim, acho que o blog poderia ser um pouco mais caprichado nas suas análises. Não perceber essa diferença é sinal de preguiça.

  19. Os crápulas trapaceiros do

    Os crápulas trapaceiros do congresso, ao que parece, aprovaram a manutenção da bandidagem do financiamento, na verdade, a legalização da doação de propinas aos partidos e aos políticos “boleiros.” 

    Safados!!!!!!!!!!!

     

    Orlando

     

     

     

     

     

  20. Já que eles aprovaram uma

    Já que eles aprovaram uma emenda prá lá de suspeita para passar o projeto de financiamento de empresas, agora valendo só para partidos e já estão para tentar passar a votação da abertura do pré-sal para empresas estrangeira, pergunto: os partidos vão receber capital estrangeiro também? O Soros, a Chevron e bancos internacionais vão se fazer na terra de Santa Cruz. Antigamente a gente costumava dizer que no Brasil tudo virava carnaval.Na economia global tudo vai virar futebol, com times/partidos negociando, com passes de jogadores/parlamentares à venda, mudança de time, contratação de estrelas estrangeiras, tipo assim -como dizem os adolescentes, padrão Fifa e suas filiais como a CBF. Escândalo agora é coisa global.

  21.  

    Spin Espelho a chegada da
     

    Spin Espelho a chegada da Coluna Paneleira ao DF foi comemorada com a aprovaçào do CunhaShopping e de lambuja a compra de partidos e politicos por empresas agirem debaixo dos panos.,,alias nem sei pra que oBrasil elegeu uma assembleia constituinte em 88 se a CF agora é do Cunha filhote de PC Farias..,,o Congresso tmbm é do Cunha,,.,,triste dia o de ontem….

  22. Ele que fale pela turma dele.

    Ele que fale pela turma dele. pois no petismo nunca houve caixa 2, apenas recursos não contabilizado por puro esquecimento e  esquecer não desvio moral, franqueza aopenas

  23. Então, quando o deputado

    Então, quando o deputado Bruno Araújo vai ser cassado?

    É impressionante a nossa moleza, continuamos tolerando o comportamento desses crápulas, sem fazer nenhum movimento pelo encerramento de suas carreiras políticas.

    Não há absolutamente nada contra a presidente da república, e no entanto a oposição não descansa nos seus pedidos de impeachment. Os presidentes do Senado e da Câmara estão indiciados em inquérito criminal, não têm mais as mínimas condições de continuarem sendo parlamentares, que dirá de presidirem as casas – e não se ouve uma palavra pela renúncia deles.

    Só o que se encontra é esse fatalismo ridículo, “não vai dar em nada mesmo”.

  24. Só o PT apanha

    Engraçado, um tucano sem vergonha admite descaradamente que vão ampliar o caixa 2, caso não seja aprovado o financiamento privado.

    Em contra partida, o PT está apanhando desde 2005 por causa de mensalão e lava jato, com dirigentes humilhados e presos.  

    Fico extremamente enojado com esses acontecimentos pois vemos claramente que existe em nossa justiça 2 pesos e 2 medidas.

    Esse sujeito do PSDB que falou essa “merda” deveria ser linchado politicamente.  Mas ele é limpinho e cheiroso.

    • Confissão descarada.

      Em bom e claro português, SÓ SE AMPLIA AQUILO QUE JÁ EXISTE, PORTANTO OS TUCANOS CONFESSAM QUE JÁ PRATICAM O CRIME DE CAIXA 2. É A TÍPICA CARA DE PAU DE QUEM SE ACHA INATINGÍVEM, INIMPUTÁVEL.

      ENFIM – TODOS SOLTOS.

  25. Como se liberar finaciamento

    Como se liberar finaciamento privado fosse acabar com a partica de caixa dois. É muita cara de pau

    A policia deveria investigar as contas da campanha deste Bruno Araujo, ele praticamente confessou um crime. Qaul foram os financiadores da campanha deste sujeito?

  26. falta do decôro

     

    SE O CUNHA FOSSE HONESTO, MANDARIA O DISTINTO BRUNO PARA FORA DA CÂMARA E DIRETO PRA CADEIA.

    SAFADOS !!!

  27. Taí Dr Moro, Dr Gilmar, e outros, confissão plena…

    Está aí a confissão que o PSDB pratica sim o Cx2, porque ninguém pergunta aos tesoureiros do PSDB, DEm e outros moralistas, como captam suas doações?

    TODOS SOLTOS…

  28. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome