O Boy Lixo e a Diva Maravilhosa, por Letícia Sallorenzo

Ou, parafraseando a filósofa, “se os Marinho pediram armistício nesses termos, a gente vai ter problema”

O Boy Lixo e a Diva Maravilhosa

por Letícia Sallorenzo

O texto a seguir foi publicado na edição deste sábado de O Globo.

Aparenta ser um armistício vindo dos Marinho, e enviado diretinho pro PT.

Mas, se você ler direitinho, é um zap do boy lixo que detonou e destruiu a autoestima daquela sua amiga maravilhosa, inteligente e poderosa, e agora o boy lixo descobriu que só o fato de ela administrar as contas dele já garantia que ele sempre tivesse dinheiro (e isso aqui não foi uma metáfora, foi apenas uma comparação singela).

Vamos ver o que o boy lixo mandou praquela sua amiga diva maravilhosa:

É hora de perdoar o PT

[Oi? Perdoar? Phopho, bora ajustar essa valência aí! É hora de PEDIR PERDÃO ao PT, né, boy lixo?]

Ódio dirigido ao partido

[eu gostei dessa frase. O boy lixo tá reconhecendo que o que rola contra o PT é ódio. É irracional, não há nada de ponderado ou lógico contra o PT. É tudo sensação, sentimento, emoção. É ódio. O antipetismo, de racional, não tem nada. Favor pedirem pro boy lixo escrever essa minha frase, como se dele fosse, com todas as palavras: O antipetismo, de racional, não tem nada.]

não faz mais sentido

[ATA. Então, antes fazia sentido? Então, estimular o ódio contra um partido específico fazia todo o sentido do mundo, e era algo que deveria ser perpetrado? Olha, vou confeccionar um diploma de manipulador de bosta e conferir às Organizações Globo, tá?]

e precisa ser reconsiderado

[pode voltar pra última palavra. Releia ela, sílaba por sílaba. RE CON SI DE RA DO. Isto significa que algo antes era visto de um jeito E ERA OK SER VISTO DESSE JEITO, mas agora o contexto é outro e deve ser visto de outra forma: “Vc precisa reconsiderar a sua viagem a Paris”. Então, o que temos é que o ódio ao PT precisa ser reconsiderado. Agora vocês entenderam porque isso é fala de boy lixo?]

se o país quiser mesmo seguir o seu destino de nação soberana, democrática e tolerante

[vamos saborear todos os frames, todos os enquadramentos, todas as ideias suscitadas por esses adjetivos: nação soberana / nação democrática / nação tolerante. Então, odiar o PT nos torna antidemocráticos e faz com que abramos mão de nossa soberania? Ah, cemejura? Cuenta pra mim quando foi que você descobriu isso, boy lixo? Eu deixei o tolerante de propósito pro final, pois esse dá exatinho o tom do que o boy lixo pensa: o PT deve ser TO LE RA DO. “Eu suporto o PT, mas fazer o quê? Temos que ser superiores e nobres…”  observem que estou analisando A PRIMEIRA FRASE DO TEXTO, e eu só de Word já consumi UMA PÁGINA! (vai estourar pipoca e pegar alguma coisa pra beber, fio, a coisa aqui vai longe…)]

Não há como uma nação se reencontrar se 30% da sua população for sistematicamente rejeitada

[Ah, então tá! Seleme 2020 corrobora o que Sallorenzo já dizia em 2014, mas colocou no papel em 2018 no livro Gramática da Manipulação (lançado pela Quintal Edições): “Podemos afirmar que, nas eleições presidenciais de 2014, a imprensa brasileira desconsiderou o percentual de (e)leitores/cidadãos que votaram em Dilma Rousseff. Desconsiderou suas opiniões, seu raciocínio político, sua posição no debate democrático, seu direito á existência. A imprensa brasileira anulou a possibilidade de a lógica do raciocínio petista fazer sentido.” (SALLORENZO, 2018, pág. 115-116) e vocês vão ter que me aturar fazendo autocitação em ABNT! Porque a alternativa é eu ler esse texto separando sílaba e enfiando sopapo na cara desse sujeito pra ver se ele deixa de ser cretino.]

Esse é o tamanho do problema que o Brasil precisa enfrentar e superar

[vamos revisar o sujeito dessa última oração, “O Brasil precisa enfrentar e superar”? quem é que precisa enfrentar e superar? O Brasil ou AS ORGANIZAÇÕES GLOBO, seu cretino?!?!?!?!].

Significa a parcela do país que vota e apoia o Partido dos Trabalhadores em qualquer circunstância

[Cf. Sallorenzo, 2018, pág. 115-116 que eu já citei lá em cima!].

Falo dos eleitores, não apenas dos militantes

[ATA. Só eleitor deve ser ouvido, pois militante nem gente é. Na comparação com o boy lixo, esse é o momento em que o boy lixo fala mal das amigas da namorada que vivem falando pra diva maravilhosa dar o pé na bunda dele e partir pra outra.]

Me refiro aos que acreditam na política de mudança do partido, não aos seus líderes

[Ah, que coisa mais bonitchinha! Ele não está falando dos líderes do PT, não, gemtchy! Ele tá falando em quem acredita na política de mudança promovida pelo partido! E olha só a marotice do boy lixo, ele afirma que a mudança promovida pelo PT é algo passível de crença, não de mensuração!!!!].

Os que acreditam e sustentam o PT

[E essa CRENÇA é algo que SUSTENTA o PT. O PT é UM ERRO SUSTENTADO POR UMA CRENÇA!!]

são a maioria do terço de eleitores perenes do partido, não os que foram flagrados nos dois grandes escândalos de corrupção que marcaram as gestões petistas

[TAVA DEMORANDO, NÉ?].

Esse agrupamento político

[Agrupamento político é o teu derrière*!! O PT é um PARTIDO POLÍTICO, e como tal deve ser entendido, tratado e respeitado! Agrupamento político é MBL, seu bosta! Sim, eu estou irritada, pois li o texto apenas de soslaio, agora que estou lendo a fundo e com cuidado estou me irritando ainda mais!!]

talvez o mais forte e sustentável da história partidária brasileira

[o boy lixo precisa detonar, pois não suporta o PT, mas é obrigado a reconhecer que o partido é forte e sustentável de toda a história partidária brasileira. Bem feito. Sim, estou lendo com o fígado.],

tem que ser readmitido no debate nacional

[ah, tem? E quem foi que desautorizou o PT a falar no debate nacional? Quem demitiu o PT do debate nacional? Cadê o agente dessa frase, seu bosta?].

Passou da hora [Passou, é? Se arrependeu, foi?] de os petistas serem reintegrados

[Ah, cejura? Olha só que ser magnânimo! Agora que a bosta tá comendo solta, quando uma crise sem precedentes na história da humanidade assola o mundo inteiro, e tudo o que o ódio ao PT conduziu ao poder no Brasil foi um energúmeno que não tem a menor noção de gerenciamento de crise (na verdade, ele não tem a menor noção do que ele tá fazendo na presidência, mas preciso ser sintética) é a hora de reintegrar o PT ao debate nacional, é? Puxa, que coisa! Agora que a bosta se espalhou, o PT deve ser chamado pra limpar o salão?].

Ninguém tem dúvida de que os malfeitos cometidos [de novo: malfeitos cometidos é ton derrière!]

já foram amplamente punidos

[Ah, aqui percebemos um quê de sadismo por parte do boy lixo. Eu já abusei e tripudiei daquela diva maravilhosa, mas preciso que ela arrume a minha vida pois a minha vida ficou uma bosta depois que eu a mandei embora].

O partido teve um ex-presidente e seu maior líder preso e uma presidente impedida

[olho no lance! Olha esse impedida aí! Olha a voz passiva! Quem é o agente dessa frase? Quem impediu? Como? Por quê?  Vc está pensando em Sérgio Moro e Galera da Lava Jato? Pois eu estou pensando em Organizações Globo, mesmo…]

de continuar governando. Outros líderes históricos também foram presos ou afastados definitivamente da política

[boy lixo fazendo pouco caso da merda que fez. Transformando em coisinha de nada].

Hoje, respeitadas as suas idiossincrasias naturais, homens e mulheres de esquerda devem ser convidados

[olha a benevolência e a magnanimidade de novo, gente! Os homens e mulheres de esquerda devem SER CONVIDADOS!! Discussão sobre o futuro do país virou convescote, com presenças vips confirmadas e garantias de acesso ao camarote controlados por seres superiores detentores das ideias de Verdade, de Bem e de Mal!]

a participar da discussão sobre o futuro do país. Têm muito a oferecer e acrescentar.

[AH, COMO ELE É BONZINHO, GENTE!!]

A gritaria contra a roubalheira já cansou

[cansou, é? Ou já rendeu o que tinha que render, e agora torna a discussão improdutiva? Enquadrar a única possibilidade de saída deste país do poço como uma categoria execrável, mas que deve ser tolerada agora porque tamo tudo precisado é o quê? Comentários abaixo, por favor],

não porque se queira permitir roubalheiras, mas porque é oportunista politicamente

[então enquadrar o PT como corrupto era oportunismo político? De parte de quem, mesmo? Quem estava sendo politicamente oportunista ao enquadrar o PT como corrupto, incompetente e incapaz? Cadê os agentes dessa frase, cadê os agentes deste país, cadê os manipuladores do raciocínio e do contexto sociopolítico nacional que não dão as caras, mas estão sempre ocupadíssimos pedindo pro PT fazer autocrítica?] .

Claro que houve desvios de dinheiro público na gestão de Lula e Dilma

[claro pra quem, cara pálida? Por que essa necessidade insana, irracional, incoerente e inconsequente de sempre enquadrar o PT como corrupto?],

as provas são abundantes e as condenações não deixam dúvidas

[defina abundantes. E depois, explique como e por que, se as provas são “abundantes”, Luiz Inácio Lula da Silva foi condenado por “atos indeterminados”? Explique, também, por que 120 juristas do mundo inteiro questionam a condenação de Lula – e esses 120 juristas foram simplesmente limados, apagados e silenciados na imprensa brasileira? Isto tudo definido e explicado, esclareça “as condenações não deixam dúvidas”. Não deixam em quem/ Por quê? Como?].

Mas o PT é maior que isso

[alá o boy lixo tendo que reconhecer que a sua amiga diva e maravilhosa é diva e maravilhosa…]

e, como já foi dito, para ladrões existe a lei

[ELE NÃO CONSEGUE EVITAR, É IMPRESSIONANTE!!!!].

Imaginar que o partido repetirá eternamente os mesmos erros do passado é uma forma simples, fácil e errada de se ver o mundo

[insira aqui o seu palavrão preferido para definir essa frase].

Os erros amadurecem as pessoas, as instituições, os partidos políticos. Não é possível se olhar para o PT e ver só corrupção

[insira novamente aqui outro palavrão preferido. A necessidade de transformar PT em sinônimo de corrupção é escandalosa!!].

O petismo não é sinônimo de roubo, como o malufismo.

[vontade de estapear esse sujeito, né, meus filhos?]

Superada esta instância, que é mais fácil, terá de se ultrapassar também a índole autoritária que um dia foi semeada no coração do PT e vicejou

[ELE NÃO ESTÁ SATISFEITO, ELE PRECISA CONTINUAR DETONANDO!!!!!].

Exemplos são muitos, como a tentativa de censurar a imprensa através de um certo “controle externo da mídia”

[Ah, canalha, isso é regulamentação da Constituição, seu bosta!!!!],

de substituir a Justiça por “instrumentos de mediação” em casos de agressão aos direitos humanos, ou de trocar a gestão administrativa por “conselhos populares”. Se estas tentações foram barradas no passado, quando até o centrão apoiava o PT, certamente não prosperarão num ambiente muito mais polarizado como o de hoje.

[OK, eu vou respirar fundo pra não xingar mais esse sujeito, e tentar entender isso aqui como pontos que os Marinho acreditam que não devam mais ser tocados pelo PT. Anotado. Por agora. ]

O fato é que o ódio dirigido ao PT

[vamos aprumar essa voz passiva aí: QUEM DIRIGE O ÓDIO AO PT? Esse texto dá uma ideia de quem faz isso…]

não faz mais sentido e precisa ser reconsiderado se o país quiser mesmo seguir o seu destino de nação soberana, democrática e tolerante

[Eu já xinguei esse trecho lá em cima. O sujeito não tem a menor ideia de como fechar o texto, então ele precisa se repetir.].

Não pode se esperar essa boa vontade dos que carregam faixas pedindo intervenção militar e fechamento do Supremo e do Congresso, um grupelho ideológico, burro e pequeno que faz parte da base do presidente Jair Bolsonaro

[e que não ascendeu ao poder por obra e graça do divino Espírito Santo, era uma “escolha muito difícil”, lembram? Perguntem ao Estadão!].

Mas é bastante razoável ter esta expectativa em relação a todos os outros, sejam eles de direita, de centro-direita ou de centro.

Não se pode negar que parte considerável do Brasil é de esquerda

[E quem passou uma década e meia negando isso?].

Como tampouco há como se ignorar a força da direita nacional

[Essa direita… ela existe mesmo ou foi insuflada? A direita nacional existe ou é apenas ódio ao PT transubstanciado em direita?].

Ambos os campos existem e precisam ser representados politicamente. O Brasil não tem tempo para esperar por uma outra esquerda, renovada e livre da influência do PT.

[AAAAAAHHHHH, então vcs queriam uma esquerda made in TV Globo, mas não foram capazes de gerar essa aberração, então estão pedindo arrego ao PT?].

O país precisa se reencontrar logo para construir uma alternativa ao bolsonarismo, este sim um problema grave que deve ser enfrentado por todos. Perdoar o PT

[O PT não deve ser perdoado, há diversos setores do país que devem PEDIR PERDÃO ao PT. Entendam e aceitem.]

não significa abrir mão de convicções

[convicções essas geradas, insufladas e fermentadas por um sentimento de ódio, não por um processo racional como deveria ter sido.].

Ao contrário, significa pavimentar caminhos pelos quais pode se chegar ao objetivo comum de paz e prosperidade.

[suspiro]

Se esses foram os termos do armistício, como vocês podem ver ainda tem muito frame a ser revertido. Estou à disposição do PT para a mesa de negociações.

Pontos inegociáveis:

– O PT é o mais sólido e mais íntegro partido brasileiro

– Dilma Rousseff é inocente, e foi criminalizada artificialmente num processo de impeachment que deve ser entendido como GOLPE.

– Só pra reforçar: FOI GOLPE. E continua sendo.

– Não existem provas concretas e substantivas contra Luiz Inácio da Silva. Existem apenas convicções.

– Atos indeterminados não é coisa que se escreva numa sentença.

– Sérgio Moro e os boys da Lava Jato são uns embustes. Devem ser desconstruídos.

– Petrobrás foi menos um foco de corrupção, e mais um ponto de interesse dos Estados Unidos.

– As palavras PT e corrupção devem ser imediata e urgentemente dissociadas uma da outra.

E isso é tudo o que me veio à cabeça por ora.

(*) É rabo. Mas como saiu em francês, ficou elegante.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora