A Lava Jato tem lado

Há um grande mérito na Lava Jato e uma grande interrogação.

O mérito foi o de ter, pela primeira vez, investigado uma das fontes centrais históricas do poder político brasileiro: as grandes empreiteiras de obras públicas.

A dúvida é o filtro político que impôs às investigações.

Para tentar entender:

1. A Lava Jato pretendia manter sob suas asas todos os inquéritos resultantes das delações negociadas até agora.

2. Há personagens centrais na Lava Jato: do lado dos beneficiários, gerentes e diretores da Petrobras e operadores do PT e do PMDB. Do lado dos pagadores, as empreiteiras.

3. A Lava Jato derivou para o setor elétrico, apurando os desvios da Eletronuclear. 

4. Ora, o que Petrobras e Eletrobras têm em comum, para permitir à Lava Jato avançar sobre o setor elétrico? As mesmas empreiteiras.

O ponto em comum que unifica tudo, portanto, são as empreiteiras, seu modo de operar, seus subornos e financiamentos de campanha.

Sendo assim, qual a razão da Lava Jato ter deixado de fora governos tucanos?

A maior contribuição da UTC foi para a campanha de Aécio Neves. A grande obra da UTC em Minas foi o Centro Administrativo. Em São Paulo, as mesmas empreiteiras participaram de obras do Rodoanel e das parcerias para administrar as estradas paulistas.

No entanto,  nenhum dos bravos delegados e procuradores, o imbatível juiz Sergio Moro tiveram a curiosidade de perguntar aos delatores sobre o financiamento à campanha de Aécio e para políticos paulistas.

Não há álibi técnico ou jurídico que possa justificar a desatenção do grupo em relação aos malfeitos dos réus com governos tucanos.

Na fase das investigações, especialmente ao colher os depoimentos dos réus e delatores, todos os temas relacionados às suspeitas de suborno por parte das empreiteiras são relevantes. Se surgirem indícios de cometimento de crimes em outras esferas, encaminha-se a denúncia para o STF (Supremo Tribunal Federal) (se for de réu com prerrogativa de foro) que decidirá se cabe um novo inquérito ou se a investigação será no bojo do mesmo.

Leia também:  O caso René Dotti e o contrato milionário com a Petrobras

Se a intenção é passar o país a limpo, tendo ao seu dispor pessoas dispostas a delatar, qual a razão da Lava Jato não ter aberto o leque para todos os partidos? A desculpa de não perder o foco não bate. Se não surgir outra Lava Jato, os segredos dos doleiros e delatores morrerão com eles, debaixo do nariz da tropa de 360 procuradores e técnicos que o MPF colocou à disposição.

Por tudo isso, pelo fato do Procurador Geral da República Rodrigo Janot ter poupado Aécio Neves das  denúncias do doleiro Alberto Yousseff sobre Furnas, de jamais ter tirado da gaveta o inquérito sobre a conta no paraíso fiscal de Liechtenstein, pelo fato de procuradores e delegados jamais terem se preocupado com a questão óbvia de investigar outros partidos políticos, não há a menor dúvida de que a Lava Jato tem lado. O mesmo lado de Gilmar Mendes.

Os bravos procuradores sequer se preocupam em justificar essa seletividade, como se o assunto não existisse.

Mas há um cadáver no meio da sala de jantar. E não haverá como escondê-lo para sempre.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

89 comentários

  1. Para mim é óbvio que tem lado

    Para mim é óbvio que tem lado e não é o da Justiça (maiúscula)! Quando o judiciário atua politicamente a democracia é a principal vítima. Ademais a direita nativa é “paraguaia”, ou seja, ainda não saiu da fase banana republic e vira-lata. Infelizmente!

    • A justiça é da casa grande, mas a senzala nada faz para defender

      É interessante, que o executivo e boa parte do legislativo tem poder, e tem “podres” na mão para usar contra os “inimigos” entretanto não usam estes recursos por alguma razão.

      Se a imprensa pende somente para um lado, porque continua-se desperdiçando recursos nela ?

      Se o Judiciário é corrupto, crie-se a CPI e se punam de verdade os culpados. Se os MP, Polícia Federal agem de modo contrário aos estatutos, punam-se os responsáveis. Se o Sinhô Moro não atua como deve, onde estão os seus chefes e representantes da sociedade ( MP, OAB…. ??? )? Se os “Sinhôs” fazem campanha eleitoral fora do tempo ou dão palestras a “Sinhoras” da High Society, cadê o Estado regulando estes Servidores Públicos, ou como sempre, o Estado somente atua contra os servidores PPPPP.

      Quem ter armas e direito de usar, mas não usa, é por que quer ser morto pelo inimigo. A Senzala tem maior número, apoio, recursos, mas lá no subconsciente tem as mensagens : vira-latas, incompetente, servil, fraco……. Governo, vai para o psicóloco e vira pró ativo, antes que a Casa Grande aumente sua ação de “tronco e chibata”, pois a restrição de comida jé está implantada com o desemprego, e a responsabilidade é toda atribuída aos chefes da Senzala..

  2. O FAZEM DEBAIXO DO NARIZ DE 204 MILHÕES – NÀO VEM AO CASO

    Prova que o  partido dos procuradores é o PSDB, coincidentemente o mesmo partido das organizações Globo, Folha de S. P, O Estado de S. P, Veja de S.P.

     

     

  3. E nojento esse partidarismo

    E nojento esse partidarismo explicito da Lava Jato. Poderia mudar o nome para Detona PT que seria mais coerente, ou, Protege Tucano, tambem adequado, em vista de suas acoes.

     

  4. O mais incrível nisso tudo é
    O mais incrível nisso tudo é o argumento contraditório:
    Não pode investigar tucano pra não perder o foco, mas querem investigar todos casos de corrupção do Brasil.

    Isso mostra q o foco é o PT, numa parceria da república do Paraná com a mídia.

    Por acaso esqueceram os comentários dessa turma nas redes sociais na época das eleições com discursos totalmente tucanos? Esqueceram q a esposa do Moro trabalha/ trabalhava para Beto Rocha?

    Enfim, eles fingem q são sérios e eu faço de conta q sou bobo.

    • Hermes,
      Se me permite, uma

      Hermes,

      Se me permite, uma sugestão de correção.

      Não podemos denominar o grupo do Paraná de “República do Paraná”. Lá não existe a RES (coisa) pública.

      Sugiro um nome mais apropriado: Grupo Fascista do Judiciário.

  5. Boa pergunta essa do Nassif
    Boa pergunta essa do Nassif e, dai podemos fazer outra pergunta: pq o “mensalão” teve um lado, sendo que, se um José Genoino q não onde cair morto foi preso, os tucanos que se enriqueceram com seus mensalões estão de boa..o processo do mensalão tucano dorme em algum escaninho do judiciário esperando a prescrição das penas,…,o Azeredo está por ai, todo serelepe, como se nada tivesse acontecido: como não é petista, não precisa perder o sono.

    Como ..,,pq os  tucanos são poupados como se fossem inimputáveis ao mesmo tempo  em que, para deleite das massas,  petistas viraram bodes expiatórios e são açoitados durante as 24 horas do dia em praça pública, ou seja, nessa ágora contemporânea chamada mídia ou sistema midiático-penal que compõe a superestrutura nos dias atuais mas que a lógica é a mesma do tempo do cativeiro: à Casa Grande é permitido roubar, roubar e roubar e o povo nunca se indignou com isso e até acha bonito.

    O que acontece na Lava Jato é apenas mais um exemplo do que sempre aconteceu nesse país. Isso acontece pq o sistema midiático-penal faz parte da superestrutura que, como sabemos, faz a cabeça das massas(http://jornalggn.com.br/blog/spin-ggnauta/estrutura-e-superestrutura-nos-dias-atuais)

    Da compra dos votos por FHC para sua reeleição ao trensalão tucano e tantos outros casos de corrupção tucanos, a ordem implícita é a mesma de sempre: não mexam com tucanos!!!

    Prossigamos:
     

    À CPI da Petrobrás o delator Ricardo Pessoa informou que a maioria de seus contratos foram firmados na Era FHC, e olha lá que naquela época a Petrobrás como tudo o que era estatal “nada valia” (mote adotado para privatizar a Vale). Como os tucanos lidavam com a imprensa? Fosse vivo, Paulo Francis se atreveria a criticar os tucanos? Com certeza, não…

     

    continue lendo

     

    http://lexometro.blogspot.com.br/2014/10/o-mensalao-nao-existiu.html

     

     

    • Porque os tucanos são poupados….

      Porque grande parte de seu quadro fazem parte de sociedades secretas…..No PT, todos são profanos.

  6. Curto, grosso e direto, Nassif. Bingo.

    Para um lado, vale até “domínio do fato”.

    Para o outro lado, não vale nem o Alberto Youssef berrando: “Furnas! Furnas!”

    Que lástima. Que chance o Brasil desperdiçou. Que oportunidade perdida para a História.

    Parcialidade era a ÚNICA coisa que não se poderia suportar numa operação tão ambiciosa, tão arrojada, e tão inovadora quanto a Lava-jato.

  7. A inércia dos procuradores e

    A inércia dos procuradores e Moro tem nome e capitulação penal: chama-se prevaricação. Instaure-se um procedimento policial de invetigação para apurar o eventual comportamente desses agentes leniente e relapsos.

  8. para mim só pode ser a corrupção no judiciário…

    transfira para qualquer Estado e clique no …vamos ver o já temos sobre…

    duvido que não apareça praticamente todas as principais empresas e mesmos operadores

    mas poderia ser pior, e pôde: uma caralhada de investigações interrompidas ou esquecidas nas gavetas

    desespero pelo fracionamento é mais por aí ( Jurisbras )

  9. Lado

    Que a força tarefa tem lado, todos sabemos desde o começo. Só que o lado errado. Combatem, sim, um governo eleito, um partido e uma ideia de país. Usam a corupção seletiva para isso, com a ajuda prestimosa da opinião publicada que, de tanta insistência, está pouco a pouco se tornando pública, sobretudo na grande parcela “midiotizada” da sociedade.

  10. Pois é, isto tudo está claro

    Pois é, isto tudo está claro para os que pensam com as próprias cabeças, mas como se poderá desmascarar isto para a população? Como se poderá desmontar o aparelho que a “nobreza sem título” tupiniquim mantém em funcionamento dentro do estado para servi-la? A entrada da Bastilha a ser tomada ficaria no RJ, mais especificamente no Jardim Botânico? Francamente, não creio em solução institucional.

  11. Ou seja…

    …ao mesmo tempo que a In)Justica do Paraná quer  absoluto poder para lançar seus tentáculos para além da Petrobras, sob o argumento de que a ação criminosa das empreiteiras em outros setores unifica as investigações e juízos, nega a unidade da corrupção ramificada com os negócios de  Aécio e o tucanato paulista. Como não há lógica e isonomia, mais uma vez se comprova que o objetivo da força tarefa da Lava Jato nunca foi fazer justiça, mas usar o poder judiciário como instrumento ode perseguição politica e partidária. Tanto é verdade que delatores ligados à estatal e às empreiteiras se livraram dos rigores da lei com o benefício da prisão domiciliar, enquanto  os outros, os adversários políticos, são encarcerados sem prova a partir de denúncias. Eis porque o domínio dessa justiça descumpre a justiça de fato.

  12.  
    Partindo do princípio de

     

    Partindo do princípio de que todos os políticos são desonestos, investigar a todos é igual a não punir ninguém. Essa tática é mais velha do que as pirâmides do Egito.

    Se os empreiteiros quiserem falar que façam a delação premiada.

    Os promotores e a polícia federal estão corretos. Tem de comer pelas bordas.

    A Lava-Jato está investigando o PETROLÃO. É preciso aceitar a realidade. Não existem políticos do PSDB envolvidos no PETROLÃO.

    A presidente Dilma disse que no seu governo as denúncias de corrupção são investigadas. Então porque ela não manda investigar o Furnão?

    Tacale pau Dilma.

     

     

    • tudo bem em marte?

      fez boa viagem ao retornar ontem ao planeta terra?

      algumas noticias pra vc:

       

      o ex presidente do PSDB foi ACUSADO de que teria, junto com certo tucano senador do parana, enterrado uma CPI da Petrobras à custa de 10 milhoes….Veja vc, a oposição pode tirar casquinha atraves de chantagens de investigação em CPI, pedidos de informação, etc. Aqui no rio foi denunciada na ALERJ industria de CPIs.

       

      outra noticia:

       

      furnas está no MP e justiça: a lista, o depoimento do doleiro de estimação do moro, etc. Aproveito esta informação para dizer que , em algumas partes do planeta, brasil incluido, ha separação entre os poderes e então, a dilma nada poderia fazer em relação a furnas , a não ser em caso ainda não investigado e, mais uma noticia, neste caso a Controladoria me parece estar fazendo um bom trabalho, caso contrario a midia estaria fazendo um escarceu. Nestes casos ainda não investigados tem o TCU e a dilma não tem abafado nada. Se houver denuncia, segue.

       

      quanto ao “comer pelas  beiradas”, acredito que esta ILEGALIDADE E IMORALIDADE PROPOSTA POR VC não deva prevalecer tb em marte. Aqui a lei diz que não pode. Ha noticia crime, tem que investigar. Assim, não se apresente aqui na TERRA COM ESSE DISCURSO. PODE PARECER QUE VC POSSUI DEFICIT CIVILIZATORIO ao julgar o arcabouço juridico como mero  flaxflu.

    • Tucanos estão envolvidos em

      Tucanos estão envolvidos em todos os petrolões, antes e depois de 2003, construções de refinarias etc…Qualquer justificativa para a seletividade de incriminações não se sustenta, inclusive para tesoureiros de campanhas políticas.

  13. Se a intenção fosse realmente

    Se a intenção fosse realmente combater a corrupção não haveria razão para encobrir os tucanos de forma tão maternal como faz a turma da Lava Jato. A explicação para esta parcialidade é muito simples:  eles estão se lixando para a corrupção, o que pretendem é tirar o PT do poder o mais rápido possível e colocar um tucano.no trono.

  14. …vamos ver o que já temos sobre…

    uma ferramenta desenvolvidade por um carinha fera, fera mesmo, desses que só gostam de aparecer para a sua própria inteligência

    se outros trabalham com 20, ele já passou dos 50

    já falei dele por aqui, tempos atrás ( see means open your mind )………….não é que tenha mapa, ele é o mapa

  15. Com sair dessa encrenca?

    Além dos politicos e as empreiteiras o outro plilar com profundas trincas é a justiça. No julgamento do mensalão tivemos que ouvir de um ministro que uma empresa era pública por ter BRASILEIRA na razão social. Quanto saber juridico e isenção.

  16. Sérgio Moro tornou-se

    Sérgio Moro tornou-se incoerente com o passar dos meses, desde o início da operação lava Jato. Todos lembram que foiram filmadas alguas delações, lá atrás, quando Moro interrompia a resposta de um delator, que tentasse citar nomes de políticos com foro privilegiado. Depois, mudou, e mudou pra pior. Por exemplo: se os nomes são de uma senadora do PT, não só pode ser divulgado pela citação de um delator, enquanto o senador aécio, também citado em delações, ficou guardado, como se o Youtube não estivesse aí pra todos reverem o que disse Ypussef sobre o mineiro de Furnas. 

    A gente, de bem, quer ver a limpeza da corrupção no Brasil, e não é contra investigações da PF e daquela procuradoria. O que a gente, de bem, não pode aceitar é esse conjunto de coisas feias praticadas em curitiba, como a vaidade e aparição na mídia de quem deveria ter mais ética e recato, ou um linha de conduta dessas autoridades que esclarecesse ao povo que nada escapa das investigações, doa em que doer. E não é isso que estamos vendo. Vemos, sim, um velho como Vaccari, ter tido sua casa invadida por policiais como se fossem badidos fardados, mexendo nos pertences do homem sobb a luz da televisão, e sempre, sempre, de um lado pro outro, saindo de uma carro pra entrar na prisão ou visce-versa, algemado, sem a mínima necessidade. Isso sem contar a quantidade de outros denunciados de outros partidos que estão aí, fazendo discurso da moral e dos bons costumes, embora tendo sido denunciados tanto quanto o foi Vaccari. Dois pesos e duas medidas.

  17. Alguém é capaz de recuperar a edição

    da Folha de São Paulo de 15 de novembro de 1994 (ou seria de 1998)?

    Foto de FHC na primeira página com legenda informando que votou e foi descansar na fazenda da Camargo Correia.

  18. Ah, vá! A Lava Jato tem lado? É mesmo, é?
    A suspeição que recai sobre o Moro é a maneira como ele conduz os processos da Lava Jato. É claro que as razões por trás dessa operação são com vistas a atingir o PT, de um modo ou de outro.

    Moro, com efeito, não ficou minimamente curioso em aprofundar as investigações sobre o envolvimento de Aécio com o doleiro Youssef. Não ficou curioso em ouvir do tesoureiro do PSDB sobre o que foi feito com os 10 milhões que Sérgio Guerra recebera. Não ficou curioso em ouvir a irmã de Aécio, ou em ouvir algum depoimento do tesoureiro do PSDB. Ou mesmo fazer mais perguntas contundentes com relação a essas pessoas. Não: simplesmente Moro já estava com o roteiro preestabelecido e sabia quais pergunta fazer.

    Políticos como Aécio e Anastasia gozam de foro proviliegiado e não podem ser intimados a depor. O mesmo ocorre com a senadora Gleisi Hoffman. Interessante saber que no caso da senadora petista, inúmeras incursões da PF foram feitas em busca de provas contra ela. Moro autorizou (leia-se facilitou) a PF a buscar provas. Ou seja, não podendo diretamente enquadrar a senadora, Moro e a PF investigaram pessoas ligadas a ela.

    A pergunta que intriga é essa: por que o mesmo procedimento não foi adotado no caso de Aécio e Anastasia?

    Daí se segue que para certos moralistas seletivos, defensores da Lava Jato, não há provas contra tucanos. Mas isso se explica porque temos aí um legítimo problema “Tostines”. Ora, se não há provas contra tucanos, não há porque ouvi-los; não há porque intimá-los. Só que o detalhe é que não se tem provas porque Moro achou que o depoimento dos delatores eram insuficientes justamente quando eles mencionavam nomes de tucanos. Ou seja: Moro matou no nascedouro qualquer possibilidade de avanço nas investigações.

    Nassif só fez denunciar o óbvio: que a Lava Jato, ou ao menos seus condutores, têm realmente um interesse partidário e isso se verifica nas manobras protetivas favoráveis aos políticos tucanos.

     

  19. o juiz extra ordinário!!

    pensa que engana quem com esse papo de passar o país a limpo??

    se só investiga as empreiteiras nas relações com os outros partidos, o dele não é investigado?

    prende sem sentença, mas solta quem denuncia tucano?

    tá tirando o povo pra otário…

    • Pois é

      Exato! E as manobras sutis como ele vai livrando a cara do tucanato são inúmeras. Vide a liberação por parte do Moro do policial “Careca”, que afirmou que havia entregue pessoalmente uma mala de dinheiro a Anastasia.

      Moro é partidário e age de modo seletivo. Ponto.

  20. Óbvio que tem.Quando o

    Óbvio que tem.Quando o procurador Carlos Fernando de Lima diz em entrevista:”Estamos desvelando compra de apoio politico-partidario pelo governo federal,por meio de propina institucionalizada nos orgãos publicos,se não reconhecerem isso vai ser um problema”,só mostra que ele já tem a novela e o enredo pronto só está a procura dos personagens.Isso só mostra o direcionamento da investigação para o governo federal,pouco importando para ele resolver o problemas da corrupção.O unico objetivo é tirar o PT do poder.

  21. Infelizmente isso tudo é

    Infelizmente isso tudo é verdade. E por que infelizmente? Porque perdemos – mais uma vez – a oportunidade de efetivamente ir à fundo dessa chaga que acomete a nação. Por trás  de toda essa investida a partir do chamado mensalão não foi o combate a corrupção e por consequência o enquadramento de todos os atores(empresas, políticos, agentes públicos), mas sim a disputa politica, a reconquista do Estado.

    Se algum abnegado se dispor a tanto, basta ir nos sites dos principais jornais brasileiros e pesquisar, como fiz certa vez com o O GLOBO, o noticiário e as análises políticas, constatará que a partir 2005 a pauta-mor será sempre a corrupção. 

    Mas isso não é positivo? Seria fosse mais por ânimos genuínos para moralizar o país e menos para afrontar um esquema de Poder reformador. E a prova da seletividade, da indignação relativa, reside em algumas omissões bem como no desdém para as diversas iniciativas para arrostar esse tipo de crime contra o patrimônio público, a exemplo do fortalecimento da CGU, dar condições de operacionalidade para a PF, as nomeações para o STF e PGR, Lei 12.846, e outras do mesmo naipe. 

    As omissões, não fortuitas, mas deliberadas, tema central do post, foram e são tão escandalosas como os próprios escândalos. Todos, rigorosamente todos, os episódios de desvios ocorridos nos últimos doze anos ou foram herdados ou simploriamente mimetizados pelos governos do PT. Não se trata de desculpas, mas de uma constatação. Esse último, da Petrobras, tem raízes, sim, em governos anteriores. Nesse desiderato a regressão é infinita.

    Se é assim, fica claro que as causas subjacentes do problema tem caráter sistêmico, portanto muito mais complexa que imputações vulgares e rancorosas feitas pela mídia partidarizada e seus séquito de manipulados, e, pasmem!, até por um ministro do Supremo e pérolas do tipo “no país vigora uma cleptocracia”.

    O risco sério que corremos é que essa investida contra a corrupção, agora incluindo os corruptores, o que é salutar, é que essa parcialidade, essa fixação só numa pequena parte de um universo imenso a ser ainda desvendado, a clara intenção de atingir um partido político, é que nos próximos governos todas as conquistas nessa área sofram regressão. Voltemos aos velhos e “bons tempos” dos engavetadores, da vigilância suave da imprensa, do desprestígio da Polícia Federal e da CGU. 

     

     

     

     

    • Bota infelizmente nisto …
      O pior de tudo que esta seletividade exala desonestidade. E, se estas autoridades são desonestas, podem estar (tudo indica isto) acusando injustamente, ou seja, de forma desonesta. Posto que só se espera desonestidade do desonesto. Com certeza, a lava-jato tem uma única finalidade. Levar ao poder a oposição. A forma de operação dos justiceiros do Paraná, permite que eles prendam qualquer pessoa e a mantenham presa indefinidamente. Basta ser acusado. Quem acusou não sofrerá nenhuma punição, caso a denúncia não se confirme. Fatalmente, através da delação premiada, o delator ganhará uma pena mínima (o Moro deu penas de mais de 16 anos, mas serão encurtadas pela premiação) e o delatado (PT) ganhará penas máximas, sem direito a redução. Ou então, as penas serão extintas com as escutas ilegais. Mas, apenas dos delatores. Talvez esta seja a estratégia das escutas ilegais. Apesar do STJ ter julgado inconstitucional a doação de empresa, esta será, fatalmente aprovada na câmara e no senado daqui a algum tempo. A república do Paraná já mandou o recado para o empresariado nacional. Se doar para o PT e aliados, é corrupção. Se doar para a oposição é prova de patriotismo. As manobras feitas pelo judiciário e o MP seriam vergonhosas num país democrático. Isto prova que o Brasil não é uma democracia. Pois estas instituições não sentem o mínimo constrangimento em esconder pedidos de investigação, segurar processos até prescreverem, não indicar juízes para uma vara onde um tucano será julgado, até que o processo seja extinto, não investigar um político da oposição pela mesma razão de ter mandado investigar um político da situação. E nenhum promotor ou juiz se pronuncia contrários a estas práticas. Quando fazem, primeiro elegiam imensamente o Moro e sua turma. Depois fazem a sua desaprovação. Como se a vida de quem foi preso, julgado injustamente etc não valesse nada. É como se tivesse ocorrido um acidente. O moro deixou cair café na camisa de um dos acusados. Nada demais. Agora, faça o mesmo com um destes promotores ou juízes. Seria aquela histeria. Observe, que o poder judiciário é uma das instituições mais insensíveis do Brasil (ou do mundo). Eles arbitram os seus próprios ganhos (aumentos) sem se valer da condição do pagador (condição do país), das perdas do período (sempre bem acima da inflação) ou da condição de mercado (ganham igual ao CEO de uma grande empresa). Diferentemente de qualquer trabalhador da iniciativa privada ou de instituição pública. Que muitas vezes tem os seus reajustes negados pelo próprio judiciário, baseado nos fatores que descrevi. Então, dá para acreditar que, pessoas que se valem de artifícios os mais desonestos possíveis, possam agir com honestidade? Está claro que um governo que só sirva as elites, será um governo bom para o judiciário e o MP. Só um governo deste tipo manterá as suas regalias sobre a massa trabalhadora miserável. Aumentando-as inclusive. Daqui a pouco veremos a inclusão do auxílio maternidade para todos os juízes, auxílio água mineral, auxílio ar puro, auxílio do auxílio para a contratação de profissional que possa conferir todos os auxílios que eles ganham. Enquanto isto a violência causada pela miséria aumenta e nossos entes queridos são alcançados por ela.
      Aí os nosso “defensores sagrados” irão exigir auxílio helipótero, perdoe-me, digo helicóptero, para não se misturar com a plebe. Que tal se fizesse uma premiação também aos nossos juízes e varas? Tá na moda. Eles estão recebendo medalhinha e espelhinho até nos EUA. Vamos eleger o judiciário mais corrupto do Brasil. Podemos começar indicando apenas os estados e os escândalos. Eu votaria em Minas Gerais. Temos a favor deste estado para ganhar o troféu, a vara sem juiz do Azeredo e o helipótero. Vamos divulgar a premiação?

  22. O governo perde tempo em reformar as estruturas corruptas

    Seria muito mais fácil apurar tudo se tivessemos um governo que já tivesse resolvido o problemas das estruturas corruptíveis no Brasil.

    Instale-se uma gestão administrativa muito menos permeável a mal feitos, como a da China por exemplo, para não termos de reiventar a roda, e ai sim, substituindo ou firmando acordos de ajustamento de condutas, apura-se tudo, contra todos.

    É passar o país a limpo mesmo.

    Começava pelo manicômio fiscal-tributário, mãe e pai de corrupção brasileira.

  23. Fontes

    Ok… Muitas acusações estão sendo feitas, mas cada as fontes para essas acusações, estou cansado de ver noticias deste tipo em ambos os lados e sem fontes.

    E outra, qual o partido que esta mais envolvido com a Petrobras e etc….. é obivio que estes vão ser mais investigados e vão esta mais corruptos nesse foco. E seja de que partido for, politico corrupto tem mais é que se fo.der

  24. NASSIF, É PQ SIMPLESMENTE

    NASSIF, É PQ SIMPLESMENTE “NÃO VEM AO CASO”

    FASE CÉLEBRE DE ALGUÉM DO JUDICIÁRIO QUANDO

    QUESTIONADO SOBRE ALGO Q NÃO LHE INTERESSAVA INVESTIGAR

    MAS O POVO ESTÁ ACORDANDO GRAÇAS A “IMPRENSA CORRETA”

  25. povo informado e mobilizado

    Há  um cadáver insepulto na sala de jantar e ele permanecerá por lá fedendo sem parar, pois as forças conservadoras instaladas no MPF, no Judiciário e na mídia não moverão um braço sequer para removê-lo. Ah, mas quando se trata dos tucanos há vários cadáveres insepultos.Desde a compra de votos para a Emenda da Reeleição de FHC, passando depois para toda Privataria com grampos apontando os limites da irresponsabilidade e desaguando no Mensalão Tucano que dormita em alguma gaveta das Minas Gerais. Trensalão Tucano? Lista de Furnas? Um helicóptero com meia tonelada de pasta de cocaína? Nada vem ao caso, se os envolvidos podem possuir bicos longos e forte blindagem da mídia. Quem sabe, um dia, se as pessoas movidas pela informação começarem a se mobilizar, esta trágica situação da “Justiça” brasileira comece a mudar.

     

  26. Observação

    Faltou uma observação: o discurso ensaiado dos procuradores de que a organização criminosa “nasceu na casa Civil” e que, como o Mensalão, era um esquema orientado para a compra de apoio político,, ou seja, de que foi o governo corrupto e maléfico do PT que corrompeu as pobres construtoras, que trabalham idoneamente com os outros governos não-petistas.

  27. Portal Mundi
    Se o PSDB, PMDB,
    Portal Mundi

    Se o PSDB, PMDB, PP e PT receberam doações das mesmas empresas investigadas na Lava Jato e na mesma eleição, por que o procurador pediu a prisão apenas do tesoureiro do PT?

    Se os depoimentos da Lava Jato estão sob segredo de justiça, quem vaza as delações à TV Globo e porque ainda não estão investigando para punir o tal vazador?

    Por que se recusam a investigar a Petrobras antes do ano de 2003 (ano em que Lula tomou posse) mesmo após Barusco ter revelado que já recebia desde 1996? Será pelo fato de que se investigassem a Petrobras antes desta data chegariam no escândalo do Banestado onde tucanos enviaram ilegalmente 124 bilhões à contas em paraísos fiscais?

    Por que um Juiz recebe prêmio de uma empresa de jornalismo envolvida em sonegação fiscal? Isso não retira do judiciário a seriedade que deveria ter?

    http://www.plantaobrasil.com.br/news.asp?nID=92179

     

  28. O depoimento que vai anular a Lava Jato

    O depoimento que vai anular a Lava Jato

     

    publicado 22/09/2015

     

         

    PF do zé é uma esculhambação!

      

        O amigo navegante  Carlos Sezar Azbox enviou esse vídeo impressionante.

    [video:https://youtu.be/OrkqAhb4UlI%5D

    É o depoimento do analista de inteligencia Dalmey Fernando da Policia Federal ao Dr Moro, aquele cuja Vara foi retirada pelo Ministro Teori.

    Fernando conta, sem meias palavras, que foi procurado pelos delegados Igor Romario de Paula e Marcio Anselmo, em seu gabinete de trabalho, para grampear a cela em que estavam o doleiro Youssef – ele rouba, delata ao Moro, sai, rouba, delata ao Moro, sai, rouba, delata ao Moro etc etc – e o ladrão confesso Paulo Roberto Costa.

    O “dispositivo” foi efetivamente instalado, na presença da delegada Maria Ines, da Polícia Federal do .

    Acompanharam a instalação do grampo dois funcionários da custódia e um agente da PF, o Bolacha, o Romildo.

    De quem partiu a ordem para instalar o grampo na cela dos presos, sem autorização judicial?

    Dos delegados da Policia Federal do zé.

    Qual a orientação que Fernando recebeu sobre o conteúdo do grampo ilegal?

    O delegado Igor lhe disse que ficasse tranquilo porque, como ele não podia fazer a analise do grampo ilegal, bastava fazer a coleta do material e entregar ao delegado Marcio Anselmo.O delegado Igor e o delegado Marcio Anselmo, que tem todos os ouvidos do Juiz Moro, são velhos conhecidos.

    Eles apareceram na histórica reportagem da Julia Duailibi, no Estadão, onde confessam sua despudorada predileção pelo candidato Aecím.

    São os delegados aecistas.

    O delegado Anselmo chega a se referir ao presidente Lula como “essa anta”!


    São exemplares perfeitos da notável esculhambação em que se transformou a Polícia Federal do zé.

    Muito pior que a do Fernando Henrique.

    O interessante é que o zé saiu por aí a dizer que ia apurar o grampo na cela do Youssef.

    Até hoje não apurou…

    Nem vai apurar…

    Mas, por que o zé não vai embora, amigo navegante?

    Porque ele presta um inestimável serviço à Presidenta: ele é um petista não petista!

    E quando esse  grampo ilegal anular a Lava Jato, o zé será capaz de dizer “puxa, que lastima, a Justiça estava sendo servida”!

    E dane-se o Vaccari!

    E dane-se o José Dirceu!
    Paulo Henrique Amorim Igor (E) e Marcio Anselmo supervisionaram a operação do grampo ilegalregistrado em: delegados, delação premiada, operação lava jato

     

    • PHA já foi mais sério. Ou

      PHA já foi mais sério. Ou não. Uma pessoa séria pediria investigação sobre os delegados da PF que fizeram esse grampo. Até porque todo mundo sabe a quem interessava melar o processo. Uma pessoa sem seriedade pede anulação de todo o processo de investigação daquele que possivelmente é o maior prejuízo da história à Petrobras porque houve um grampo sem dono na cela do delator.

  29. Que é isso, professor ???

    4. Ora, o que Petrobras e Eletrobras têm em comum, para permitir à Lava Jato avançar sobre o setor elétrico? As mesmas empreiteiras.

    O ponto em comum que unifica tudo, portanto, são as empreiteiras, seu modo de operar, seus subornos e financiamentos de campanha.

    Sendo assim, qual a razão da Lava Jato ter deixado de fora governos tucanos?

    O que há em comum entre a a Petrobras e Eletrobras é que são empresas do governo FEDERAL.

    Lei Complementar 75/93 :

    Art. 39. Cabe ao Ministério Público Federal exercer a defesa dos direitos constitucionais do cidadão, sempre que se cuidar de garantir-lhes o respeito:

            I – pelos Poderes Públicos Federais;

            II – pelos órgãos da administração pública federal direta ou indireta;

            III – pelos concessionários e permissionários de serviço público federal;

            IV – por entidades que exerçam outra função delegada da União.

     

    Até onde eu sei, nenhum dos entes federados citados ( Minas e São Paulo ) está sob intervenção federal, assim sendo, uma investigação do MPF sobre as administrações estaduais nesses estados é antes de tudo INCONSTITUCIONAL. 

    Esses entes federados tem suas polícias, sua justiça e seu ministério público e sobretudo tem AUTONOMIA para cuidarem de suas contas e seu dinheiro.

    É cada coisa que eu leio.

     

    • Está no post:

      “A maior contribuição da UTC foi para a campanha de Aécio Neves.” Parece afigurar-se aí um elo que estaria ligando doações para campanha eleitoral a cargo federal com obras de governos estaduais. Ao menos para se estudar a possibilidade, uma vis attractiva, que impõe que prevaleça a competência da Justiça Federal sobre a Justiça Estadual em razão desse aparente concurso de competências.

      Mas, como o trem não andou, o teor do post se justifica.

      • Ai, ai, ai

        Tal pai, tal filho.

        Quem investiga contas eleitorais é o Ministério Público Eleitoral.

        E se as verbas doadas a quem quer que seja, não foram fruto de assalto a órgãos ou empresas da administração pública Federal, o Ministério Público Federal não tem nada a ver com isso.

        Agora, se alguém está sabendo de algum assalto a alguma empresa ou órgão do seu estado, tem o compromisso cidadão de ir ao Ministério Público Estadual do seu estado e fazer a denúncia de maneira concreta. 

        • Tá, mas na tua opinião sincera,

          A operação lava a jato é ou não é seletiva? Que é do teu interesse que seja seletiva, eu sei que é.

          • Absolutamente

            Se fosse seletiva não teria denunciado quase toda a bancada do PP que é a extrema direita representada no Congresso.

            Também não teria denunciado caciques do PMDB.

            O fato, que vocês não querem aceitar é que, a investigação é de desvio de dinheiro público FEDERAL, e quem está no governo federal são o PT e os partido da base aliada. Quem deveria ser punido ??? 

          • discussão boba
            Moro é esperto. Se investiga o Psdb a operação cai em dias. A cpi do Banestado mostrou que se pegar dos dois lados eles se unem contra e enterram as investigações e as provas.
            Moro não é do sistema. Ele não deixaria preso Odebrecht, Gutierrez, Mendes Júnior, Queiroz Galvão… Por 4 meses.
            O PSDB não está no jogo ainda. E vão se enforcar na mesma corda.
            Pegaram os corruptores dessa vez. Se o preço a pagar é sepultar o PT (que é culpado mesmo), vai valer a pena.
            Viva o Moro!
            Temos que apoiar, perceber sua estratégia (correta. Não há outra) E aguardar a vez da oposição.

        • Mas que jumento!

          Meu comentário se pautou pelo campo das possibilidades, com realce para a prevalência da Justiça Federal sobre a Estadual, em existindo delitos a ser apurados.

          E, repetindo: “como o trem não andou, o post de justifica”!

          Qual é o mote do post? Justamente esse: a solução de continuidade com relação a possíveis delitos praticados pela turma do PSDB.

          Qual a razão da condenação do Vaccari, tesoureiro do PT?

          • Você não leu a condenação ?

            Ele recebeu verbas desviadas de uma empresa da administração pública FEDERAL e lavou em forma de doação ao partido do qual ele era tesoureiro.

            NÂO existe prevalência da justiça federal sobre as estaduais. De onde você tirou isso ? É cada um no seu quadrado.

          • Vaccari como qualquer outro

            Vaccari como qualquer outro tesoureiro de partido recebeu dinheiro para suas siglas, trata-se de uma prisão arbitrária, assim como foram arbitrárias as prisoões dos familiares dele.,,.o PSDB rebecebeu maiores cifras das mesmas empreiteiras, mas a máfia midiático-penal resolveu criminalizarcas doações ao PT..,..está nacara pq vcs ficaram mordidos com o fim do financiamento por parte de pessoas juridicas: nas próximas eleições ser tesouriro do PT deixará de ser, a priori,  crime.,,..entendestes ou precisas de uns desenhos, uns infográficos prá refrescar tua mente emburrecida e nem um pouco justa mas apenas tucanizada e vingativa.,,fica esperto, pois as mentiras podem até durar por um certo período mas jamais por toda uma eternidade.,..ou será que pensas que essa burguesia fedida continuará para o resto da vida em poder das Insituições para se vingar de seus inimigos.,,.

          • Meu amigo

            Primeiro vamos esclarecer os fatos, o PSDB ou qualquer outro partido NÂO recebeu mais dinheiro que o PT. Isto é assunto vencido. É só olhar no próprio site do PT a exposição que o Vaccari fez na CPI da Petrobrás. Lá estão os valores.

            Segundo. Não interessa para a Justiça Federal do Paraná e nem para o Ministério Público Federal se houve doação a quem quer que seja desde que este dinheiro seja lícito. Entenda, sei que é difícil para você, que o MPF e a PF partiram de desvios de dinheiro público da Petrobras e chagaram ao PT. Não tente disseminar a mentira de que os órgãos partiram das doações a um único partido para chegar ao desvio de dinheiro. 

            Terceiro. O PT jamais teria eleito Presidente nenhum sem doações de empresas. É só comparar as campanhas paupérrimas de Lula em 94 e 98 com a nababesca campanha de 2002, financiada por setores como o sucro-alcooleiro, o petro-químico, o farmacêutico e o de mineração e siderurgia. Todos muito preocupados com o estrago que um possível governo Serra faria nos seus feudos, nas suas reservas de mercado.

            Mostraram para você um moinho e vocês investiram contra ele como se fosse o grande monstro da corrupção. Agora a Globo dá risada. O próximo presidente está na mão dela, de novo, como em 89 e 94 , quando empresas não podiam bancar projetos de governo. Ou você acha mesmo que o PT vai coseguir reeditar essa campanha milionária que reelegeu Dilma vencendo todo o apoio da mídia a Aécio.

            Acorda. 

        • Burraldo, os recursos para

          Burraldo, os recursos para muitas dessas obras vieram do orçamento federal e do BNDES. E as contribuições foram para a campanha eleitoral de um candidato a presidente da República.

          • Ai, ai, ai

            São obras do governo federal ??? Se sim, tem que investigar o governo federal e o BNDES.

            Se não forem, o máximo que o BNDES faz é emprestar dinheiro para o governo estadual e depois cobrar. Se o governo estadual desvia esse dinheiro, é problema do MInistério Público Estadual.

            Faz o seguinte. Para de escrever um pouco e vai ler. Comece pela Constitução, depois as leis complementares, etc. Senão fica complicado.

    • AUTONOMIA!

      Está aí o problema. Esses órgãos estaduais usam a sua antonomia para não investigar, e tu sabes muito bem disso. E o que impede a força-pateta da vaza a jato de investigar essas obras estaduais? Ou tu és mais um dos seletivistas? Cada uma que eu leio!

      • Ai, ai, ai

        O que impede o MPF de atuar nos assuntos da administração estadual é um negócio chamado CONSTITUIÇÂO da República FEDERALISTA.

        Que aliás, deveria ser conhecido por todos os cidadãos.

        Como eu perguntei anteriormente, tem algum estado sob intervenção federal ???

        Aqui no Paraná o MPE está investigando e prendendo muita gente ligada ao governado Beto Richa, que é do PSDB. 

        Mas aqui, a cidadania está em outro nível.

        • Concordo. Por essas e outras

          Concordo. Por essas e outras que a Constituição deveria ser ensinada na escola, junto com a sua regulamentação, como defenderam tantas pessoas ao longo dos anos, e até o Romário aderiu.

          É razoavelmente claro depois de uma leitura dos artigos que falam sobre competência na CF que a Justiça Federal e o MPF servem para defender a Administração, em nível federal. Para os estados e sua Administração, os órgãos competentes são os estaduais. Assim como para os crimes contra os particulares em geral a competência é estadual.

          O pessoal malha os analfabetos jurídicos que pedem intervenção militar “constitucional” contra o projeto socialista. Mas vivem querendo que os policiais da Polícia Federal chutem a porta do Alckmin ou de algum outro governador ou prefeito tucano, mascarando um pretexto político em fantasias de crime comum, em temas que a Constituição não lhes dá competência.

          Se há algum fiapo de caminho que dê acesso à PF para se meter nos partidos derrotados, e portanto não estão administrando empresas públicas, fundações e autarquias, é o caixa 2 nas eleições presidenciais, debaixo das asas da legislação eleitoral. Mas ficar se apegando a essas distorções para corrigir as instituições é abrir uma caixa de pandora para a CF virar letra morta de vez, junto com o art. 37, X, que o Lulo-Dilmismo sepultou.

        • Furnas não é federal?
          Em 1998

          Furnas não é federal?

          Em 1998 a Petrobrás não era federal?

          O “roboanel” não recebeu verba do Governo federal?

          O dinheiro que a UTC doou ao Aécio não era para a candidatura ao Governo Federal?

           

          O Brasil inteiro viu bem o outro nível de cidadania “daí” no dia 29 de Abril de 2015 no Centro Cívico.

           

           

          • Ai, ai, ai

            Onde está no meu comentário que Furnas ou crimes anteriores a 2003 não devam ser alvo do Ministério Público Federal.

            O que eu disse é que, cobrar que o Ministério Público Federal vá investigar governos e empresas estaduais e o uso ( ou mal uso ) do dinheiro por estes, é mostrar total desconhecimento da Constituição Federal. E pior, do próprio sistema federativo do país. 

            Você tem razão quanto aos eventos do Centro Cívico. Se acompanhou os desdobramentos daquele episódio e a dimensão que tomaram, com certeza constatou que aqui cidadania é outro nível.

        • As maiores obras do governo

          As maiores obras do governo de São Paulo são obras do PAC, financiadas com recursos federais. É o suficiente para a competência da apuração ser federal.

    • Esse Sotto é o campeão dos

      Esse Sotto é o campeão dos burraldos.

      Crimes eleitorais são federais. Campanha do Aécio foi para presidente.

      Imagine só um policial do FBI interrogando um criminoso sobre seus crimes. Ai o estelionatário começa a confessar o estupro de uma velhinha. E o policial: esqueça, nossa área é apenas a de crimes financeiros.

      Vocë não tem vergonha dessa exposição permanente de ignorância?

  30. Não é mais questão de

    Não é mais questão de esconder o cadáver que está na sala de jantar, e sim, continuar ignorando sua presença.

  31. O próprio Moro deu a deixa,

    O próprio Moro deu a deixa, Nassif. Ele em algum desses artigos publicado no pig diz com todas as letras que para a “sua” guerra contra a corrupção ser bem sucedida precisa contar com a “ajuda” da imprensa e da “opinião pública” (publicada, como sabemos). 

    Por isso esses vazamentos todos que ele finge não saber que é ilegal. Daí a seletividade, pois se voce quer a ajuda do pig para sua cruzada, esta terá que poupar a oposição inevitávelmente. Pig e PSDB são duas repartições da mesma empresa. E lá não tem fogo amigo como no governo, só o Alkmin e o Serra contra o Aécio de vez enquando.

    Sem contar que os delegados da PF paranaense nem se dão o trabalho de esconder suas inclinações partidárias. E o Moro também tem cara (e bico) de tucano. Aí junto a fome com a vontade de comer 

  32. Requião sugere criação de CPI

    Requião sugere criação de CPI para investigar judiciário brasileiro

    25 set 2015 – 09:30

     

     

    O senador Roberto Requião (PMDB-PR) sugeriu ontem (24) que o poder judiciário seja investigado por uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) no Congresso Nacional. Segundo ele, a medida seria necessária em virtude da percepção de que apenas o juiz federal Sérgio Moro é “correto” e “decente” no Brasil.

    A polêmica surgiu em decorrência das críticas ao fatiamento da Lava Jato pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que retirou das mãos de Moro inquérito não relacionado à investigação na Petrobras.

    Requião é um crítico contumaz das mordomias no judiciário brasileiro. No Paraná, por exemplo, desde julho, ele tenta obter por meio a Lei de Acesso à Informação a relação de gastos da Procuradoria de Justiça do Paraná, com valores individualizados, do subsídio de todos os promotores e procuradores de Justiça do Estado do Paraná nos últimos 12 (doze) meses.

    Também veio à tona recentemente que juízes estariam de “papo cheio”, isto é, ganhando R$ 73 mil ao mês, valor bem acima do teto do Supremo Tribunal Federal (STF) — que é de R$ 34 mil.

    Os vencimentos dos magistrados são vitaminados pelos auxílios-moradias da vida. No Paraná, a farra é extensiva até aos conselheiros do Tribunal de Contas do Estado (TCE), que se acham juízes, promotores e procuradores.

    O senador Roberto Requião estuda coletar assinaturas para a CPI do Judiciário a partir da semana que vem.

    Sobre essa polêmica, o ministro da Justiça José Eduardo Cardozo afirmou que “não existe só um juiz bom” no Brasil.

    http://www.esmaelmorais.com.br/2015/09/requiao-sugere-criacao-de-cpi-para-investigar-judiciario-brasileiro/

     

    • Requião está certo, para variar

      Se só Moro é correto, e Requião não tem nenhuma dúvda sobre a correção dele, saõ amigos pessoais e Requião só voltou ao governo do Paraná em 2002 porque Moro estraçalhou com Jaime Lerner e o DEM, é necessário mesmo que haja uma CPI do Judiciário. Outra, aliás, porque já houve uma que deu em prisão do Senador Estevam.

      Mas, como já disse, há agora muitos Moros por esse Brasil afora aguardando para dar continuidade ao serviço iniciado de higienização da coisa pública no Brasil.

  33. Basta substituir PT por

    Basta substituir PT por qualquer partido que pretenda orientar o estado no sentido de proporcionar prosperidade ao maior número possível de cidadãos, que busque descentralizar os poderes político e econômico de forma democrática, no mundo inteiro (Espanha, Grécia, EUA, Islândia… onde for), para percebermos com que a Justiça de Moro, o PSDB, o DEM, o PMDB etc. se alinham: com os conservadores centralistas. Os que crêem que o mundo deve ser governado de forma centralizada. E é óbvio que o Grande Irmão não precisa ser personalizado para existir: o Grande Irmão chama-se “capital baseado no dolar estadunidense. Sabe aquela história, “dêm-me o poder sobre o dinheiro que não ligo para quem faz as leis”?

    Um alento: se os centralizadores, “donos do mundo”, estão fazendo essa força descomunal a ponto de escancarar sem o menor pejo o descumprimento das leis é porque estão sentindo que as pessoas (aqui, lá e em qualquer lugar) estão se mobilizando para providenciar a descentralização.

    Um possível desalento: será que essas pessoas não querem apenas que trocar de centralizadores, de “eles” para “nós”? O quanto aqueles que se julgam excluídos querem a inclusão de todos e não apenas de si mesmos? De quanta solidariedade e consciência cidadã somos capazes?

    Uma boa, a meu ver, seria trabalhar no sentido de desfazer o mito do “eu vitorioso”, substituindo-o pelo do ubuntu ( https://pt.wikipedia.org/wiki/Ubuntu_%28filosofia%29 ). A mídia tradicional e conservadora, aquela de Aloysio Nunes (“Quero ver Dilma sangrar”) ou do advogado não menos ameaçador, não vai fazer isso. De que adianta processar o advogado mas deixar Nunes impune?

    É… a Justiça de Moro tem lado, sim. Está ao lado de todos os que se recusam a construir uma sociedade mais justa, começando por si mesmos.

  34. É um perigo colossal, fazer

    É um perigo colossal, fazer isso; mas enquanto o Brasil não desmontar os vícios da Casa Grande entrincheirados no Judiciário, serão dois passos para frente e um, vírgula noventa e nove para trás. Mesmo nas ditaduras, é na Justiça onde tudo tem seu termo. Exceto nas guerras, é na Justiça onde tudo se resolve. Logo, todo e qualquer avanço institucional que a República vier a sofrer, que de fato rompa com o anacronismo terá o Judiciário pra lhe tolher e voltar tudo ao que estava ou até além disso.

    A Lava Jato é um palanque político. Nítido palanque político tal qual aqueles arrumados pela República Velha e seus vergonhosos desmandos.

  35. “A Lava Jato tem lado”

    A Lava Jato tem lado

    … lado B da JUSTIÇA

    enquanto isso…

    STF muda de lado ou de ofício

    nomeado por Édito Povo Nas Ruas:

    suprema corte de mestres e aprendizes

    será agraciada por Três Ordens Medievais:

    Guilda dos Barbeiros: na arte/ofício de sangrar

    Guilda dos Açougueiros: arte/ofício de fatiar e talhar

    Guilda dos Marmeleiros: ofício pâtissier real de marmelar.

     

     

  36. Martin Winterkorn, presidente

    Martin Winterkorn, presidente da Volkswagen, renunciou devido ao escândalo da manipulação dos níveis de poluição dos seus veículos a Diesel nos EUA.

    Depois de uma reunião de 2 horas com Lula ele voltou atrás, reassumiu o posto e deu as seguintes declarações:

    – Eu não sabia de nada;

    – A Volks não inventou a poluição;

    – É só a Volks que polui?;

    – A poluição sempre existiu na indústria automobilística e agora a elite está chocada?;

    – Se a poluição tivesse sido combatida na década de 90 não teria chegado aos níveis atuais;

    – Não é que se polui mais, mas sim que hoje há mais transparência nos testes;

    – Volkswagen significa: carro do povo, e a elite não suporta ver o povo comprando carro e indo para a universidade;

    – A mídia golpista persegue a Volks por fazer carros para o povo;

    – Isso faz parte de um golpe dos EUA para prejudicar a nossa indústria nacional;

    – Quem crítica a poluição é “Ecoxinha”;

    – Quem critica a poluição não tem moral para fazê-lo pois também polui;

    – Vamos recriar a CPMF (Contribuição sobre Poluição de Motores Farsantes);

    – O aumento do número de câncer gera oportunidade de empregos a médicos e farmacêuticos mas isso a Veja não divulga;

    – Critica a poluição mas tem varanda gourmet;

     

     

    • Martin Winterkorn, presidente
      Martin Winterkorn, presidente da Volkswagen, acaba de renunciar devido ao escândalo da manipulação dos níveis de poluição dos seus veículos a diesel nos EUA.—————————- -> Depois de uma reunião de 2 horas com Aécio e FHC ele voltou atrás, reassumiu o posto e deu as seguintes declarações:  – Isso tudo é culpa do PT – A Volks não inventou a poluição. – Isso é um plano bolivariano do PT para infiltrar o comunismo no ramo automotivo. – A poluição nunca existiu na indústria automobilística só apareceu depois que o PT assumiu o poder. – Se tivesse mantido o plano real a poluição não existiria. – Não é que se polui mais, mas sim os carros vermelhos comunistas disfarçados é que sabotam o país. – Volkswagen é do Lulinha,que usa suas pick-ups Amarok diesel para visitar suas fazendas. – Saiu na Veja que Dilma e Lula sabiam de tudo. – Isso faz parte de um golpe de Cuba para infiltrar agentes que querem espalhar o comunismo no Brasil. – Quem crítica a poluição é porque não tem mérito para comprar um carro. – Quem critica a poluição não tem moral para fazê-lo pois são todos vagabundos que recebem bolsa isso é bolsa aquilo. – Vamos acabar com a CPMF e fator previdenciário que criamos pois isso ajudará a voltarmos ao poder. – Todos estão dispostos a pagar um pouco mais de impostos,menos nós honestos trabalhadores que sustentam toda essa cambada de vagabundo que recebe bolsa que eu nem sei para que serve,mas se é para pobres eu sou contra. – O aumento do número de câncer é para matar nos cidadãos honestos pagadores de impostos que não votam no PT. – Vamos construir aeroportos na fazenda do Titio. – Critica a poluição que nada vamos é bater panelas e protestar contra a corrupção com a camisa da CBF,nossa entidade mais honesta e que apoiou Aécio. – Esqueça tudo o que escrevi,pois sou contra tudo o que eu disse antes. E assim caminha nossa hipocrisia….                                                                                                                                     Obs:A nossa poluição em bem menor que a do PT,quase insignificante,e bom era na época dos militares que não se ouvia falar de poluição,mas se alguém falasse não se ouvia mas falar nessa pessoa.

  37. Moro: a faxina é só em metade da casa

    Uma operação (que não tem nada de partidária, tá pessoal?) conduzida por um juiz deificado e incensado pela imprensa e para parte da população lobotomizada pos essa imprensa como o arauto da Justiça contra a corrupção histórica. Kafkianamente, dentro desta operação, temos para casos iguais tratamentos completamente diferentes:

    – Vaccari é condenado porque recebeu para a campanha do PT recursos de empreiteiras;

    – O tesoureiro do PSDB nem sequer é ouvido, mas também recebeu recursos das mesmas empreiteiras para, pasmem, a campanha de Aécio Neves.

    Daí se segue que para a imprensa e para muuuuita gente, a grana para os tucanos nunca existiu, é invenção de petista.

    Ou melhor: as doações para o PSDB não merecem suspeição porque a origem é lícita e rastreável. Maaaaas, mesmo as doações sendo de mesma natureza e pelas mesmas empresas, para um partido são tomadas de uma forma e para outro partido de outra forma.

    Ou seja: quando a arrecadação é para o PT, temos aí um exemplo incontestável de propina, de cabal desvio de recursos. Quando é para campanha tucana, temos aí uma doação limpa, imaculada e despretensiosa.

    Até o nome muda. Para o PSDB, é doação. Para o PT, é propina.

    Dá gosto de ver o empenho e a vontade do Sérgio Moro em buscar provas e autorizar a PF a devassar tudo o que se relaciona com o PT. Pululam provas aqui e ali. Vai-se montando uma cadeia de gente que delata mais gente, que é interrogada e delata mais gente.

    Mas para a camaradagem tucana (honesta, proba e irretocável), não há provas. Não há nada suspeito. Não vem ao caso. Só que também não se tem investigação para buscar as provas. Estranhamente, não temos aquele Moro mordedor, pegador, incisivo. Vemos a transfiguração do beligerante juticeiro em um camarada tergiversador, relativista, seletivo. Um eufemista nato quando se trata de PSDB.

    E assim, seletivamente, os moralistas caolhos acham que o país passa por uma limpeza. Uma verdadeira faxina na casa. Mas a limpeza só ocorre no quarto do filho rejeitado; o ovelha negra. No quarto ao lado, do filho preferido, mantém-se tudo bem lacrado e intocado.

  38. CIDADANIA EM OUTRO NÍVEL

    Fiquei na dúvida …

    BANESTADO, é nome de um banco estadual que foi envolvido num escândalo de US$ 19 bilhões, mas,graças a ação da cidadania local,consegui fazer retornar US$ 17 milhões. (https://pt.wikipedia.org/wiki/Esc%C3%A2ndalo_do_Banestado). É legal saber que em alguns estados brasileiros o censo de cidadania é bem mais elevado que nos outros. Os resultados, os prejuízos chegam a ser maiores, mas, isso não é relevante.

    Morei em Maringá, uma linda cidade paranaense, de um povo muitos simpático e amistoso. Como de resto em todo o Brasil, mas, não consegui perceber essa diferença tão saliente.

    Vou prestar mais atenção da próxima vez.

     

  39. O País Adernado.

    Pois é! Todo mundo sabe disso! Juízes, jornalistas e policiais são partidaristas e trabalham para favorecer um lado e prejudicar o outro. Que trabalhem para atender uma parte da população, paciência. Mas, que a cidadania não tenha instrumentos para corrigir isto é triste…

  40. 1º de janeiro de 2003

    sim: essa é a data que a corrupção tornou-se sistemática no brasil.

    antes, como disse na maior caradura sérgio mora, “não vem ao caso”.

    alguém disse que se bater, torcer, esticar os números confessam qualquer coisa.

    o mesmo vale para essa “investigação” com nítido propósito político: provar que a corrupção dessas empreiteiras para apoiar o governo federal … e investiga-se a partir de 2003, precisamente, 1º de janeiro.

    essa operação, como disse zaffaroni, a lava-jato é golpe.

  41. É incompreensível uma obra de
    É incompreensível uma obra de mais de 1 bilhão de reais, com menos de 1 ano de inauguração, já necessitar de reformas caras e estruturais.Em junho de 2010 o Jornal Hoje em Dia já havia feito uma denúncia sobre esses problemas e o Deputado Rogério Correia já havia alertado para a necessidade de uma CPI com o intuito de investigar os gastos com a obra e os problemas estruturais que ela apresenta como mostram as matérias dos links abaixo. http://jornalggn.com.br/blog/luisnassif/qual-a-situacao-do-centro-administrativo-de-mg Avaliadas inicialmente em cerca de R$ 550 milhões, as obras de engenharia chegaram a R$ 1,1 bilhão, o dobro do previsto. Somada a outros 87 contratos levantados pelaFolha desde o início das obras, em janeiro de 2008, o custo total chega a R$ 1,69 bilhão. http://www1.folha.uol.com.br/fsp/brasil/fc0403201015.htm

  42. O Nassif tem lado.

    A maior contribuição da UTC foi para a campanha de Aécio Neves. A grande obra da UTC em Minas foi o Centro Administrativo. Em São Paulo, as mesmas empreiteiras participaram de obras do Rodoanel e das parcerias para administrar as estradas paulistas.

    No entanto,  nenhum dos bravos delegados e procuradores, o imbatível juiz Sergio Moro tiveram a curiosidade de perguntar aos delatores sobre o financiamento à campanha de Aécio e para políticos paulistas.

    Doações legais não são objeto de investigação a não ser que haja denúncia vinculando-as expressamente a pagamento de propina, tal como Youssef, Renato Duque e Paulo Costa denunciaram Vaccari. Não existe absolutamente nenhuma delação do doleiro, seus operadores, empreiteiros ou ex-diretores de estatais que indique pagamento de propina no Centro Administrativo, no Rodoanel e nas estradas paulistas. Se existisse, o bravo jornalista poderia ter a curiosidade não apenas de investigar, mas de encaminhar ele próprio a denúncia aos MPE de Minas e São Paulo. Qualquer cidadão tem o direito e o dever de fazer isso. Mas é óbvio que ele não o fará, afinal sabe que não tem nada.

    É vergonhosa a postura de parte da imprensa que tem lado para difamar a Lava Jato. Para atingir seu intento deram pra esquecer até do funcinamento do Códio de Processo Penal. Quer dizer que os procuradores deveriam indagar os delatores sobre o financiamento da campanha de Aécio e dos políticos paulistas mesmo sem indícios claros nem depoimentos voluntários sobre esses crimes? Quer dizer que o juiz pode autorizar no interrogatório que o réu fale de crimes que sequer conhece, só porque é óbvio para vocês que o PSDB deve ter roubado também? Vocês se esquecem que esses depoimentos são colhidos na presença de um advogado assistindo o réu?

    A verdade é uma só: o juiz Moro foi o único magistrado deste país a analisar provas contra a família de Aécio Neves e a emitir um despacho dizendo claramente que suspeitava que eles cometeram crimes, mesmo reconhecendo não ter competência para investigá-los por força do foro privilegiado e da ausência de vínculos com a Petrobras. O despacho dele é público, com toda a análise que fez das provas contra a irmã de Aécio. Qualquer procurador estadual de MG pode e deve usar esse despacho para requisitar as provas e pedir abertura de inquérito contra ela, e o juiz local terá de rebolar para negar uma vez que terá de contrariar um juiz federal amparado por uma força-tarefa, cujo bom trabalho é reconhecido pelo STF. No entanto nenhum procurador aparece. Serão todos tucanos? Não mesmo. Certamente alguns são simpatizantes do PT. Mas, a exemplo do jornalista, devem estar ocupados demais falando mal da Lava Jato em vez de fazerem seu trabalho.

      • Não, não serve.

        Dizer que o finado deputado Janene lhe contou não é prova, nem permite investigar nada depois porque morto não fala. Moro só valida as delações de Youssef que o doleiro pode comprovar, até porque sabe que os acusados recorrem até o STF para tentar invalidá-las. Uma denúncia baseada no video acima, seria não só invalidada como também mereceria uma censura explícita ao juiz.

        • hahahahaha…
          Então, nada

          hahahahaha…

          Então, nada vale, nada serve, porque o Youssef não apresenta documentos registrados em cartório, só falas e anotações.

          O juiz pode simplesmente solicitar a investigação dos denunciados (quebra de sigilo bancário, etc…) e depois decidir se deve ou não denunciar. É assim para todos os casos, menos para os tucanos. Talvez porque o Ibama não deixe.

          hahahahaha…

          abraço

          • “hahahahaha”

            Todas as delações de Youssef  foram confirmadas por pelo menos 2 outras fontes independentes, incluidnoi o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa, antes de serem usadas como base para requisição de quebras de sigilo. As 2 fontes em questão não eram reles operadores que “ouviram falar que outro disse”, mas diretores da estatal que participaram diretamente do esquema, que não apenas confirmaram o que Youssef disse mas também se comprometeram a devolver o dinheiro recebido como propina. Ou seja, assumiram a culpa e produziram provas eles próprios, antes mesmo da prisão dos demais acusados.

            Claro, você pode achar que o fato de um diretor de uma estatal confessar os crimes e devolver a grana que roubou não é suficiente para dar credibilidade às denúncias que ele fez contra seus ex-comparsas. É direito seu achar o que quiser e até dar risada ao ver a maior empresa pública do país ser achincalhada dessa forma. Mas o que você pensa não conta para a Justiça. Fatos sim. E o fato é que a denúncia de Youssef contra Aécio, que você não conhece porque está mais preocupado em poluir este espaço do que em ler, se baseia em algo muito mais frágil do que as que fez contra o PT. Ele disse que ouviu de um deputado falecido que Aécio se beneficiou de roubo em outra empresa, Furnas.

            Se você conhece algum diretor de Furnas que corrobora essa versão, pode contatar o juiz Moro e ele se encarregará de mandar todo o material imediatamente para que Janot se encarregue de pedir as quebras de sigilo que forem necessárias – pois, de novo, você não sabe mas Moro não tem competência para investigar Aécio e muito menos para denunciá-lo. Então trate de se mexer e procurar alguma evidência que corrobore a informação de Youssef. Agora, se você é preguiçoso ou não tem nada para comprovar isso, mas só está revoltado pelo fato de ver seus ídolos gordos e endinheirados do PT e “aliados” pegando uma cana merecidíssima em Curitiba, então sugiro falar menos e sorrir mais. Pois o Brasil está melhorando e a Justiça está trabalhando, apesar de você.

  43. A risada debochada,

    A risada debochada, sarcástica, irônica de aécio quando perguntado sobre sua centena de viagens ao Rio, demonstra

    o quanto se sente intocável. Acho que podemos até morrer de gritar estas histórias, mas o judiciário e a imprensa golpista 

    fará ouvidos moucos.

  44. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome