Revista GGN

Assine

Aos berros, Moro diz que tem "poder" para "cassar a defesa" de Lula

Durante audiência do caso triplex, Moro chama advogado de Lula de inconveniente e pede "respeito ao Juízo". Juarez Cirino rebate: "Se Vossa Excelência atua aqui como acusador principal, perde todo o respeito"

Jornal GGN - O juiz Sergio Moro e o advogado Juarez Cirino, que defende o ex-presidente Lula no caso triplex, protagonizaram nesta segunda (12) a audiência mais agressiva desde que o julgamento foi iniciado. Moro, aos berros, chamou o defensor de "inconveniente" e afirmou que tinha poder para impedí-lo de se manifestar durante a oitiva da engenheira Mariuza Aparecida da Silva Marques, da OAS. 

O bate-boca começou quando o procurador do Ministério Público Federal perguntou a Mariuza se a esposa do ex-presidente, Marisa Letícia, foi tratada pela OAS como "uma adquirinte, alguém que visitava para ver se tinha interesse no imóvel ou destinatária" do triplex. Nesse minuto, Juarez protestou porque, em tese, a engenheira responsável por fazer vistorias em imóveis já vendidos não teria condições de responder essa questão, e poderia recorrer a achismos.

A partir dos 10 minutos do vídeo abaixo, a discussão atinge o ápice com as ameaças de Moro.

Cirino: Fica o protesto de novo, Excelência, porque ele está pedindo a opinião da testemunha.

Moro:  Doutor, o senhor está sendo inconveniente. Já foi indeferida essa questão.

Cirino: A defesa não é inconveniente na medida em que estamos no exercício da ampla defesa.

Moro: Já foi indeferida! [tom elevado]

Cirino: Vossa Excelência não pode cassar a palavra da defesa...

Moro: Posso, doutor, porque o senhor não deixa de ser inconveniente.

Cirino: Não pode, porque estamos colocando uma questão muito importante. O ilustre procurador da República está pedindo a opinião da testemunha, e ele não pode!

Moro: Doutor, o senhor está sendo inconveniente. Já foi indeferido essa questão. Já está registrado. E o senhor respeite esse juízo [aos berros]

Cirino: Mas, escuta, eu não respeito Vossa Excelência enquanto o senhor não me respeita enquanto defensor do acusado. Aí então o senhor tem o respeito que é devido a Vossa Excelência. Mas se Vossa Excelência atua aqui como acusador principal, perde todo o respeito.

Moro: Sua questão já foi indeferida e o senhor não tem a palavra!

O magistrado, então, cobrou uma resposta da testemunha, que respondeu que dona Marisa Letícia foi "tratada como se imóvel já tivesse sido destinado" a ela.

Mais à frente, por volta dos 23 minutos, o procurador da Lava Jato foi mais incisivo e perguntou se Mariuza achava que o apartamento pertencia a Lula.

"Eu disse que a gente tinha um cliente em potencial, que seria o ex-presidente Lula", respondeu a engenheira.

"Pode detalhar o que passaram?", acrescentou o procurador.

"Do cliente em potencial? Só falaram que era um cliente que não é... é uma pessoa comum... uma pessoa... é... o ex-presidente que teria interesse na compra da unidade. Foi isso que me informaram. Não tem como detalhar mais do que isso?"

Quando questionada por Cristiano Zanin Martins, advogado de Lula, Mariuza caiu em contradição. A partir dos 9 minutos do vídeo abaixo, Zanin pergunta se quem entregou o projeto do triplex à Mariuza mencionou antecipadamente que o imóvel pertencia a Lula. Então, ela deu de ombros e disse "não".

Em setembro, o GGN mostrou que a maioria das testemunhas ouvidas pela força-tarefa da Lava Jato para apresentar a denúncia do caso triplex não tinha condições de afirmar que o apartamento seria de Lula. O MPF acredita que a OAS repassaria o imóvel para o ex-presidente como forma de pagar vantagens indevidas.

A engenheira Mariuza Aparecida Marques, em seu primeiro depoimento à Lava Jato, veiculado em setembro pelo Estadão, contou que esteve presente na segunda visita de Marisa ao triplex.

Ao final da entrevista, o membro da Lava Jato disse que ela estava muito “reticente” durante o interrogatório e resolveu perguntar diretamente de quem era o apartamento. Ela respondeu que, segundo as informações que possuía, o apartamento era da OAS. “Era para ser vendido para qualquer cliente”, comentou.

Por volta dos 14 minutos, o procurador pergunta: "A senhora pode me dizer se esse apartamento era de Lula ou alguém da familia dele?"

"Não", rebateu Mariuza. E continuou: "Eu tenho acesso ao sistema da empresa para todos os clientes. Para mim, esse apartamento consta como OAS Empreendimentos. Ele não aparece com outro nome. É o que tenho de acesso na empresa. Então, para mim, esse apartamento é da OAS."

No primeiro depoimento, ela também disse que recebeu junto ao projeto da reforma do triplex a informação de que a unidade seria melhorada para "um potencial cliente", mas não citou Lula. Aliás, pressionada, disse que seria para "qualquer cliente".

Também disse que estava em outro local quando a visita de Marisa começou e que o comentário que ouviu era que "estava ficando bom". Mas não soube dizer quem disse isso.

Agora, diante de Moro, Mariuza disse que a ex-primeira-dama disse que a reforma estava ficando boa, o que faz a engenheira imaginar que o "apartamento estava direcionado" para a família de Lula. 

Em sentenças passadas, Moro sinalizou que, para o julgamento, o que importa é o que é dito nas audiências.

Leia mais:

É provável, ouvi o boato, não comprou mas é dono: as pérolas da Lava Jato no caso triplex

Média: 4.5 (24 votos)
145 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

imagem de Gabriel Moreno
Gabriel Moreno

Isso me lembra aquela cena do

Isso me lembra aquela cena do filme Boleiros (excelente filme, aliás), em que o juíz corrupto manda voltar a cobrança do pênalti (roubado) até o jogador acertar. Ele erra umas três vezes e o juíz vai mandando bater de novo. Enquanto isso, os mafiosos que encomendaram o jogo assistem da arquibancada.

Seu voto: Nenhum (38 votos)
imagem de Schell
Schell

É estarrecedor o nível

É estarrecedor o nível primário dos questionamentos feitos pelos representantes do mpf (minúsculo) e, pior, pelo (im)próprio desM. Dizer que o judiciário "limpador" está nas mentes e palavras deles... Nunca pensei que pudessem ser tão rastaqueras em suas indagações, além de repetitivos e repetitivos e repetitivos. Perguntar algo objetivo que pudesse encaminhar a ação, então, nem pensar... mera retórica. Pobre país.

Seu voto: Nenhum (24 votos)

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de Roxane
Roxane

É mesmo um juiz que pratica

É mesmo um juiz que pratica tortura, psicológica. Imagino esta Sra. sendo interrogada pelo Torquemada , a pressão que deve ter sofrido. Ela gagueja, é reticente. Tal depoimento é  um absurdo. E nós  que imaginávamos ""tortura nunca mais'' agora a estamos vendo praticada por membros do judiciário. Tempos tenebrosos...

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Moro, a Górgona Desgovernada

Moro, a Górgona Desgovernada

Resultado de imagem para medusa desgovernada

Seu voto: Nenhum (2 votos)

 

...spin

 

 

imagem de veranis
veranis

A impressão que dá é que ele

A impressão que dá é que ele induz as respostas da depoente, quando na verdade sua função como juiz é justamente impedir que os advogados façam isso, induzir a testemunha. Ontem quando arrebentaram os portões da FIESP fiquei imaginando se o moro ousar prender o LUla o que esses caras fariam na sua prisão vagabunda. Uma coisa que se nota é que moro está mais paranóico que o normal, acho que está enlouquecendo de vez.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Georgia Barreto Alves
Georgia Barreto Alves

O representante do Ministério

O representante do Ministério Público é muito titubeante. Repete perguntas. Parece um amador! Não se prepara para inquirir a testemunha! Risível!!!

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Rui Ribeiro
Rui Ribeiro

A Lava Jato sempre operou dentro da Legalidade

A vazajato, que se desmancha pelo fundo como cofo, sempre operou dentro da legalidade, mas da legalidade estuprada pelo arbítrio.

Os Beatos Tucanos são Homeopatas

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de roberto pivante
roberto pivante

Teste de integridade

Não é atoa que eles estão propondo o teste de integridade. É a implementação da real ditadura do Brasil, a ditadura da Globo, do fascismo. 

Os promotores estão propondo um "teste de integridade" onde podem colocar até droga no seu carro. Podem te corromper para depois te prender.  

E isto é real, é sério e está sendo a nova ditadura, a despeito de quem pensa, de quem ta vendo e quem é contra.

 

A regra é clara: 

A globo MANDA o povo obedece.

 

 

 

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Teste moral.

Vi a lista das 10 medidas quanto estavam angariando assinaturas e se chamava "teste moral para servidores" e não "teste de integridade para agentes públicos".  Ou seja: apenas servidores, que não tem poder de decisão e que não podem engavetar processos nem denúncias, é que seriam testados.  Mas estive pensando que isso, se aprovado, poderia gerar situações absurdas, por exemplo, em que uma autoridade que ordene algo ilegal a um servidor e esse denuncie o ato ilegal, então a autoridade teria a desculpa perfeita para se livrar de qualquer acusação, bastando dizer que estava apenas testando o servidor.  Não pode haver desculpar mais perfeita que essa.  Jamais se abriria investigação contra autoridades  porque elas sempre "estariam testando sua equipe".

Se o tal "teste moral" tivesse base legal e devesse realmente implantado, quem em primeiro lugar deveria ser "testado" é a autoridade que tem poder de decisão, que tem poder para arquivar uma denúncia, que tem poder para anular um processo, que tem poder para vender uma sentença, mas os servidores não têm poder para nada disso.  Então esse teste, do que eles queriam, não atingiria seu objetivo, serviria apenas para acobertar ilegalidades cometidas pelas autoridades e perseguição a servidores públicos.

Seu voto: Nenhum

A única coisa relevante neste

A única coisa relevante neste episódio é a seguinte:

Sérgio Moro descumpriu sua obrigação funcional e forneceu prova da infração em víde.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de jossimar
jossimar

Outro dia vi alguém

Outro dia vi alguém comentando aqui sobre o "alto nível intelectual" dos jovens procuradores.

Não sei o que o sujeito entende por "alto nível intelectual", mas tenho certeza que os jovens procuradores tem alto nível de decoreba e baixÍssimo nível intelectual na medida que já provaram não ter a menor condição de avaliar as consequências de suas ações.

Exatamente por causa desta incapacidade cognitiva não conseguem enxergar a ruína que estão causando ao país. Alguém deu a eles a ORDEM de PRENDER o LULA de qualquer maneira. Se necessário, que INVENTEM um CRIME qualquer. 

Exatamente como fizeram na FARSA conhecida como MENSALÃO PT.

O judiciário brasileiro está se transformando em um braço fascista da nossa sociedade.  Não passam de bandidos despreparados a quem foi dado um poder que não estão sabendo utilizar e por isto extrapolam.

Hoje. levei meu filho na escola e havia uma mesa com uns livros em cima. Peguei um de história, abri aleatoriamente, e caiu uma leitura sobre o nascimento do nazismo. Não pude deixar de constatar as enormes coincidências com o que se passa no brasil atualmente. Estamos indo na direção errada e perigosa. 

Temos URGÊNCIA de uma lei que ponha limites nesta arrogância de simples funcionários públicos concursados e decorebas, na maioria BURROS e que imponha limites ao poder da globo.

Esta empresa é um perigo para o desenvolvimento sadio do brasil e dos brasileiros.

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

O judiciário brasileiro está

O judiciário brasileiro está se transformando?!?!  Acho que não mudou nada do que sempre foi.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Joaozim
Joaozim

Discordo de você. São

Discordo de você. São extremamente inteligentes os procuradores e juízes da lava jato. Mas caráter, ética, decência, hombridade, honestidade, postura humana, em nada dependem de inteligência. Muitos brasileiros tem todas estas qualidades listadas acima e mal sabem ler e escrever. Quando a inteligência é usada para o mal, a consequência é devastadora. Einstein desenvolveu a teoria da energia nuclear para resolver o problema energético do mundo, fizeram a bomba atômica. santos Dumond criou o avião com objetivo de transporte de passageiros, criaram os bombardeiros.

Eles são inteligentes, mas estão à serviço da promoção da desigualdade social, privatizações, lawfare, destruição da ideologia política progressista e exaltação da ultra-direita, defesa das vantagens pessoais como o alto salário e a impunidade somente para o poder judiciário.

Seu voto: Nenhum
imagem de Pedro Augusto Pinho
Pedro Augusto Pinho

Nenhuma invenção de prêmio

Nenhuma invenção de prêmio jurídico pelos irmãos Marinho apagará o promotor, travestido de juiz sem educação e escrúpulo, apenas um agente de potência estrangeira, Sr. Moro.

Seu voto: Nenhum (9 votos)
imagem de serralheiro 70
serralheiro 70

Que horror!

Chamar estas práticas de moro como exercício de direito é absurdo. Bocal, ignorante, mal intencionada, a isto que se presta nossa tão dispendiosa justiça? Se situem , este bando de irresponsáveis quebraram o Brasil sob aplausos de mídia e coxinhas ensandecidos.

Seu voto: Nenhum (7 votos)
imagem de Manu Guitars
Manu Guitars

Conselho....

Acho que o pessoal de Curi devia aproveitar que a Moça engenheira tem " know-how", e perguntar se ela não aconselhava uma boa equipe de encanadores.....Do jeito que vaza la em Curi, daqui a pouco a lava-jato não vai lavar nem triciclo infantil....

Seu voto: Nenhum (7 votos)

E hoje, 13/12/2016, claro,

com exclusividade de divulgação da Globo, a PF de Moro indicia Lula, Dona Marisa Letícia, Palloci e mais algumas pessas "ligadas ao ex-presidente", todos envolvidos em crimes... Instituto Lula, apartamento em São José dos Campos, pedalinhos, sítios, triplex, caças suecos, a caixa de isopor onde Lula leva cervejas, suas cuecas vermelhas...; os e as jornazistas globais salivam de prazer ao dar a manchete “em primeira mão”. Já notaram que o semi-deus global e juizeco da República Agrícola de Curitiba tá perdendo a linha na mesma medida em que vão pipocando aqui e ali os indícios de práticas nada republicanas de seus amiguinhos do PMDB e PSDB? 

Seu voto: Nenhum (9 votos)

Daqui a alguns anos, quando

Daqui a alguns anos, quando reconstruirmos a república... ou melhor, quando construirmos nova república e quando esta estiver minimamente equilibrada e estável, esse episódio das tentativas de Moro de condenar Lula constará como dos mais tenebrosos, o ridículo da situação, a pobreza, a pequeneza do Direito que esse juiz está praticando.

Vai ser necessário doutrinar fortemente os filhos de Moro para que ele não se envergonhem do que fez o pai, algo como Bolsonaro pai fez com Bolsonaro filho. Em geral as mentiras deixam as pessoas loucas, desvinculadas da realidade, o que provavelmente acontecerá com os que insistirem em apoiar a loucura e a pobreza de Sérgio Moro.

Seu voto: Nenhum (9 votos)

Juizeco à beira de um ataque de nervos...

Pois encontrou Defesa feroz e competente aos seus desmandos. Uma resistência desta ordem já operou milagres na História..... Para conseguir seu objetivo, o juizeco terá que se expor cada vez mais em sua louca cavalgada, abrindo flanco para preciosos ataquesTerá de abrir mão de qualquer razão ! Quem lhe garante, por enquanto, imunidade é a Rede Globo e seus jornaleiros de plantão !

Seu voto: Nenhum (8 votos)

Pelo que entendi, Moro

Pelo que entendi, Moro impediu a defesa de se manifestar por último, o que é ilegal. Confere?

Seu voto: Nenhum (9 votos)

Criminoso

“É estranho que numa democracia as pessoas reclamem de uma revelação como essa. Desde o início das investigações decidimos que não iríamos esconder nenhuma informação do público”, declarou ao ressaltar que a atitude “não foi uma exceção à regra”.

Olha o que o Moro disse. Disse que a decisão de vazar é anterior às investigações, ou seja, crime premeditado, continuado, e até o momento ininterrupto.

Nenhuma manchete deveria ser "Moro sofre escracho..."

Mas sim, "Moro confessa crime premeditado de vazar gravações da presidente" e bater nisso.

"Decidimos", decidiu com quem Moro?

O cara confessa a premeditação de um crime com concurso do MPF, PF e Globo, ou seja em mais de cinco pessoas, portanto, quadrilha, de grampear ilegalmente a presidente e divulgar em rede nacional as gravações.

Posteriormente mente ao STF via documento formal e timbrado, dizendo a Teori, ter sido um acidente. Mais um crime.

Ninguém percebeu isso?

Soma-se à manobra de não deixar político com foro ser citado, para não ter o processo avocado por instância superior, o que é sim uma forma de blindar seu amado Aécio. Até quando vão aceitar essa baboseira da versão de que é apenas para se manter em posse da bola?

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de paulovi
paulovi

do site

do site Significado: Boçal significa rude, grosseiro, imbecil ou ignorante. Na gíria brasileira, boçal é também aquele indivíduo exibicionista, esnobe e chato, que age com arrogância normalmente por ter melhores condições financeiras ou por se sentir superior aos outros. Um boçal demonstra pouca inteligência, educação e delicadeza em suas ações.

 

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de stan neto
stan neto

À medida que são divulgadas

À medida que são divulgadas as recentes delações da Odebrescht, que indica vários pagamentos de propina em dinheiro vivo (alguns superiores a 3 vezes o valor do triplex), essa tese de que houve tamanho esquema mirabolante para "presentear" Lula com um apartamento, chega a ser ridícula.

Se fosse verdadeira, não seria muito mais fácil simplesmente entregar uma pasta com os 2 milhões em dinheiro, como foi feito com Alkimin?

Seu voto: Nenhum (7 votos)

Exato!

Exato!

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de André élebê
André élebê

  Esse é um argumento óbvio,

  Esse é um argumento óbvio, que a coxinhada não quer nem pode entender para não destruir uma visao de mundo burra e excludente.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Nassif, A PARCIALIDADE DE

Nassif,

A PARCIALIDADE DE MORO - ANÁLISE CRÍTICA DE SUAS SENTENÇAS. O QUE MORO SABE, RECONHECE E MENCIONA EM SUAS SENTENÇAS. DO CONTEXTO E DO CONJUNTO. 

 

1. Moro sabe que a Petrobrás tinha por sistema padrão licitar Projetos Básicos de obras, não bem detalhadas (imprecisas segundo Paulo Roberto Costa) e a serem posteriormente executados, a partir de uma valor estimado, aceitando ofertas de até 15% a menos desse valor e de até 20% acima de desse valor. 

 

Moro sabe que esse sistema de licitação e contratação é internacional e  é utilizado pelas Cias. Petrolíferas mundo afora.

 

Moro sabe que a porcentagem paga pelas empreiteira de 1% a 3% do valor dos contratos - aos Diretores da Petrobrás, agentes intermediários, políticos e partidos - provinha dos recursos obtidos pelos próprios contratos celebrados, ou seja, não foram pagas pela Petrobrás e sim retirados dos lucros das empreiteiras.

 

Moro sabe que parte desses recursos pagos eram destinados a determinados Diretores da Petrobrás, a agentes intermediários como Alberto Youssef (e outros), aos políticos e partidos políticos de sustentação.

 

Moro sabe, outrossim, que não havia exigência ou extorsão para se obter esses pagamentos de porcentagem e, também, da possibilidade (que não explorou) que esse sistema de porcentagens existia há tempos na Petrobrás, sendo pagos como um costume de todo sempre.

 

Moro sabe que a partir de 2006 o foram em maior intensidade em razão do fato que a Petrobrás - recuperada como empresa estratégica, industrial, comercial e financeiramente bem - passou a executar grandes projetos de consolidação, pesquisas e expansões.

 

Moro sabe que todos os contratos eram negociados junto aos vencedores das licitações e que a Petrobrás muitas vezes obteve diminuição dos valores contratados.

 

Moro sabe  - e atesta expressamente  em suas Sentenças - que todos esses dados estão difusos nos autos das Ações Crime respectivas e estão expressas nas provas orais e documentais reproduzidas e citadas, exaustivamente, à saciedade mesmo, por ele próprio.

 

Cumpre aqui anotar - "en passant" - neste ponto, que as Sentenças de Moro são longas, repetitivas, "noiosas" (enfadonhas), cansativas, padronizadas e seguem uma técnica de convicção indutora de não deixar pensar "por si só" mas de condução e direcionamento, reforçadas a partir de elaborada e prévia preparação mediática de conceitos de autoridade, vazamentos selecionados, verdade publicada e aceitação pública como mote e expressão (sempre aceito, querido e simpático) de combate à corrupção.

 

Moro sabe, outrossim, que não se pode afirmar que tenha havido superfaturamento das obras mesmo porque desnecessário à caracterização dos crime que está julgando (cf se vê, por exemplo, dos tópicos 356 e 357 da Ação Penal 5045241-84.201.4.7000PR tomada aqui como referência)

 

Moro sabe que algumas das partes nas Ações Penais intentadas, delatores e testemunhas colaboram com governos estrangeiros (mais precisamente EUA) em procedimentos que especificamente penalizarão a Petrobrás como empresa, as empreiteiras, a política de desenvolvimento da infra-estrutura nacional e de consolidação da soberania nacional.

 

Moro sabe que sua afirmação, por exemplo, no tópico 562 da Ação Penal 5045241-84.201.4.7000PR "O esquema criminoso que comprometeu a Petrobrás..." não é correta face à prova oral e documental referidas nas Sentenças e, também, à notória posição de recuperação e destaque da cia. a partir de 2006.

Moro sabe, também, que o valor final da obra de reforma e modernização da unidade catalítica-URC na Refinaria Presidente Bernardes - RPBC, na cidade de Cubatão, São Paulo (tópico 311) teve o valor final de 4% menor do que o valor máximo estimado pelo Projeto Básico de obras (ou seja de R$.467.087.250,72 e de R$.508.068.962,49 cf tópicos 315 e 320) não obstante, mediante uma confusa e elaborada redação, deixa entender - "ictus oculi" - que teria sido superior em 16% ao valor estimado (v. tópico 359).

2.  Vencida essa fase do conhecimento expresso,  anoto "currente calamo" - porque do saber ordinário, do saber do homem médio comum - que:

Moro deve saber que a porcentagem de 1% até 3% do valor do contrato celebrado não é incomum em grande negócios como, por exemplo, na comissão de um negócio imobiliário.

Moro deve saber, ainda, que essa porcentagem (propina, vantagem,  comissão ou liberalidade), por sí só, não é suficiente para que o preço de um negócio seja majorado e máxime quando haja interesse de ordem geral operacional e eficiência do contratado (no caso empreiteiras) executá-lo.

Moro deve saber que esses interesses de ordem logística-operacional e de eficiência das empreiteiras podem provir de diversos aspectos como, por exemplo, a manutenção de funcionamento da empreiteira, a manutenção dos funcionários especializados, bem como do pessoal treinado e adaptado, a conservação e locomoção de maquinários, a retenção do conhecimento tecnológico desenvolvido e aprendido, etc.

Moro deve saber que anteriormente ao governo de Lula eram constantes os vazamentos de petróleo e gás nas Refinarias e dutos terrestres e marítimos da Petrobrás.

Moro deve saber, também, que um desses vazamentos (1984) provocou a morte de 93 moradores da vizinha favela Vila Socó em Cubatão/SP.

Moro deve saber que no governo de FHC (2001) a Petrobrás estava sucateada e que uma plataforma marítima no valor de 350 milhões de dólares (após explosões) construída no exterior (Itália e Canadá) afundou em alto mar por causa operacional de manutenção e projeto e, assim, foi abandonada.

Moro deve saber que raramente (nunca ou dificilmente) uma obra ou reforma - mesmo particular de qualquer cidadão - ao final resta dentro do orçamento previsto ou imaginado.

Moro deve saber a "estranha" razão de não ter buscado o "contexto" de tudo o que se passou e passava junto à Petrobrás e empreiteiras - em relação às apontadas irregularidade e às possíveis infrações criminais de outros agentes envolvidos - ao não se aprofundar em declarações que conheceu e colheu durante os inquéritos policiais e as instruções criminais.

Moro deve saber que o anterior presidente da Petrobrás deixou bem claro que a o dinheiro pago pelas empreiteiras foi desviado do lucro que obtinham nos negócios:

A corrupção se deu em prejuízo das empreiteiras. Foram atos externos à companhia. O dinheiro foi desviado do lucro que as empreiteiras obtinham com os negócios.

3. Já como jurista, estudioso, não alheio à realidade e vivência política do país, do que acima foi ressaltado e do direito conhecido,

Moro poderia ter entendido (e deveria segundo a melhor exegese de direito e de política) que tais condutas e operações melhor se enquadrariam à figura delituosa do denominado CRIME DE CAIXA 2 ELEITORAL previsto no art. 350 do Código Eleitoral cuja pena é de até 5 anos de reclusão e de multa se público o documento e de até 3 anos de reclusão e multa se particular o documento; ou CRIME DE CAIXA 2 CONTRA A ORDEM FINANCEIRA (Lei 7.492/86, art. 11) cuja pena é de 1 a 5 anos de reclusão e multa; ou, ainda, CRIME CONTRA A ORDEM  TRIBUTÁRIA (art. 1 da Lei 8.137/90) cuja pena é de 2 a 5 anos de reclusão mais multa.

E que, isso posto, a elas se subsumiriam às condutas de ocultação, dissimulação, lavagem e outras realizadas para a execução de qualquer um desses crimes.

Moro poderia ter entendido, ainda, que a capitulação e condenação em CRIME DE ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA é sempre extensiva e pode fazer ressurgir o malfadado Direito Penal do Autor pelo qual o agente é responsabilizado não por sua conduta, pelo que fez, mas pelo que é, por ser, pelo grupo que pertence (seletivamente) estigmatizados, pelo risco que representa.

4. Por fim, de todo esse contexto posto, tem-se, outrossim, que todas as obras contratadas foram executadas a bom termo. Que a Petrobrás tornou-se uma das maiores, mais importantes e prósperas Cias. Petrolíferas do mundo, detendo mesmo a mais avançada tecnologia de exploração relativa ao Pré-Sal.

Que - em reverso - as empreiteiras envolvidas se capacitaram e se especializaram na execução dessas obras complexas e, também, por isso, passaram a ser respeitadas no país e exterior, gerando empregos, cadeias produtivas e dividendos ao país.

 

Que, os propalados acordos de "carterização" (ou ajustes de otimização e melhor eficiência) - na verdade consubstanciados em acomodações operacionais para melhor aproveitamento da capacidade das empreiteiras, execução e custo menor, como já ressaltado, evitando deslocamentos de funcionários de frente, especializados, treinados e adaptados aos serviços;  deslocamento de equipamentos e recursos técnicos tecnológicos exigidos; tempo e eficiência nas obras - atendiam exigência superior de interesse nacional e, de outro lado, dificilmente teriam prejudicado ou não outras empresas face ao alto graus de segurança e capacitação tecnológica exigível para essas empreitadas complexas e especiais.

 

Por hora, é o quanto basta.

 

NOTA: o autor dos comentários encontra-se aposentado há cerca de 10 anos e completamente afastado - desde o primeiro dia - de suas atividades profissionais (quando fez a doação de sua biblioteca jurídica a uma faculdade de direito) e declara que leu (quando publicadas), por mera curiosidade e informação pessoal, uma a uma as onze (11) Sentenças concernentes à Operação Lavajato.

 

FONTE: Essas considerações acima foram feitas de memória e de pequenas anotações das leituras (anteriores) dessas onze (11) Sentenças prolatadas e consulta (agora) - para citação - de alguns tópicos da emblemática sentença de n. 5045241.84.2015.4.04.7000PR de Sérgio Moro de quase um milhar de tópicos (945) e fls.

 

 

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Nilo filho, aqui um fã desde

Nilo filho, aqui um fã desde já.

Agradeço pelo trabalho!

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de AMORAIZA
AMORAIZA

Nilo Filho,  não confundir

Nilo Filho, 

não confundir Jurista com juizinho.Se você teve tempo de se aposentar e legar uma biblioteca jurídica, teve a graça de ter estudado antes da revolução de 64. Sabe que do golpe, mais de 20 anos de retrocesso educacional foi imposto ao país. Matérias como política,economia, sociologia, finanças públicas, direitos  humanos, história (a história recente do país) entre outras foram banidas do ensino, trazendo como resultado  essa geração de "juristas"  e operadores  de direito,  ignorante,  insensível e fascista.

Tenhamos em mente que seu saber (deles) ainda é excessivo e que, como soi acontecer nos pós-golpes, a "reforma do ensino" que se impõe,  se prestará a tornar os próximos "juristas", intelectuais e formadores de opinião ainda mais imbecis e contra os quais não restará ninguém com conhecimento suficiente para contestar-lhes os desmandos.

Serão pois, dolorosamente inocentes. 

É  assim que se mantém a matriz das desigualdades e do poder.

Seu voto: Nenhum
imagem de Ugo
Ugo

o juiz que se achava napoleão endoidou

Moro leu o código civil, acreditou ser juiz.

Vai ler uma bula e se achará medico.

Leu um contrato de uma grande obra, viu roubo não enxergou os resultados.

Para todos que trabalham e trabalharam em grandes empresas as convicções do moro são primarias e sem qualquer base no mundo das grandes obras e da engenharia.

Lembro quando das contratações de engenharia consultiva e aquisição dos equipamentos os nossos olhares críticos de engenheiros tinham uma planilha de alguns mandamentos com poucos e decisivos detalhes críticos a ser:

  • Quantos grupos de engenharia e mecânica pesada qualificados e com experiência existem?
  • O mercado neste ramo especifico da engenharia está aquecido?
  • Um novo contrato de vulto tem condições de ser atendido simultaneamente a outros notadamente quando a exigência de especialização da mão de obra?
  • O aparato industrial especializado na fabricação de equipamentos tem condições de atender o pico desta nova demanda?
  • É conveniente direcionar o contrato para o segundo colocado de mesma qualificação e com ociosidade de fabricação mesmo pagando um pouco mais? Sabemos que desta maneira atendemos o nosso cronograma de implantação e nosso produto no mercado conforme planejado?
  • Endividamento em Reais ou em Dolares?

Qualquer decisão na ótica do menino moro com uma visão linear e maniqueísta do mundo empresarial seria considerada criminosa, no entanto o bom senso empresarial faz o mundo progredir, quanto ao resto como na inquisição o que importa é o bem estar e a salvação da alma, para comer, oras apelar para a esperança e somente no futuro.

Seu voto: Nenhum

Adendo I (AL

Adendo I (AL CAPONE):

Mensagens aos pais

 

            Hoje em dia as pessoas já não respeitam nada. Antes, colocávamos num pedestal a virtude, a honra, a verdade e a lei... A corrupção campeia na vida americana de nossos dias. Onde não se obedece outra lei, a corrupção é a única lei. A corrupção está minando este país. A virtude, a honra e a lei se evaporaram de nossas vidas.

 

(Declarações de Al Capone ao jornalista Cornelius Vanderbilt Jr. Entrevista publicada na revista Liberty em 17 de outubro de 1931, dias antes de Al Capone ir para a prisão).

 

Galeano, Eduardo. De Pernas pro ar. A escola do mundo ao avesso. Porto Alegre, RS: L&PM Editores, 2015, p.1

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Adendo II (AL

Adendo II (AL CAPONE):

GALEANO, Eduardo H. Memória de Fogo. Porto Alegre, RS: L&PM, 2013, p 627-628

 

"1929

 

Chicago

 

AL CAPONE

 

            Dez mil estudante gritam o nome de Al Capone, no campo de esportes da Northwestern University. O popular Capone cumprimenta a multidão com as duas mãos. Doze guarda-costas o escoltam. Na saída, o espera um Cadillac blindado. Capone exibe uma rosa na lapela e um diamante na gravata, mas debaixo leva um colete de aço e seu coração bate contra uma pistola 45.

            Ele é um lider... Patriota fervoroso, sobre sua escrivaninha ostenta retratos de George Washington e Abraham Lincon. Profissional de grande prestígio, não há quem ofereça melhor serviço para romper greves, espancar operários e enviar rebeldes ao outro mundo. Ele está sempre alerta contra a ameaça vermelha (335)

"Notas:

335 - Pasley, E. D. Al Capone. Pról. de Andrew Sinclair. Madri, Alianza, 1970

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Rui Ribeiro
Rui Ribeiro

Cliente em potencial é proprietário?

Ela disse que o Lula foi um cliente em potencial. Os Pitbichas de Curi queriam provar que Lula era o dono do imóvel da OAS. Perderam, Jateiros. O cerco da traíragem farsesca tá se fechando. Se você não fosse um ventríloquo burro vc puniria os verdadeiros corruptos sem quebrar as pernas das grandes construtoras brasileira e da petrobrás, provocando o desemprego de milhões de trabalhadores, que devem estar arrasados, pois se a coisa já não tá boa prá quem ainda tem um emprego, imagina quem tá desempregado. O Moro é tão burro que mata o boi para livrá-lo do carrapato. Pô, Carrapato dos Pinhais, deixa de ser tão ridículo. Isso de tanguinha deve ser outro Japonês da Fedeca, digo, do Hispter da Fodorenta

Viva a Anarquia!

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Rui Ribeiro
Rui Ribeiro

A intensidade da sonorização do argumento da autoridade

A intensidade da sonorização do argumento da autoridade é inversamente proporcional à autoridade do seu argumento. E você me arrespeita, viu, que eu sou juiz, eu tenho a força! Agora minhas convicções se confirmaram. I can't quit you, Lula. See you in Curitiba antes de partir para outras plagas onde um mundo de magia vai entrar na dança globelezura. afinal o Brasil não é conhecido internacionalmente pelos seus juristas, mas pelas suas bailarinas, por isso os Jateiros vão descendo na boquinha da garrafa

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Veri
Veri

Sobrou pros Jateiros a bagaça da laranja

A Vazilona se embananou toda e se dismanchou em disdição

Oia otra pérola da lavra dessa ostra

Ela disse que não sabia se o cliente em potencial era a D. Marisa mas ela deverua suspeitar tendo em vista que ela soube que o Lula estivera lá. fazendo exigencias. Ela acha que podia ser a Jackeline Onasis o cliente topotente esperado?

Tahs brincando

Seu voto: Nenhum (1 voto)

da verdade e das provas...

como formam o núcleo da única realidade concebível para o caso,

deixemos então que reverenciem em paz o incognoscível, pois comportamentos, descontrole e decisões de juízes em audiências, mesmo a espelhar acusadores, não se ataca...............................

uma solução errada do Estado então? sim! eles mesmos mostram que são

Seu voto: Nenhum (2 votos)

traga à superfície em uma só condição...

e estarás trazendo em todas

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Serjão
Serjão

Chilique

Doutores advogados, apertem só mais um pouquinho o moço que o chilique está próximo.

 

Seu voto: Nenhum (6 votos)

Moro manda prender advogado

Manchete para semana que vem.

Seu voto: Nenhum (6 votos)
imagem de Maria Carvalho1
Maria Carvalho1

.

Sem representação parlamentar.

Sem tribunais.

A favor da mídia?

Para onde vamos?

Desobediência civil?

 

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de Alberto mor
Alberto mor

E o Banestado, com tucanos, Globo etc., ficou na gaveta?

Muito estranho um juiz agir assim: ir a eventos do PSDB, ajudar a eleger Dória em SP, ficar de gargalhadas com Aécio, vazar áudios ilegais de Lula, prejulgar as pessoas até no recebimento das denúncias, sair em capa de livro e ir ao lançamento, ter canal exclusivo com a Globo.... e quer que acreditemos que ele seja neutro? Ele deve nos achar todos idiotas. Só ele é que é um gênio que diz "Câmera dos Deputados"...

Onde estamos?

Não tem justiça nem democracia neste país que segure essa parcialidade toda, não?

E ainda protege os delegados que atacaram Lula e Dilma sem o menor constrangimento.

Tanto que o que atua nesse caso da reportagem é o mesmo que começou a Lava Jato que deveria ter como domicilio São Paulo e não Curitiba, pois Youssef trabalhava e mantinha escritório em São Paulo. Ficaria para a justiça federal de SP.

E foi o mesmo delegado que fazia escutas ou investigava o ex-deputado André Vargas, situação bastante debatida, pois ele era deputado e o caso deveria ter ido pro Supremo. 

E assim começou a Lava Jato. Ou não terminou o Banestado. Só que antes não vinha tanto ao caso.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Moro trocou as bolas, são os

Moro trocou as bolas, são os advogados de Lula que podem cassá-lo. Será que está com problema de memória? Quem foi que mandou grampear o escritório daqueles advogados que lá estavam? Moro, o amigão do Aécio Neve, passará em branco pelo grave crime que cometeu, entre outros, contra o exercício da advocacia em razão do hoje inexistente Poder Judiciário, que, aliás, jamais condenará seu amigão, mesmo que fosse provado ser ele um 'serial killer' ou coisa pior.

O cansaço de Moro pode explicar seu desatino e perda temporária de memória. Afinal, num dia, estava recebendo o prêmio estranhamente denominado de Homem do ano, indicando que uma mulher jamais receberá tal prêmio; pouco depois, estava presidindo uma audiência na presença de advogados muito atentos a sua atuação, uma vez que já sentiram na pele os efeitos nocivos provocados por ele na condução de ações penais que, na verdade, têm o único objetivo de perseguição política em conluio com a Rede Globo, Janot e o PSDB.

São situações bem diferentes: A alegria do encontro com o amigo do peito e o stress por estar diante de advogados que, com inteira razão, não estavam ali para serem amigáveis. Pode não parecer, mas Moro tem algo de humano, essas situações limítrofes e opostas ocasionam cansaço e confusão mental, realmente.  

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de ricardoaraxa
ricardoaraxa

Essa lei sobre abuso de

Essa lei sobre abuso de autoridade,deve ser aprovada imediatamente!

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de Jus Ad Rem
Jus Ad Rem

O "juiz" tucano esconde o Mineirinho e o Santo e persegue Lula

Seu voto: Nenhum (7 votos)

As perguntas finais de Moro.

Revendo o vídeo eu vi e mais uma vez fiquei pasmo. Ao final, Moro faz perguntas realmente reveladoras. Ele faz perguntas cujas respostas já sabe. O imóvel não foi vendido? Algum  outro apartamento recebeu  reformas daquele porte? Estas perguntas ele fez em tom triunfante.

E eu me pergunto e daí. Mas ao ver aquele ar triunfante eu chego a conclusão que: existem duas opções.ou Moro não tem a menor competência,ou  ele quer dar uma desculpa para  milhares de fanáticos acreditando nesta criação doentia, com ajuda de uma mídia insana.

Depois de pensar apenas um pouco eu concluo que são as duas opções.

E a loucura continua, agora a noite Lula e Dona Letícia são indiciados por negociar um terreno que não existe para um Instituto que sempre esteve no lugar que está, e alugar o apartamento ao lado. 

De fato não acredito que este indiciamento seja sério, mas agora querem é através desta prática destruir a defesa de Lula. Em breve veremos mais e mais processos e indiciamentos. Todos os dias Lula será indiciado, inviabilizando a sua defesa. Já fizeram isto no Paraná, quando jornalistas divulgaram os salários de Juízes.  Da mesma forma teremos isto e muito mais, Em comum o escárnio de ter que se defender de uma acusação sobre algo que sequer existe, como posse do triplex, medidas provisórias , aviões Grippen,  pedalinhos e sítios, ou antenas de celular.

Enquanto isto nosso CNJ, sob a Suprema Carmem silencia ou pior referenda tudo isto.

 

 

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de rl
rl

Moro

Ele fez perguntas ainda piores no fim (aos 20 minutos da fase 2); se a familia do Lula "chegou a tomar posse do imóvel", e porque "não tomou posse do imóvel".  Ou seja, para esse sujeito, o Lula é o dono do imóvel desde o descobrimento do Brasil e nem Deus vai convencer do contrário.  Se eu fosse o Lula, iria a um cartório e faria a doação da propriedade e de todos e quaisquer direitos sobre o apartamento para Sergio Fernando Moro. E chamaria a Globo para a transferência de posse.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Jus Ad Rem
Jus Ad Rem

Sente-se e fique à vontade para prestar seu depoimento

Moro está para a operação Lava Jato assim como Torquemada esteve para a Inquisição Espanhola.

 

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Veri
Veri

No 3º vídeo o pessoal da Incorporadora perdeu a cópia da chave

No primeiro vídeo, a testemunha tem uma cópia da chave, a Talento tem outra cópia e a testemunha não tem certeza mas acha que a Incorporadora tem outra cópia da chave. No terceiro vídeo, só a testemunha e a Talento têm chaves. A incorporadora perdeu a chave que tinha no primeiro vídeo.

Outro vacilo da testemunha: Num determinado momento ela afirma que sempre esteve no Triplex durante a visita da Dona Marisa, apenas não a acompanhou a Dona Marisa na visita aos quartos. Noutro momento, ela afirma que quando chegou ao Triplex, todos já estavam lá.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Rei
Rei

Vídeo de Diogo Mainardi pedindo planilhas de Lula não é crime???

Hoje viralizou um patético vídeo: "Diogo Mainardi quer a planilha da Odebrecht a qualquer custo!" Só uma dúvida: ISSO AÍ NÃO É CRIME??? Vazar documentos de investigações já é parte do cotidiano no Brasil, mas apesar disso eu acredito que seja ilegal... agora jornalistas incentivarem esse tipo de comportamento abertamente não é crime???Isso aí não seria um tipo de "apologia ao vazamento"??? Se fosse permitido a Veja poderia colocar um anúncio: "pagamos bem por delações vazadas contra Lula!"

 

E qual fim Mainardi quer dar a esses documentos??? Pode fazer chantagem, usar para obter ganhos pessoais... sei lá... muito estranha essa história... pelo reação do público... acho que não foi bem recebido o vídeo.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de saulogeo
saulogeo

Bico ou acúmulo de cargo.

O Moro está fazendo um bico de assistente de acusação? Para economizar, poderia dispensar os promotores. Afinal, ele é a estrela. Só na bananalândia......

Seu voto: Nenhum (4 votos)
imagem de veranis
veranis

Moro tenta desesperadamente

Moro tenta desesperadamente direcionar as respostas das testemunhas. Por ser psicopata quando contrariado surta. Quem sabe com um pouco mais de pressão, ele dá um ataque bem significativo e é levado para alguma clinica psiquiatrica, não é mesmo? Torçamos!!!

Seu voto: Nenhum (6 votos)

O que se nota que os acusadores do MP estão perdidos.

Estes procuradores são extremamente incompetentes, pois ao ouvir as testemunhas de acusação se verifica que elas não acusam nada, logo o que eles estão esperando, que o maná caia do céu?

Seu voto: Nenhum (6 votos)
imagem de Edgar Rocha
Edgar Rocha

E o rei já virou sapo, a Rapunzel é uma vagaba e...

A vida imita a arte: Shrek vai vencer o Encantado.
Só espero que o príncipe mimado tema ainda mais medo do burro de carga que sempre levou o Brasil nas costas. O povo detém o controle sobre o dragão e pode tacar fogo nesta bodega se a coisa ficar mais surreal.
O problema é que ainda tem vilão demais nesta historinha. O filme é americano, mas o roteiro é da Globo.

Seu voto: Nenhum (2 votos)

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.