OMS classifica poluição do ar como cancerígena

Sugerido por Cláudio José

Da Agência Brasil

Organização Mundial da Saúde classifica poluição do ar como cancerígena

Genebra – A Organização Mundial de Saúde  (OMS) classificou a poluição do ar como cancerígena para os seres humanos, anunciou hoje (17) o Centro Internacional para Pesquisa do Câncer (Iarc, da sigla em inglês), uma agênciaespecializada da organização.

“O ar que respiramos se tornou poluído com uma mistura de substâncias causadoras de câncer. Sabemos hoje que a poluição é, não só um risco importante para a saúde em geral, como também uma das principais causas das mortes por câncer”, afirmou Kurt Straif, da Iarc, em uma conferência de imprensa em Genebra.

Os pesquisadores da Iarc concluíram que “há provas suficientes” de que “a exposição à poluição do ar provoca câncer de pulmão” e aumenta “o risco de câncer da bexiga”, depois de analisarem estudos envolvendo milhares de pessoas acompanhadas durante várias décadas.

Embora a composição da poluição e os níveis de exposição variem acentuadamente entre diferentes locais, a agência afirma que esta classificação se aplica “a todas as regiões do mundo”. A poluição do ar já era cientificamente considerada como causa de doenças respiratórias e cardiovasculares.

Em comunicado, a agência afirma que os níveis de exposição à poluição aumentaram significativamente em algumas zonas do mundo, principalmente aquelas que se estão se industrializando rapidamente e são muito populosas.

Segundo a Iarc, dados de 2010 indicam que 223.000 mortes por câncer de pulmão foram causadas pela poluição do ar. A agência mediu a presença de poluentes específicos e misturas de químicos no ar e as conclusões apresentadas hoje se baseiam na qualidade do ar em geral.

“A nossa tarefa era avaliar o ar que todas as pessoas respiram e não focarmos em poluentes específicos”, explicou Dana Loomis, da agência. “Os resultados dos estudos apontam na mesma direção: o risco de desenvolver câncer de pulmão é aumenta significativamente para as pessoas expostas à poluição do ar”, acrescentou.

A Iarc vai publicar as conclusões do estudo, de forma pormenorizada, na semana que vem, na revista médica britânica The Lancet.

5 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

rdmaestri

- 2014-11-27 18:02:27

Se somarmos toda a contaminação radioativa

Se somarmos toda a contaminação radioativa do mundo desde que se começou o uso pacífico da energia nuclear, o número de mortes diretas ou indiretas (sem contar os que morreram pelas bombas, é claro) é bem menor do que as mortes em um ano pelo efeitos dos automóveis.

 

[video:https://www.youtube.com/watch?v=c9NExYxw2GU align:center]

Veja o seguinte documentário, vale a pena, desmistifica muita coisa. O vídeo chama os Lobos radiotivos de Chernobil.

rdmaestri

- 2014-11-27 17:47:51

Claro que não!

Mesmo na França, um país de alto grau de escolaridade, grande consciência ecológica e escambau, o governo francês apoiado pelas indústrias francesas e os sindicatos dos trabalhadores mantém uma política de incentivo ao carro a DIESEL, mesmo sabendo que a emissão de particulados deste tipo de motor é muito alta em relação aos motores a gasolina.

No verão passado houve um verdadeiro caos ambiental nas grandes cidades francesas devido a poluição dos automóveis a DIESEL, mas desrespeitando as próprias recomendações europeias a França teima na conservação dos subsídios ao DIESEL, pois a indústria francesa de automóveis é exatamente mais competitiva neste tipo de motor e o francês opta por morrer envenenado do que colocar o seu Renault ou Citroën em cima dos tocos.

Maria Luisa

- 2013-10-17 18:42:01

Marte ou Jupiter ?

 E como "esta tudo dominado", ja me disse uma pré-adolescente sobre os riscos de câncer, a gente se muda pra onde? Ah, sim, "esqueceram"  de acrescentar que entre as substâncias causadoras de câncer, temos as particulas de Fukushima e outros sucessivos pequenos vazamentos nucleares voando mundo afora.

Athos

- 2013-10-17 18:34:30

Dizem que a maior virtude do

Dizem que a maior virtude do Diabo foi convencer o mundo de que não existia.

 

80% da geração de energia DO MUNDO vem do carvão.

Automóveis são apenas uma pequena fração disto. Talvez 1% mas é provável que seja bem menos que isso.

Mas quando veem uma notícia como esta, em que as pessoas pensam?

No petróleo lógico.

 

Não importa saber que a OMS estima em 100.000 mortes POR ANO, APENAS na Europa, em decorrência da geração a carvão.,

O mais importante é impedir que a geração nuclear chegue por aqui.

Então, de um lado nós temos uma indústria que mata 100.000 anualmente na Europa apenas. E isso operando normalmente dentro dos padrões ambientais das sociedades. Sem acidentes!

De outro lado temos a geração nuclear que pode matar algumas dezenas de pessoas CASO haja um dia quem sabe, um acidente. Chernobyl foram 39 vítimas. Fukushima zero.

 

Parabéns Diabo. Vc não existe de verdade.

Como o Nassif disse, faça sua opção. São duas apenas. Carvão ou Nuclear.

Escolha!

Assis Ribeiro

- 2013-10-17 17:35:59

Proibiram os cigarros, alguns

Proibiram os cigarros, alguns países proibiram os transgênicos, será que proibirão os automóveis?

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador